Anúncio

Collapse
No announcement yet.

(Marvel Brasil 40 anos) Minis, Especiais e Almanaques

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • (Marvel Brasil 40 anos) Minis, Especiais e Almanaques

    Quebrando um pouco a série sobre as revistas mensais, esse aqui é pra falar sobre minis, almanaques e edições especiais da Abril. Mas em formatinho, ok? As edições em formato americano só viriam com mais força nos anos 90.

    Os primeiros almanaques especiais lançados pela Abril foram Almanaque Mestre do Kung-Fu (1982) e Almanaque do Conan (1983). Curiosamente, o do Conan trazia o número #2. O #1 era considerado a adaptação do primeiro filme do Cimério. Em 84, saiu o Almanaque do Conan #3.



    Em janeiro de 1985, foi a vez do Aranha ganhar seu primeiro (e único) Superalmanaque. Tá certo que eles quiseram nos convencer que o especial Super-Homem versus Homem-Aranha, de janeiro de 86, seria o segundo Superalmanaque, mas não colou.



    Contudo, em 86 tivemos a primeira das mini-séries: Guerras Secretas. Em 87, quem ganhou sua mini foi Wolverine.Já em 88, tivemos Homem de Ferro, X-Men e Thor. Fechando a década, tivemos em 89 a mini Elektra Saga, republicando as histórias do Demolidor em SAM e a inédita Wolverine & Kitty Pride. A última mini em formatinho acabou sendo A Saga de Thanos – 5 edições bimestrais entre maio/92 e janeiro/93.






    Mas nem só de minis viveram os marvetes da época. A partir de 86, a Abril lançou a série Marvel Especial, sempre com republicações de histórias clássicas da editora. Foram 10 edições até 1990.






    Em 88 o Demolidor ganhou o primeiro de seus especiais. Os X-Men tb tiveram os seus dois, e o Justiceiro e os Vingadores ganharam um. No ano de seu cinqüentenário, foi a vez do Capitão América ganhar uma Edição Extra de republicações, um mês antes do Aranha, com um “O que Aconteceria se...” relacionado ao seu casamento. Os X-Men também ganharam uma edição Extra em 95.



    Os Superalmanaques voltaram com a corda toda a partir de dezembro de 89, quando a Abril tacou nas bancas a primeira edição do Superalmanaque Marvel, fechando diversos arcos publicados naquele ano. A iniciativa durou 11 edições entre 89 e 94.





    Em 1991 foi criada a revista Marvel Saga, substituindo a falecida Marvel Especial na republicação de grandes histórias. Foram apenas 5 edições. Na mesma época, surgiram os Épicos Marvel, trazendo histórias completas e atuais, entre 91 e 96.





    Ah! Os Anuais! O primeiro e mais duradouro foi do Aranha, com 8 edições entre 92 e 98. Os X-Men tiveram duas, o Justiceiro também, e o Hulk e o Capitão tiveram um só.





    Não pensem que esqueci da invasão de especiais mutantes, como as minis X-Men Classic, X-Men Adventures, X-Men Gigante e as edições dedicadas a X-Factor, X-Force, e Excalibur.



    Houve ainda a série Origens dos Super-Heróis Marvel, em 8 edições, a série Especial do Mês, as coletâneas “O Melhor de...”, até o Aranha Escarlate e Venom ganharam especiais. Mas o último especial da Marvel/Abril em formatinho acabou sendo do Capitão América, uma justa homenagem ao personagem que iniciou as publicações da Casa das Idéias na editora.






    Comentemos! Quais as suas favoritas? Quais as piores?

    Bom final de semana.

  • #2
    Winners don't use drugs.

    Comment


    • #3

      Por muito tempo fiquei sem ler a Saga da Fenix, pq só achava essa primeira parte nos sebos Na verdade, nunca li a segunda parte.

      Como pôde não postar a capa do SUAM 5?



      Uma edição embasbacante.


      UM CLÁSSICO!


