Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Batman #27 - Dias Frios Parte 1: TOM KING CAMINHA NO OMBRO DE GIGANTES!

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Miranda
    replied
    Mais um que curtiu. Lee Weeks é um homem mto bom. Do King o que dizer? Pqp
    Como o Pataço falou, quase não há referências ao casamento, apesar dele se fazer sentir em toda a edição.
    Quando os pais morreram o Bruce decidiu combater o crime em Gotham como Batemã.
    Agora ele me parece querer punir o Batman. Como se culpasse a hora extra no escritório por não conseguir segurar a mulher?
    Capa do Weeks mto boa.

    Leave a comment:


  • thiago.savela
    replied
    Esse arco é muito bom, king desenvolve o morcego que chega da gosto!, espere a próxima, tem um capítulo foda.

    Leave a comment:


  • [AVALIAÇÃO] Batman #27 - Dias Frios Parte 1: TOM KING CAMINHA NO OMBRO DE GIGANTES!




    Tempos sombrios aguardam Batman a partir da próxima edição. Amargurado por ter sido abandonado pela Mulher-Gato, o herói torna-se ainda mais impiedoso contra os criminosos, até ser acusado de excesso de violência durante uma prisão. O caso vai ao tribunal, e dentre os jurados está… Bruce Wayne! E ele não parece ter pena do Homem-Morcego. Acompanhe o início do arco Dias Frios.


    (Batman 51-52)

    Revista tradicional
    17 x 26 cm
    48 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché, Lombada Canoa (Grampeada)
    R$ 9,90
    Distribuição nacional

    ------------------------------------------------


    Depois da edição GENIAL com o mal fadado casamento do Batman, na última edição surpreendente tivemos esta edição que NÃO TRATA PORRA NENHUMA DO CASAMENTO! - é como se ele nem tivesse existido, ou sequer aconteceu na vida do Batman, exceto por uma singela e sensacional cena que pode dizer muito apenas mostrando e que só conta a favor da versatilidade e habilidade do Tom King, muitas vezes questionado sobre os seus incríveis dotes:




    Batman revoltys



    Mas me adianto. Após prender o Sr. Frio, o mesmo vai a juri popular e o Bruce Wayne é chamado para integrar esse juri. O juri fica enclausurado para debate a culpabilidade do Sr. Frio e quando todos vão decidir pela condenação do infeliz, Bruce Wayne é o único que levanta a mão contra a condenação do figura. É aí que o gibi entra na vibe 12 Homens e uma Sentença e começa a discussão sobre se o Frio é culpado ou não, e com isso o leitor, nós, vamos descobrindo o que aconteceu e porque será que o Bruce, aquele mesmo que o prendeu, estaria tão encafifado com a inocência do sujeito?







    Mais um ótimo gibi do King se desfralda (vou tentar parar de usar superlativos aqui, a palavra "gênio" e "excelente" precisam ser usados com parcimônia) em meio as páginas. Enquanto na primeira parte nos temos toda a apresentação do crime e da situação, a partir da segunda temos o discute do Bruce Wayne com o restante do juri. Fries é acusado de matar três mulheres com o seu poder congelante, parando a circulação sanguínea delas, como o mundo está mais feminazi, querem a cabeça dele.







    Porém Bruce não está totalmente convencido da culpa do Fries e praticamente OBRIGA o juri a verem outras possibilidades. Como sempre um gibi de qualidade e um gancho ainda fuderoso para a próxima e última parte da história. Sinceramente, eu achei esse gibi uma VOLTA A VELHA FORMA do Tom King, e parece que esqueceu o negócio do casamento, mas o "breakdown" do Bruce deixa evidente a marca que o causou. Na arte, Lee Weeks fazendo mísera atrás de mísera, puta que me pariu, que gibi lindo do caralho. Acho que vale a pena até para o leitor ocasional do Batman, de pegar essa e a próxima edição para ler uma aventura do caralho do homem-morcego.




    Lee Weeks, puta que me pariu



    Também tem esse canal, muito legal, que fez uma análise parecida com a minha, mas não é plágio não, viu?

    Last edited by Pato_Osborn_Olsen; 14-07-2019, 04:41 AM.
Working...
X