Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Jonny Quest - Comico

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Jonny Quest - Comico

    Há algum tempo, quando a Gibimania estava bombando com a queima de estoque a 50 centavos por revista, comprei uma porrada de gibis do Jonny Quest da editora Comico, dos anos 80 (é de 1986!!! ) só porque estavam baratos mesmo.

    Nunca fui muito fã do desenho animado, foi na onda de comprar porque tava baratinho mesmo e foda-se. Levei umas 20 revistas, com algumas edições faltando, mas como cada número tem uma história completa, tudo bem.

    As revistas foram parar no limbo das não lidas, e por lá ficaram por muito tempo. Depois no caos da mudança, foram parar aleatoriamente numa caixa misturada com outras coisas que não tinham nada a ver. E depois de anos, chegaram à superfície da minha pilha de leitura.

    Li ontem a edição #2 com um preconceito de início, achando que seria uma leitura bem fraquinha. Por 50 centavos valia a compra, se for uma merda tudo bem.

    E não é que me surpreendi positivamente? OK, a história não é nenhuma obra prima de roteiro (William Messner-Loebs) ou arte (Wendy Pini e arte final de Joe Staton). Mas me surpreendeu, talvez pela baixa expectativa que eu tinha em relação à revista? Quem sabe?

    O fato é que eu esperava uma história bobinha, adaptação daquelas típicas histórias dos desenhos animados, simplificadas para caberem em 20 e poucas páginas.

    E me deparei com uma história bem tocante, mostrando como foi a morte da mãe do Jonny Quest e, de quebra, como Race Bannon "entrou para a família", por assim dizer.

    O que me surpreendeu é que a mãe do Jonny Quest não morreu poor um ataque de vilões, numa trama cheia de ação, mas tragicamente como morrem alguma das pessoas que conhecemos, doente, num hospital. E a história narra de uma forma muito bacana esse acontecimento.

    Tem sim ação pelo lado de Race Bannon na hstória, até meio bobinha a trama paralela, mas que não estraga a história como um todo.

    Enfim, lerei agora pelos próximos dias essas edições que tenho, não sei se todas mantém o mesmo nível, mas enfim, custaram 50 centavos!

    Se alguém mais leu ou conhece o material, por favor, enriqueçam o tópico com seus comentários.

    Segue a capa do #2:



    Vou ver se coloca aqui as minhas impressões dessas revistas, pode ajudar alguém aí que se depare com essas edições por aí e queira saber se vale ou não comprar.
    ùltima Leitura: Razoável
    sigpic
    Mister No #6 (RECORD)

    http://www.tumblr.com/blog/ultimaleitura

  • #2
    Se não me falha a memória, saiu uma edição em português, pela Best News. Deve estar em algum lugar lá em casa.

    E o criador do Jonny Quest, Doug Wildey, fez uma graphic novel chamada "Rio" (não sei o nome original), que foi publicada pela Globo. Lembro-me de ter gostado, à época.

    Abraços!!!
    BEHOLD MY POWER

    Comment


    • #3
      Lembro disso mas não comprei.
      Acredito que devia ser legal.
      Quando li as estórias em quadrinhos dos Comandos em Ação achei bem melhor que o desenho também.

      Comment


      • #4
        Esse saldão eterno da Gibimania sempre tem coisa boa. Tirando as centenas de formatecos Marvel 2099 que abundam por lá, tinha por lá outro dia um monte de edições gringas do Esquadrão Suicida do Ostrander.

        Comment


        • #5
          Da Comico eu só acompanhei os Elementals. As páginas de propaganda só falavam dos demais títulos da editora, incluindo Grendel, Mage, Robotech e Jonny Quest. Chegaram a anunciar uma mini do Space Ghost desenhada pelo Steve Rude, mas nem sei se lançaram (a editora faliu no começo dos anos 90, acho).

          O Rude também desenhou várias edições do Jonny pela Comico.

          Comment


          • #6
            Eu gostava de Jonny Quest... e até da versão japa raio laser dos anos 90, q passava no Cartoon.
            A expectativa é a mãe da merda

            Comment


            • #7

              JONNY QUEST #8

              A história começa no futuro, com Jonny já adulto e dando aula de ciências. Um LOUCO e ASSASSINO chamado X-7 começa a matar um a um todos os seus entes queridos, a MORTCHY come solta.

              Jonny vai envelhecendo, a história da saltos de 15, 20 anos, a cada salto é outro que morre, sempre pelas mãos do X-7...

              Mas no final...

              [hide:0df356df66]...era tudo um sonho alucinatório causado por um inseticida que vazou no laboratório do Dr. Benton Quest! O tal inseticida era o X-7, Jonny consegue acordar a tempo de jogar o treco pela janela e salva todo mundo![/hide:0df356df66]

              Apesar do começo sombrio e do final meio decepcionante por ser beeeem clichêzão, a edição diverte por mostrar o "futuro" de Jonny Quest. Bacaninha a leitura, ainda que abaixo da edição #2.

