Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.



    O júri chegou a um veredicto sobre o Gavião Arqueiro ter matado Bruce Banner! Diante de seus pares, a Capitã Marvel e o Homem de Ferro discutem os seus pontos de vista, mas só o que conseguem é chegar a um novo impasse! E ainda: para todos os efeitos, Nick Fury está morto! Só assim, ele conseguirá desvendar a conspiração que se instalou na SHIELD!

    (Civil War II 4-5, Civil War II: Choosing Sides 2 (III) e 3 (III))

    68 páginas, R$13,00
    Guerra Civil: Apesar de todas as críticas, resolvi dar uma chance à Guerra Civil II. E, até a segunda edição, vinha achando a história legal. Nada que se compare à primeira Guerra Civil, claro. Mas vinha sendo uma leitura divertida. Mas, nesta terceira edição, o caldo entorna.

    Tony Stark descobre como os poderes de Ulysses funcionam, e prova que as visões do rapaz revelam futuros que podem acontecer, mas não são 100% garantidos. Ele esfrega sua pesquisa na cara de Carol Danvers, diante de diversos outros heróis. Insatisfeita, Carol pede que os dados sejam conferidos por Henry McCoy. Ele diz que já os conferiu, e que Stark não está errado. E o que acontece? Carol manda Stark enfiar suas provas no cu, diz que vai continuar tocando o terror e sai “batendo a porta”, feito uma criança mimada. Porra, Bendis...



    Para completar a queimação de filme, a loira mantém uma civil presa, indefinidamente, sem qualquer tipo de prova, baseando-se apenas em uma previsão do Ulysses. Ou seja, a partir daqui, a minissérie estabelece claramente que Tony Stark está certo e Carol Danvers errada, enterrando qualquer dualidade e/ou possibilidade de discussão. Sem esse elemento, a história vira apenas mais um quebra-pau injustificado entre heróis, como já vimos N vezes ao longo dos anos.

    Por falar em quebra-pau, finalmente explode o confronto entre heróis, e a decepção continua. Não estou acompanhando os tie-ins, então pode ser que as motivações de certos personagens estejam sendo mostradas nas histórias periféricas. Mas causa estranhamento ver tanta gente apoiando a Carol, mesmo depois de Stark provar que ela está errada. O Pantera Negra, por exemplo, que sempre foi um líder inteligente e sensato, continua seguindo a Capitã Marvel cegamente.

    É estranho, também, ver tantos x-men – inclusive Tempestade – do lado da Carol. Tipo, os mutantes vivem sendo perseguidos por causa de pré-conceitos. Será que nenhum deles percebeu que as previsões de Ulysses podem se tornar uma ótima desculpa para – mais – uma caçada aos mutantes?


    E é incrível como Bendis subestima o Doutor Estranho. O cara é o Mago Supremo da Terra, e não é capaz de conter Tempestade por dois minutos usando as Faixas Escarlates de Cyttorak. Triste.

    A história derrapa violentamente, mas a arte de David Marquéz continua em alto nível.



    Nick Fury Jr.:
    E continua a luta de Fury Jr. contra mais uma infiltração na SHIELD. Sinceramente, não sei qual a ligação dessa história com a Guerra Civil.

    Apesar dos pesares, a história fica até legalzinha nesta edição. A “participação especial” do Cavaleiro da Lua foi uma boa sacada do roteiro. E a caçada de Fury ao responsável pela célula terrorista infiltrada na SHIELD também fica minimamente interessante. Admito que fiquei curioso pra saber a identidade do filho da pUtA.

  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

    Tony Stark descobre como os poderes de Ulysses funcionam, e prova que as visões do rapaz revelam futuros que podem acontecer, mas não são 100% garantidos. Ele esfrega sua pesquisa na cara de Carol Danvers, diante de diversos outros heróis. Insatisfeita, Carol pede que os dados sejam conferidos por Henry McCoy. Ele diz que já os conferiu, e que Stark não está errado. E o que acontece? Carol manda Stark enfiar suas provas no cu, diz que vai continuar tocando o terror e sai “batendo a porta”, feito uma criança mimada. Porra, Bendis...

