Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO DUPLA] Liga da Justiça da América #11 & 12: A Rainha das Fábulas (eu não aguento mais...)

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO DUPLA] Liga da Justiça da América #11 & 12: A Rainha das Fábulas (eu não aguento mais...)




    A ameaça que fez o Batman recrutar a Liga da Justiça da América finalmente surge, e suas intenções são as piores possíveis! E com o Homem-Morcego afastado da equipe, talvez ela não tenha a menor chance de resolver essa crise…


    (Justice League of America 22-23)


    Revista tradicional
    17 x 26 cm
    52 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché, Lombada Canoa (Grampeada)
    R$ 7,50
    Distribuição Nacional
    -----------------





    As portas de uma nova dimensão se abriram, e delas surge Prometea. Aliada ou inimiga, ela é um ser de imenso poder, capaz de mudar para sempre as regras do jogo no Universo DC. E ainda: Batman retorna para equipe e deve ajudar Canário Negro a enfrentar uma nova ameaça no reino de Angor.


    (Justice League of America 24-25)


    Revista tradicional
    17 x 26 cm
    52 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché, Lombada Canoa (Grampeada)
    R$ 7,50
    Distribuição Nacional

    -----------------------------


    Ser fã é uma merda... . Depois da última edição com aquele gancho SAFADO pra próxima edição, resolvi comprar a porra do gibi porque o Steve Orlando e a DC utiliza de uma tática escrota pra vender gibi: faz uma capa com uma personagem que fez sucesso em alguma história do passado da editora. As duas capas das edições #11 e 312 são exemplo disso, com capas com a Rainha das Fábulas (o Batman nem tá na história!) e a outra com a personagem da Promethea de Alan Moore.





    A primeira história, com o retorno da Rainha das Fábulas e que é majoritariamente o arco dessas duas edições ainda traz alguma dignidade porque é desenhada pelo Neil Edwards, um artista que faz o que pedem e entrega um trabalho qualificado. Nela, a Rainha retorna através da força de... desejos? Aí porque o povo tá desejando muito, ela tá concedendo e ganhando poder. Só que aí a Rainha começa a zoar geral com criaturas direto do reino das fábulas. Orlando ainda consegue a proeza de linkar sua história com outras coisas abstratas, como a saga Noite das Trevas: Metal.





    Só que quando se começa a ler o negócio logo a dignidade vai embora. Puta que me pariu, essa porra de Orlando consegue fazer um dos gibis mais ININTELIGÍVEIS que já tive o DESPRAZER de ler! Em determinado momento, como o mostrado acima, a Víxen ENTRA no Campo Morfogenético da Carne, o "Vermelho", para FALAR COM AS PESSOAS PARA PARAREM DE PEDIREM DESEJOS! Bicho, na boa, uma coisa é "abstração", outra é tirarem coisas do cu. DESDE QUANDO é possível "falar com a mente das pessoas" através do vermelho? E mesmo que fosse possível, em termos de ficção tudo é possível. Orlando só não faz uma boa narrativa disso. E é aí que ele perde.



    depois em cagar em personagens do Grant Morrison, Orlando quer defecar em Alan Moore



    Promethea surge da mesma abstração que surgiu a trama principal. Vale nem a pena gastar neurônio ou tempo tentando se lembrar porque isso aconteceu quando o motivo é fácil: vender gibi. No final depois do buruçu todo, a Nevasca, que estava ao lado da Rainha o tempo todo, tem uma EPIFÂNIA, ajuda os heróis contra a Rainha, vencem e fim. O grupo tem uma DR e logo aparece o Batman doidão para a próxima aventura...





    Começa a nova saga dessa porra de grupo e espero que dessa vez seja a última. Batman doidão surge, diz que a porra do Multiverso tá em risco DE NOVO e leva a Canário Negro pra ajudar. Vou repetir: PARA SOLUCIONAR A PORRA DE UMA CRISE CÓSMICA, BATMAN VIAJA PELO MULTIVERSO E CHAMA A CANÁRIO NEGRO PARA AJUDAR. Quando Batman doidão começa a explicar o plano dele e aparece aquele personagem tosco dos Extremistas visto na primeira edição do título, de nome "Pesadelo" não menos, o gibi começa a fazer pouco ou nenhum sentido.





    Daí então esse "grupo inusitado" vai para Angor, o plano de onde esses doidos saíram e querem impedir tudo e na boa? Eu não entendi PORRA NENHUMA do que o Orlando escreveu, parecia que ele começava a INVENTAR PALAVRAS E CONCEITOS a medida que a história avançava. Mas entenda por "inventar" não é mostrar coisas lógicas com razão não, é tirar do cu mesmo. No final o "Lorde Fatal" reaparece. Estou chocado. Chocado porque comprei a edição que continua esta merda. A arte? Miguel Mendonça e Minkyu Jung são responsáveis por esta merda.



    o final dessa saga devia ser o Batman doidão preso no Arkham imaginando essa viagem loka que ele fez babando e sentado nas próprias fezes

  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO DUPLA] Liga da Justiça da América #11 & 12: A Rainha das Fábulas (eu não aguento mais

    Putz essa canário esta com visual de estudante de letras gorda, lésbica e PSOL.

    Assim desanima.

    Comment

    Working...
    X