              Mas por 50 centavos, valeu!
              ùltima Leitura: Razoável
              sigpic
              Mister No #6 (RECORD)

              http://www.tumblr.com/blog/ultimaleitura

              Comment


              • #8

                JONNY QUEST #9
                (curiosidade: capa de Timothy Truman)

                Com o sucesso de audiência deste tópico sou obrigado a continuar com as resenhas das revistas que leio. O povo clama.

                Essa edição #9 é muito louca. Começa bem interessante, com Bobby Quest Pai e Bobby Quest Filho disfarçados de família comum numa cidadezinha do interior, ajudando uma cientista lá a finalizar suas pesquisas com uma ENZZIMA MÁZICA que acabará com o problema de lixo e energia no mundo.

                Uma espiã serelepe chega na cidade e descobre o segredo da família Quest. Ela quer roubar a fórmula secreta. Mas ainda há na trama um mal-intencionado agente do governo chamado Stark, uma misteriosa pantera negra LOUCA e ASSASSINA rondando a cidade e um juiz velhote muito louco com um passado sombrio.

                Ação, trama tresloucada e um final meio louco onde [hide:868c8ec8ac]no final das contas o juiz velhote é um antigo ladrão de bancos que tinha pego a cientista de refém quando ela era garotinha; ele fica paranóico, achando que a cientista lembrava dele e ia entregá-lo às autoridades e começa a matar pra encobrir seu passado. No final, a espiã/ladra convence ele a beber a ENZZIMA MÁZICA, e o pobre bandido acaba se desintegrando![/hide:868c8ec8ac]

                Trama meio sem pé nem cabeça, meio loucona, mas diverte.
                ùltima Leitura: Razoável
                sigpic
                Mister No #6 (RECORD)

                http://www.tumblr.com/blog/ultimaleitura

                Comment


                • #9
                  Postado originalmente por Goyo
                  um mal-intencionado chamado Stark
                  Concordo.

                  Comment


                  • #10
                    Nunca gostei do desenho do Quest. Só adulto mesmo tive algum interesse, mais pela trilha sonora (jazzistica), do que pelo desenho. Aí comecei a apreciar a animação (cenários mais realistas e trabalhados), tramas interessantes (um pouco ingênuas, mas considerando a época...).

                    Hoje, quando vejo passando em algum lugar tento assistir.
                    Ótimo. Eu vou construir meu próprio pouso lunar! Com bebidas e jogo! E prostitutas!
                    Na verdade, esqueça o pouso e o jogo!
                    Ah, que se dane tudo.

                    Comment


                    • #11
                      Postado originalmente por Bender Unit 22
                      Nunca gostei do desenho do Quest. Só adulto mesmo tive algum interesse, mais pela trilha sonora (jazzistica), do que pelo desenho. Aí comecei a apreciar a animação (cenários mais realistas e trabalhados), tramas interessantes (um pouco ingênuas, mas considerando a época...).

                      Hoje, quando vejo passando em algum lugar tento assistir.
                      A qualidade gráfica do desenho e a excelente trilha sonora sempre foram exatamente o que mais me chamaram a atenção.

                      Comment


                      • #12
                        Postado originalmente por Pessoa
                        Postado originalmente por Bender Unit 22
                        Nunca gostei do desenho do Quest. Só adulto mesmo tive algum interesse, mais pela trilha sonora (jazzistica), do que pelo desenho. Aí comecei a apreciar a animação (cenários mais realistas e trabalhados), tramas interessantes (um pouco ingênuas, mas considerando a época...).

                        Hoje, quando vejo passando em algum lugar tento assistir.
                        A qualidade gráfica do desenho e a excelente trilha sonora sempre foram exatamente o que mais me chamaram a atenção.
                        Pois é... Mas quando eu tinha dez anos eu achava que a trilha sonora era só uma barulheira chata.

                        Outras questões que me chamaram a ataenção no desenho era sobre o Dr. Quest, que inventava armas altamente destrutivas para o exército sem o menor pudor.
                        Ótimo. Eu vou construir meu próprio pouso lunar! Com bebidas e jogo! E prostitutas!
                        Na verdade, esqueça o pouso e o jogo!
                        Ah, que se dane tudo.

                        Comment


                        • #13
                          Também tinham as mortes, desde a abertura animal em que o Race metralhava uma múmia erguendo um velhote dentro duma mina. A mina desaba e os dois se fodem, múmia e vítima!

                          Revendo hoje em dia a animação parece algo bem careta, mas a aventura e as altas doses de ação compensavam as limitações. Uma pena que nos anos 80 tenha sido transformada em mais uma série babaquinha...

                          Comment


                          • #14
                            Pourra!

                            Aqui é pra falar do gibi, seus putus!!!
                            ùltima Leitura: Razoável
                            sigpic
                            Mister No #6 (RECORD)

                            http://www.tumblr.com/blog/ultimaleitura

                            Comment


                            • #15
                              Re: Pourra!

                              Postado originalmente por Goyo
                              Aqui é pra falar do gibi, seus putus!!!
                              Mas como é que a gente vai falar de algo que só você está lendo?

                              Comment

                              Working...
                              X