Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] NOVOS MUTANTES - Filhos da Guerra

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] NOVOS MUTANTES - Filhos da Guerra

    http://www.guiadosquadrinhos.com/edi...900_151654.jpg

    O lendário escritor Chris Claremont e o magnânimo desenhista Bill Sienkiewicz se reencontram mais uma vez com Magia, Lupina, Míssil, Cifra, Miragem, Karma e Mancha Solar para contar uma história inédita do passado dos Novos Mutantes! Após Warlock ter um pesadelo, ele começa a ficar descontrolado, e cabe aos seus amigos salvá-lo! Mas enquanto a situação de Warlock só piora, eles também precisam se preocupar em salvar a si mesmos. e ainda mais quando a Filha do Inferno, o demônio interior da Magia, ameaça se libertar!

    (New Mutants: War Children 1)

    Edição especial
    Formato 17x26 cm
    56 páginas
    Papel LWC
    Capa Cartão, Lombada Canoa
    R$ 9,90
    Distribuição Nacional, vendido em Bancas e Lojas Especializadas, Livrarias

    --------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    Com o filme dos Novos Mutantes perto de estrear (se não adiarem), a Marvel reuniu Claremont e Sienkiewicz para contar uma história do passado do grupo.
    A trama da edição especial é simples e bem direta. O pivô, Warlock, está destinado a seguir os passos do pai e caçar os parças de equipe.
    Quando ele sente que pode se tornar uma ameaça, resolve se isolar do resto dos personagens. Claro que não dá certo. E a situação piora quanto outra personagem perde controle de si.
    Aqui, os maiores inimigos dos Novos Mutantes são eles mesmos. Um grupo de adolescentes sem supervisão tentando se virar para escapar de ameaçar grandes demais para eles. Aqui, os elementos de terror estão presentes, mas de forma sutil. Prevalece o sentido de companheirismo e amizade entre os personagens. Lembra um filme do Stephen King Pg-13.
    É uma piração que os gibis mais recentes do Claremont pareçam datados, pq aqui há uma narrativa moderna, tão ágil quanto dos melhores gibis da década. Também é legal perceber como Bendis, Fraction e até o Rei foram influenciados pelo título.
    Aqui no Brasil, Novos Mutantes foi publicado em uma revista não-mutante (Incrível Hulk). Talvez por isso não tenha o prestígio da fase Claremont + Byrne. Do que eu li, acho talvez melhor, perdendo só para a fase Claremont + Romitinha.

    Quando a história acaba, fica a sensação que a dupla tem fôlego para contar mais contos do grupo. Mas tudo bem. O gibi funciona como uma celebração antes da estreia do filme (os 80 anos da Marvel também são mote desse one shot).
    Curiosamente, a Panini lançou no prazo certo. Um mês antes do filme (se não adiarem).

  • #2
    Comprarei
    No pro bono for boning a pro.

    Comment


    • #3
      Caraio. Tava vindo abrir esse tópico agora.

      Eu não comprava um gibi X desde arma X da panini lá em 2004. Esse gibi me chamou a atenção muito pela nostalgia. Abri e vi que o DidCart que editou e decidi comprar pra dar uma força.

      ​​​​​​​Espero que seja uma história fechada. Quero comprar mais nada não.

      Comment


      • #4
        É um gibi de mbbista? Ai, sim
        A história é fechada. É legal ter carga sobre o grupo, mas a história faz sentido mesmo pra quem nunca leu nada

        Comment


        • #5
          muito bom. historia legal e arte f*da. Bill Sienkiewicz continua mestre
          sigpic "Tem que bater, tem que matar, engrossa a gritaria, Filha do medo, a raiva é mãe da covardia"

          Comment


          • #6
            Li hoje também e diferentemente dos amiches eu não gostei.

            História bem da fraquinha na verdade e que não agregou nada de novo na mitologia. 9,90 R$ golpes foi um assalto.

