Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17



    Lois Lane pode ter conseguido o momento mais importante de sua carreira: uma entrevista com o Exterminador! Mas será que a esposa do Superman estará segura tão perto de um dos maiores assassinos do mundo?

    (Superman 31-32)

    52 páginas, R$7,50
    Pelo segundo mês consecutivo, temos um arco filler em Superman. Mas até que o roteirista James Bonny se sai bem, e consegue contar uma história interessante.

    A coisa começa com Lois Lane arriscando o pescoço por causa de uma matéria: entrevistar Slade Wilson, o Exterminador. Depois, Slade vai até Metrópolis cumprir um contrato, que consiste justamente em matar Lois Lane. E isso, claro, força o envolvimento do Superman.

    Particularmente, acho a primeira ideia (Lois entrevistar o Exterminador) muito mais legal do que a segunda (o Exterminador tentando matar Lois). Acho até que os dois capítulos do arco poderiam se concentrar nisso. Mas a caçada a Lois também se revela interessante, principalmente depois que descobrimos que o contrato de Slade envolve muito mais do que matar uma pessoa.

    Como geralmente ocorre com confrontos entre personagens com níveis tão discrepantes de poder, o roteiro dá umas forçadas em favor de Slade (é dose ver o Exterminador dando uma cotovelada nas costelas do Superman), mas dá pra levar.

    6098774-deathstroke24.jpg

    A grande questão é que a história deixa muito claro para o Exterminador que há um envolvimento pessoal entre Lois e o Azulão. Durante a entrevista, Slade pergunta Lois se o Super a ama. Depois, durante a luta em Metrópolis, ele vilão confirma suas suspeitas, afirmando categoricamente que o herói ama. E isso é um baita calcanhar de Aquiles, ainda mais envolvendo alguém tão letal e inteligente quanto Slade.

    O arco termina com um gancho legal, que pode até ser aproveitado futuramente.

    Na arte, Tyler Kirkham faz um trabalho competente, apesar de seu traço é “anos 90” demais pra mim.

  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

    Interessante que essa história foi feita praquele "banco de histórias" que o Didio tinha criado pra evitar que o título atrasasse.

    Sobre a história em si, gostei de alguns aspectos como o Slade confrontar o Super perguntando se ele ama a Lois e até mesmo como o Bonny adequou o roteiro a era rebirth (ele tinha bolado a história ainda na época dos Novos 52 como algumas partes postadas pela equipe nas redes sociais comprovam).

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

      Sem contar que Slade e Super-Homem já se pegaram na edição #2 do encadernado do Exterminador, um dia desses (parece que a luta é citada na última imagem que o Cabral postou).

      Eu ia comprar esse gibi porque gosto do Slade, mas achei a arte uma merda e é melhor economizar nesses tempos de vagas magras

      Comment


      • #4
        Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

        Postado originalmente por Spider-Phoenix Ver Post
        Sobre a história em si, gostei de alguns aspectos como o Slade confrontar o Super perguntando se ele ama a Lois e até mesmo como o Bonny adequou o roteiro a era rebirth (ele tinha bolado a história ainda na época dos Novos 52 como algumas partes postadas pela equipe nas redes sociais comprovam).
        Não sabia disso. Mas, pensando bem agora, essa história realmente faz mais sentido no contexto dos N52, com os personagens com menos "tempo de estrada" e ainda não se conhecendo tão bem.

        Postado originalmente por Pato_Osborn_Olsen Ver Post
        Sem contar que Slade e Super-Homem já se pegaram na edição #2 do encadernado do Exterminador, um dia desses (parece que a luta é citada na última imagem que o Cabral postou).
        Sim. O confronto ocorrido em Exterminador #2 é citado aqui.

        Comment


        • #5
          Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

          Direto do banco de histórias da DC Comics. Imagino o editor desesperado por um filler de duas edições, e indo cavoucar nas gavetas do Dan Didio e achando essa pérola do BONNI



          Dito isso, eu, que não coleciono essa mensal, abri uma exceção só para essa edição. Puro thrills and feels, li e reli amarradão.
          A nova geração.

