Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Choque Alienígenas

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Choque Alienígenas



    CHOQUE ALIENÍGENAS

    Amando os Aliens… de Alan Moore, criador de clássicos como Watchmen e A Balada de Halo Jones, dois Contatos Imediatos do Terceiro Grau! Em D.R. & Quinch, dois alienígenas irresponsáveis estão numa missão para se divertir e causar tanto caos quanto possível. Destruir a Terra é apenas um truque de seu vasto repertório, que inclui realizar traições, começar guerras, provocar mágoas e até fazer um blockbuster hollywoodiano! E em Skizz, uma espaçonave de Tau Ceti se choca com os arredores de Birmingham, e seu único ocupante — o ínterprete Zhcchz — se vê sozinho e incapaz de partir, num mundo que mal compreende… Por sorte para o alienígena, ele faz amizade com uma estudante chamada Roxy, que tenta ajudá-lo a se aclimatar ao planeta. Mas ela poderá protegê-lo de perigos que vão desde a culinária terráquea a insanos caçadores de alienígenas? Com a arte de Alan Davis e Jim Balkie, este volume reúne duas das melhores histórias do começo da carreira de Alan Moore, em doses ágeis e certeiras.

    Choques Alienígenas possui 212 páginas encadernadas em capa dura no formato 26,4 x 19,2 cm, com preço sugerido de R$ 79,90.
    D.R. & Quinch é um Alan Moore escrevendo ficção científica de modo moleque e descompromissado. São variadas histórias (de diferentes tamanhos) sobre dois adolescentes rebeldes alienígenas tocando o terror pelo Espaço e tempo. Tramas no estilo "Choques Futuristas", descompromissadas mas sempre envolvendo inventivos conceitos de ficção científica. Ainda que bem diretas ao ponto, Moore com pouco espaço consegue criar até uma certa cronologias, e caracterizar de forma bem distinta seus dois protagonistas. Ao fim, temos uma série de histórias curtinhas (de uma página), onde o roteiro fica a cargo do Jamie Delano e do Alan Davis - que também cuida de toda a arte. Não é seu melhor dos trabalhos, mas é digna.

    E na segunda metade do encadernado, temos Skizz. Já conhecia pelo encadernado da Pandora (foi a Pandora?), lançado no início dos anos 2000. E relendo-a após todos esses anos...continua uma história muito bonita e tocante. Aqui Moore se mostra mais esperançoso que de costume, quase que numa fábula. A influência do filme E.T. é óbvia (e o autor faz questão de referenciá-la nominalmente no roteiro), mas totalmente ambientada ao universo britânico dos anos 80, e suas questões sociais, econômicas e geracionais. Personagens cativantes que te fazem torcer por eles. Sei lá porque, a medida que ia lendo, sempre esperava pelo pior, mas Moore, de uma forma elegante, dá um final bem bonito mesmo. E o saudoso Jim Baikie destruindo na arte, mas como desenhava!

    A edição da Mythos está bem digna. De extras tem pouca coisa, dois pin-ups, uma folha de biografias, e um trabalho de revisão bom (acima do feito em Juiz Dredd). Algumas págins de Skizz estão em uma qualidade inferior às outras, especialmente mais pro final da histórias. Não sei se é questão de impressão ou dos arquivos originais.

    Juntando os encadernados CHOQUES FUTURISTAS + CHOQUES ALIENÍGENAS + A BALADA DE HALO JONES a Mythos conseguiu publicar creio que a grande maioria dos trabalhos do Alan Moore na 2000AD.
    A nova geração.

  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] Choque Alienígenas

    Eu curto essas histórias antigas do Moore, mas é pena que nunca foram publicadas no mesmo formato da 2000AD, que era bem maior. Halo Jones é a que mais sofre com o formato reduzido.

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] Choque Alienígenas

      Postado originalmente por GugaLanik Ver Post
      Eu curto essas histórias antigas do Moore, mas é pena que nunca foram publicadas no mesmo formato da 2000AD, que era bem maior. Halo Jones é a que mais sofre com o formato reduzido.
      É o formato em que a Mythos publicava a mensal do Juiz Dredd?
      A nova geração.

      Comment

      Working...
      X