Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Ed. Comix Zone

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Postado originalmente por zickerr Ver Post

    Vi o video da Comix Zone e dei uma pesquisada básica nessa história. Ao que parece, esse quadro em branco só foi preenchido em 2008, mais de década depois da morte do Breccia, sem a supervisão dele. Daí fica a dúvida, o que está mais "certo", manter o erro reconhecido pelo autor, ou alterar a obra após sua morte, mesmo sabendo que era essa a intenção original mas que nunca foi feita enquanto ele viveu? Qual das duas obras é a mais "original"?

    Eu ainda não consegui me decidir, e por isso ainda mantenho as duas edições na minha estante.
    Meio que um "versão do estúdio" X "versão do diretor". Com a da Conrad sendo a do diretor, já que foi dessa forma que o Breccia idealizou sua obra e só não saiu dessa forma por conta de prazos da editora, aparentemente.

    A 'falha" em si nem é grande coisa, não altera o entendimento da obra, principalmente para quem agora sabe que ali era para estar um fragmento da certidão de nascimento do Che. Mas o dono da editora chegar metendo o caô de que "na verdade o quadro em branco é um recurso utilizado pelo Breccia para indicar a passagem de tempo, ele já fez isso em outros quadrinhos" só pra minutos depois ser desmascarado, não tem preço. Ou melhor, tem, R$79,90. E mesmo depois de desmascarado ainda tem um monte de gente pra reproduzir a desculpinha do cara.

    No mais, comprei na pré-venda com os 30% de desconto e vale demais a pena. Não deixo de comprar gibi que me interessa por dono da editora ou editor ser babaca, senão Panini, Mythos, entre outras também rodava.

    Comment


    • Postado originalmente por AhabCuster Ver Post

      Meio que um "versão do estúdio" X "versão do diretor". Com a da Conrad sendo a do diretor, já que foi dessa forma que o Breccia idealizou sua obra e só não saiu dessa forma por conta de prazos da editora, aparentemente.

      A 'falha" em si nem é grande coisa, não altera o entendimento da obra, principalmente para quem agora sabe que ali era para estar um fragmento da certidão de nascimento do Che. Mas o dono da editora chegar metendo o caô de que "na verdade o quadro em branco é um recurso utilizado pelo Breccia para indicar a passagem de tempo, ele já fez isso em outros quadrinhos" só pra minutos depois ser desmascarado, não tem preço. Ou melhor, tem, R$79,90. E mesmo depois de desmascarado ainda tem um monte de gente pra reproduzir a desculpinha do cara.

      No mais, comprei na pré-venda com os 30% de desconto e vale demais a pena. Não deixo de comprar gibi que me interessa por dono da editora ou editor ser babaca, senão Panini, Mythos, entre outras também rodava.
      Vc que comprou a obra, mata uma curiosidade: o Boulos na apresentação do livro fala alguma coisa sob a homofobia de Che? Ou deixa quieto? Se Sim usa mesma desculpa do Thiago? O homem Do seu tempo?

      A unica coisa gostaria de ler nessa obra seria a apresentação do Boulos, só para ver o quanto de passada de pano ele deu.

      Comment


      • Postado originalmente por Glee Ver Post

        Vc que comprou a obra, mata uma curiosidade: o Boulos na apresentação do livro fala alguma coisa sob a homofobia de Che? Ou deixa quieto? Se Sim usa mesma desculpa do Thiago? O homem Do seu tempo?

        A unica coisa gostaria de ler nessa obra seria a apresentação do Boulos, só para ver o quanto de passada de pano ele deu.
        Normalmente quando falam em "homofobia" do Che Guevara querem associar a campos de extermínio de homossexuais, ou assassinato deliberado de homossexuais, o que não existiu. Há sim relatos de comportamentos machistas e homofóbicos, e nenhum historiador sério "apaga" isso, pois não era um traço singular da revolução cubana. Inclusive Che era médico, a "medicina" ainda considerava homossexualidade uma doença naquela época, e ninguém tá apontando o dedo pra toda uma área do conhecimento dizendo que ela deliberadamente exterminava homossexuais.

