Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Nick Raider Agente da Homicídios #2 - Golpe de Cena

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Nick Raider Agente da Homicídios #2 - Golpe de Cena




    Um ladrão é surpreendido pelo senhor Carmady e sua esposa no momento em que está roubando selos raros do cofre do casal. Na briga que segue, da pistola de Carmady sai um tiro fatal para o próprio dono da casa. Tomado pelo pânico, o ladrão foge, chocado com o resultado do que deveria ser apenas um furto. Como o marginal não deixou rastros e ninguém assistiu ao desenrolar dos fatos, a maior suspeita do homicídio parece ser a esposa da vítima. Mas Nick, com a ajuda de Alfie, inicia uma investigação no mundo da filatelia, com um resultado improvável.


    Roteiro: Giuseppe Ferrandino Arte: Gustavo Trigo


    Formato: 16 x 21 cm
    100 páginas
    P&B
    R$ 26,90
    Distribuição em lojas especializadas, megastores ou na Loja da Mythos
    --------------------------

    Diferente da bostosa última edição (bostosa = bosta gostosa), aqui nos temos uma história de qualidade um tanto melhor do Nick Raider. Embora Nick Raider nunca teve essa pretensão de ser uma história policial foda "a nível de" Hitchcock, pelo menos eram histórias simples e divertidas. A última primeira edição foi bem aquém do que uma história simples podia ser.


    retirado de: https://www.pikdo.me/media/BkwJ-vcn_2u


    A história começa com um ladrão de cofre invadindo a casa de um burguês safado e a rapariga da mulher dele, só que tudo dá errado e ocorre um assassinato. A partir daí começa uma história bem frenética e bem divertida, como dito, diametralmente oposta a história anterior, pois não é tão bobilda, embora ainda assim muito simples.


    retirado de: https://www.pikdo.me/media/BkwJ-vcn_2u


    História bem boa! Não é um masterpiece (como quase sempre, aliás), mas você vê que o roteirista, que conforme o editorial da revista trabalhou em outras três histórias do personagem apenas, colocou algum esforço em sua elaboração. Mesmo com um final um tanto truncado e desesperado por uma virada da trama, a história se sobressai, ainda mais por conta de uma perseguição frenética no meio da revista que foi o ápice de toda ela.



    Retirado de: https://www.pikdo.me/media/BkwJ-vcn_2u


    Arte de Gustavo Trigo que trabalhou numa muito boa história do Dylan Dog publicada na época da Record em sua segunda ediçaõ, Jack o Estripador. Até hoje tenho essa história e lembro com muito carinho, do artista também, que tem esse estilo "meio Frank Miller". Uma lástima o artista ter morrido tão em breve, como dito pelo editorial. Essa história até valeu, trabalho editorial de qualidade, mas é sempre bom pegar com desconto, porque nem a pau que vale mais de 20 reais isso aqui.





  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] Nick Raider Agente da Homicídios #2 - Golpe de Cena

    Como já mencionei no comentário da edição anterior é o típico policial nova-iorquino da década de 1980, embora nessa aventura não tenhamos visto a faceta galã do personagem, acompanhamos um personagem obstinado por desvendar um caso, principalmente se isso significa salvar uma donzela. E diferente da edição anterior, aqui temos a atuação mais direta do Marvin como parceiro, ora piadista, ora descontrolado e que interpreta muito bem o "policial" malvado pressionando o possível culpado. Enfim, uma aventura divertida, dinâmica, com perseguição de moto no trânsito de Nova York e viradas de roteiro surpreendentes.

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] Nick Raider Agente da Homicídios #2 - Golpe de Cena

      Uma de minhas séries favoritas.

      Enviado de meu SM-G955U1 usando o Tapatalk

      Comment

      Working...
      X