Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA



    Batman e o que restou da sua estranha equipe ficam frente a frente com Bane e o Pirata Psíquico na conclusão estarrecedora da saga Eu Sou Suicida. E o início de um novo arco do elogiado roteirista Tom King!

    (Batman 13-14)

    Revista tradicional
    17 x 26 cm
    52 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché, Lombada Canoa (Grampeada)
    R$ 7,50
    Distribuição Nacional
    --------------------------------------


    Esse é o gibi que separa os homens dos garotos. Esse é o gibi que o público do Batman tava esperando desde a famosa dobradinha Grant/Dixon/Moench. Essa é a fase do Morrison só que sem ser tão badalada. Esse é o Scott Snyder que deu certo. Ou em outras palavras: QUE GIBI, MEU DEUS, QUE GIBI! Você que não entende de gibi provavelmente vai achar que o roteirista do Batman é "ruim" ou "não entedeu o hype", mas o hype é real, meu amigo. Isso aqui é masterpiece. Esse aqui é um dos melhores gibis em bancas e uma das melhores histórias do homem-morcego que temos em muito tempo.




    O arco é graciosamente finalizado na primeira história do gibi, e não soa corrido, não soa a toa, não soa gratuito. É tudo muito bem planejado, belamente narrado e concisamente escrito e deliciosamente desenhado. Esse é o "Batmão" da massa, que sempre tem um plano, se dá bem nos momentos mais inesperados. Basicamente um lampejo daquela cena do Batman enfrentando o Hyperclan no primeiro arco do Morrison em Liga da Justiça. Que gibi foda, amigos!



    Batman enfrenta Bane pelado




    A história narra como o plano do Batman é foda e um SHANANIGAN no fim que vai explodir a cabeça. A utilização do Ventríloquo como peça fundamental no plano do Batman é daqueles momentos que de tão óbvias se torna uma das coisas mais sensacionais porque ninguém nunca pensou nisso antes. Ao final, um gancho fuderoso pro próximo arco, Eu sou Bane. Vem mais que tá pouca narrativa concisa e introspectiva nesse gibi.





    Falar da arte do Janín é chover no molhado. Um dos mais EXCELENTES artistas que já pintaram na DC. Como mísera pouca é bobagem, ainda temos na história seguinte os desenhos do artista por trás do Justiceiro do Nathan Edmonsonso não ser uma bomba completa e do até agora contido Xerife da Babilônia Volume 1, Mitch Gerads!





    Numa belíssima história onde o Batman e a Mulher Gato tem apenas uma noite antes do Batman levar a gatuna sob custódia, os dois sobre os telhados de Gotham partilham de um pouco de suas vidas, seus temores e expectativas em relação um ao outro.




    Uma história que só pode ser descrita como onírica, Batman e Mulher Gato enfrentam vários inimigos do homem-morcego, mas que seria impossível que TODOS APARECESSEM NA MESMA NOITE. Então eu interpreto esta história como uma metáfora da relação entre os dois personagens, que não podem ficar juntos por causa da vida sempre em turbulência do Batman e por causa da vida frívola da Mulher Gato.





    Belamente ilustrada por Gerads, essa história é uma verdadeira carta de amor ao personagem do Batman. É preciso muita coragem de fazer uma história dessas em dias como esses onde os heróis são sempre cheios de ESTRÓGENO, estourando pelas veias hiper-masculinidade e representam mais do que nunca o escapismo para extravasar sexualidades reprimidas. São muitos sentimentos aflorando pelas orifícios do leitor, tem aqueles que vão gostar da abordagem diferente e inusitada do que foi feito, e tem aqueles que vão se sentir incomodados pela própria condição em ter um pau pequeno.





    O gibi também é uma espécie, eu considero, de "resposta" aquele gibi de mal gosto do Judd Winnick da Mulher Gato Novos 52 e que gerou muita controvérsia ao mostrar o Batman e a Mulher Gato trepando sem mais nem menos nos telhados. A história foi considerada "apelativa" por mostrar aquilo logo de cara, e se não me engano, fugindo totalmente do tom do gibi. Em breve irei conferir isso pra poder comparar. De qualquer forma, eu sei que Judd Winnick deve ter feio caquinha mesmo sem ler.