      Era um bom tempo pra ser marvete.

      http://twitter.com/adailtonba2

      Comment


      • #4
        O Superalmanaque Marvel do Thor-Homem de Ferro me deixou realmente embasbacado. Nunca tinha visto tantas páginas ao mesmo tempo, lembro até hoje do dia que comprei: sábado de manhã, acompanhei minha estimada avó até a farmácia e ganhei o belo gibi como agrado por tamanha boa vontade. Lia um pouco do Thor e, faceiro, virava o gibi de ponta-cabeça e refastelava-me com as aventuras do Homem de Ferro.
        Inscreva-se na ALMANACÃO, minha newsletter sobre quadrinhos > http://eepurl.com/b3_M4v

        Comment


        • #5
          Postado originalmente por Stark Bourdain
          [hide:cbff0386b8]
          [/hide:cbff0386b8]

          E faltou essa:

          É fácil quando se sabe.

          Comment


          • #6
            Re: (Marvel Brasil 40 anos) Minis, Especiais e Almanaques

            Postado originalmente por DarthLee
            Em janeiro de 1985, foi a vez do Aranha ganhar seu primeiro (e único) Superalmanaque. Tá certo que eles quiseram nos convencer que o especial Super-Homem versus Homem-Aranha, de janeiro de 86, seria o segundo Superalmanaque, mas não colou.
            Eu li essa revista emprestada do meu primo, na época ainda não comprava muita coisa de super-heróis. Se não me engano, foi nela que Manto e Adaga apareceram pela primeira vez, confere?

            Contudo, em 86 tivemos a primeira das mini-séries: Guerras Secretas. Em 87, quem ganhou sua mini foi Wolverine.Já em 88, tivemos Homem de Ferro, X-Men e Thor. Fechando a década, tivemos em 89 a mini Elektra Saga, republicando as histórias do Demolidor em SAM e a inédita Wolverine & Kitty Pride. A última mini em formatinho acabou sendo A Saga de Thanos – 5 edições bimestrais entre maio/92 e janeiro/93.
            O curioso é que muitas dessas minisséries (X-Men, Thor, Homem-de-Ferro) publicavam histórias que saíram nos EUA dentro de títulos de linha.

            E está certo, Guerras Secretas está longe de ser uma maravilha, mas lembro até hoje de quando comprei a primeira edição. Era fantástico ver tantos heróis juntos. Claro que na época eu nem imaginava o monte de alterações que a Abril tinha feito.


            Mas nem só de minis viveram os marvetes da época. A partir de 86, a Abril lançou a série Marvel Especial, sempre com republicações de histórias clássicas da editora. Foram 10 edições até 1990.
            Eu considerava Marvel Especial uma revista nobre, até pela peridiocidade - era publicada duas vezes ao ano, nos meses de outubro e dezembro. Perdi a conta das vezes em que li o número 1, a revista até se desmontou de tanto que foi manuseada. E o melhor, tirando as duas edições com a Saga da Fênix, para mim todo o material era inédito.


            Em 88 o Demolidor ganhou o primeiro de seus especiais. Os X-Men também tiveram os seus dois, e o Justiceiro e os Vingadores ganharam um. No ano de seu cinqüentenário, foi a vez do Capitão América ganhar uma Edição Extra de republicações, um mês antes do Aranha, com um “O que Aconteceria se...” relacionado ao seu casamento. Os X-Men também ganharam uma edição Extra em 95.
            Esse especial do Capitão, com histórias da fase Stern & Byrne foi muito bom. Pena que essa parceria durou pouco, poderia ter entrado para a história.

            Os Superalmanaques voltaram com a corda toda a partir de dezembro de 89, quando a Abril tacou nas bancas a primeira edição do Superalmanaque Marvel, fechando diversos arcos publicados naquele ano. A iniciativa durou 11 edições entre 89 e 94.
            O primeiro Superalmanaque foi um tijolão para leitor de quadrinhos nenhum botar defeito, ótimas histórias: Aranha contra Duende Macabro, final da saga do Rom, Quarteto contra Mefisto, X-Men versus Ninrod.

            O segundo número, destinado exclusivamente ao Aranha também foi muito bom, assim como o do Thor/Homem-de-Ferro. É verdade que as histórias do Vingador Dourado eram comuns, mas as do Thor foram espetaculares - na minha opinião, melhores que "A Saga de Surtur".

