Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Capitão América #12 - The Turning Point?

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Capitão América #12 - The Turning Point?




    Sam Wilson é confrontado pelo Agente Americano, que quer a todo custo que ele devolva o escudo a Steve Rogers! Seus diferentes pontos de vista trazem à tona antigas divergências, e o Capitão América se vê no centro de um conflito orquestrado por forças poderosas. Enquanto isso, Steve Rogers tem uma conversa esclarecedora com Tony Stark!


    (Captain America: Sam Wilson 13-14, Captain America: Steve Rogers 6-7)


    Revista Tradicional
    Formato 17x26 cm
    92 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché, Lombada Canoa
    R$ 14,00
    Distribuição Nacional
    -----------------------------------------


    Capitão Hidra: a primeira história além de conter os flashbacks para justificar a assimilação do Steve pela Hidra, que já eram correntes na última edição, e outras passadas, ainda traz o Capitão conversando com Tony a fim de justamente desestabilizar ele para o conflito com a Carol iniciado em Guerra Civil II #5 e finalizado na edição seguinte. Esse trabalho cronológico ficou MUITO BOM, amarrando a série melhor do que ela mesma, diga-se.




    Desse modo pode se justificar que o descontrole do Tony se deve a conversa que teve com o Capitão



    O Capitão mexendo os pauzinhos, desestabilizando, controlando, traçando planos tá muito legal. Quando a história volta aos trilhos, temos um jovem Steve sendo treinado nos caminhos da Hidra e o Caveira tomando um pequeno país. Essa história do Capitão Hidra tá saindo melhor do que a encomenda. Desenhos excelentes do Jesus Saiz na segunda história, e bons desenhos do Javier Pina na que abre o gibi.





    Capitão América Sam: aqui temos a conclusão do confronto entre Sam e Agente Americano, além de uma missão com os dois Capitães América, mas já mostra o Stevie puxando o tapete do negão.



    essa luta foi massa


    A luta é só um SHANANIGAN para termos o conflito ideológico sendo mostrado entre John Walker e Sam. Mas é uma luta bem boa, sem poupar o oponente. O Sam houve umas verdades do Rage e o cara não quer nem saber. Sam é o maior negro de alma branca que eu já vi.



    Fala a verdade pra ele, Cage


    Após a revelação de quem foi que realmente teve a ideia de mandar o Agente Americano atrás do Sam, temos a história que mostra os Capitães Américas juntos, mas que não acaba muito bem. O Apátrida e o Ultimato invadem um comício de um senador texano e ameaçam explodir todo mundo se não aparecerem os dois Capitães. As coisas tomam rumos inesperados quando o Apátrida começa a tomar códigos nucleares, mas graças a deus o Nick Spencer criou o Rick Jones hacker.





    As coisas no entanto tomam um rumo inesperado e graças aos atos do Capitão Steve. Olha, essa fase tá muito boa. O gibi do Capitão América tá um dos melhores em bancas, e agora vou até o fim. A conclusão da história é chocante e vai dar novos rumos ao Falcão como Capitão. Foda que o gibi só dá espaço para o senador, mas certamente um monte explodiu com as bombas também. A arte do Acunã na primeira história estava soberba. Esta última desenhada pelo Paul Renaud é o que tem pra hoje, mas o mesmo já fez trabalho melhor.


Working...
X