Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Arqueiro Verde Renascimento #3 - BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO! ARQUEIRO VS. BOLSOTÁRIOS!

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Arqueiro Verde Renascimento #3 - BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO! ARQUEIRO VS. BOLSOTÁRIOS!




    Oliver Queen perdeu tudo. Sua irmã, Emiko, está desaparecida. Sua vasta fortuna foi obliterada. E o mundo inteiro acredita que ele está morto. É quando os problemas realmente começam! Enquanto luta para recuperar o que perdeu, Ollie continua a patrulhar as ruas de Seattle na condição de guardião da cidade. Contudo, quando uma série de assassinatos causados por alguém que maneja com maestria o uso do arco e flecha se inicia, o Arqueiro verde torna-se o principal suspeito!


    (Green Arrow 12-17)


    Especial
    17 x 26 cm
    140 páginas
    Papel LWC
    Capa Cartão, Lombada Quadrada
    R$ 19,90
    Distribuição Nacional
    -------------------------------------------


    Depois da apoteose de MERDA que foi a última edição, esse gibi só ficaria bom se TROUXESSE AS MESMAS ALOPRAÇÕES da edição anterior, com algo que atingisse o nível de príncipe árabe querendo a paz mundial, trem transatlântico que passa pelo fundo do mar de Hong Kong até Seattle e Rei Relógio que controla as pessoas através de relógio de pulso. Infelizmente não é o caso aqui, mas até que chega perto!





    No novo arco, Ollie decide virar jaçanã e vai morar no mato, no parque no meio da cidade de Seattle com direito a cabana de e-wook e internet wi-fi. Em seguida vemos um policial cometendo violência de autoridade da maneira mais estúpida que já vi. Além disso, pessoas notórias da cidade que possuem alguma ligação com o Arqueiro Verde estão sendo executadas por flechas disparadas aparentemente pelo Arqueiro Verde!



    Parte do gibi é dedicado a mostrar Arqueiro e Canário sarrando sem motivo. É como se fosse um "tá vendo,
    seu otário? Oliver pegando mulher e você aí lendo gibizinho" pro leitor



    Logo Arqueiro e Canário começam a investigar os atentados e a Canário vai verificar as pontas das flechas utilizadas. Oliver tenta proteger um possível alvo do assassino através de um SHANANIGAN que o hacker do Oliver intenta, enquanto Dinah vai até a chepatura atrás das tais pontas de flecha. A merda vira boné quando o Oliver cai no meio da multidão com o caboclo varado por uma flecha.



    Esse gibi devia começar a se chamar "Canário Negro" pelo menos umas duas edições atrás



    Oliver tá encurralado no estádio, se fudeu bonito e incriminado. Aí o assassino faz a BURRICE de ficar a mostra pra logo ser descoberto e então uma corrida de gato e rato se inicia em busca do tal Arqueiro matador. A identidade dele é revelada, mas não é o suficiente pra polícia acreditar na inocência do Arqueiro, que continua sendo caçado até o momento de um salvamento heroico. Que merda o plano do Arqueiro Negro de incriminar o Oliver.





    Depois disso a trama desboca naquele caso do policia que cometeu excesso na primeira parte. Pois bem, esse policial entrou num GRUPO DE EXTERMÍNIO que mata pessoas indesejáveis pra sociedade. Depois de matar um monte de mendigo agora os machões resolveram entrar numa prisão e meter bala em quem estivesse lá dentro. O mesmo policial que foi responsável pela captura do Oliver, chefe Wesberg, também toma conta do presídio (uma função totalmente diferente, mas vá lá...) onde está ocorrendo a chacina de presos. Após saber disso, Canário e Arqueiro se dirigem ao local. É a parte mais divertida do gibi, onde ocorre uma porradaria loka e o Arqueiro descendo o cacete nos bolsotários machões. Aliás, na verdade quem rouba a cena é a Arqueira Vermelha!






    antes da luta, mais um daqueles momentos mela cueca para mostrar que o nerdy é um incapaz por não ter mulher



    Nos dois últimos capítulos temos o Arqueiro dando cabo da gangue de bolsobagres e o confronto derradeiro entre Oliver e o Arqueiro Negro. No geral, até que o gibi MELHOROU UM POUCO em relação a edição anterior, principalmente no quesito ação. Mas a sua narrativa e até mesmo seu texto continua UMA MERDA! É como se fosse Arqueiro Verde pra criança de 8 anos querendo ser malzão. Como se tivesse 12.



    Em defesa do Arqueiro, o plano dos Bolsotários foi bem idiota


    A ação do gibi pelo menos melhorou e ficou longe das alopragens da última edição, o que particularmente eu acho uma pena. O roteiro continua bem idiota. Dá a entender que a jornalista que foi atacada pelo Arqueiro Negro começa a sentir um tesão de pica pelo Oliver. Aposto que isso será o começo de alguma trama cretina da revista. Ela acho que a flecha no coração fosse a "flecha do culpido" que vadia! Se fosse o diegão aqui, ia chamar de estuprador e o caralho. É só o Oliver aparecer de camisa sem tropeito que a puta já quer liberar a mixaria. Vadia do caralho.



    essas vadias já querem abanar o cu pro Ollie ao primeiro sinal de rola no cu. Se apaixonou pelo sem tropeito dele


    Pode-se dizer que esse gibi do Arqueiro "voltou aos trilhos" depois da escabrosa última edição. Correndo por fora tem o plot do candidato a prefeito amigo do Oliver que faz parte daquela seite do primeiro encadernado, mas essa é uma trama que vai do nada a lugar nenhum. Artes muito boas e acima da média de Otto Schmidt e Juan Ferreyra (este, apenas um capítulo) e aqueles que fizeram um trabalho competente na parte três: Eleonora Carlini, Carlos Rodriguez e Gus Vasquez.



    Oliver sem tropeito e elas ficam loucas

  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] Arqueiro Verde Renascimento #3 - BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO! ARQUEIRO VS. BOLSOTÁRI

    Ótima análise.
    Esse arqueiro lacrador é muito bobildo mas me diverte. Leitura de banheiro.
    Emiko e Canário sempre aparecem bem. Vou continuar comprando.

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] Arqueiro Verde Renascimento #3 - BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO! ARQUEIRO VS. BOLSOTÁRI

      Depois de colocar o Arqueiro Verde enfrentando uma organização do mal e acertar as pontas soltas dos personagens secundários do arqueiro, parece que o Percy está tentando cada vez mais aproximar o seu Arqueiro Verde da série da Warner e nesse arco apresenta o mesmo plot trabalhado em Arrow no ano passado: um outro arqueiro que começa a assassinar pessoas para incriminar Ollie.

      Tá certo que essa trama é bem clichê e simplista, mas as coincidências já se somam desde o início do Renascimento. Outro elemento saído de Arrow é a participação da Canário na polícia, aqui apenas como personagem infiltrada, mas fez seu papel. Mas mesmo com essa repetição espelhada com o seriado Arrow, é visível como o personagem funciona bem melhor com uma trama mais urbana. Há uma interessante crítica à violência institucionalizada, seja por parte da policia e pelo político de extrema direita que faz campanha incitando ódio e violência na população, chegando até a formar um grupo de extermínio.

      O melhor do encadernado está na arte de Otto Smidt que tem uma estilização interessante, principalmente na colorização dos cenários que dá uma sensação mais dinâmica e o jogo de luzes. No entanto, ele exagera no design da nova base do Ollie que fica na floresta, parece algo saído diretamente do planeta dos Ewoks de Star Wars.

      Comment

      Working...
      X