    Para completar a queimação de filme, a loira mantém uma civil presa, indefinidamente, sem qualquer tipo de prova, baseando-se apenas em uma previsão do Ulysses. Ou seja, a partir daqui, a minissérie estabelece claramente que Tony Stark está certo e Carol Danvers errada, enterrando qualquer dualidade e/ou possibilidade de discussão. Sem esse elemento, a história vira apenas mais um quebra-pau injustificado entre heróis, como já vimos N vezes ao longo dos anos.
    Perfeito, esse é o pior momento deste megavento. Não é o fato da Carol apenas estar errada, é extramente inverossímil ela agir arbitrariamente depois de esfregarem provas na cara dela; não há explicação, contra-prova, nada que mantenha a posição dela uma atitude plausível de ser mantida, nem a morte do Rhoades e da She-Hulk. Seria bacana ela ser uma cuzona, com um ponto de vista cheio de prós e contras, isso é normal e daria dimensão à personagem, mas essa falta de estrutura em um dos lados do embate enfraquece os movimentos seguintes...

    E a burrice do Bendis aqui é incrível, como é que ele apresenta estas informações e simplesmente deixa rolar como se nada tivesse acontecido? PELO MENOS aqui tem a arte impecável do Marquez.
    Last edited by O Djusa; 28-12-2017, 06:38 PM.
    Postado originalmente por Leandro Azeredo
    O legal do MBB é isso... sempre que você acha que essa m€rda chegou no fundo do poço, aparece um filha da pu†a com uma pá e começa a cavar!
    sigpic

    "Trate bem seu cliente"

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

      Guerra Civil II #3 - Uma Luta de Várias Classes é que devia ter sido o subtítulo pro tópico deste gibi, visto que mais uma vez Bendis utiliza da ALEGORIA para dar sua ideia e representar para o leitor sobre os males que acometem os dias atuais. O gibi já começa com um TAPA NA CARA da sociedade, ao mostrar o resultado do julgamento da edição anterior do Clint Paulixano que veio de Recife querendo ser sulista escondendo o sotaque, galêgo de olho claro e branco já mostra a que ponto estamos em nossa imitação da realidade.



      A expressão no rosto da Carol nesta página reflete o sentimento de desamparo que a mulher enfrenta em relação as leis do homem, que julgam os seus pares na base da "identificação de gênero"


      Engraçado que no meio do diálogo que o Aranha Miles Morales trava com alguém desconhecido (provavelmente Kamala Khan, já que é outra minoria, e como todos sabem as minorias tem tendência de se agrupar) é levantada a questão que parte da população acreditava que havia um complô da comunidade heroica para livrar a cara do Hulk Banner depois de anos de destruição e morte. Ora, quem finalmente deu um veredito sobre o assassino do Hulk foi um JURI composto por, acredito eu, pessoas normais. Então a história do complô pode não estar muito longe da verdade e a humanidade viu como se fosse um troco por conta da selvageria do monstro Hulk.






      Daí então chegamos no "filé" do gibi, no cerne da questão, no debate entre os Illuminati, se o que Carol está fazendo é certo e deve continuar. Tony, visualmente abalado, explica para todos ali presentes como o cérebro de Ulysses, e possivelmente seus poderes, funciona. É uma cena que é entrecortada por outra mais cedo da Carol prendendo uma """"""""""""""""inocente""""""""""""""" por causa de uma das visões. Durante o debate com os heróis, Carol dá de ombros e vai embora. Assim como ela não confia na Justiça que soltou um homem branco cis hetero estuprador e viril, mesmo sendo o Gavião Cupeteiro, ela não confia no julgamento dos heróis, uma vez que ela já viu os resultados da obra para o seu sonho de uma sociedade mais justa, igualitária, com chances iguais e sem o belicismo do gênero machista. Carol só quer ficar com as amigas, mas está cansada da luta como foi revelado na primeira edição da mini.



