Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...




    Com milhares de inimigos e de mortes nas costas, Slade Wilson — vulgo Exterminador — é o assassino mais mortífero que existe. Mas até mesmo ele possui pontos fracos… e alguém que o conhece bem está começando a explorá-los! Para salvar a vida de sua filha, Wilson será obrigado a quebrar seu próprio código de conduta, trair sua honra, ética e aliados, e enfrentar um oponente digno de sua lendária fúria.

    (Deathstroke 1-5, Deathstroke: Rebirth 1)


    Especial Periodicidade Eventual
    17 x 26 cm
    140 páginas
    Papel LWC
    Capa Cartão, Lombada Quadrada
    R$ 19,90
    Distribuição nacional
    -------------------------------------


    Bem amigos do MBB, quem diria, hein? Puta que me pariu, esse gibi é bom :shck: . Caralho, mas é bom mesmo! O Exterminador desde o começo dos Novos 52 tinham dado uma abordagem que eu diria até de personagem de segundo escalão, bem mais do que merece, com título próprio e tudo. Passou por uma fase - no mínimo curiosa - nas mãos do Tony "Salvador" Daniel, que não é dos mais cotados. E o único gibi que peguei e li inteiro escrito pelo caboclo foi A Batalha pelo Capuz, que eu não tenho das memórias mais tenras sobre essa história. Recentemente eu até peguei o encadernado Batman Detective Comics - Faces da Morte do auter, mas não tive o prazer, ou desprazer, de ler o gibi inteiro. Aí eu vou no tópico de histórias """""importadas"""" do personagem e vejo que geral tá falando bem e a qualidade do gibi tá boa.





    Olha, e não é que me surpreendi? Não é que a história, a narração, o gibi por si É BOM MESMO? Acho que o grande mérito do gibi ser bem legal é pelo seu autor, Christopher Priest, que ao invés de fazer o Exterminador matando um monte de gente e achando que o personagem veio de um video game, realmente tem algo a contar sobre o Slade! Pra se ter uma ideia, apesar de matanças, bem poucas e pontuais, verdade, o foco do gibi, o tema dele, por incrível que pareça, é a família. As primeiras páginas do gibi são mostrando como o Slade criou os filhos, Grant e Joey. Um começo no mínimo inusitado para um personagem que estava a pouco se transformando num descerebrado, como sua cópia da Marvel.





    As tramas da história são complicadas e desnecessariamente complexas, mas ao invés de serem um desserviço a história, terminam por revelar uma característica do próprio Slade: ele é o cara que gosta de fazer intriguinha. Que gosta de fazer teiazinha de correlações para as pessoas se enquadrarem nos seus esquemas. Gosta de ter vários planos e contrapartidas para os mais variados tipos de situação. Ao final com o grande crossover que termina a edição - não se pode deixar de ter um com um personagem pouco conhecido como o Slade - é que isso fica ainda mais claro.





    Pra se ter uma ideia, a primeira história que começa no especial Renascimento e continua no gibi de linha do personagem, envolve senadores comprados, incentivos para intervenção em país em guerra civil, um plano do ditador local e do Rei Relógio envolvendo o Slade... isso tudo serve para estabelecer o personagem e o deixar no ponto que o autor quer que o leitor conheça o Slade, um cara em milhões de tramas de intrigas internacionais. Para logo depois abordar o aspecto familiar do Slade e mostrá-lo como um porra-loca que não consegue ficar parado que não seja numa missão.





    Ao longo das edições, vamos conhecendo o passado de Slade, o que aconteceu com sua mulher e filhos e seus companheiros de armas. Temos o retorno de Wintergreen (que eu nem sabia que tinha ido embora...) e isso vai desencadear toda uma série de acontecimentos para a segunda parte da história, onde Slade trata com antigos comparsas sobre quem teria sequestrado Wintergreen e sobre contratos de assassinato para eliminar alguém próximo a Slade. Tudo recheado com flashbacks bem pontuais.



    Exterminador: um exemplo de parenting


    É preciso também deixar claro que tudo isso é narrado de maneira ágil, dinâmica, às vezes até apressada. O gibi é frenético mesmo! Tem vezes que você lê e não sabe se entendeu direito a trama, aí precisa voltar e ler o diálogo para entender melhor. Os personagens falam muito nervosos sem explicações desenhadinhas e nada mastigado. O gibi não insulta a inteligência do leitor e sabe que se ele for burro mesmo, sempre pode voltar atrás pra ler de novo e ver se entendeu certo! Dessa maneira o gibi não perde a característica de thriller de ação, digna de uma aventura de espionagem com traições e cabriolagens. Nas três últimas edições do encadernado temos a parceria do Slade com um outro familiar seu. Se o aspecto "família" do gibi estava apenas como pano de fundo, agora fica ainda mais claro o tema e a co-relação com os fatos narrados.