            Mais para a frente o título começou a reunir as revistas Anuais dos heróis... com isso, o resultado era irregular.

            Em 1991 foi criada a revista Marvel Saga, substituindo a falecida Marvel Especial na republicação de grandes histórias. Foram apenas 5 edições. Na mesma época, surgiram os Épicos Marvel, trazendo histórias completas e atuais, entre 91 e 96.
            A Marvel Saga já me fez sentir um leitor "veterano", uma vez que já tinha lido alguns dos arcos que eles publicaram.
            A Épicos Marvel, por sua vez, teve dois primeiros números bem legais (X-Men vs Quarteto e X-Men vs. Vingadores).

            Não pensem que esqueci da invasão de especiais mutantes, como as minis X-Men Classic, X-Men Adventures, X-Men Gigante e as edições dedicadas a X-Factor, X-Force, e Excalibur.
            No ano passado desenterrei da minha coleção a X-Men Gigante 1, que trazia a saga "A Canção do Carrasco", e a reali. Tenho que admitir que a história continuou parecendo divertida. Lembro que também gostei do especial do X-Factor.

            Comment


            • #7
              Superalmanaque eu lembro que achei muito bom ter uma revista com várias histórias e claro, tinha o quarteto do Byrne, que eu gostava e gosto bastante, pena que essas revistas com lombada quadreda nem dá pra mexer nela hoje senão sai todas as páginas!
              "Vá tomar no olho de agamotto, seu Coringa!"

              Comment


              • #8


                Esse gibi é tão ruim q eu joguei no lixo. Sério.



                Nem eu q sou TP do Caps consegui ler esse gibi direito. Essas tranqueiras dos anos 40 não me fazem a cabeça



                ATAQUES ATLANTES

                Nesse gibi, tem um agente da Hidra tirando uma onda com a cara do Homem de Ferro. E o q o Latinha faz? Explode a cabeça do sujeito com um raio e solta essa:

                "Não devia ter feito isso. Mais não deu pra resistir"



                Leiam a "estreia" do Golias Negro AQUI



                Esse é simplesmente o meu gibi favorito do Aranha de todos os tempos. Estrangeiro rox!

                ]

                Na moral? As historias do HDF desse edição são bem fraquinhas. Quem manda aqui é o THOR!

                Muita coisa boa aí.

                pena que essas revistas com lombada quadreda nem dá pra mexer nela hoje senão sai todas as páginas!
                A minha Superalmanaque Marvel 3 (Vingadores jogando Baseball ) está assim. Alias, já até perdi umas paginas dela. Já a minha do Aranha pode até tacar na parede q não desmonta.

                Comment


                • #9
                  E pensar que eu comprei tudo isso com meus trocados do ônibus e da padaria.....

                  Comment


                  • #10
                    Postado originalmente por Destro

                    Esse gibi é tão ruim q eu joguei no lixo. Sério.
                    Tão dificil acreditar nisso. Pq a vergonha de dizer que gostou?

                    http://twitter.com/adailtonba2

                    Comment


                    • #11
                      Postado originalmente por M1ster
                      Postado originalmente por Destro

                      Esse gibi é tão ruim q eu joguei no lixo. Sério.
                      Tão dificil acreditar nisso. porque a vergonha de dizer que gostou?
                      Charles Xavier roqueiro? Não, obrigado

                      Comment


                      • #12
                        O Bishop tb pensou a mesma coisa, vc se lembra?

                        http://twitter.com/adailtonba2

                        Comment


                        • #13
                          Postado originalmente por Destro
                          A minha Superalmanaque Marvel 3 (Vingadores jogando Baseball )
                          Sensacional essa edição, principalmente a tradução, "É Canja, é Canja de Urubu"

                          Comment


                          • #14
                            ahhhhh tá chegando em mim, dessa eu tenho quase tudo ...
                            Isso é só uma brincadeira ...

                            Comment


                            • #15
                              Superalmanaque Marvel 3 é um dos marcos da minha coleção de hqs. Todas as histórias ali são foda. Deu até saudade dos Novos Mutantes agora.

                              Comment

                              Working...
                              X