      Tony explicando a diferença de tamanho de cérebros entre homens e mulheres, enquanto Carol prende uma mocreia por usar roupa de vadia



      Enquanto todo aquele papinho de esquerdomacho sobre liberdade civis, direitos democráticos e outros é jogado na cara da Carol para impedir que ela descubra o que a mocreia sabe, um grupo de heróis que decidiram se opor e apoiar o movimento hetero branco cis normativo gênero homem alfa capitalista burguês do Tony Stark atraca no aeroporta aviões para retirar Ulysses do poder dela. Após uns dois prólogos e três, praticamente quatro edições, começa finalmente a Guerra Civil propriamente dita!



      Percebam quem está de lado de quem e fica mais claro ainda a ALEGORIA criada pelo bendis sobre as tensões sociais da justiça que foram criadas em nosso mundo pós-moderno



      Eu vou poupar vocês de comentar a pirotecnia da luta, que Cabral já fez comentando até coisas pertinentes, como a lerdeza do Doutor Estranho, mas comento sobre o que os heróis de cada lado representam. Enquanto ao lado do Homem de Ferro e Capitão estão heróis mais sintonizados com o status quo, o establishmentent, ao modo de vida cis normo normativo gênero capitalista monarquista burguês: Luke Cage um "pai de família de bem" - o típico que depois que encontrou jesus agora é santo, Velho Logan um retrógrado, Dr. estranho, médico burguês que tem um criado oriental que sequer assina a carteira do coitado, Thor loira, Anjo, Fera e Ciclope, a juventude má orientada e Kate Bishop, filhinha de papai; no outro temos os aliados da Carol, um carrossel de minorias e diversidade, com o pensamento que "os fracos são mais fortes juntos", heróis como: Tempestade (preta), Aurora (sapata chic), Espectro (preta), Homem de Gelo (gay), Gamora (verde), Pigmeu (pouco dotado), Magia e Senhor das Estrelas (branquinhos rebeldes sem causa que entram em movimentos para comer ppkas/dar muito a ppka). Esse é o quadro que se desenha de heróis contra e a favor da Carol e porque estão juntos. É como olhar uma pintura.



      A reação de outros heróis ao conflito: indiferença, nojo, preocupação, retirante



      Entendo que os amigos não estejam gostando, e entendo as críticas que todos falam, mas o Bendis está conseguindo surpreender com esse verdadeiro quadro social pintado e colado com as figuras dos heróis. Para complementar, a arte de David Marques é um plus. Ao final, um gancho filha da puta pra próxima edição. Bendis, you genius, You did it again!



      Uma verdadeira luta de classes, de raças, de credos, é uma luta de todas as classes, umas contra as outras!


      Postado originalmente por Cabral Ver Post
      Tony Stark descobre como os poderes de Ulysses funcionam, e prova que as visões do rapaz revelam futuros que podem acontecer, mas não são 100% garantidos. Ele esfrega sua pesquisa na cara de Carol Danvers, diante de diversos outros heróis. Insatisfeita, Carol pede que os dados sejam conferidos por Henry McCoy. Ele diz que já os conferiu, e que Stark não está errado. E o que acontece? Carol manda Stark enfiar suas provas no cu, diz que vai continuar tocando o terror e sai “batendo a porta”, feito uma criança mimada. Porra, Bendis...
      É porque você não tá conseguindo assimilar todas as nuances que o roteiro do Bendis tem em relação as verdadeiras relações intra-humanas. Aqui fica claro que a perspectiva da Carol é algo como "os fins justificam os meios", então pra ela, naquele debate interessantíssimo que ocorreu na Off-Topic, no tópico dos Mimimalistas, sobre a acusação de estupro ser falsa ou não, e apenas a palavra da vítima ser levada em consideração, para Carol, a posição dela é que de que "se for para prender uns poucos inocentes para salvar a maioria, o sacrifício é válido", ainda mais ela sendo mulher, loira, branca e com cabelo de hominho. Afinal de contas, se 50% de 100% de pessoas forem criminosas, e forem presas 75%, o mundo ainda estará 50% livrado do mal, noves fora.