    Exterminador em ação!!!!


    Olha, excelente gibi. Realmente muito bom, algo fora da média em se tratando de comics e ainda assim uma história cheia com os mesmos clichês e SHANANIGANS que estamos acostumados, mas com uma roupagem nova, diferente e refrescante. Esse gibi é pra quem tá cansado do marasmo de super-heróis, mas não quer deixar totalmente o gênero de lado. Além de ser um excelente gibi de ação, coisa que o recente Arqueiro Verde Renascimento deixa um pouco a desejar. Se quer ação desenfreada com um pouco de neurônio, e às vezes até mais inteligente que você, este gibi é a pedida.



    o grande crossover do gibi


    Com uma equipe de arte que não deixa a peteca cair, Carlos Pagulayan finalizado por Jason Paz e Joe Bennet finalizado por Mark Morales, esse Exterminador tem tudo para ser uma das maiores surpresas do Renascimento. A arte tá MUITO BOA mesmo, deixando aquele tom realista que as histórias do Slade exigem. Gibi foda sobre porradaria, tiro, bomba e família. Quem diria que um gibi do Exterminador seria bom, afinal. Quem diria...



  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

    Boa análise, essa série está excelente, slade é um grande fdp, mais pra frente fica mais fdp ainda bicho é cretino mesmo

    Enviado de meu ASUS_Z012DC usando Tapatalk

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

      Boa análise mesmo, e a questão da família é realmente o que salta mais aos olhos lendo e o modo como o Priest cria toda uma dinâmica única de como uma famíla tão errada funciona, e o melhor é que só fica mais errado à medida que avança

      E acho bacana também o modo como o Priest aborda o Slade como um todo, das caracterizações melhores do personagem e gosto ele mostra ele realmente lá no fundo quer saber da família e quer ser um bom pai, só que ele é Slade e só sabe matar e ser um fdp a todo momento mesmo então o modo de se expressar nunca vai pelo caminho normal, e daí vêm alguns dos melhores momentos.

      Sem falar todas as aventuras e politicagens que acrescentam a esse núcleo e incluem vários lances bem interessantes e bem construídos também.

      Quiça meu título rebirth favorito, gostaria ganhasse mais atenção mesmo.

      Comment


      • #4
        Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

        Ótima analise vou comprar pelo simples fato da animação ser boa e o preço ótimo.

        O Antimonitor é um Maniacus triversus demoniacus gigantescus assassinus infelisis underground dos quadrinhos.

        Comment


        • #5
          Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

          Priest de volta ao mainstream, recebendo o reconhecimento da MASSA. Existe justiça nessa merda de universo, afinal.
          AS AVENTURAS DE DÃOZINHO NO LIMBO DOS GIBIS BISONHOS (OU NÃO)!!!

          http://gibiruim.blogspot.com.br/

          Comment


          • #6
            Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

            o único gibi da DC sem o Tom KIng q é TOP
            fotografia é desenho de luz

            Comment


            • #7
              Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

              Não curti esse Exterminador, achei tudo um tanto genérico e confuso. O roteirista quer ficar brincando com o tempo, indo e voltando no tempo, passeando em diferentes acontecimentos da vida do personagem e contando em como eles se conectam, mas só consegue entregar um sopão de sequências dramáticas mexicanas, mas sem muito apelo ao público.

              O autor tenta humanizar o mercenário contando sobre o passado e sua relação familiar, mas sempre mantendo a pose de fodão em um personagem que não precisa se humanizado, ele sempre funcionou muito bem como vilão e ainda assim tinha um passado complexo e bem construído. Não precisamos de mais um anti-herói genérico.

              Comment


              • #8
                Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

                Postado originalmente por prestogaudio Ver Post
                Não curti esse Exterminador, achei tudo um tanto genérico e confuso. O roteirista quer ficar brincando com o tempo, indo e voltando no tempo, passeando em diferentes acontecimentos da vida do personagem e contando em como eles se conectam, mas só consegue entregar um sopão de sequências dramáticas mexicanas, mas sem muito apelo ao público.