    O miolo da edição ainda tem capas originais, uma capa variante (as variantes do Tim Sale para Eu sou Suicida, todas excelentes foram publicadas, eu creio) e uma coisa inusitada: um texto do editor declarando sua apreciação pelo trabalho do Tom King em frente ao Batman! Um textículo muito bom, inclusive. Então basicamente, se você está de lado desse cara:





    É porque você está certo!

  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

    Essa história da. Gata e do Batman no telhado, nessa noite, é muito boa... King explora bem a relação deles, e mais pra frente Fica melhor ainda

    Enviado de meu ASUS_Z012DC usando Tapatalk

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

      Um gibi muito bem desenhado.

      Comment


      • #4
        Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

        Quer dizer que dessa vez os scanzeiros estavam certos?
        Dossiês: DCNU Flash - Thor Godblast - Evolução dos poderes mágicos do Dr.Doom - Death Sentry

        Todos os confrontos: Thor vs Destruidor | Ciclope vs Wolverine

        Comment


        • #5
          Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

          Tom King é muito bom, mas tenho algumas ressalvas que me incomodam DEMAIS! Como por exemplo, fatos ocorridos em Eu sou suicida:

          1- Batman chega na ilha de Santa Prisca em plena luz do dia e ao adentrar na ilha tem uns 200 capagandas do Bane apontando a metralhadora pro Batman, ele faz o que? Salta uns 10 metros a frente e cai na porrada com eles. E me pergunto se realmente aquele tanto de soldados com as armas miradas pro Batman não teve nenhum tiro que acertou nem de raspão? Eu sei que é gibi e tal mas porra, em plena luz do dia, centenas de armas apontadas, impossivel que não acertaria nenhum tiro.

          2 - Batman é preso com a coluna quebrada em um buraco que entra água do mar. O que ele faz? Levanta, soca a parede até fazer buracos, se pendura nos buracos de ponta cabeça até se contorcer e botar a coluna no lugar. CARALHO, CARAS! Não me venham com argumento de "because i'm Batman".

          3 - Essa é mais leve que as duas anteriores, mas anda assim complicado, pois se trata do mecanismo que gera o plot twist do arco. Vimos que o Pirata Psíquico tem um poder absurdo. É dito neste arco que ele já dobrou mentes até de seres divinos ou celestiais, e serião que um cara que fodeu a mente de deuses teria problema com um cara com dupla personalidade?

          Olha, me desculpem. Eu acho os textos do Tom King muito bons e ele entende como poucos a mitologia do morcego. A arte então é um desbunde. Mas quando acontece fatos como esses que enumerei acima me incomodam a ponto de me tirar totalmente a imersão na história. Nenhum de você se incomoda com isso também?
          Vendo e compro alguns quadrinhos, quer ver a lista? É só clicar http://www.mbbforum.com/mbb/showthre...48#post4071048

          Comment


          • #6
            Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

            Não. BATMAN HAS NO LIMITS
            Postado originalmente por Minotauro
            Tenho uma grande atração por gays. Não entendo.
            Postado originalmente por Soprano
            O mundo é um lugar muito mal frequentado.
            Postado originalmente por Fluffy
            Ah não! Minhas revistinhas.