      Postado originalmente por Cabral Ver Post
      Para completar a queimação de filme, a loira mantém uma civil presa, indefinidamente, sem qualquer tipo de prova, baseando-se apenas em uma previsão do Ulysses. Ou seja, a partir daqui, a minissérie estabelece claramente que Tony Stark está certo e Carol Danvers errada, enterrando qualquer dualidade e/ou possibilidade de discussão. Sem esse elemento, a história vira apenas mais um quebra-pau injustificado entre heróis, como já vimos N vezes ao longo dos anos.

      aaaaaaah, esse Bendis não cansa de surpreender. Eu vi muito bem quem foi a """""""""""""civil""""""""" que foi presa: mulher, branca, cabelos longos, saia na altura do joelho. Bendis é esperto. Macaco velho. Ele sabia que a atitude da maioria que lê o gibi, pessoas do gênero cis macho hetéro normativo, iriam ficar "com pena" da vadia que a Carol prendeu. Quando fica claro que ela é uma rapariga. A previsão do Ulysses só previu que ela seria de uma célula terrorista, e veja bem, coisa que não foi refutada ainda pela história. Bendis sabe que seus leitores invariavelmente vão cair na "síndrome do cavaleiro branco" e que iriam ficar com pena da putinha. Não me admiraria se no final das contas, a mulher ser mesmo uma terrorista. Daquelas bem putas.


      Postado originalmente por O Djusa Ver Post
      Perfeito, esse é o pior momento deste megavento. Não é o fato da Carol apenas estar errada, é extramente inverossímil ela agir arbitrariamente depois de esfregarem provas na cara dela; não há explicação, contra-prova, nada que mantenha a posição dela uma atitude plausível de ser mantida, nem a morte do Rhoades e da She-Hulk. Seria bacana ela ser uma cuzona, com um ponto de vista cheio de prós e contras, isso é normal e daria dimensão à personagem, mas essa falta de estrutura em um dos lados do embate enfraquece os movimentos seguintes...

      E a burrice do Bendis aqui é incrível, como é que ele apresenta estas informações e simplesmente deixa rolar como se nada tivesse acontecido? PELO MENOS aqui tem a arte impecável do Marquez.
      É como já foi dito, Bendis utiliza dos quadrinhos para contar uma história sobre as lutas de classes atuais. Carol representa o movimento feminino, que mesmo diante de provas incontestáveis que são um bando de raparigas mal comidas, elas mesmo assim querem impor sua agenda. Tony Stark representa o gênero macho branco alfa hetero cis normativo que quer esfregar o caralho da verdade, mas é repreendido pelos seus pares porque o melhor é "deixar as mina".


      Esse gibi é um belo libelo e metáfora para a situação do gênero-homem face o avanço das feminazis


      Postado originalmente por Cabral Ver Post
      Por falar em quebra-pau, finalmente explode o confronto entre heróis, e a decepção continua. Não estou acompanhando os tie-ins, então pode ser que as motivações de certos personagens estejam sendo mostradas nas histórias periféricas. Mas causa estranhamento ver tanta gente apoiando a Carol, mesmo depois de Stark provar que ela está errada. O Pantera Negra, por exemplo, que sempre foi um líder inteligente e sensato, continua seguindo a Capitã Marvel cegamente.

      É estranho, também, ver tantos x-men – inclusive Tempestade – do lado da Carol. Tipo, os mutantes vivem sendo perseguidos por causa de pré-conceitos. Será que nenhum deles percebeu que as previsões de Ulysses podem se tornar uma ótima desculpa para – mais – uma caçada aos mutantes?

