Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Esquadrão Suicida Renascimento #3 : voltou a ficar ruim...

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Esquadrão Suicida Renascimento #3 : voltou a ficar ruim...



    Quando o conteúdo cósmico do Cofre Negro é liberado, os membros do Esquadrão Suicida passam a atacar uns aos outros com violência extrema. O caos reinará (ainda mais) em Belle Reve!

    (Suicide Squad 4-5)


    Revista tradicional
    17 x 26 cm
    52 páginas
    Papel LWC
    Capa Couché, Lombada Canoa (Grampeada)
    R$ 7,50
    Distribuição Nacional
    -----------------------------------

    O Esquadrão Suicida continua numa sinuca de bico. Como mostrado na edição anterior, além de estarem ameaçados por um General Zod gigante, estão cercados por uma equipe de superseres russos. Precisam fazer um SHANANIGAN do piru pra não botar defeito e saírem dessa enrascada.





    MAS NO FINAL ACABA TUDO BEM! Interessante que esse gibi do Esquadrão tem de fato apenas 12 páginas de história, já que as outras páginas da edição americana são reservadas para histórias background dos personagens. Levar a pensar o quanto alguns gibis por aí se esticam com histórias merdeis, que podiam reconhecer o quanto são medíocres, como este Esquadrão Suicida, e acabar com o sofrimento do leitor o quanto antes.



    Era uma vez o Capitão Bumerangue


    Na segunda história da edição, enquanto o General Zod é estudado, o Esquadrão dá um tempo nas lutas e voltam pras suas celas, a fim de se conhecerem melhor. June é o novo interesse romântico do Crocodilo, enquanto Arlequina, Pistoleiro e a nova membro, Hack, conversam no bandejão. Mas em pouco tempo uma ameaça já está zoando com tudo.




    Esse gibi tá no campo do... aceitável. Não tá totalmente ruim. Pensei que seria pior, mas também pagar o valor dele em reais por mês só se eu estivesse cagando dinheiro ou fosse funcionário público. Infelizmente, o gibi acabou num gancho mequetrefe, e por isso ainda não posso sair dessa espiral de coisas pedrês, mas em breve eu me despeço. Não dá mais. Jim Lee, uma sombra do que já foi.





    Histórias back-up: na primeira, temos uma história mequetrefe com a Arlequina. Essa foi até razoavelmente boa, porque apresenta alguma tensão e desenvolvimento. Algo raro nessas histórias safadas.




    Arte excepcional de Gary Frank também.



    Boa adaptação da Panini do título da história também


    A segunda história é sobra a bosta da Hack. Quem ela é? Pra onde ela vai? O que ela vai fazer? Qual a sua origem? Pelo menos uma dessas perguntas terá resposta.







    Pobre e burro como eu tem mais é que se fuder comprando uma porra dessas mesmo...
Working...
X