        No prefácio do Boulos não tem nada do que você espera encontrar, mas aí é mais problema das suas expectativas. Acredito que você não espera que em todo texto editorial de toda publicação que cê pega na mão tenha algum alerta de "ATENÇÃO, TEM UM HOMOFÓBICO AQUI".

        E tem muito texto de esquerda que discute homofobia, racismo e misoginia dentro dos próprios movimentos de esquerda. As três coisas são parte da sociedade capitalista, não é porquê a pessoa é comunista ou se identifica como de esquerda que ela automaticamente está isenta de reproduzir esse tipo de comportamento, afinal ela cresceu e continua vivendo na mesma sociedade capitalista.

        Sobre a desculpa do homem do seu tempo é só desculpa mesmo, todo homem é homem do seu tempo, bravata de comunicador mequetrefe seja de esquerda ou de direita. É um argumento preguiçoso e que dá margem pra babaca naturalizar escravidão antes do século XX porque era "normal naquele tempo".

        Comment


        • Postado originalmente por AhabCuster Ver Post

          Normalmente quando falam em "homofobia" do Che Guevara querem associar a campos de extermínio de homossexuais, ou assassinato deliberado de homossexuais, o que não existiu. Há sim relatos de comportamentos machistas e homofóbicos, e nenhum historiador sério "apaga" isso, pois não era um traço singular da revolução cubana. Inclusive Che era médico, a "medicina" ainda considerava homossexualidade uma doença naquela época, e ninguém tá apontando o dedo pra toda uma área do conhecimento dizendo que ela deliberadamente exterminava homossexuais.

          No prefácio do Boulos não tem nada do que você espera encontrar, mas aí é mais problema das suas expectativas. Acredito que você não espera que em todo texto editorial de toda publicação que cê pega na mão tenha algum alerta de "ATENÇÃO, TEM UM HOMOFÓBICO AQUI".

          E tem muito texto de esquerda que discute homofobia, racismo e misoginia dentro dos próprios movimentos de esquerda. As três coisas são parte da sociedade capitalista, não é porquê a pessoa é comunista ou se identifica como de esquerda que ela automaticamente está isenta de reproduzir esse tipo de comportamento, afinal ela cresceu e continua vivendo na mesma sociedade capitalista.

          Sobre a desculpa do homem do seu tempo é só desculpa mesmo, todo homem é homem do seu tempo, bravata de comunicador mequetrefe seja de esquerda ou de direita. É um argumento preguiçoso e que dá margem pra babaca naturalizar escravidão antes do século XX porque era "normal naquele tempo".
          Eu Acho estranho que todos( inclusive o Boulos) acha o atual presidente da República homofobico por uma frase: não desejo um filho homossexual...e na hora do Che esquecer desse detalhe da vida dele.

          Agora falar que o Che era homofobico pq a medicina na época considerava doença tal pessoa é tentar justificar algo injustificável, afinal todo médico considerava a homossexualidade doença? Não. E tão difícil falar que o cara era homofobico pq com certeza tinha nojo dos mesmos?

          Mas perguntei dessa do Boulos pq acho engraçado ele gritar de um lado Bolsonaro homofobico!!! E de outro Che Guevara herói. Afinal se em toda biografia de Hitler fala que o cara era antissemita, pq não falar em toda biografia do Che Guevara que ele era homofobico? Fica parecendo uma passada de pano em cima do "herói da revolução" .

          Comment


          • Postado originalmente por AhabCuster Ver Post

            Normalmente quando falam em "homofobia" do Che Guevara querem associar a campos de extermínio de homossexuais, ou assassinato deliberado de homossexuais, o que não existiu. Há sim relatos de comportamentos machistas e homofóbicos, e nenhum historiador sério "apaga" isso, pois não era um traço singular da revolução cubana. Inclusive Che era médico, a "medicina" ainda considerava homossexualidade uma doença naquela época, e ninguém tá apontando o dedo pra toda uma área do conhecimento dizendo que ela deliberadamente exterminava homossexuais.