      Pantera Negra além de ser amigão da Carol, daquele tipo que acredita que sua palmitagem pode ser controlada, ainda por cima passa por mudanças profundas em sua série solo. Eu ainda não terminei de ler o primeiro volume de Pantera Negra - Uma Nação sob Nossos Pés, mas acredito que talvez essas mudanças para alguém mais prático estejam justificadas lá. A conferir.

      Os X-men podem estar naquelas, meio confusos, do tipo que acham que é melhor uma minoria se juntar sob a égide de uma ditadura da diversidade do que serem esmagados pelo liberalismo da competência. No caso dos X-men em particular, acho que foi uma jogada estratégica.


      Nick Fury das cotas: continuando a história de Guerra Civil II que não tem nada a ver com a série e ainda pinta o Fury Jr. como sendo alguém que um figurão do submundo iria conhecer. História tá bem prática e dinâmica, sem maiores pretensões ou ALEOGORIAS aqui. Talvez a única seja de que Nick Fury das cotas somente em doses homeopáticas, assim como a quantidade de vagas para cotistas no país.





      Na primeira, Declan lembra seus tempos em frente ao Cavaleiro da Lua. Na segunda, Nick vai atrás de um bandido misterioso que estaria por trás de tudo. Lembrou aquela cena do Moriarty em Liga Extraordinária onde o vilão foge no gelo. Também acho um grande filme, Declan. Arte foda, roteiro ok.





      Editorialmente o gibi é uma merda: faltam capas originais, faltam capas variantes, capa cartão engana-trouxa e preço exorbitante. Espero que Império Secreto não saia assim (eu sei que vou comprar, só quero que seja mais barato).


      Postado originalmente por Cabral Ver Post
      Nick Fury Jr.:[/FONT][/B] E continua a luta de Fury Jr. contra mais uma infiltração na SHIELD. Sinceramente, não sei qual a ligação dessa história com a Guerra Civil.

      Apesar dos pesares, a história fica até legalzinha nesta edição. A “participação especial” do Cavaleiro da Lua foi uma boa sacada do roteiro. E a caçada de Fury ao responsável pela célula terrorista infiltrada na SHIELD também fica minimamente interessante. Admito que fiquei curioso pra saber a identidade do filho da pUtA.
      Cara, pior que de todos os tie-ins de todas essas mega sagas safadas da Marvel, esse pelo menos é legível e feito por um grande artista, o Declan Shelvey, ao invés daqueles estúdios sebosos na época da Invasão Secreta ou aquela história enfadonha envolvendo Ben Ulrich e Sally Field na época da primeira Guerra Civil.

      A única coisa que depõe mesmo contra a história é que ela não tem NADA A VER com a série principal e porque envolve o Nick Fury Jr.

      Comment


      • #4
        Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

        O amigo precisa ser estudado e virar um review de igual quilate. [emoji38]

        Enviado de meu LG-K430 usando Tapatalk
        Postado originalmente por Leandro Azeredo
        O legal do MBB é isso... sempre que você acha que essa m€rda chegou no fundo do poço, aparece um filha da pu†a com uma pá e começa a cavar!
        sigpic

        "Trate bem seu cliente"

        Comment


        • #5
          Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

          Mas nem fudendo que eu leio esse review prolixo do Pato PTzista. Me perdeu no primeiro parágrafo, com o papo zoeira séria de conflito de classes. Chupa minha rola anarco-capitalista.

          #FórumSemPartido
          #PorUmMBBtotalmenteLaico

          Comment


          • #6
            Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

            e Era de Ultron, todo mundo achou uma merda comparando com qual obra original?

            pergunto na sinceridade
            nada me deixa mais satisfeito na vida do q não concordar com a maioria

            Comment


            • #7
              Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

              Mas sobre o gibi: chegamos na maior derrapada do gibi, a motivação e abordagem da posição da Carol. Foi mal abordado.

