Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Avaliação: Hellblazer #1 renascimento

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Avaliação: Hellblazer #1 renascimento



    É bom os ingleses se prepararem, pois John Constantine está voltando pra casa! Exilado nos Estados Unidos após um embate com um demônio, o mago trapaceiro já estava se acostumando com as particularidades de Nova York, mas, como diz o ditado: lar é onde o coração está… De volta a Londres, Constantine se reencontra a velhos amigos e inimigos jurados. Entre eles estão: Chas Chandler, seu inigualável e mais maltratado parceiro; Mercury, a jovem psíquica; o elemental chamado Monstro do Pântano; e, claro, dezenas de demônios, djinns e criaturas que assombram as noites do cidadão civilizado. Se sobreviver a esse retorno amaldiçoado, John terá que pensar rápido e burlar as regras… e talvez apostar a vida de todos os moradores da cidade!

    Periodicidade Eventual
    Distribuição Nacional
    Vendas: Bancas e comic shops
    R$ 24,90

    ============================

    A pedido do Daftasso, abro esse tópico pra comentar sobre esse belo gibi que passou desapercebido por essas bandas. O argumento é do mesmo carinha do Departamento de física, que é um gibi legal, então fui ansioso e não me decepcionei. O Constantine do novos 52 era uma grande merda, mas esse voltou com o estilo original e fazendo menção a um monte de história velha, incluindo o arco do origens que tá sendo reimpresso esses tempos (aliás, esse é o mais citado).

    Acho que foi mais como um mea culpa. "Olha, o que você curtia ainda vale sim. Vamos lembrar um monte de história que o nosso consta já passou pra mostrar que não foi tudo pro saco não". Mas, pelo menos pra mim, funcionou. O gibi flui bem e mesmo sem ter a liberdade da vertigo de falar palavrão, parece uma história que poderia sair pelo selo tranquilamente. Os desenhos são legais, mas as capas do cassaday são o ponto alto.

    Enfim, ótimo gibi e já estou esperando ansiosamente o próximo.

  • #2
    Re: Avaliação: Hellblazer #1 renascimento

    grande consta.
    Giovanni Giorgio

    Comment


    • #3
      Re: Avaliação: Hellblazer #1 renascimento

      uééééééé??? não era uma merda Constantine sem ser Vertigo???!?!?!?!

      Comment


      • #4
        Re: Avaliação: Hellblazer #1 renascimento

        Quer dizer que os scanzeiros erraram mais uma vez?

        Comment


        • #5
          Re: Avaliação: Hellblazer #1 renascimento

          Olha, o dos novos 52 que saiu nuns encadernados há algum tempo era sacanagem de ruim. Das piores histórias do personagem, mas até aí, tem um monte de história ruim dele no Vertigo também. Essa história aí é bem legal.

          Enviado de meu Lenovo K10a40 usando Tapatalk

          Comment


          • #6
            Re: Avaliação: Hellblazer #1 renascimento

            Interessante o esforço visto aqui do roteirista Simon Oliver de concatenar e referenciar eventos de diferentes fases do John Constantine: não apenas, como já dito, ele bebe muito da fase Jamie Delano (Mercury, Monstro do Pântano, Ravenscar), mas também cita diretamente eventos dos Novos 52 (Constantine banido de Londres, treta com o Shazam!, Abby Arcane avatar da Podridão na saga Mundo Podre) - e ainda usa coadjuvantes de outros momentos, como a Clarice Sackville e o Map. Claro que nada disso é necessariamente uma garantia de qualidade, mas admiro quando um autor quebra a cabeça para tentar encaixar anos e anos de cronologia de um personagem de uma forma mais ou menos coerente.

            Achei esse arco (cuja trama não termina aqui, é verdade) digno, o Constantine está bem escrito e a ameaça dos djinns é interessante o suficiente para que você siga interessado. Mercury funciona como uma boa sidekick e o universo de Hellblazer é bem utilizado, como já disse anteriormente - ainda parte do UDC como um todo, mas de uma forma mais discreta e reservada. O principal problema, e não é de hoje, são as escolhas para a arte. Moritat e Pia Guerra são bons desenhistas, mas me pareceram totalmente inadequados para um título como esse (especialmente a Guerra, traço limpo demais). E as capas do John Cassaday não ajudam em nada.
            A nova geração.

            Comment


            • #7
              Re: Avaliação: Hellblazer #1 renascimento

              Achei bem interessante esse mix que o Simon Oliver fez, uma pitada de Vertigo com muita coisa dos Novos 52 e toques de Senhor dos Anéis. É um meio termo entre a fase mais adulta e a mais recente com pirotecnia. Esse primeiro encadernado eu gostei, mas o desenvolvimento do arco dos Djins no segundo volume foi bem aquém do que eu esperava, torço para que encerrem a história no próximo volume para eu abandonar mais uma revista...hehehe

              Comment


              • #8
                Re: Avaliação: Hellblazer #1 renascimento

                Postado originalmente por prestogaudio Ver Post
                Esse primeiro encadernado eu gostei, mas o desenvolvimento do arco dos Djins no segundo volume foi bem aquém do que eu esperava, torço para que encerrem a história no próximo volume para eu abandonar mais uma revista...hehehe
                Porra, se o desejo do cara pra ler o próximo volume é pra acabar logo...

                Hellblazer por Hellblazer, tem as leituras atrasadas de Demoníaco, e até mesmo Infernal do Garth Ennis pra fazer

                Comment


                • #9
                  Re: Avaliação: Hellblazer #1 renascimento

                  Análise do segundo encadernado: Hellblazer Vol. 2 (Renascimento)
                  A nova geração.

                  Comment

                  Working...
                  X