Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[avaliação] Homem de Ferro numero 24 adiante

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [avaliação] Homem de Ferro numero 24 adiante

    Tony Stark desapareceu. Mas. para onde? Enquanto amigos e inimigos fazem essa pergunta, uma coisa é certa: finalmente será decidido quem vai se tornar o detentor do poder do Homem de Ferro! Reunindo os criadores que estiveram às voltas com as histórias do Vingador Blindado nos últimos tempos, não perca o início do arco A Busca por Tony Stark!




    Boa historia, Tony Stark se recupera do coma mas está ainda longe de estar OK. Sua mae, Riri Williams e MJ tentam acha-lo, porem problemas com a Stark Enterprises entram no caminho. Alem disso, Von Doom tem que enfrentar varios inimigos ao mesmo tempo, todos desejando sua morte.

    Nota 8,0
    Last edited by Stallone; 29-01-2019, 09:38 PM.

  • #2
    A Busca por Tony Stark continua! Enquanto as respostas para a incrível ressurreição de Stark vão sendo dadas, Victor von Doom tem de lidar com uma revolta vilanesca que ele mesmo semeou com suas recentes ações! Em paralelo, Riri Williams vê os equipamentos que criou sob o manto do Invencível Homem de Ferro sendo confiscados um a um!




    Bendis dando aquela enrolada basica... coloca uma personagem nada a ver na trama, faz o Doom fugir dos bandidos depois de ja ter fugido e o Tony tá na mesma condição quasinatal que estava na edição anterior.

    Nota 6,5

    Comment


    • #3
      Re: [avaliação] Homem de Ferro numero 24 adiante

      Alguns segredos não podem ficar ocultos para sempre. e alguns deles golpeiam os envolvidos com força total! O último ato de A Busca por Tony Stark leva Amanda, Riri, Doom, Amara, Mary Jane e o Invencível Homem de Ferro ao limite de suas forças! Ah, e também calha de ser a última história do herói por Brian Michael Bendis. Nem pense em perder!!




      Um fim apoteótico para a saga (e para o Bendis na MARVEL), reunindo Tony, a mãe, o teoricamente falecido pai, o teoricamente falecido coronel Rhodes, Riri Williams, Miles Morales, Blade, Leonardo Da Vinci (aquele), Doom, Capuz e sua trupe. E deixando algumas questoes a serem respondidas pelos novos escritores, como quem é verdadeiramente o Capuz, por que o pai de Tony ainda está vivo e qual sua relação com a Mary Jane.

      Nota 8,0

      Comment


      • #4
        Comprei esses gibis em Março e finalmente os terminei de ler. Eu GOSTO do personagem Homem de Ferro, é um dos meus personagens preferidos desde criança, mesmo antes dessas merdas de filmes sempre gostei, tinha o boneco da armadura modelar e sou fã desde Grandes Heróis Marvel #55 Força-Tarefa da editora Abril. Eu comecei a comprar esta mensal porque acho Bendis um dos maiores escritores do caralho dos últimos tempos. E parei simplesmente porque a enrolação tava foda demais. Ao fim desse run eu vejo que a sua conclusão é um epítome de toda essa fase.







        Como assinalou o Pip o gibi começa bem, mostrando a Riri em ação, uma Expo Tony Stark, e entrementes, mostra que vários dos vilões que o Dr. Destino prendeu como Homem de Ferro fizeram uma rebelião e se soltaram. A Sexta-Feira, a inteligência artificial que o Tony criou, diz que o corpo do Tony, em êxtase desde o fim de Guerra Civil II, desapareceu e logo põe todos os heróis disponíveis atrás dele. A primeira parte fecha com o Tony aparecendo e se recolhendo pra uma armadura antiga do Homem de Ferro.







        O bom é que o Bendis sabe escrever. Porque esse negócio de "A Busca por Tony Stark" é uma das maiores cascatinhas que já vi. Nas primeiras três partes ele fica o tempo inteiro em posição fecal e ninguém sabe o que direito aconteceu. Riri Williams enfrenta umas bobajadas aí, advindo da própria Diretoria da Stark que sequer são dignas de menção. Aquele cara lá do primeiro arco, o Lynch, AINDA quer tomar conta da Stark e não conseguiu. Em termos de história, principalmente nas partes envolvendo a Ririr (EM TODAS AS PARTES. PRA SER SINCERO) é a coisa mais sem graça que eu já vi o Bendis escrever. Mais do que Guerreiros Secretos, ouso dizer.




        bacana ver que a Ririr tem a postura de deixar a vida me levar



        DE LONGE, mas de longe mesmo, a parte mais interessante da história toda é o Dr. Destino. Aqui, Destino vai atrás dos oponentes que prendeu durante sua fase (essa fase eu preciso ler e vou atrás em importados) como Homem de Ferro, tem que fugir desses caras que querem sua pele e de quebra acertar as contas com o passado de sua mãe e seu filho (!!!) que está prestes a nascer daquela doutora que o Stark paquerou no começo do gibi (certeza que o editorial vai prontamente esquecer esse angu).