            No prefácio do Boulos não tem nada do que você espera encontrar, mas aí é mais problema das suas expectativas. Acredito que você não espera que em todo texto editorial de toda publicação que cê pega na mão tenha algum alerta de "ATENÇÃO, TEM UM HOMOFÓBICO AQUI".

            E tem muito texto de esquerda que discute homofobia, racismo e misoginia dentro dos próprios movimentos de esquerda. As três coisas são parte da sociedade capitalista, não é porquê a pessoa é comunista ou se identifica como de esquerda que ela automaticamente está isenta de reproduzir esse tipo de comportamento, afinal ela cresceu e continua vivendo na mesma sociedade capitalista.

            Sobre a desculpa do homem do seu tempo é só desculpa mesmo, todo homem é homem do seu tempo, bravata de comunicador mequetrefe seja de esquerda ou de direita. É um argumento preguiçoso e que dá margem pra babaca naturalizar escravidão antes do século XX porque era "normal naquele tempo".
            A "culpa" do racismo, homofobia E misogonia é do capitalismo? Kkkkkk

            Comment


            • Postado originalmente por Glee Ver Post

              Eu Acho estranho que todos( inclusive o Boulos) acha o atual presidente da República homofobico por uma frase: não desejo um filho homossexual...e na hora do Che esquecer desse detalhe da vida dele.
              "Por uma frase..." você forçou demais né? Inúmeras frases, atos, comportamentos... O presidente aí tá vivo e o Che tá morto há décadas. Não entendi tanta preocupação com um cadáver. E há, querendo ou não, uma diferença entre alguém que acha que homossexualidade é uma aberração da natureza e que não deveria existir e alguém que reproduz falas ou comportamentos homofóbicos que eram naturalizados na época. Não é passar pano, homofobia já era errado e já tinha gente lutando contra isso há décadas, mas é entender que contradições existem e que Che não era um santo imaculado.

              Postado originalmente por Glee Ver Post
              Agora falar que o Che era homofobico pq a medicina na época considerava doença tal pessoa é tentar justificar algo injustificável, afinal todo médico considerava a homossexualidade doença? Não. E tão difícil falar que o cara era homofobico pq com certeza tinha nojo dos mesmos?
              Não to justificando nada, o "Inclusive" ali não tá tentando apontar origens para a homofobia do Che, chama-se contexto. Tenta ler mais coisa além de gibi de hominho que ajuda na interpretação. E você tem algum documento ou estudo que prove que Che tinha nojo de homossexuais? Acho que para afirmar algo assim precisa de provas né.

              Postado originalmente por Glee Ver Post
              Mas perguntei dessa do Boulos pq acho engraçado ele gritar de um lado Bolsonaro homofobico!!! E de outro Che Guevara herói. Afinal se em toda biografia de Hitler fala que o cara era antissemita, pq não falar em toda biografia do Che Guevara que ele era homofobico? Fica parecendo uma passada de pano em cima do "herói da revolução" .
              Símbolos funcionam assim mesmo. Che é considerado herói por muitos por conta da resistência e enfrentamento ao imperialismo estadunidense, por ter ajudado em revoluções na África e na América Latina, e não era um Jesus livre de pecados. E se homossexuais usam ele como símbolo de resistência sabendo dessa controvérsia (aliás, essa controvérsia toda é na base do 'não tenho provas, mas tenho convicção'), quem sou eu, hétero, pra dizer que não pode porque ele ~supostamente~ era homofóbico? Já Hitler ser antissemita, racista, xenófobo, imperialista, fascista e tantas outras várias coisas tem provas, documentos, vídeos e tudo. Essa comparação aí só existe no mundinho fantástico da internet, onde todo mundo fala o que quer sem precisar responder por isso.