            Comment


            • #7
              Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

              Ele dá esses roteirismos pesados mesmos, e as vezes atrapalha um pouco sim. Em Visão, por exemplo, tem uma parte que o Visão derrota um time inteiro de vingadores...de forma muito forçada.
              Dossiês: DCNU Flash - Thor Godblast - Evolução dos poderes mágicos do Dr.Doom - Death Sentry

              Todos os confrontos: Thor vs Destruidor | Ciclope vs Wolverine

              Comment


              • #8
                Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

                Postado originalmente por muberen Ver Post
                Tom King é muito bom, mas tenho algumas ressalvas que me incomodam DEMAIS! Como por exemplo, fatos ocorridos em Eu sou suicida:

                1- Batman chega na ilha de Santa Prisca em plena luz do dia e ao adentrar na ilha tem uns 200 capagandas do Bane apontando a metralhadora pro Batman, ele faz o que? Salta uns 10 metros a frente e cai na porrada com eles. E me pergunto se realmente aquele tanto de soldados com as armas miradas pro Batman não teve nenhum tiro que acertou nem de raspão? Eu sei que é gibi e tal mas porra, em plena luz do dia, centenas de armas apontadas, impossivel que não acertaria nenhum tiro.
                honestamente, reclamar que herói não leva tiro em gibi é chover no molhado. heróis, sozinhos, enfrentam exércitos de skrulls/parademônios/minions/mercenários em tantas edições, de tantos arcos, que isso pode ser dito de 90% dos gibis de supers. faz tanto sentido questionar isso, como faz questionar a arlequina estar viva, e olha que ela é mais louca que o batman, e não tem proteção nenhuma. ou seja, era pra ter levado um tiro na segunda página do gibi de estréia.

                não é nesse arco que o batman devia ter levado um tiro, é em qualquer história dos mais de 75 anos do personagem.

                sejamos condizentes, um herói só leva um tiro quando o roteirista quer.

                Postado originalmente por muberen Ver Post
                Batman é preso com a coluna quebrada em um buraco que entra água do mar. O que ele faz? Levanta, soca a parede até fazer buracos, se pendura nos buracos de ponta cabeça até se contorcer e botar a coluna no lugar. CARALHO, CARAS! Não me venham com argumento de "because i'm Batman".
                eu achei foda. são momentos assim que fazem com que um ser humano seja fodão. considerando que a outra opção seria o segundo ato de batman rises, eu com certeza fico com o king. no gibi funciona muito bem, num filme LA que não.

                Postado originalmente por muberen Ver Post
                e serião que um cara que fodeu a mente de deuses teria problema com um cara com dupla personalidade?
                aqui que está a ironia da história, não?
                Last edited by joaosouza; 01-12-2017, 10:12 AM.
                https://twitter.com/joaos_

                Comment


                • #9
                  Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

                  Postado originalmente por muberen Ver Post
                  Tom King é muito bom, mas tenho algumas ressalvas que me incomodam DEMAIS! Como por exemplo, fatos ocorridos em Eu sou suicida:

                  1- Batman chega na ilha de Santa Prisca em plena luz do dia e ao adentrar na ilha tem uns 200 capagandas do Bane apontando a metralhadora pro Batman, ele faz o que? Salta uns 10 metros a frente e cai na porrada com eles. E me pergunto se realmente aquele tanto de soldados com as armas miradas pro Batman não teve nenhum tiro que acertou nem de raspão? Eu sei que é gibi e tal mas porra, em plena luz do dia, centenas de armas apontadas, impossivel que não acertaria nenhum tiro.

                  2 - Batman é preso com a coluna quebrada em um buraco que entra água do mar. O que ele faz? Levanta, soca a parede até fazer buracos, se pendura nos buracos de ponta cabeça até se contorcer e botar a coluna no lugar. CARALHO, CARAS! Não me venham com argumento de "because i'm Batman".

                  3 - Essa é mais leve que as duas anteriores, mas anda assim complicado, pois se trata do mecanismo que gera o plot twist do arco. Vimos que o Pirata Psíquico tem um poder absurdo. É dito neste arco que ele já dobrou mentes até de seres divinos ou celestiais, e serião que um cara que fodeu a mente de deuses teria problema com um cara com dupla personalidade?

