Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Superman Renascimento #7

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Superman Renascimento #7



    O poderoso Frankenstein chegou à pequena cidade onde vive a família de Clark Kent disposto a eliminar o que acredita ser uma terrível ameaça. Mas, antes, terá que passar pelo Homem de Aço!

    (Superman 12-13)

    Revista tradicional
    17 x 26 cm
    52 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché
    Lombada Canoa (Grampeada)
    R$ 7,50
    Distribuição Nacional
    ------------------------------


    Nossa história começa quando a Lois vai pedir emprego no jornal local, o "Corneta de Hamilton", puta que me pariu... . Engraçado que eu pensei que a Lois tinha assumido a identidade da Lois puta justamente na já clássica Action Comics #5 e até no próprio gibi é estabelecido que a volta da Lois ao Planeta Diário ocorreu em Action Comics #6. Mas o mais importante é que isso não é importante pra história. A merda vira boné quando o Frankestein aparece. Praqueles que não se lembram, o Frankestein apareceu mais recentemente ainda no começo dos Novos 52, onde teve até revista própria, a saudosa Frankestein Agente da S.O.M.B.R.A.. Teve uns três números parece, eis o tópico do número #2.





    História curtinha em duas partes (como a última edição do título e a anterior) mostrando na primeira parte aquela luta responsa entre Super-Homem e Frankestein. Na verdade, essa luta não é nem tão responsa assim, afinal o Super-Homem tá mais responsável () e tenta CONVERSAR com o Frankestein, até porque ele tem uma vaga ideia de quem ele seja. O mais legal é que os personagens merdéis, tipo a Lois e até o um tal de Cobb tem certo papel. Aliás, muito estranho esse Cobb, deve ter algum motivo oculto escondido.




    O personagem é meio creepy, mas sem ser "Greg Pak Creepy"


    Após revelado quem realmente o Frankestein está atrás, os dois juntam forças para conseguir capturar o fugitivo. Só que não contaram com a ajuda da ex-senhora Frankestein. Mais uma história divertida e descompromissada do Super-homem, só que dessa vez não tão bobilda quanto as anteriores. Parece que muita gente não gosta, mas esta foi focada mais nos personagens do que na história em si, e é bem interessante. Eu gostei dessa fase de "mini arcos" do herói, nem tudo precisa ser resolvido em meses. Às vezes você só quer ler uma boa história do personagem. Mês que vem voltamos ao feijão com arroz de histórias apoteóticas com o começo de Multiplicidade.





    Na arte, Doug Mahnke arregaçando como sempre. Sem retoques aqui.



  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] Superman Renascimento #7

    O que escapa são os desenhos de Doug Mahnke

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] Superman Renascimento #7

      Esta foi a edição do Tomasi que menos gostei até agora. Gosto dessas estruturas de histórias curtas, mas esta é bem menos interessante que o arco dos Superfilhos ou do Super e Jon contra os dinossauros.

      A tal Kroog é uma vilã bem qualquer nota. Ficam o tempo todo dizendo que ela é perigosa, uma assassina em massa, já fez isso, já fez aquilo... mas não representa o menor desafio para o Superman e/ou o Frankenstein. A história melhora com a entrada da noiva do Frank em cena, por causa da tensão estabelecida entre o casal.

      Comment


      • #4
        Re: [AVALIAÇÃO] Superman Renascimento #7

        Essa edição é bem qualquer coisa...mas pelo menos não fica algo "solto" no geral do que ele conta do "Condado Hamilton" por assim dizer...



        Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
        Let´s put a smile on that face!!!

        Comment


        • #5
          Re: [AVALIAÇÃO] Superman Renascimento #7

          Gostei muito dessa edição, é uma das revistas que mais tem me agradado nesse Renascimento.
          Fiquei com pena do Frank, coitado.
          Lloyd Cole - O Melhor cantor de Rock do mundo!

          Comment

          Working...
          X