                O autor tenta humanizar o mercenário contando sobre o passado e sua relação familiar, mas sempre mantendo a pose de fodão em um personagem que não precisa se humanizado, ele sempre funcionou muito bem como vilão e ainda assim tinha um passado complexo e bem construído. Não precisamos de mais um anti-herói genérico.

                Concordo e ainda cito algumas outras coisas que poderiam elucidar:

                1) tive de ler por 2 vezes para entender. A transição cronológica da historia, estava cíclica demais e os desenhos não ajudaram.
                2) quer dizer que o Robin (Damian), está cortando o cabelo igual ao Superboy dos anos 90? Que que é aquilo???? Uma bomba por controle remoto colada na cabeça? E-X-A-G-E-R-O-U
                3) então no Renascimento nunca teremos um JERICÓ?
                4) se o GRANT teve o destino informado trabalhando pela COLMEIA, será que seria aquele contrato antigo de acabar com os TITÃS? Isto será explicado e aprofundado no futuro?
                5) se a ROSE foi mostrada treinando com o DICK, quer dizer que ela fez parte do grupo TITÃS?

                Comment


                • #9
                  Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

                  Sobre o caso do Grant, isso vai ser trabalhado em uma história posterior que vai envolver um crossover entre os títulos do Exterminador, Titãzinhos e Trintãs

                  Comment


                  • #10
                    Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

                    Postado originalmente por Pato_Osborn_Olsen Ver Post
                    Se quer ação desenfreada com um pouco de neurônio, e às vezes até mais inteligente que você, este gibi é a pedida.

                    Comment


                    • #11
                      Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

                      Interessante retratarem o Slade como pai de família aqui, sendo que na época de Contrato de Judas ele era um pai bem relapso, sendo co-responsável pelo acidente que deixou o Joey mudo.
                      E o Wintergreen eu lembro de ter virado um troféu na parede do Slade, no começo dos Novos Titãs do Johns. Mas, claro, essas cronologias não valem mais.
                      Pelas descrições parece uma HQ interessante. Quem sabe não pego na época da CCXP.
                      Konshu não é meu Deus!

                      Comment


                      • #12
                        Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

                        Postado originalmente por Cavaleiro da Lua Ver Post
                        Interessante retratarem o Slade como pai de família aqui, sendo que na época de Contrato de Judas ele era um pai bem relapso, sendo co-responsável pelo acidente que deixou o Joey mudo.
                        Mas é exatamente isso que é retratado aqui!


                        Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
                        "Em seu mundo, vocês me conhecem por um outro nome."
                        Aslam

                        Comment


                        • #13
                          Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

                          Postado originalmente por Cavaleiro da Lua Ver Post
                          E o Wintergreen eu lembro de ter virado um troféu na parede do Slade, no começo dos Novos Titãs do Johns.
                          Isso também é explicado aqui: quem morreu foi um ator que estava se passando pelo Wuntergreen, pra que ele pudesse curtir a aposentadoria.
                          É sério.



                          Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
                          "Em seu mundo, vocês me conhecem por um outro nome."
                          Aslam

                          Comment


                          • #14
                            [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

                            Muito obrigado, amigos do mbb! Esse gibi eu iria deixar pra ká, mas pela insistência dos elogios, comprei. Excel te! A maior prova disso é que não consegui parar de ler até terminar, passando à frente de toda a pilha de leitura.
                            É uma leitura que realmente exige um pouquinho mais. Mas também não é James Joyce ou Graciliano Ramos. Um alfabetizado sem preguiça consegue ler.
                            Agora que confusão no final, hein? No final eu não sabia mais quem contratou quem! Rsrsrs! Uma boa desculpa pra ler tudo de novo, enquanto espero pelo próximo encadernado.

                            Edit: melhor parte: o intercâmbio de pais e filhos, com o Batman tentando corrigir e salvar a Rose, e Slade e Damian numa tortura psicológica mútua [emoji23]

                            Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
                            Last edited by Nerd de Cristo; 16-09-2017, 01:16 PM.
                            "Em seu mundo, vocês me conhecem por um outro nome."
                            Aslam

                            Comment


                            • #15
                              Re: [AVALIAÇÃO] Exterminador Renascimento #1 - Um gibi sobre família...

                              bixo

                              se ta no Eisner é bom. não precisa acreditar nas bobagens q lê por aqui
                              fotografia é desenho de luz

                              Comment

                              Working...
                              X