Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO]Capuz Vermelho e os Foragidos Volume 3 - O gibi é bom mas compra quem quer!

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO]Capuz Vermelho e os Foragidos Volume 3 - O gibi é bom mas compra quem quer!



    A “Trindade Sombria” da DC se uniu às sombras e têm feito um bom trabalho para acabar com o mal pelo lado de dentro, mas a recente morte de Bizarro abalou profundamente Ártemis e Capuz Vermelho. Porém, a dupla ficou ainda mais abalada com a ressurreição de seu aliado, ainda mais por ele ter voltado com uma inteligência excepcional. Agora esse Bizarro 2.0 e seus aliados passarão por uma prova de fogo ao encarar os melhores vigilantes de Gotham.
    Histórias originais

    Red Hood and the Outlaws 12-18
    Red Hood and the Outlaws Annual 1

    Detalhes da edição

    Outubro/2018
    Encadernado
    17 x 26 cm
    204 páginas
    Papel LWC
    Capa Cartão
    Lombada Quadrada

    Distribuição e vendas

    Periodicidade Eventual
    Distribuição Nacional
    Vendas: Bancas e comic shops
    R$ 29,90
    Continua um gibi muito divertido. A maior força dele é na caracterização do trio disfuncional e na dinâmica que existe entre eles. Essas tiradinhas do Jason e da Artemis são muito divertidas. E o Lobdell os caracteriza tão bem que é fácil se apegar ao trio e torcer pra eles se darem bem.

    Fiquei um pouco incomodado com a caracterização dos "Cavaleiros de Gotham", principalmente a Cassie, mas dá pra relevar. Se muito, prova que o lance de "feito" varia da opinião do roteirista quanto ao personagem + quem é dono do título hehe

    A história do Esquadrão ficou bacana e até achei legal a caracterização que o Lobdell dá pra Arlequina. Legal também que a personagem não parece muito forçada aqui, como costuma ser nas outras histórias onde ela se intromete.

    O plot do Bizarro inteligente mas que secretamente tá viciado em kriptonita foi uma boa inserção na trama. Eu gostei.

    Minha história favorita foi a do Anual. É bem feijão com arroz mas é um dos que melhor usa a força do título - a dinâmica entre os personagens - e ainda traz uma trama interessante. A caracterização do KGBesta (ou só Besta hehe) ficou muito bacana.

    Numa nota meio off... Li essa edição quase junto de Batman 20 e que diferença na caracterização do Zsaz (sei lá como escreve e não vou procurar saber porque o personagem não me importa). Tipo, aqui o vilão é mais normal enquanto o do Tom King é um troço monossílabo que só repete "eu corto".

    Voltando ao gibi, em termos de arte... Bom, continua aquela coisa carregada no noventismo mas é passável.

    Enfim, um bom título. Sigo acompanhando.
Working...
X