Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Liga da Justiça Renascimento #12

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Liga da Justiça Renascimento #12




    Os maiores heróis da Terra estão habituados a enfrentar inimigos de proporções gigantescas, mas quando o satélite da Liga é infestado por um perigoso vírus, será necessária uma dose cavalar de astúcia para impedir um desastre.


    (Justice League 22-23)


    Revista tradicional
    17 x 26 cm
    52 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché, Lombada Canoa (Grampeada)
    R$ 7,50
    Distribuição Nacional
    ----------------------------------------


    Um Milhão de Pequenas Coisas: numa história curta de autoria de Shea Fontana, Jessica e Simon estão estourando asteroides do lado de fora da Torre/Satélite de Vigilância e sem perceber são infectados por uma bacteria alienígena. Isso vai acarretar um monte de problemas no satélite/torre de vigilância. Será que o ocorrido vai abalar a confiança da Jessica em sua capacidade?



    quem é que curte esse Lanterna terrorista?


    História beeeeeeeeem qualquer nota, só pra fazer volume. Parece que foi um "descanso" pro Bryan Hitch? Eu não acompanho lá fora, a história seguinte também tem um novo roteirista, mas o Hitch saiu do título? Já vai ter Christopher Priest aqui? No mais, até que a Shea Fontana faz um trabalho satisfatório, não entrega uma história aborrecida, e diverte, porém esquecível. Arte competente de Phillipe Briones.





    Medo: numa outra história curta, Lanterna Jessica, Batman e Mulher Maravilha se veem as voltas com um terrorista que massacra comunidades de imigrantes fudidos antes que migrem para países desenvolvidos. Jessica se vê num conflito se ajuda as pessoas ou se as faz terem medo de supers.


    Fear itself?


    Outra história curta, outra história pondo a prova o heroísmo da Jessica... puta que me pariu, é mês temático? Sem contar que as edições saíram no mesmo mês lá fora, o veterano Tom DeFalco entrega uma história decepcionante, não é novidade pra ninguém. O que sobra são as interações entre os personagens, que é bem boa, e a arte do Tom Derenick, quando não exagera.



    Tom Derenick, quando exagera


    É pra isso que compro gibi mensal, para ler histórias esquecíveis e pedrês como essas.
Working...
X