          Comment


          • #6
            Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

            Postado originalmente por Daft Flores Ver Post

            Dito isso, eu, que não coleciono essa mensal, abri uma exceção só para essa edição. Puro thrills and feels, li e reli amarradão.

            Comment


            • #7
              Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

              São histórias sobre esferas de poder: Waller e Slade, Slade e Superman, Superman e Lois, Lois e Slade... dinâmicas orbitando sobre o fio da navalha
              A nova geração.

              Comment


              • #8
                Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

                Li no ano passado e nem lembro mais da história de tanto que me marcou.

                Ainda prefiro DC 2000#50.

                http://www.guiadosquadrinhos.com/edi...0/dcd0301/5877

                Comment


                • #9
                  Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

                  Postado originalmente por Sr. Mxyzptlk Ver Post
                  Li no ano passado e nem lembro mais da história de tanto que me marcou.

                  Ainda prefiro DC 2000#50.

                  http://www.guiadosquadrinhos.com/edi...0/dcd0301/5877
                  O encontro recente mais memorável dos dois foi publicado aqui: http://www.mbbforum.com/mbb/showthre...rminador-Vol-2

                  Edit: sexta feira eu vou na banca, sobrou o dinheiro de uns esquema que fiz aí. Se ainda tiver, eu compro. Se for uma merda, eu mando meus dados bancários para o Daft postar a restituição

                  Comment


                  • #10
                    Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

                    Postado originalmente por Spider-Phoenix Ver Post
                    Interessante que essa história foi feita praquele "banco de histórias" que o Didio tinha criado pra evitar que o título atrasasse.

                    Sobre a história em si, gostei de alguns aspectos como o Slade confrontar o Super perguntando se ele ama a Lois e até mesmo como o Bonny adequou o roteiro a era rebirth (ele tinha bolado a história ainda na época dos Novos 52 como algumas partes postadas pela equipe nas redes sociais comprovam).
                    Legal saber disso porque o fato do Jon aparecer pouco tinha me passado uma impressão de estranheza em comparação com o teor normal das histórias. Realmente parecia algo de uma época diferente.

                    Mas curti! Gibi bem normal do super na real, apesar de achar que deram uma exagerada pro exterminador ter chance... Mas sempre fizeram isso pra um monte de personagem por aí, então tá de boas.



                    Enviado de meu SM-J530G usando o Tapatalk

                    Comment


                    • #11
                      Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

                      Como eu disse acima, comprei o gibi semana passada, quando folguei na quinta-feira. De fato, foi até uma ida "magra" a banca já que não tinha mais nada, só essa merda de gibi. Li hoje e a história ainda está "fresca" na minha cabeça. Quando comecei a ler, já pela metade, vi a merda que tinha feito, lendo essa bosta e não achando nada de mais, com esse traço HEDIONDO do Tyler Kirkham direto de um gibi da Wildstorm dos anos 90, ou pior ainda, Malibu Comics. Pensei que tinha jogado dinheiro no lixo e já ia mandar MP pro Daft com minha conta bancária pedindo o valor em retorno da revista mais gasolina.





                      Assim como o traço ANACRÔNICO do Kirkham, que deve ter dado graças a deus por ter ganho esse "job", comecei a refletir o quanto também é ANACRÔNICO o trabalho da Lois Lane como jornalista num mundo onde o Super-Homem ou outro herói pode resolver alguns problemas com a mão amarrada nas costas. Pensem bem: QUEM É QUE VAI QUERER LER a respeito de um traficante que mata as vítimas em vídeo se a qualquer momento QUALQUER HERÓI PODEROSO poderia invadir, capturar ou matar o dito cujo e pronto, fim da "novidade". Parte desse tema foi tratado muito bem, pasmem, na seminal O Reino do Amanhã, quando Mckay fala que "a humanidade perdeu o interesse em realizações humanas, dando fim aos prêmios Nobel e Grammy" - qual é a UTILIDADE de uma jornalista falando sobre um crime local, quando a cada virada de esquina há uma maravilha fazendo algum feito hercúleo?



                      quem liga pra essas bostas de traficantes se algum super podia descer do céu e PULVERIZAR esses caras?


