Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] O Velho Logan #15 - O Último Ronin - Parte 3: A Arte da Guerra

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] O Velho Logan #15 - O Último Ronin - Parte 3: A Arte da Guerra




    Velho Logan é obrigado a deixar de lado antigas desavenças para se unir a uma antiga inimiga e, juntos, se livrarem da terrível Ordem Silenciosa! E a Novíssima Wolverine está diante da terrível profecia do inumano Ulysses, e será obrigada a tomar uma decisão bem difícil: proteger seus aliados ou aqueles a quem ama.

    (Old Man Logan 11, All-New Wolverine 10)

    Publicação mensal
    Formato 17 x 26 cm
    56+4 páginas
    Lombada canoa
    Capa couché, papel LWC
    R$ 8,20
    Distribuição nacional
    ------------------------------

    Wolverina: numa história ligada a Guerra Civil II (???), após terem salvo a SHIELD do ataque do Fin Fan Foom na última edição, Velho Logan está no apartamento da Wolverina se recuperando e lá tem uma conversa pra pôr o papo em dia. Além do Wolvevelho conhcer a Gabby, a clone de sua clone. Porém duas visitas inesperadas acabam com o sossego dos guerreiros.





    Considerando os poderes do Ulysses apresentados em Guerra Civil II #1 (tópico de avaliação em breve), acredito que o grande conflito seja que ele previu que o Velho Logan atacaria a Gabby, e por isso a SHIELD vai até a casa da Wolverina pra prender o Velho Logan. Tom Taylor tá fazendo um trabalho legal com a Wolverina, não é espetacular, mas tava bem coeso. Essa "pausa" pode significar uma queda de qualidade, mas até aqui, fora o aspecto de ter que se ligar com a saga vigente, não tem do que reclamar. Apesar de não ser o meu preferido pra personagem, bons desenhos do Ig Guara. Próxima edição a continuação desse angu que a gente sabe que não vai dar em nada.





    Wolvevelho: na continuação também do arco O Último Ronin, mais porradaria, mais viagem ao passado do Velho Logan, mais arte foda pra caralho do Andrea Sorrentino e duas novidades: Wolvevelho se alia a uma antiga inimiga para sair inteiro de uma situação e um dilema se apresenta.





    Olha, a verdade é a seguinte: o roteiro do gibi tá FRACO, tá ralo como água com açúcar, mas NÃO DÁ PRA CHAMAR DE RUIM UM GIBI COM UMA ARTE FUDEROSA DESSAS. Tá bem escrito também, mas esse é um dos trabalhos mais sem emoção do Lemire que já li. Ainda é melhor do que 80% do que tem por aí em termos de heróis.






    O gibi vem com o costumas poster da capa no miolo da edição e dessa vez ainda tiraram o título do arco e deixaram só a arte. Duca esses mimos.
Working...
X