Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Lanternas Verdes #15: Fora do Tempo

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Lanternas Verdes #15: Fora do Tempo




    Lanternas Verdes: com um grupo poderoso de lanternas reunido, Simon e Jessica se preparam para lançar uma desesperada investida contra Volthoom! Hal Jordan e a Tropa dos Lanternas Verdes: Hall Jordan e Kyle Rayner enfrentam uma ameaça sem precedentes e talvez tenha que sacrificar um novo deus para salvar o universo…

    (Green Lanterns 29-30, Hal Jordan and the Green Lantern Corps 27-28)


    Revista mensal
    17 x 26 cm
    92 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché, Lombada Canoa (Grampeada)
    R$ 14,00
    Distribuição Nacional
    --------------------------------------------

    Lanternas Verdes: continuando o arco da edição anterior que se iniciou na edição #13 onde Simon e Jessica são transportados pro passado e devem se encontrar com os primeiros Lanternas para vencer o Lanterna maluco desgarrado Volthoom. Eu tô impressionado o quanto o Sam Humphries está conseguindo segurar a mensal de forma interessante e divertida. Parece até que aprendeu a escrever depois que saiu da Marvel.





    O treinamento dos novos Lanternas e a interação entre eles tá interessante, o gibi tá bem divertido. Com Volthoom tocando o terror, os Lanternas se apressam e logo vão ao ataque. Ataque esse que é impressionantemente fodidão. A primeira parte é desenhada magistralmente pelo Eduardo Pansica, num estilo que lembrou muito o estilo do Robson Rocha lá da edição #13. Tão fazendo mísera. Depois é Carlos Barberi num estilo muito diferente, mas que não deixa a peteca cair. Gibizão divertido esse dos Lanternas.


    Barberi: pra quem é tá bom


    Hal Jordan e a Tropa dos Lanternas Verdes: aqui continua a história da edição anterior onde o Órion está sendo perseguido por um gigante cósmico e Hal e o Kyle precisam se virar nos 30 antes que se elimine Órion e a população inteira do Planeta Slyggia (o mesmo do Salak). Após uma solução inusitada, Hal Jordan disputa uma corrida estelar com a ajuda da jaquetinha do papai para chegar até Magtron e resgatar o Pai Celestial dos raios mortais que o perseguem.





    Outra série de histórias muito boas pelo zoado Robert Venditti, mas que faz um trabalho bem digno. É outro roteirista que estou gostando muito. Não tá uma qualidade do arco Ruptura, mas ainda assim é bem divertido. Atualmente, é só isso que peço. A história do Hal é mais reflexiva, mas feita de uma maneira bem dinâmica e agitada. Gibi fera. Rafael Sandoval na arte muito rocheda também. Tem a cara de Lanternas.



    Acertando as contas com Papai
Working...
X