                      Daí a ideia da Lois Lane fazer "a entrevista" com o Slade Wilson, o Exterminador, ser excepcional. Se o mundo da DC fizesse sentido, a Lois só iria ganhar renome dando exclusivas da Liga da Justiça depois de chupar o pau do Super-Homem (o que invariavelmente ela começou a fazer quando casou com o cara). E é nessa que a história começa a "pegar". Depois que a Lois conhece o Slade, quando ele MATA UM MONTE DE ZÉ RUELAS, logo após o Super-Homem a ter salvo é quando a história dá a "guinada". O Slade vê isso e fica claro que PODERIA ROLAR um INUENDO SEXUAL ali. A Lois é uma putinha relaxada que pra conseguir suas matérias precisaria rodar muito a bundinha por aí, mas não a faz porque o Super-Homem a protege. Só que quando ela conhece o Slade, algo muda em sua "psiquê" e ela fica molhadinha pelo assassino.



                      Lois ama o Super-Homem, mas fica molhadinha é pelo Slade


                      Perceba que seus autores não são nenhum "gênios do simbolismo", muito pelo contrário. A história foi feita por encomenda pra ser de reserva! Mais genérica, impossível, mas sem perceber, apenas pelo "extrato" desses personagens, conseguimos depreender isso, algo que escapa ao roteirista pedrês, mas que a um observador mais atento não passa despercebido. É por isso que o Cabral comenta que "a relação entre os personagens muda quando o Slade descobre que o Super ama a Lois" e o Daft fala em "relações de poder" envolvendo os personagens. Que relação de poder pode ser mais forte e íntima do que sexual?



                      Slade e Super disputando pra ver quem vai comer a Lois



                      Até mesmo o mal fadado Tyler Kirkham GANHA PONTOS ao desenhar a Lois com carinha de puta e boquinha loca pra chupar, parecendo mais um personagem de hentai do que uma pessoa de verdade. A Lois aqui é mero objeto de desejo, disputada entre esses dois predadores (termo usado pelo próprio Slade), esses "machos-alfa" para saber quem tem o pau maior. O defeito do artista serviu para dar ainda mais o ar de "mulher-objeto" a Lois, quase uma transição a "Lois do Lar" para a "Lois Puta" dos Novos 52, como ela era antes de conhecer o Super-Homem.



                      Lois: boquinha boa de beijar



                      Essa história diz mais do que os autores dela poderiam sequer imaginar. O Super-Homem ganha ares de "corno raivoso" ao tratar com o Slade. O final do gibi não podia ser outro se não o Slade levando a Lois para um quartinho sujo para "terminar o serviço". Perceba que até o dispositivo que o Super tinha entregue a ela antes, e que faria com que o Super chegasse imediatamente, a Lois deixa de lado e ativa apenas DEPOIS que o Slade consegue o seu intento. Por que a Lois ESPEROU para usar o dispositivo dando tempo de sobra para Slade talhar na pedra uma mensagem para o Super? Por que o Super não ouviu de imediato o dispositivo? Muita coisa se passou entre uma página e outra, mais do que é aconselhado mostrar num quadrinho para jovens adultos....




                      Slade leva Lois para o "quartinho da empregada"



                      Esse gibi tinha tudo pra se tornar apenas mais um entre os vários e esquecíveis já publicados e um rombo nas minhas contas, mas devido a suas nuances. ganha o status de tratado sobre o chifre do Super. Obrigado, Daft...



                      Comment


                      • #12
                        Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

                        Que porra, pato

                        Enviado de meu SM-J530G usando o Tapatalk

                        Comment


                        • #13
                          Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

                          tem q concordar com o pato a respeito desses "desenhos" aí. Q coisa pavorosa.

                          Comment


                          • #14
                            Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

                            Tyler Kirkham é o que aconteceria se o Philip Tan achasse que pudesse ser o Jim Lee
                            A nova geração.

                            Comment


                            • #15
                              Re: [AVALIAÇÃO] - Superman Renascimento #17

                              Postado originalmente por Daft Flores Ver Post
                              Tyler Kirkham é o que aconteceria se o Philip Tan achasse que pudesse ser o Jim Lee

                              Comment

                              Working...
                              X