              Comment


              • Postado originalmente por Wilviali Ver Post

                A "culpa" do racismo, homofobia E misogonia é do capitalismo? Kkkkkk
                Essas opressões "serem parte" intrínseca do capitalismo =/= serem "culpa" do capitalismo.
                Tenta ir atrás de como essas "opressões" se desenvolveram, não se resume ao presidente ou fulano de tal ser estúpido e grosseiro.

                Comment


                • Postado originalmente por AhabCuster Ver Post

                  "Por uma frase..." você forçou demais né? Inúmeras frases, atos, comportamentos... O presidente aí tá vivo e o Che tá morto há décadas. Não entendi tanta preocupação com um cadáver. E há, querendo ou não, uma diferença entre alguém que acha que homossexualidade é uma aberração da natureza e que não deveria existir e alguém que reproduz falas ou comportamentos homofóbicos que eram naturalizados na época. Não é passar pano, homofobia já era errado e já tinha gente lutando contra isso há décadas, mas é entender que contradições existem e que Che não era um santo imaculado.


                  Não to justificando nada, o "Inclusive" ali não tá tentando apontar origens para a homofobia do Che, chama-se contexto. Tenta ler mais coisa além de gibi de hominho que ajuda na interpretação. E você tem algum documento ou estudo que prove que Che tinha nojo de homossexuais? Acho que para afirmar algo assim precisa de provas né.


                  Símbolos funcionam assim mesmo. Che é considerado herói por muitos por conta da resistência e enfrentamento ao imperialismo estadunidense, por ter ajudado em revoluções na África e na América Latina, e não era um Jesus livre de pecados. E se homossexuais usam ele como símbolo de resistência sabendo dessa controvérsia (aliás, essa controvérsia toda é na base do 'não tenho provas, mas tenho convicção'), quem sou eu, hétero, pra dizer que não pode porque ele ~supostamente~ era homofóbico? Já Hitler ser antissemita, racista, xenófobo, imperialista, fascista e tantas outras várias coisas tem provas, documentos, vídeos e tudo. Essa comparação aí só existe no mundinho fantástico da internet, onde todo mundo fala o que quer sem precisar responder por isso.
                  Tente ler algo além de páginas esquerdistas amigo e pense um pouco, existia Campos de trabalhos forçados em Cuba vinda da revolução cubana, se isso não é vindo de alguém que tem raiva e nojo dos homossexuais...Não sei mas oque é. O resto é só passada de pano da sua parte, daqui a pouco vai até pedir o endereço dos campos em Cuba por não acreditar neles

                  Faça um favor para si mesmo e leia Renato arenas, Juan Gutierrez e vc verá oque era ser gay em Cuba da revolução de Che Guevara.

                  Mas estou fugindo da proposta do tópico e paro por aqui. Mas obrigash6 por confirmar a hipocrisia de Boulos.

                  Comment


                  • Postado originalmente por AhabCuster Ver Post

                    Essas opressões "serem parte" intrínseca do capitalismo =/= serem "culpa" do capitalismo.
                    Tenta ir atrás de como essas "opressões" se desenvolveram, não se resume ao presidente ou fulano de tal ser estúpido e grosseiro.
                    Vdd, escolhi mal as palavras, mas foi o sentido q pareceu ter. De qlqer forma, não parece fazer mt sentido:
                    - Racismo: teve seu surgimento (da maneira como vemos hj) durante o mercantilismo, que foi uma etapa de transição entre o feudalismo e o capitalismo. A principal diferença entre os dois regimes é que o capitalismo visa o lucro enquanto o mercantilismo visa o acumulo de riquezas para a nação, com forte intervenção estatal.
                    - misoginia: nao vejo como o capitalismo em si tenha sido responsavel por isso, dado que sempre que precisou de mulheres como força de trabalho (como durante as guerras) utilizaram-nas.
                    - homofobia: aqui me parece o mais absurdo. Primeiro pq o alicerce do preconceito com homosexuais me parece de cunho religioso. Segundo que, por sua definicao, o capitalismo visa o lucro, entao pouco importa opcao sexual, se produzir lucro / for um mercado em potencial, será explorado (inclusive ja usam ate o termo "pink money").

