Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Star Wars - Darth Vader #19

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Star Wars - Darth Vader #19




    Darth Vader: após o fim dos acontecimentos em Shu-Torun, Vader vai encontrar seu mestre. O Imperador Palpatine o manda atrás de Cylo, o traidor que fugiu. Mas, antes de cumprir esta missão, Vader tem outro assunto para resolver: encontrar a dra. Aphra e para isso precisa conversar com o inspetor Thanoth. Han Solo: a corrida Dragon Void continua e Han Solo consegue juntar os espiões da Aliança. Só falta descobrir quem é o traidor...

    (Darth Vader 19-20; Han Solo 4)

    Publicação mensal
    Formato 17 x 26 cm
    64 + 4 páginas
    Lombada canoa, Papel LWC
    R$ 8,70
    Distribuição nacional
    -------------------------------

    Darh Vader: eu tava achando esse gibi bem legal, e ainda é, porém essa conclusão do arco que já vinha por umas 3 edições ficou um pouco a desejar. Não por não ter sido legal ou divertida, longe disso, mas porque a história se justificou apenas como padding ou SHANANIGANS para alongar ainda mais. No final das contas, Cylo era apenas um babaca que queria ser o mais importante ao Imperador, enquanto os jedis paraguaios, Morit e Galega eram apenas distrações engraçadinhas.



    Morit e Galega Gostosa - uma boa distração quando não estão se matando


    A rebelião dos duques das roupas do Planeta Shu-Torun é ainda mais desprezível, porém não se pode dizer que não fugiu do óbvio, e ainda mostrou um crescimento da personagem Rainha Trios, ao aprender com sua própria situação como conduzir a política do reino. Não é nada genial, mas pelo menos um pouco de catarse em relação aos personagens, deixar eles com caras de gente de verdade, dar vida e cor a história.





    O que vem a seguir é mais interessante, com o investigativo inspetor Thanoth informando a Vader que encontrou a Dr.a Aphra e Vader tendo uma conversa bem reveladora com o Imperador. Gillen está de parabéns, porque trabalha certas motivações que condizem perfeitamente com as ações dos filmes. Vader discute com o Imperador que esse SHANANIGAN foi orquestrado para que o "melhor pupilo dele se desse bem", mas logo em seguida Vader indaga se esse não teria sido o mesmo discurso dado a um dos imberbes de Cylo se eles tivessem sido vitoriosos. Apesar de eu ter achado os motivos do Thanoth meio cretinos, como se o Império fosse algo lindo de morrer (em alguns filmes bostas de Star Wars até que são, em Rogue One impossível não torcer para o Império liquidar aquele bando de maltrapilhos desorganizados), quase uma religião. Achei válidos, pensei que o personagem era algo prático quando na verdade é um fanático.





    Até mesmo a arte do Larroca que eu estava achando excelente não achei tão boa aqui. Fora algumas artes das naves e do espaço, achei a arte dele bem feia e merderosa, principalmente quando são feitos closes no Imperador e em Thanoth, as partes escuras ajudam muito o desenho dele, mas no geral, é um bom artista ainda. O negócio vai ficar bom de verdade quando na próxima edição Vader for atrás de Cylo.



    Thanoth botando no cuzinho do Vader



    Han Solo: continua a corrida maluca do Han Solo enquanto tenta ajudar a Aliança ao resgatar informantes no meio da corrida e descobrir um possível traidor em seu meio. Todo mundo fica discutindo entre si (a nave do Solo tá bem cheia, com uns 3 ou 4 informantes fora os pilotos da corrida que aparecem prum cafézinho) enquanto explanam suas motivações e o Império está atrás dos caras. Acho que todo o propósito da corrida, mesmo depois de sua integrante mais antiga e de única raça ter explicado pra Solo, foi pro caralho.



    Festinha na Millenium Falcon


    Essa foi a parte mais fraca de uma história que estava bem divertida. Não tem nem o que dizer. Toda a tensão de quem seria o traidor da Rebelião dentro da nave vai pro caralho quando até a porra dos corredores da corrida abordam a nave do Solo pra ficar discutindo pra cacete lá. É muita falação. Até a porra da Corrida Maluca Dragon Void ganha um background e contornos para alguns personagens da história. Que lindo. Mas também chato da porra. A arte de Mark Brooks segue excepcional. Bom gancho no final para a conclusão na próxima edição.



    Foda-se


    O formato mais conciso da edição e com mais histórias não permitem mais luxos como páginas com capas normais e variantes e nem posteres no centro: só temos a capa da edição do solo, uma vez que as capas das edições americanas de Darth Vader são publicadas na frente (dã) e na parte de trás da revista.
Working...
X