            E a arte do 5&20 não combina com colorização digital, IMHO. Talvez se tivessem aquarelado digitalmente...

            Comment


            • #7
              tambem nao gostei.

              Comment


              • #8
                Ia comprar, mas 10 conto por poucas páginas é roubo.
                “Back like lateral passin'
                With that motherfuckin' gladiator manner of rappin'
                As an addict I let percocets and xannies relax me
                Fall back if your paddies is Maxi, please”

                Comment


                • #9
                  Eu achei apenas legal essa edição.

                  Vale muito mais pelos desenhos do Bill do que pelo roteiro do CC (que não está ruim)
                  Meu blog: http://fortalezadokal.blogspot.com.br/

                  Comment


                  • #10
                    Li! Achei bem chinfrim na real. Os desenhos do 5e20 também não achei tudo isso. Curto o estilo, mas em várias situações ficou tudo muito confuso, com o texto não tendo nada a ver com a arte.

                    Não achei a história ruim, só não agrega nada mesmo. É aquela típica história que não muda nada, não faz diferença... Só mais um dia normal na vida dos jovens.

                    Mas valeu a pena pela nostalgia. Só isso mesmo.

                    Comment


                    • #11
                      História ok no MÁXIMO, puxado mais pela arte fabulosa e cheia de guere-guere do que pela história propriamente em si. Eu NUNCA GOSTEI DOS NOVOS MUTANTES, sempre achei uma bela duma merda, e foi só criado porque a franquia tinha que se expandir num período incipiente do mercado editorial onde o mesmo escritor do título principal ficava a cargo de algo derivado. Se fosse hoje em dia se criariam uns 10 títulos mutantes, cada um com um escritor diferente, e o editorial que se virasse para fazer algo com sentido. NUNCA que aqueles personagens cagados se tornariam X-Men um dia. De fato, o único que se tornou X-man, o Míssil, foram uns 15 anos depois, lá pela saga Massacre. A Illyana só demorou uns 30 e é uma merda de personagem chata do caralho.



                      que CARALHAS que esses Novos Mutantes tão fazendo? É realidade virtual em forma cartunesca? NOSSA!



                      A ideia da "história" é que os Novos Mutantes são tão detonados que ELES MESMOS representam perigo para si. Seja a Dani uma Valquiria com a Hela na cabeça dela, seja o Warlock pirando na batatinha virtual COM MEDO DO PRÓPRIO MEDO e se tornando uma ameaça, e a GRANDE REVIRAVOLTA DA HISTÓRIA sendo a Illyana ficando MALIGNA - afinal de contas ela só detém a Espada Espiritual que dá acesso a poderes demoníacos - esses Novos Mutantes são UM SACO porque nunca resolvem nada e são sempre a chave dos próprios problemas. É como se o cara gastasse o dinheiro todo com cachaça e gibi e depois reclamasse que não tem dinheiro pra comprar comida. Desculpem, mas eu acho isso um saco.



                      Illyana e sua carinha de rapariga: que loucura, Doug. É claro que eu não vou ser infectada se mandar o vírus pro Limbo e voltar uma capeta do satánas para matar vocês



                      Aí depois tudo ao final se resolve com uma... conversa. De fato, é bem imprevisto isso, mas também diria que é meio que INEXPLICÁVEL, mas tudo bem, afinal o gibi tem poucas páginas, e se você GOSTA de Novos Mutantes é porque é meio que "está por dentro" dessas cascatinhas. Aí no final a Illyana fala um "Spaciba" pro Doug e as coisas se resolvem porque a Illyana é a putinha mais safo de todas. "Spaciba" de cu é rola, filho da puta. Se tem uma coisa que agrada esse gibi é a arte louca de Bill agihgiahgighigha. Achei foda, mesmo que Zatanno e Random não gostaram da "arte digital" eu achei que ficou boa para a proposta saudosista e não achei as cores carregas nem nada. Um belo gibi que não precisa, e nem se recomenda, ler para apreciar. Spaciba!