                    "No início da década de 1930, a homossexualidade começou a ser vista, em alguns círculos importantes do Estado e do Partido Comunista, como resultado da decadência moral e ideológica da burguesia"

                    Comment


                    • Postado originalmente por Glee Ver Post

                      Tente ler algo além de páginas esquerdistas amigo e pense um pouco, existia Campos de trabalhos forçados em Cuba vinda da revolução cubana, se isso não é vindo de alguém que tem raiva e nojo dos homossexuais...Não sei mas oque é. O resto é só passada de pano da sua parte, daqui a pouco vai até pedir o endereço dos campos em Cuba por não acreditar neles
                      Sua fonte é a wikipedia? Rs
                      Sobre os campos de trabalho forçado, eram dedicados aos considerados inimigos do novo regime, sejam eles heterossexuais, homossexuais, assexuais, tanto faz. Cê podia ter falado sobre "os crimes contra a moral revolucionária", também, mas ainda em vida Fidel chamou para ele a responsabilidade sobre essas falas e discursos.

                      Postado originalmente por Glee Ver Post
                      Faça um favor para si mesmo e leia Renato arenas, Juan Gutierrez e vc verá oque era ser gay em Cuba da revolução de Che Guevara.
                      'Renato Arenas' ou "Reinaldo Arenas"? Podia pela menos referenciar direito né? Claro que não desconsidero os escritos dele, tem todo o discurso de alguns dos revolucionários sobre o 'novo homem cubano', mas você encontra (pelo menos nos textos dele que li) afirmações em relação ao Fidel. Daí estendem a Che por estar ali no mesmo ambiente, mas enfim, você tá aí usando homossexualidade como token pra fazer uma defesa da imagem do presidente, sei nem porquê to dando trela.
                      Sobre o Juan Gutierrez, não o li por ter mais o que fazer mesmo, de jornalista escrevendo livro de pseudo-história já basta os brasileiros

                      Comment


                      • Postado originalmente por Wilviali Ver Post

                        Vdd, escolhi mal as palavras, mas foi o sentido q pareceu ter. De qlqer forma, não parece fazer mt sentido:
                        - Racismo: teve seu surgimento (da maneira como vemos hj) durante o mercantilismo, que foi uma etapa de transição entre o feudalismo e o capitalismo. A principal diferença entre os dois regimes é que o capitalismo visa o lucro enquanto o mercantilismo visa o acumulo de riquezas para a nação, com forte intervenção estatal.
                        - misoginia: nao vejo como o capitalismo em si tenha sido responsavel por isso, dado que sempre que precisou de mulheres como força de trabalho (como durante as guerras) utilizaram-nas.
                        - homofobia: aqui me parece o mais absurdo. Primeiro pq o alicerce do preconceito com homosexuais me parece de cunho religioso. Segundo que, por sua definicao, o capitalismo visa o lucro, entao pouco importa opcao sexual, se produzir lucro / for um mercado em potencial, será explorado (inclusive ja usam ate o termo "pink money").

                        "No início da década de 1930, a homossexualidade começou a ser vista, em alguns círculos importantes do Estado e do Partido Comunista, como resultado da decadência moral e ideológica da burguesia"
                        Talvez a discussão caiba em outro tópico daqui do fórum, mas tentando resumir um pouco: opressões existiram por quase toda a história da humanidade, ficar procurando a origem é meio contraproducente mesmo. O que quis dizer é que quem detém o capital/o sistema capitalista/as elites (como preferir) se aproveitam e estimulam dessas opressões como ferramentas para cindir a classe trabalhadora. E aí vem todo o lance do identitarismo, que é cooptado pelas empresas pra gerar lucro, e que de certo modo acaba desviando toda a classe trabalhadora da luta "verdadeira". Não que lutar contra racismo, misoginia e lgbtfobia não seja válido, mas quando se descola da luta anticapitalista acaba sendo cooptado por empresas, perde o foco, daí o pink money, pessoas celebrando patrimônio bilionário de diva pop...

