Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Capitão América #19 - Império Secreto: Outro gibi inútil

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Capitão América #19 - Império Secreto: Outro gibi inútil




    Steve Rogers conquistou os corações da nação com seus discursos inflamados sobre união, verdade e esperança. Mas nem todo mundo concorda com ele, especialmente Sharon Carter, que agora tem uma decisão difícil pela frente! Travando o bom combate, Sam Wilson tenta devolver um pouco de razão a um mundo entregue ao recente caos gerado pela Hidra!


    (Captain America: Sam Wilson 23, Captain America: Steve Rogers 19)


    Revista mensal
    Formato 17x26 cm
    52 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché, Lombada Canoa
    R$ 7,50
    Distribuição Nacional
    ----------------------------------


    Capitão #elenão: nesta edição vemos a reação do CapiTrump após a morte de Elisa, ou a nova Madame Hidra, em Império Secreto #4, após a invasão da montanha dos Vingadores na mesma edição. Steve fica se lamentando para Thor e para Sharon e acaba a revista se preparando para o discurso da posse com roupa de general cinco estrelas que fica atrás da mesa com o cu na mão.



    Capitão Bozanaro: "vou usar essa roupa linda no dia da posse, como era doce minha ditadura faxista



    Bicho, na boa..., não compra esse gibi não, véi... . Na boa. É medíocre demais. Nick Spencer não tinha mais história para contar nas mensais depois que o Steve assumiu ser da Hidra e o Sam correu com o rabinho debaixo das pernas. Aqui a gente tem MAIS RECAPITULAÇÕES das histórias que o Spencer tá contando, MAIS FLASHBACKS do Steve mostrando como ele gosta da Elisa, uns diálogos claramente embromation com Thor e Sharon com temas que não dão nenhum insight ou ideia novas e ainda tem a pachorra de acabar a história com um pronunciamento que não sabemos do que se trata.



    governo faxista não passarão! #elenaum! #queronaum! #possnaum! #minhamulhernãodeixanaum!


    Nick Spencer queria entrar na cabeça de um fascista nesta edição, e todo o mote de Império Secreto é essa. Essas edições mensais que ele escreve (aqui em parceria com Donny Cates, que futuramente vai ter material desse autor remetendo a esta fase) serviriam para justamente aprofundar isso. Saber como pensa um cara que acha que realmente a melhor maneira de melhorar o mundo é através de sua visão, e que ela está correta. Eu acredito que o Spencer teve MEIO sucesso nisso, com algumas nuances aparecendo aqui e ali, mas nada muito de destaque. Acho que faltou ao autor uma pesquisa maior, um estudo maior. Faltou ler mais Hannah Arednt para isso. Ou até mesmo Ayn Rand. Na arte, Javier Pina e Andres Guinaldo disputando pra ver quem é a maior nulidade na arte.



    lugar de mulher abortista, esquerdista, que não quer ocupar seu lugar "do lar" e do lado do homem vai pra cadeia


    Falcão Isentão: já aqui se passa em algum lugar entre a edição #2 e a edição #3 de Império Secreto, quando o BONZÃO DO SAM aceita levar seus """""""""""""""""""amigos""""""""""""""""""" pra fora dos Estados Unidos para irem em busca dos fragmentos do Cubo Cósmico. Aí depois de O Banquete da edição #3 (que aqui nessa história ainda não aconteceu), o Sam coloca o uniforme e decide ir pra linha de frente. Aqui ele já coloca o uniforme e luta ao lado dos Vingadores. Sem contar que se eu me lembro bem, na edição #2, os caras tavam indo NO MEIO DA FLORESTA DO CANADÁ. Aqui eles vão pra dentro do metrô.



    Sam é o tipo de pessoa que entrega doce na boca de criança com o papel ainda


    Como se não fosse o suficiente estragar a continuidade da própria história, o Spencer também caga em sua lógica: é explicado que o SISTEMA FABULOSO DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS do Sam (que ele não fez PORRA NENHUMA, ALIÁS, É TUDO MÉRITO DO DEMOLIÇÃO E SEUS AMIGOS, mas leva o crédito mesmo assim) é um portal místico que o DOUTOR ESTRANHO teria recriado. O Doutor Estranho tá preso na redoma em Manhattan. Agora um disclaimer, acabei de ver aqui que eles realmente estavam na floresta em Montana e a porra do metrô tá lá. Mas como foi que os robôs do Kraken apareceram lá? Indo pelo outro lado? De uma estação de metrô que estaria dentro da redoma mística que o BLECAUTE criou? Eu não sei se o que tá mais errado é a lógica do Spencer ou seus furos no roteiro.



    o maior erro aí é a Hidra, um bando de racistas e fascistas do caralho, não acharem no mínimo estranho um preto dirigindo uma pick-up com um trailer atrás e nem se incomodarem em revistar


    A única coisa boa dessa história (que mostra eventos que não interessam a ninguém e só mostram o quanto o Spencer tá metendo os pés pelas mãos) é a arte do Joe Bennett (ou Benedito José, brasileiro!) que faz uma Harpia numa posição que deixaria o Greg Land orgulhoso. O editorial da Panini tá louco ao dizer que "TUDO fica bastante alinhado e elegante" ao falar que um gibi de Setembro tem uma história que é depois de uma edição de Setembro (até aí ok) e outra que se passa depois de uma edição da mini de Julho. Porém o poster do Joe Jusko compensa. Pensando até em arrancar do gibi antes de vender.



    pronta pra levar rolada
Working...
X