                      Postado originalmente por Miranda Ver Post

                      A trama da edição especial é simples e bem direta. O pivô, Warlock, está destinado a seguir os passos do pai e caçar os parças de equipe.
                      Quando ele sente que pode se tornar uma ameaça, resolve se isolar do resto dos personagens. Claro que não dá certo. E a situação piora quanto outra personagem perde controle de si.
                      Aqui, os maiores inimigos dos Novos Mutantes são eles mesmos. [...]
                      Detalhe que pelo menos METADE DAS HISTÓRIAS dos Novos Mutantes eles eram "ameaçados por eles mesmos". quando não era a Illyana, era o Warlock, quando não era o Warlock, era a Karma possuída pelo Rei das Sombras ou algo assim. Eu JURO que quase todas as histórias dos Novos Mutantes que li foram nesse sentido

                      Postado originalmente por Miranda Ver Post
                      É uma piração que os gibis mais recentes do Claremont pareçam datados, pq aqui há uma narrativa moderna, tão ágil quanto dos melhores gibis da década. Também é legal perceber como Bendis, Fraction e até o Rei foram influenciados pelo título.
                      Moderna, pero no mucho, né? Como o Random indicou, tem umas partes onde o Claremont ESCREVE COISAS QUE NÃO ACONTECEM NAS PÁGINAS! Uma coisa é você ser econômico com o seu roteiro e atribuir que certas coisas aconteceram entre os quadros, no intervalo de tempo, outra é você descrever uma cena e o desenhista simplesmente CAGAR pra isso e deixar que o diálogo descreva a ação, por exemplo:




                      Nesta página e na anterior o Claremont descreve a chegada de Illyana e Robert Drake de volta do Limbo para ver que porra está acontecendo, mas o Swickeuf taca o foda-se e só desenha a Amara/Magma possuída e mandando lava pra tudo que é lado - realmente ficou "moderno", mas não foi pela vontade do Claremont




                      Comment


                      • #12
                        Postado originalmente por Pato_Osborn_Olsen Ver Post
                        Detalhe que pelo menos METADE DAS HISTÓRIAS dos Novos Mutantes eles eram "ameaçados por eles mesmos". quando não era a Illyana, era o Warlock, quando não era o Warlock, era a Karma possuída pelo Rei das Sombras ou algo assim. Eu JURO que quase todas as histórias dos Novos Mutantes que li foram nesse sentido
                        Bom mais até aí a maioria das histórias do Lanterna Verde são contra o Sinestro. Quando fica sério, o Homem-Aranha ou bate de frente com o Duende Verde ou com o Octopus. Todo filme o Superman enfrenta o Zod. Harry Potter só tem um vilão. E em metade dos Star Wars tem uma Estrela da Morte impecável, exceto por um vacilo do engenheiro. Conta mais

                        Comment


                        • #13
                          Pelo menos esses heróis aí que vocÊ citou precisam lidar com outros panacas. Nos Novos Mutantes eles são os próprios panacas que precisam se enfrentar, de tempos em tempos.

                          Comment


                          • #14
                            Obrigado.
                            Essas análises de vocês me fizeram economizar R$10,00.
                            Sou fã do Sienkiewicz, mas, prestando atenção às imagens, abro mão disso aí.
                            Em relação ao CC, nunca me empolgou como roteirista.

                            Comment


                            • #15
                              Postado originalmente por Moloko Vellocet Ver Post
                              Obrigado.
                              Essas análises de vocês me fizeram economizar R$10,00.
                              Sou fã do Sienkiewicz, mas, prestando atenção às imagens, abro mão disso aí.
                              Em relação ao CC, nunca me empolgou como roteirista.
                              Eu só recomendo pra quem for fã do grupo, que sempre foi essa merda aí mesmo.

                              Comment

                              Working...
                              X