Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Saudades do Mark

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Saudades do Mark





    MARK GRUENWALD

    Falecido em 1996, com 43 anos, Gruenwald foi um dos escritores mais tridimensionais que existe. Além do seu trabalho mais famoso (Esquadrão Supremo), Mark foi responsável por uma das mais longas fases à frente do Sentinela da Liberdade. É justamente com o Cap América que eu comecei a adorar o trabalho do cara. Suas tramas sempre abordavam a vida do herói como um todo, emprego, romance, política, relação com os Vingadores, vizinhança, amigos, nada escapava da percepção do Gruenwald que gostava de retratar o personagem como um ser humano contextualizado e tendo que lidar com todos os aspectos da vida humana. Recentemente, o escritor que mais se aproxima dele nesse quesito é o Bendis.
    Saudemos todos a esta grande figura dos quadrinhos.
    PROTETORES NACIONAIS: protetoresnacionais.com

  • #2
    Re: Saudades do Mark

    Postado originalmente por MAGUS
    Falecido em 1996, com 43 anos, Gruenwald foi um dos escritores mais tridimensionais que existe.
    Temos uma noção clara dos elementos que estão mais próximos e dos que estão mais afastados, contudo, essa noção de tridimensionalidade é uma ilusão criada pela nossa mente, pois num gibi, não existindo espaço entre os objetos e, por isso mesmo, estando todos num mesmo plano, não há nada de tridimensional na sua expressão. Aquela obra de Gruenwald, afinal, é bidimensional, nada mais.

    Mas era um excelente contador de histórias. Faz falta.
    Inscreva-se na ALMANACÃO, minha newsletter sobre quadrinhos > http://eepurl.com/b3_M4v

    Comment


    • #3
      Esse cara era BOM!

      Comment


      • #4
        Excelente!!"!

        E Bendis é quase tão bom quanto ele.

        Comment


        • #5
          Gostava dele, deixou saudades.


          Seu último trabalho com o Capitão América foi o inesquecível Capitão de armadura.

          Faz falta.

          Comment


          • #6
            Postado originalmente por Sr. Mxyzptlk
            Gostava dele, deixou saudades.


            Seu último trabalho com o Capitão América foi o inesquecível Capitão de armadura.

            Faz falta.
            Não foi o Capitão de Bandana?

            Comment


            • #7
              Um gênio.

              Não sei porque crucificam tanto o run dele no Caps.

              Depois eu cito uns momentos memoraveis

              Comment


              • #8
                Re: Saudades do Mark

                Postado originalmente por Chico Barney
                Postado originalmente por MAGUS
                Falecido em 1996, com 43 anos, Gruenwald foi um dos escritores mais tridimensionais que existe.
                Temos uma noção clara dos elementos que estão mais próximos e dos que estão mais afastados, contudo, essa noção de tridimensionalidade é uma ilusão criada pela nossa mente, pois num gibi, não existindo espaço entre os objetos e, por isso mesmo, estando todos num mesmo plano, não há nada de tridimensional na sua expressão. Aquela obra de Gruenwald, afinal, é bidimensional, nada mais.

                Mas era um excelente contador de histórias. Faz falta.
                Um dos diálogos mais bizarros que já vi aqui
                Winners don't use drugs.

                Comment


                • #9

                  Comment


                  • #10
                    Postado originalmente por Candymxy
                    Gostava dele, deixou saudades.


                    Seu último trabalho com o Capitão América foi o inesquecível Capitão de armadura.

                    Faz falta.
                    Para mim a fase que antecedeu o arco da armadura é bem melhor.
                    Sem falar do Esquadrão Supremo, seu melhor trabalho.
                    Fala Bandana
                    Site: www.falabandana.com
                    Twitter: http://www.twitter.com/falabandana
                    Facebook: http://www.facebook.com/falabandana

                    Comment


                    • #11
                      A história que o Capitão se curva frente ao Jesse Corvo Negro é sensacional, uma das melhores que já li.
                      PROTETORES NACIONAIS: protetoresnacionais.com

                      Comment


                      • #12
                        Não tem erro. O cara criou o Agente Americano

                        No Capitão

                        Gosto muito da historia que a Irmandade da Serpente assassina a sangue-frio o Modok

                        Gosto de qdo ele se disfarçou de vilão para prender o Carrasco do Submundo

                        Gosto do arco do Demolição, em que eles enfrentam varios malucos ampliados

                        Capitão assassinando um dos terrorristas do Ultimato e depois saindo num quebra de primeira com o Apatrida, nas montanhas com neve

                        A FANTASTICA historia em que ele desiste do uniforme

                        E muitos outros

                        Comment


                        • #13
                          Postado originalmente por Coruja
                          Postado originalmente por Candymxy
                          Gostava dele, deixou saudades.


                          Seu último trabalho com o Capitão América foi o inesquecível Capitão de armadura.

                          Faz falta.
                          Para mim a fase que antecedeu o arco da armadura é bem melhor.
                          Sem falar do Esquadrão Supremo, seu melhor trabalho.
                          É uma tosqueira do bem.

                          A história final dele, em que o Capitão "morre" e se despede de todos antes é linda. A despedida de Mark foi ali (não só do Capitão, mas dos leitores também ), e entregando o posto para o Mark Waid.

                          Foi a verdadeira morte do Capitão América. Igual aquela ninguém mais faz, nem o Brubaker.



                          Mas a fase anterior a armadura é muito boa também, a degeneração do soro do supersoldado, foi naquela época que eu comecei a curtir Capitão América. Saudades de 1996


                          Não foi o Capitão de Bandana?
                          Não, esse já era o Waid.

                          Comment


                          • #14
                            Nunca li nada do autor, quando comecei a ler quadrinhos o dito cujo já tinha encontrado JC há anos.

                            Quais são suas obras mais relevantes pra que eu possa correr atrás nos sebos?

                            Comment


                            • #15
                              Fluffy o Esqudrão Supremo dele é sensacional, mas por aqui em não lembro em que revistas saiu.
                              É o típico gibi de super-herói que todo mundo gosta tem porrada, um pouco de drama e mais porrada,e o final é um dos mais fodas já escritos.

                              Comment

                              Working...
                              X