Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[avaliação] Xampu vol. 3

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [avaliação] Xampu vol. 3



    Entre o final dos anos 1980 e o início dos anos 1990, um pequeno apartamento da zona norte de São Paulo estremecia com o falatório, a gritaria, o tilintar de copos e garrafas, e o volume no talo do aparelho de som 3 em 1.
    O terceiro e último volume da série desvenda as histórias trilhadas por Nicole, Alex, Sônia e outros personagens.
    Um retrato, repleto de altos e baixos, da vida de uma geração que compartilhou descobertas, alegrias e tristezas sempre ao som do bom e velho rock n’roll.
    Escritas e desenhadas por Roger Cruz, vencedor do troféu HQMIX e renomado artista de títulos como X-Men, Spider-Man e Hulk

    __________________

    É um epilogo com muita cara de epilogo. Trata sobre coisas que nos ja tinhamos visto antes, como a Nicole (ex do Sombra), o romance entre os primos; só tem 2 personagens novos, duas meninas asiaticas. Eu percebo a alegria de juventude que o Roger Cruz quer passar com esses 3 albuns, mas o resultado infelizmente ficou aquem do esperado.

    Nota 6,5

    Vols anteriores: https://www.mbbforum.com/mbb/showthr...u-vols-01-e-02

  • #2
    Re: [avaliação] Xampu vol. 3

    Vou colar aqui o que fiz pro tópico de últimas leituras:

    Como os tomos anteriores, esse Xampu 3 é uma aula de composições em luz e sombra, (re)construção de ambientações e expressividade humana.

    Os fragmentos que encerram a trilogia revelam mais detalhes sobre a vida de personagens durante e após a época das farras no apartamento dividido por Max, Sombra, Alex e Pedro - como o que aconteceu a Nicole, que se envolveu com um professor universitário cínico e manipulador, e ao romance proibido entre os primos Alex e Sônia.

    Apesar de bons momentos de caracterização em relatos instrospectivos e melancólicos de crise e amadurecimento, lembrando novamente a tradição de representações "naturalistas" do cotidiano de uma subcultura em HQs como Locas e Fracasso de Público, este terceiro volume (como o segundo) não consegue se igualar ao frescor criativo e fôlego narrativo do volume de estreia, e encerra a série com pouco impacto e inspiração - o capítulo "Fragmentos" traz até uma boa ideia como desfecho, recortando instantes diversos dos dramas particulares dos personagens, como uma retrospectiva afetiva de fluxo livre aos olhos do leitor que se apegou àquelas histórias, mas o resultado fica aquém do punch emocional que poderia ter.

    No geral, deixo uma nota 7 pra esse volume.

    Ainda assim, como um todo a trilogia Xampu me faz torcer pra que Roger Cruz continue a produzir trabalhos autorais e de estilo pessoal. Além do indiscutível domínio técnico, ele mostrou que sabe fazer slice of life num mundo crível e com personalidades realisticamente atraentes.

    Comment

    Working...
    X