Anúncio

Collapse
No announcement yet.

DRAGONERO no BRASIL

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • DRAGONERO no BRASIL

    Segundo boatos teremos DRAGONERO no Brasil http://shop.sergiobonelli.it/scheda/...del-Drago.html

  • #2
    Re: DRAGONERO no BRASIL

    Cadê a fonte ?
    fórum FUMETTEIROS:
    http://fumetteiros.forumeiros.com/

    Comment


    • #3
      Re: DRAGONERO no BRASIL

      Vem pela 85? Gostaria mesmo que saísse Adam Wild por se tratar de uma série fechada.
      “Quando quero relaxar leio ensaios de Engels. Quando quero algo mais sério, leio Corto Maltese.” Umberto Eco.

      Comment


      • #4
        Re: DRAGONERO no BRASIL

        A fonte foi um post no grupo do Facebook Euroquadrinhos.

        Comment


        • #5
          Re: DRAGONERO no BRASIL

          Mal postou e os caras já estão prontos pra desacreditar................
          ​-

          Comment


          • #6
            Re: DRAGONERO no BRASIL

            É nível o que? Fechada ou contínua? Qual o plot geral etc?

            Enviado de meu SM-G955U1 usando o Tapatalk

            Comment


            • #7
              Re: DRAGONERO no BRASIL

              É contínua. O enfoque é magia e fantasia, com Dragões. Acho que não é muito o teu perfil, pard Luiz.

              Last edited by Banzé; 27-05-2018, 09:27 AM.
              fórum FUMETTEIROS:
              http://fumetteiros.forumeiros.com/

              Comment


              • #8
                Re: DRAGONERO no BRASIL

                Postado originalmente por Banzé Ver Post
                É contínua. O enfoque é magia e fantasia, com Dragões. Acho que não é muito o teu perfil, pard Luiz.

                Me lembrou game of Thrones.

                Vc equipara com qual outro título bonelli?

                Enviado de meu SM-G955U1 usando o Tapatalk

                Comment


                • #9
                  Re: DRAGONERO no BRASIL

                  Espero que seja verdade, sempre tive curiosidade em ler Dragonero.

                  Comment


                  • #10
                    Re: DRAGONERO no BRASIL

                    Postado originalmente por luizsidi Ver Post
                    Me lembrou game of Thrones.

                    Vc equipara com qual outro título bonelli?

                    Enviado de meu SM-G955U1 usando o Tapatalk
                    Nenhum, Dragonero é único na Bonelli. Não conheço nenhum título com enfoque parecido, mas Dragonero já teve encontro com Zagor.
                    fórum FUMETTEIROS:
                    http://fumetteiros.forumeiros.com/

                    Comment


                    • #11
                      Re: DRAGONERO no BRASIL

                      Saiu o primeiro volume de Dragonero, em português, lá em Portugal. Quem tiver possibilidade importe, até chegar a tal edição brasileira. Se chegar ??? É claro.

                      fonte: Tex Willer Blogue de Portugal

                      Dragonero, A Primeira Missão publicada originalmente em 2014, no Speciale Dragonero nº 1, é da autoria dos argumentistas Luca Enoch e Stefano Vietti. Os desenhos de Manolo Morrone e Cristiano Cucina têm paisagens fantásticas e cenas de batalha muito bem conseguidas.

                      Ian Arànil realiza serviços para o Império Erondariano, entre explorações e missões especiais. Ian tem 34 anos e é um Varliedarto, isto é, pertence à antiga casa dos caçadores de dragões.







                      Tradução – Mário João Marques
                      Prefácio – Mário João Marques
                      Capa dura
                      Cores
                      Nº páginas – 136
                      Formato – 190 x 260mm
                      Preço 10,90€


                      No oitavo volume da colecção dedicada à Editora Bonelli, o destaque vai para aquela que é uma das apostas recentes de maior sucesso da editora milanesa: a série Dragonero. Uma série de fantasia heróica, género já aflorado em outras publicações da Bonelli, mas que em Dragonero é tratado pela primeira vez de forma mais pura, através da criação de um universo de fantasia, cuja complexidade e coerência estão à altura da herança de autores como Robert E. Howard, Tolkien e George R. Martin.

                      Criada em 2007 por Luca Enoch e Stefano Vietti como uma história única para a série Romanzi a Fumetti Bonelli, Dragonero acabaria por se converter numa revista mensal em 2013. O protagonista desta série é Ian Arànil, explorador do Império Erondariano e herdeiro da nobre e antiga casa dos Varliedàrto, os caçadores de dragões. Acompanhado por Gmor Burpen, um ogre com um invulgar gosto pela leitura e com hábitos gastronómicos bastante mais requintados do que o habitual na sua espécie, e pela ninfa Sera — que nesta edição aparece apenas no fim da história — Ian vive as mais incríveis aventuras no vasto universo criado por Enochi e Vietti, que compreende vários continentes, habitados por diferentes raças.



                      Publicada originalmente em 2014, no Speciale Dragonero n.º 1, A Primeira Missão, a história escolhida para dar a conhecer Dragonero aos leitores portugueses, que foi também a primeira da série a ser publicada a cores em Itália, é uma boa porta de entrada na série, pois recorda um episódio do passado de Ian Arànil, o Dragonero, quando este decidiu abandonar o exército do império e incorporar o corpo dos exploradores. Ian procura o seu amigo Gmor, entretanto retirado num mosteiro, para o acompanhar, mas antes de se puderem juntar ao corpo de exploradores, vão ter de partir em auxílio de um grupo de monges que se encontra preso no interior de uma biblioteca antiga, ameaçados por um Elementar — um tipo de dríade particularmente potente, com um corpo formado por ramos de espinhos e que, para se proteger, evoca servos menores directamente do mundo dos abismos, como os Familiares — que guardava o grimório, um antigo livro de feitiços, escondido nessa biblioteca.

                      Por ser narrada em dois tempos distintos — o presente, em que, numa taberna em Solian, Iam e Gmor contam a um grupo de amigos aquela que foi a sua primeira missão antes de se juntarem ao corpo de exploradores, e o passado, a história do reencontro entre Iam e Gmor e a sua primeira missão conjunta — os diferentes momentos temporais estão cargo de dois desenhadores distintos, com Manuel Morrone a ilustrar as cenas na taberna, enquanto Cristiano Cucina se ocupa da história principal, narrada em flash-back, contribuindo as cores de Paolo Francescutto, do estúdio Golem, para harmonizar o conjunto.
                      fórum FUMETTEIROS:
                      http://fumetteiros.forumeiros.com/

                      Comment

                      Working...
                      X