Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Promethea Edição Definitiva Volume 2 - O navio chegou!

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Promethea Edição Definitiva Volume 2 - O navio chegou!



    A vida de Sofia Bangs saiu de controle desde o dia que a jovem decidiu fazer seu trabalho de conclusão de curso sobre a figura mitológica de Prometeia. Quando foi entrevistar Barbara Shelley – esposa do último escritor a escrever sobre a personagem e última mulher a encarnar a entidade – para a pesquisa, a vida da jovem estudante cruzou com a da lenda e seus caminhos tornaram-se um só. Sofia descobriu uma nova dimensão sobre a lenda de Prometeia e passou a explorar uma trilha mística pela Imatéria através das múltiplas camadas que envolvem nossa realidade.

    Cada novo passo na Imatéria leva a experiências de alteração de consciência, encontros lendários, novos conhecimentos e novas formas de ver e lidar com o mundo. Mas desafios e inimigos aguardam Sofia tanto na Imatéria quanto na Terra, fazendo com que a jornada em busca da sabedoria seja repleto de obstáculos.

    Este volume inclui PROMETHEA 17 a 32, trechos de TOM STRONG 36, TOMORROW STORIES SPECIAL 2, AMERICA’S BEST COMICS 64-PAGE GIANT, THE ABC SKETCHBOOK, o roteiro completo de PROMETHEA 29 e um minipôster apresentando PROMETHEA 32 na forma como foi originalmente concebida! A premiada obra de ALAN MOORE e J.H. WILLIAMS III finalmente é concluída no segundo livro da Edição Definitiva!
    Histórias originais

    Promethea 17 a 32

    Detalhes da edição

    Outubro/2017
    Encadernado
    18.5 x 27.5 cm
    524 páginas
    Papel Couché
    Capa Dura
    Lombada Quadrada

    Distribuição e Vendas

    Periodicidade Eventual
    Distribuição nacional para livrarias e lojas especializadas em HQs
    ISBN: 978-85-8368-196-0
    Preço: em definição
    Os fãs do Moore (e da série) que me desculpem mas não gostei não.

    Pra mim, a principal falha da narrativa é que a maior parte do tempo, parece que estou lendo um artigo acadêmico. Por conta disso, é difícil os personagens terem voz própria porque na maior parte das vezes, os diálogos são pura exposição.

    Antes que comecem, eu GOSTO de gibis com muito texto. Meu problema é que no caso de Prometéia, o negócio é simplesmente chato. A maior parte da história é o Moore explicando a visão que ele criou pra magia e fazendo propaganda de suas taras por sexo, haxixe e aquela cobra lá.

    Aliás, acho estranho o Moore citar eventos e conceitos científicos ao mesmo tempo que usa a narrativa pra dar uma desprezada na ciência. Acaba deixando o discurso um pouco hipócrita IMHO

    As únicas partes que eu gostei foram a do encontro com o Tom Strong. Foram bem conduzidas e criaram uma tensão legal. Claro, faltou uma introdução melhor pro status da Sofia como Joey Estrada e dos motivos pelos quais ela chegou a conclusão de que se virasse Prometéia de novo, ia fazer o mundo acabar mas as partes com o Tom foram bem conduzidas.

    Mas o resto entra num círculo chato de ficar explicando os conceitos doidos do Moore ou focando sub-tramas que, na minha opinião, não acrescentam nada à narrativa. Tipo, todo o subplot dos "caras legais" e do "Boneco Pintado", uma clara paródia do Coringa, na minha opinião, não acrescentou absolutamente nada. Até dá pra ver o ponto no qual o Moore queria chegar com essa trama mas pra mim não teve graça/relevância nenhuma.

    Aliás, o Moore aproveitou mesmo a revista pra inundar o leitor com propaganda dessa obsessão dele em ver teor sexual em tudo. Rolou até atriz pornô virando prefeita de NY A impressão que me dá é que o cara usa gibizinhos pra poder extravasar os fetiches de uma forma relativamente não-criminal Aliás, se vocês me perguntarem me parece que todo o interesse do Moore em magia é puramente baseado no caráter "libertinoso" do negócio. Todo os lances de transformação da realidade e o escambau me parecem mais uma desculpa pra promover um estilo de vida onde todo mundo tem que soltar a franga Aliás, engraçado ver os malabarismos mentais pra explicar sobre o efeito das drogas na mente humana, mas é o tipo de coisa que não comove nem convence.

    Em termos de desenhos, Williams tem um traço muito bom e que combina com o caráter experimentalista da obra. Mas vendo o script de uma das edições que vem como extra da edição notei que o Moore deu bem pouco espaço pra ele poder fazer a composição dos quadros, já que o barbudo descreve quadro a quadro nos mais mínimos detalhes Pra ser sincero, a ordem imposta pelo Moore em algumas splash pages torna difícil de acompanhar porque nem sempre dá pra sacar quando você lê os quadrinhos da página só ou se tem que primeiro ler a linha superior das duas.

    Finalizando: Não, não tô desmascarando o gibi não. Só estou dizendo que eu não gostei. Posso não ter entendido? Talvez, mas não tô nem aí Achei um treco chato e dificilmente vou ler de novo. Tinha pego porque queria ver como o Moore lidava com um gibi mensal de uma heroína, mas no final achei que a personagem ficou muito desconexa do resto do universo ABC. Moore devia ter feito como algo à parte dentro do selo Wildstorm IMHO.