                  Olha, me desculpem. Eu acho os textos do Tom King muito bons e ele entende como poucos a mitologia do morcego. A arte então é um desbunde. Mas quando acontece fatos como esses que enumerei acima me incomodam a ponto de me tirar totalmente a imersão na história. Nenhum de você se incomoda com isso também?
                  Apesar de ler apenas as 5 primeiras edições e largar, concordo com vc. Mas por outro lado quando se abre uma revista de super-heróis vc não pode esperar lógica ou realismo. Essa parte da coluna que vc citou deve ter sido foda de ler, mas num universo onde é normal morrer e voltar a vida, isso pode até passar em branco.

                  Enviado de meu SM-T813 usando Tapatalk

                  Comment


                  • #10
                    Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

                    Tom king o rei.
                    fotografia é desenho de luz

                    Comment


                    • #11
                      Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

                      Postado originalmente por morto muito loco Ver Post
                      Tom king o rei.

                      Comment


                      • #12
                        Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

                        Toninho Rei, the king.
                        O Quadro e o Risco - meu blog sobre quadrinhos

                        oquadroeorisco.com.br

                        Comment


                        • #13
                          Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

                          Postado originalmente por Lalas Ver Post
                          Apesar de ler apenas as 5 primeiras edições e largar, concordo com vc. Mas por outro lado quando se abre uma revista de super-heróis vc não pode esperar lógica ou realismo. Essa parte da coluna que vc citou deve ter sido foda de ler, mas num universo onde é normal morrer e voltar a vida, isso pode até passar em branco.
                          Entendam que uma coisa é suspensão da descrença, outra coisa é coerência. Não vejo problemas em absurdos que acontecem nos quadrinhos deste que seja coerente. Por exemplo, é normal o Flash viajar pelo tempo ou o Superman voar, agora a Arlequina bater na Mulher Maravilha é incoerente. Entendem? E o Tom King faz boas incoerências, como no arco Eu sou Gotham o Solomon Grundy lutando de igual para igual contra o Gotham e a Gotham girl que voam e tem super força, e daí chega o Batman que tem força humana e pisa no pescoço dele encerrando a luta. Isso me tira totalmente a imersão da história.
                          Vendo e compro alguns quadrinhos, quer ver a lista? É só clicar http://www.mbbforum.com/mbb/showthre...48#post4071048

                          Comment


                          • #14
                            Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

                            Postado originalmente por muberen Ver Post
                            Entendam que uma coisa é suspensão da descrença, outra coisa é coerência. Não vejo problemas em absurdos que acontecem nos quadrinhos deste que seja coerente. Por exemplo, é normal o Flash viajar pelo tempo ou o Superman voar, agora a Arlequina bater na Mulher Maravilha é incoerente. Entendem? E o Tom King faz boas incoerências, como no arco Eu sou Gotham o Solomon Grundy lutando de igual para igual contra o Gotham e a Gotham girl que voam e tem super força, e daí chega o Batman que tem força humana e pisa no pescoço dele encerrando a luta. Isso me tira totalmente a imersão da história.

                            Comment


                            • #15
                              Re: [AVALIAÇÃO] Batman Renascimento #8: TOM KING, O REI DA NARRATIVA MODERNA E INTROSPECTIVA

                              Postado originalmente por muberen Ver Post
                              Entendam que uma coisa é suspensão da descrença, outra coisa é coerência. Não vejo problemas em absurdos que acontecem nos quadrinhos deste que seja coerente. Por exemplo, é normal o Flash viajar pelo tempo ou o Superman voar, agora a Arlequina bater na Mulher Maravilha é incoerente. Entendem? E o Tom King faz boas incoerências, como no arco Eu sou Gotham o Solomon Grundy lutando de igual para igual contra o Gotham e a Gotham girl que voam e tem super força, e daí chega o Batman que tem força humana e pisa no pescoço dele encerrando a luta. Isso me tira totalmente a imersão da história.
                              Amiche, me explique por favor qual a coerência de um ser humano enfrentar uma CIDADE INTEIRA DE CRIMINOSOS e não morrer na primeira semana. Se ele consegue isso, pisar no pescoço de um zumbi é o de menos...


                              Enviado desde mi iPhone utilizando Tapatalk
                              https://twitter.com/joaos_

                              Comment

                              Working...
                              X