        EU QUERO ACREDITAR que em algum lugar na gaveta do Bendis tem um projeto de um longo run do Destino como Homem de Ferro apenas cuidando dessas questões. De forma bem sutil e elegante, o Bendis trabalha o Doom melhor do que muito autor renomado, conseguindo por incrível que pareça, humanizá-lo. Coisa que aquele bosta do Jonathan Hickman não conseguiu mesmo com uma saga toda voltada pra ele. Bendis ainda usa de seus maneirismos cretinos, como enfiar a porra do Capuz na história, mas o resultado é bem legal, bem divertido. Era pro Capuz ter morrido ao final desse gibi, inclusive.




        Leornardo Da Vinci: o babaca do Hickman achou uma boa ideia e o Bendis foi na onda




        Quando eu disse lá atrás que "pelo menos o Bendis sabe escrever" é que apesar da história ser UMA VERDADEIRA MERDA, com todo mundo procurando que nem loco o corpo do Tony quando ele tá se regenerando e apenas "esqueceu de avisar" a galera e de quebra ainda RESSUSCITA O JAMES RHODES nessa, com uma trama insossa do caralho da Ririr sendo abordada por seguranças da Stark roubando seu equipamento e o Blade aparece do cu do Bendis para recrutar ela pra uma iniciativa do Da Vinci, que é um chupa rolas, não sei se você sabe disso, de fazer uma nova SHIELD com gente menos babaca e indo atrás do Tony, onde a única parte realmente interessante é envolvendo o Dr. Destino que não deve nem dar dois gibis americanos direito numa porra dum arco de OITO PARTES com uma dessas partes sendo a edição comemorativa com mais páginas, não menos, tem que ser MUUUUITO BOM ESCRITOR para enrolar uma porra dessas e ainda ser uma leitura agradável. Ah, e bota de quebra sem mais nem menos o pai real do Tony que havia sido estabelecido em outra história de oito partes (eu sei, eu tenho esse gibi) aparece do nada querendo "pegar" o Homem de Ferro pra Hidra (sim, porque um velho arrombado com uma arma eles não haviam tentado antes) e falhando igual um corno miseravelmente.








        É por isso que eu digo que "pelo menos o Bendis sabe escrever", que mesmo um roteiro merda desses o careca consegue deixar interessante. E agora vamos ao motivo pelo qual eu decidi comprar o gibi. Decidi gastar pouco mais de 30 reais (comprado a preço de capa em loja, viu? Foi em sebo a 3 reais a revista não) porque ao folhear a última edição de número #26 você vê as homenagens e fotos que o Bendis fez com a equipe criativa da Marvel em alguns momentos ao fim do gibi e isso é muito legal. Achei um registro bacana e de cortar o coração. Bendis na Marvel é o fim de uma era, quer os seus haters o odeiem e achem um escritor ruim, não podem negar que o careca foi responsável pelo rumo de sucesso que a editora teve em seus últimos anos. Do caralho demais. Então além de ser o último registro de um de meus autores preferidos na editora também é com um dos meus heróis favoritos, então não pude deixar de conferir isso. Agora o Bendis vai pra DC enrolar em Superman, mas até que tá bem legal. Em Homem de Ferro, apesar de escrever bem, parecia que o Bendis nunca teve uma "proposta" para o personagem, algo que o levasse ao longo de várias edições do run.









        Na arte, tivemos Stefano Caselli fazendo um trabalho até que satisfatório, Alex Maleev detonando e fazendo mísera como sempre, embora achei pouco inspirado, e uma última parte, da edição comemorativa de #600 números americana, tivemos David Marquez, Daniel Acunã, Leinil Yu, Mike Deodato, Mark Bagley e Andrea Sorrentino entre outros que mal consegui reconhecer na arte (fiz um esforcinho agora e deu). Gibi bem bacana e divertido, mas longe de ser esse "final apoteótico" que a fase do Bendis frente ao Homem de Ferro prometia. O clímax até que foi engraçado, o Homem de Ferro resolvendo a parada toda em poucos minutos, até mesmo a aquisição hostil idiota que o Capuz queria fazer junto com o Lynch através de uma procuração (puta que me pariu...). Mas quem se destacou mesmo, o melhor pra mim DE LONGE foi todo o processo com o Dr. Destino, que inclusive o Bendis podia ter dado um fim digno ao Capuz sendo vaporizado pelo Von Doom.








        Gibi bacaninha que se não fosse pelo talento do Bendis podia ser bem pior. Mas também podia ter sido bem melhor, né?




        porra, Bendis..., vai tomar no cu...




        E deixando algumas questoes a serem respondidas pelos novos escritores, como quem é verdadeiramente o Capuz, por que o pai de Tony ainda está vivo e qual sua relação com a Mary Jane.

        Bicho, isso foi muita safadeza do Bendis




        o véio conhece ela da vez que Mary Jane era modelo e comeu o cu dessa rapariga metendo um par de chifre no Homem-Aranha, ou o "Aranha-Touro"

        Comment

        Working...
        X