    PS: os extras já tão resumidos na descrição do site da Panini. Acho que de relevante citar é somente o script da edição 29 que é trazido na íntegra e - apenas reforçando - tem descrição detalhada QUADRO POR QUADRO

  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] Promethea Edição Definitiva Volume 2 - O navio chegou!

    Concordo. Os últimos 5 capítulos foi um sofrimento pra terminar. Uma pena, por que o começo é espetacular de bom, mas a qualidade vai caindo, caindo...
    Naquele arco onde ela vai atrás da ex Promethea gorda lá já trava bem difícil de ler. Depois dá uma melhorada leve, mas no fim volta a ficar chato demais. Um Moore irregular.

    Sent from my Redmi Note 4 using Tapatalk

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] Promethea Edição Definitiva Volume 2 - O navio chegou!

      Postado originalmente por Spider-Phoenix Ver Post




      Os fãs do Moore (e da série) que me desculpem mas não gostei não.

      Pra mim, a principal falha da narrativa é que a maior parte do tempo, parece que estou lendo um artigo acadêmico. Por conta disso, é difícil os personagens terem voz própria porque na maior parte das vezes, os diálogos são pura exposição.

      Antes que comecem, eu GOSTO de gibis com muito texto. Meu problema é que no caso de Prometéia, o negócio é simplesmente chato. A maior parte da história é o Moore explicando a visão que ele criou pra magia e fazendo propaganda de suas taras por sexo, haxixe e aquela cobra lá.

      Aliás, acho estranho o Moore citar eventos e conceitos científicos ao mesmo tempo que usa a narrativa pra dar uma desprezada na ciência. Acaba deixando o discurso um pouco hipócrita IMHO

      As únicas partes que eu gostei foram a do encontro com o Tom Strong. Foram bem conduzidas e criaram uma tensão legal. Claro, faltou uma introdução melhor pro status da Sofia como Joey Estrada e dos motivos pelos quais ela chegou a conclusão de que se virasse Prometéia de novo, ia fazer o mundo acabar mas as partes com o Tom foram bem conduzidas.

      Mas o resto entra num círculo chato de ficar explicando os conceitos doidos do Moore ou focando sub-tramas que, na minha opinião, não acrescentam nada à narrativa. Tipo, todo o subplot dos "caras legais" e do "Boneco Pintado", uma clara paródia do Coringa, na minha opinião, não acrescentou absolutamente nada. Até dá pra ver o ponto no qual o Moore queria chegar com essa trama mas pra mim não teve graça/relevância nenhuma.

      Aliás, o Moore aproveitou mesmo a revista pra inundar o leitor com propaganda dessa obsessão dele em ver teor sexual em tudo. Rolou até atriz pornô virando prefeita de NY A impressão que me dá é que o cara usa gibizinhos pra poder extravasar os fetiches de uma forma relativamente não-criminal Aliás, se vocês me perguntarem me parece que todo o interesse do Moore em magia é puramente baseado no caráter "libertinoso" do negócio. Todo os lances de transformação da realidade e o escambau me parecem mais uma desculpa pra promover um estilo de vida onde todo mundo tem que soltar a franga Aliás, engraçado ver os malabarismos mentais pra explicar sobre o efeito das drogas na mente humana, mas é o tipo de coisa que não comove nem convence.

      Em termos de desenhos, Williams tem um traço muito bom e que combina com o caráter experimentalista da obra. Mas vendo o script de uma das edições que vem como extra da edição notei que o Moore deu bem pouco espaço pra ele poder fazer a composição dos quadros, já que o barbudo descreve quadro a quadro nos mais mínimos detalhes Pra ser sincero, a ordem imposta pelo Moore em algumas splash pages torna difícil de acompanhar porque nem sempre dá pra sacar quando você lê os quadrinhos da página só ou se tem que primeiro ler a linha superior das duas.

      Finalizando: Não, não tô desmascarando o gibi não. Só estou dizendo que eu não gostei. Posso não ter entendido? Talvez, mas não tô nem aí Achei um treco chato e dificilmente vou ler de novo. Tinha pego porque queria ver como o Moore lidava com um gibi mensal de uma heroína, mas no final achei que a personagem ficou muito desconexa do resto do universo ABC. Moore devia ter feito como algo à parte dentro do selo Wildstorm IMHO.

      PS: os extras já tão resumidos na descrição do site da Panini. Acho que de relevante citar é somente o script da edição 29 que é trazido na íntegra e - apenas reforçando - tem descrição detalhada QUADRO POR QUADRO
      exato, o principal defeito é a chatice.
      também não gostei porque o moore se repetiu exatamente no mesmo NHECO NHECO em crossed+100, providence e jerusalem. até aquela parte que ela vai viajar com a gorda tava bom, mas depois virou o moore fazendo discurso.
      Giovanni Giorgio

      Comment


      • #4
        Re: [AVALIAÇÃO] Promethea Edição Definitiva Volume 2 - O navio chegou!

        Bom, tendo visto que, ao que parece, o gibi é muito academicamente verborrágico, acho que investirei primeiro no Lanterna Verde - A noite mais densa que é mais massa veio.
        Depois compro saporra.
        [

        Comment


        • #5
          Re: [AVALIAÇÃO] Promethea Edição Definitiva Volume 2 - O navio chegou!

          Ficarei só com a 1 então.

          Comment


          • #6
            Re: [AVALIAÇÃO] Promethea Edição Definitiva Volume 2 - O navio chegou!

            Promethea é podre.

            Enviado de meu SM-G955U1 usando Tapatalk

            Comment

            Working...
            X