              Enfraquece muito o conflito da série porque obstinação e convicções são facilmente tidas como teimosia, quando mal desenvolvidas e quando vêm de mulheres liderando, como acontece aqui.

              Tenho pra mim que esse gibi melhoraria uns 280% se não se chamasse CIVIL WAR 2. Se fosse algo como FUTURO SECRETO, INVASÃO FUTURA ou GUERRA DAS CARTOMANTES seria. bem mais aceita. Mesmo com os furos aí no meio.

              Galera não perdoa comparações que não honram a obra original. Vira fator de decréscimo, invés de acréscimo.

              Bendis não é bom de megassaga, infelizmente aqui ele desperdiça um conceito muito foda.
              Last edited by Stanislaw Ponte Preta; 01-01-2018, 11:18 PM.

              Comment


              • #8
                Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

                Postado originalmente por Apolosclay Jr. Ver Post
                e Era de Ultron, todo mundo achou uma merda comparando com qual obra original?

                pergunto na sinceridade
                O problema central de Civil War 2 é Thanos de Metranca e a abordagem do conflito Stark/Carol.

                Mas é uma megassaga mediana como outras tantas que os nerdalhões aí lembram com saudade, tipo Era do Apocalipse e Guerras Secretas original. A comparação.com Civil War só torna a história mais frágil ainda aos olhos do público, fato.

                Comment


                • #9
                  Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

                  Postado originalmente por Stanislaw Ponte Preta Ver Post
                  Mas sobre o gibi: chegamos na maior derrapada do gibi, a motivação e abordagem da posição da Carol. Foi mal abordado.

                  Enfraquece muito o conflito da série porque obstinação e convicções são facilmente tidas como teimosia, quando mal desenvolvidas e quando vêm de mulheres liderando, como acontece aqui.

                  Tenho pra mim que esse gibi melhoraria uns 280% se não se chamasse CIVIL WAR 2. Se fosse algo como FUTURO SECRETO, INVASÃO FUTURA ou GUERRA DAS CARTOMANTES seria. bem mais aceita. Mesmo com os furos aí no meio.

                  Galera não perdoa comparações que não honram a obra original. Vira fator de decréscimo, invés de acréscimo.

                  Bendis não é bom de megassaga, infelizmente aqui ele desperdiça um conceito muito foda.
                  mas ai vc tiraria a única razão para a viabilidade desse gibi q é capitalizar um troquinho na aba do chapéu do filme
                  fotografia é desenho de luz

                  Comment


                  • #10
                    Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

                    A Carol foi muito mal explorada nessa saga, a marvel quer deixar a personagem importante pra ter um ícone feminino/promover filme, mas só vem tropeçando.

                    Legal que originalmente quem seria o líder da outra facção seria o Sam Wilson, tanto que quando divulgaram a saga foi com essa imagem, daí depois quando a saga foi sair msm mudaram ele pela Carol...Estão forçando a personagem ao invés de trabalharem ela direito. Kamala herdou o título dela e é muito mais interessante que ela.

                    Comment


                    • #11
                      Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

                      O Spencer que corrigiu essa cagada aí em Império Secreto. Redimiu bastante esse papelão inverossímil aí.

                      E repito, nem precisa ser hiper correta ou 100% gente boa, mas tem que fazer com que as ações sejam plausíveis.

                      Enviado de meu LG-K430 usando Tapatalk
                      Postado originalmente por Leandro Azeredo
                      O legal do MBB é isso... sempre que você acha que essa m€rda chegou no fundo do poço, aparece um filha da pu†a com uma pá e começa a cavar!
                      sigpic

                      "Trate bem seu cliente"

                      Comment


                      • #12
                        Re: [AVALIAÇÃO] Guerra Civil II #3 - Bendis fazendo bendizices.

                        A dedicação do Pato em manter o personagem é algo a ser respeitado.

                        Comment

                        Working...
                        X