                        E sobre a citação no final, sim, estamos todos sujeitos a sermos racistas, lgbtfóbicos, misóginos, afinal fomos criados consumindo tudo que é tipo de conteúdo que induz a isso. Comunista ou "esquerdista" não está imune a isso, e quem pinta que toda pessoa de esquerda é livre de preconceitos tá iludindo e às vezes se iludindo. Dentro da esquerda tem várias correntes, uma delas é o comunismo, e dentro do comunismo também tem várias correntes.

                        Comment


                        • Caralho, arrebentaram com o hulkboy agora

                          Comment


                          • Postado originalmente por AhabCuster Ver Post

                            Normalmente quando falam em "homofobia" do Che Guevara querem associar a campos de extermínio de homossexuais, ou assassinato deliberado de homossexuais, o que não existiu. Há sim relatos de comportamentos machistas e homofóbicos, e nenhum historiador sério "apaga" isso, pois não era um traço singular da revolução cubana. Inclusive Che era médico, a "medicina" ainda considerava homossexualidade uma doença naquela época, e ninguém tá apontando o dedo pra toda uma área do conhecimento dizendo que ela deliberadamente exterminava homossexuais.

                            No prefácio do Boulos não tem nada do que você espera encontrar, mas aí é mais problema das suas expectativas. Acredito que você não espera que em todo texto editorial de toda publicação que cê pega na mão tenha algum alerta de "ATENÇÃO, TEM UM HOMOFÓBICO AQUI".

                            E tem muito texto de esquerda que discute homofobia, racismo e misoginia dentro dos próprios movimentos de esquerda. As três coisas são parte da sociedade capitalista, não é porquê a pessoa é comunista ou se identifica como de esquerda que ela automaticamente está isenta de reproduzir esse tipo de comportamento, afinal ela cresceu e continua vivendo na mesma sociedade capitalista.

                            Sobre a desculpa do homem do seu tempo é só desculpa mesmo, todo homem é homem do seu tempo, bravata de comunicador mequetrefe seja de esquerda ou de direita. É um argumento preguiçoso e que dá margem pra babaca naturalizar escravidão antes do século XX porque era "normal naquele tempo".
                            Parabéns pela paciência que não tive páginas atrás, como historiador me senti representado .

                            Comment


                            • Postado originalmente por Chapolinador do Futuro Ver Post

                              Mais precisamente 1:45:25 de vídeo. Mas se tem coisas por fora, não ponho minha mão no fogo não
                              É outra história. Mas se eu falar nas palavras exatas vai dar pra saber quem vazou.

                              Postado originalmente por Dylan Dog Ver Post

                              Parabéns pela paciência que não tive páginas atrás, como historiador me senti representado .
                              Com o relator.

                              Comment


                              • Postado originalmente por AhabCuster Ver Post

                                Meio que um "versão do estúdio" X "versão do diretor". Com a da Conrad sendo a do diretor, já que foi dessa forma que o Breccia idealizou sua obra e só não saiu dessa forma por conta de prazos da editora, aparentemente.
                                Ok, mas a dúvida é se o Breccia realmente se importou com isso e desenhou aquele quadrinho e depois deixou pra editora consertar. Ou será que foi algum editor que, após a morte do Breccia, resolveu "homenageá-lo" e pediu pra algum outro desenhista preencher aquele espaço em branco? Isso, ao menos pra mim, faz muita diferença. No primeiro caso seria de fato uma "versão do diretor", mas se for a segunda opção eu acho que preferiria ficar com o quadro em branco. Alguém sabe a resposta?

                                Comment

                                Working...
                                X