Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[avaliação/review/resenha] hinário nacional - traumas e tristezas pro resto da vida

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [avaliação/review/resenha] hinário nacional - traumas e tristezas pro resto da vida



    O novo livro de Marcello Quintanilha, autor de Tungstênio e Talco de Vidro.

    Hinário Nacional, um pequeno e delicado épico onde a história de diversos personagens se entrelaçam sutilmente. De Marcello Quintanilha, ganhador, em 2016, de um Angoulême, o principal prêmio dos quadrinhos mundiais.

    São histórias de pequenas tristezas e grandes dramas, todos vividos silenciosamente. A história de alguém que se resigna com o fato de ter sido vítima de abuso sexual, e de outro que oculta um dilacerante sentimento de culpa por ter abusado sexualmente. A tristeza de um homem com a velhice e o desbotamento das histórias de amor. O desejo de esquecer o sofrimento, de esquecer o que se fez, de ser o que não é.

    Uma edição de luxo em capa dura. Um livro que já nasce com ares de clássico.

    Detalhes do produto
    Capa dura: 136 páginas
    Editora: Veneta; Edição: 1ª (28 de março de 2016)
    Idioma: Português
    ISBN-10: 8563137573
    ISBN-13: 978-8563137579
    Dimensões do produto: 21,8 x 14,2 x 1,4 cm
    Peso de envio: 340 g
    Um dos lançamentos do Quintanilha que não ganharam tópico por aqui, Hinário Nacional foca em 6 mini contos que possuem uma temática em comum: a fragilidade sexual humana.

    Embora o tema seja pesado (impossível não ser), o autor trabalha muito bem com histórias que embora curtas, são instigantes. Eu citei antes ali que o tema em comum era a fragilidade sexual humana, mas na verdade o gibi trata de estupro mesmo se você analisar friamente.

    O ápice do encadernado é a segunda história, a que dá o nome ao gibi, envolvendo o caso de pedofilia e um paralelo com um inseto. Você lê aquilo e até se sente mal pelo pobre bichinho e pela criança que sofreram a mesma coisa.

    Mais um destaque fica para "Batalha de Flores" que tem apenas quatro páginas, mas fala de estupro, sexualidade reprimida, homossexualismo (ou não, fica a cargo do leitor) e violência contra a mulher. Isso tudo em 8 quadros, com 2 por página.

    "Eu era o fenômeno da minha classe" é outra história que nos faz refletir muito, porque fica a dúvida se a personagem principal realmente superou o estupro que sofreu, ou simplesmente usa a sua arte como um meio de fuga para fugir da realidade. Novamente o autor nos faz refletir e pode gerar bons debates.

    Hinário Nacional é mais um golaço do Marcello Quintanilha e também da Veneta que fez mais uma bela edição, principalmente com as páginas em amarelo.

    Leiam.
    Last edited by matheus 90; 09-08-2018, 12:48 AM.


    Postado originalmente por Gesuis
    Eu, um cara com certo conhecimento e bagagem, que é ligado em música nem sabia que um deles tinha morrido, de tão relevante que eles são.
    Comentando sobre os Beastie Boys


    www.twitter.com/matheuslaneri

    Siga-me!

  • #2
    Re: [avaliação/review/resenha] hinário nacional - traumas e tristezas pro resto da vida

    Não sou muito fã de histórias curtas, o autor tem que ser muito bom para as histórias ficarem interessantes, o que é o caso aqui.

    Comment


    • #3
      Re: [avaliação/review/resenha] hinário nacional - traumas e tristezas pro resto da vida

      A história da lagarta é muito foda e chocante. Uma das melhores coisas que li nos últimos meses.

      Comment


      • #4
        Re: [avaliação/review/resenha] hinário nacional - traumas e tristezas pro resto da vida

        Grande Matheusin!
        esse album já tava na minha lista de desejos, mas com a sua resenha ele vai subir. valeu!
        5 ANOS SEM FUMAR e contando....

        Comment


        • #5
          Re: [avaliação/review/resenha] hinário nacional - traumas e tristezas pro resto da vida

          Postado originalmente por Xogum Ver Post
          Grande Matheusin!
          esse album já tava na minha lista de desejos, mas com a sua resenha ele vai subir. valeu!
          Grande, Xogs! Ficarei no aguardo da sua resenha aqui.

          Enviado de meu ASUS_Z00AD usando o Tapatalk


          Postado originalmente por Gesuis
          Eu, um cara com certo conhecimento e bagagem, que é ligado em música nem sabia que um deles tinha morrido, de tão relevante que eles são.
          Comentando sobre os Beastie Boys


          www.twitter.com/matheuslaneri

          Siga-me!

          Comment


          • #6
            Re: [avaliação/review/resenha] hinário nacional - traumas e tristezas pro resto da vida

            Melhor quadrinista nacional em atividade. Quintanilha é imbatível.
            Vendo e compro alguns quadrinhos, quer ver a lista? É só clicar http://www.mbbforum.com/mbb/showthre...48#post4071048

            Comment


            • #7
              Re: [avaliação/review/resenha] hinário nacional - traumas e tristezas pro resto da vida

              Mais um destaque fica para "Batalha de Flores" que tem apenas quatro páginas, mas fala de estupro, sexualidade reprimida, homossexualismo (ou não, fica a cargo do leitor) e violência contra a mulher. Isso tudo em 8 quadros, com 2 por página.
              eu achei que nao era homossexualismo, e sim transsexualismo

              Comment

              Working...
              X