Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA




    Que tal ao invés de histórias do Soldado Invernal envolvendo controle mental, podres do passado, remanescências da guerra fria, espionagem e que tais; tudo isso fosse posto de lado e inserissem o personagem num contexto de Policial Espacial em viagens loucas pelo universo ?

    Bom, vamo lá dar uma chance. Ao menos é bem diferente do esperado (curioso que a primeira capa da panini em nada se conecta o conteúdo interno, fazendo mais referência à fase do Brubaker e Epting)

    O plot à primeira vista é simples. Temos o Bucky herdando do Fury o cargo de Policial Intergalático, em parceria com a Daisy Tremor (aqui meio Ripley), com uma missão de matar a princesa de um planeta alien que teoricamente poderia ser ameaça à Terra. Nisso, o Soldado acaba se apaixonando pela moça extraterrestre que deveria assassinar, surge um Bucky velho de 200 anos de um futuro que ainda não aconteceu de uma dimensão paralela que ainda não existe, aparece um Ossos Cruzados mais poderoso que o normal. E tudo isso é uma grande maquinação do Loki em perigosos jogos da zuera.

    No mínimo instigante, um gibi marvel de aventura em sua melhor forma, não?

    Pois bem, agora pega essa descrição.... e derreeeeeeeeeeeeeeeeeeteeeeeeee.....



    ... .....


    É isso que o artista Marco Rudy faz em suas belíssimas pinturas, diagramadas sempre (SEMPRE) do jeito mais louco e experimental possível. Sente essas páginas:



    a mão da punheta chegou a tremer literalmente


    É disso aí pra cima.






    Por vezes a ordem dos quadros sequer segue a lógica ocidental de leitura (e nem oriental, é tudo sobreposto mesmo), necessitando dos balões de diálogos pra levar o olho do leitor. E é FODA :







    Xo postar algumas outras, já que busquei no google, a título de apreciação:

    Spoiler!





    Ler um gibi inteiro nessa pegada é uma experiência cabulosa.


    (às vezes cansativa, é bom ler a prestação)



    O roteiro de Ales Kot acompanha a pegada lisérgica da coisa! Dentro desse plot comercial descrito, se esbalda escrevendo de um jeito não-convencional complexo. Com muito conteúdo e até profundidade literária.

    O autor claramente é sofisticado: aborda filosofia, sociologia, física do espaço tempo. Antenado com a modernidade, interpreta que tudo é fluido, da sociedade ao amor, e o próprio universo (palavras explícitas) tendo como suporte a arte igualmente fluida do Rudy chapado.

    No pacote, explora questões existenciais na jornada dos personagens, com críticas cabíveis dos aliens ao idiossincrático comportamento humano:


    Bucky não sabe o que quer da vida. Ninguém sabe. Mas precisa saber? Não basta viver? Reflitam









    Tem até momentos de metalinguagem, em que os personagens questionam esse ciclo sem fim de violência onde estão inseridos, enfrentando repetidamente os mesmos vilões em aventuras bizarras fadadas ao infinito, como se fossem bonecos nas mãos de crianças sádicas brincando .

    A motivação do Ossos Cruzados é ótima:



    Percebe que nunca foi protagonista da própria vida, sempre esteve lá pra ser vilão coadjuvante de Capitão, do Bucky; portanto quer ficar livre deles pra poder seguir por si mesmo.






    Pra justificar o derretimento da coisa toda, o argumento tem como MacGuffin essa droga alienígena que se origina no planeta da princesa extraterrestre:









    E aí tem momentos que não dá pra saber se aconteceram, ou se os personagens só tavam muito loucos




    páginas que tinham que estar emolduradas







    Bons gibis. Bem alternativo, que é o que o leitor com bagagem mais precisa. No mínimo vale pela arte em papel gostoso, um probatório da mídia "quadrinhos ao vivo", que tanto aprecio.

    Nesse estilo de escrita verborrágico e poético; acabam rolando variações na qualidade. Vai do interessante/profundo ao pretensioso/enfadonho. Uma leitura pesada, vários momentos tem que voltar e reler pra entender. Chegando até umas caixas de história que nem o próprio autor entendeu o que escreveu:


    Lembra um jovem morrison de 1990. Um Alan Moore sem tanta certeza do que ta fazendo






    A crítica à arte deslumbrante é que o cara às vezes fica ininteligível, não dá pra saber se em alguns quadros mais claustrofóbicos é um punho cerrado, um olho fechado ou um cu apertado:






    Aos que não compraram, comprem. É tão cabuloso que nem os scanzeiros conseguiram ler em inglês
    Last edited by FLUFFY; 02-08-2017, 07:07 PM.

  • #2
    Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

    esse gibi é foda demais

    tinha preconceito porque o Rudy eu tinha lido num gibi do Homem-Aranha lá e não tinha gostado, faltou maturidade.

    mas agradeço ao bom truta Winchester líder da Elite dos Fãs do Ales Kot que recomendou
    nada me deixa mais satisfeito na vida do q não concordar com a maioria

    Comment


    • #3
      Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

      que mais esse cara escreveu? Aliás, é homem? Belíssimo nome

      Achei muito bom, de fato. Promete na indústria, se entenderem o que ele escreve. Digo isso porque onde encontrei as imagens, vi reviews cruéis que me surpreenderam:

      Ales Kot writes some odd-ball shit

      https://shallowreaders.wordpress.com...n-on-the-wall/

      ________________________

      Não apreenderam a mensagem. Ou talvez tenham criticado por ler mês a mês, é verdade que dos 11 capítulos tem uns 2 soltos que fazem sentido dentro de um todo, mas que lidos isolados são inócuos. Tendo que esperar mais 30 dias deve ser complicado. Esses gibis hoje são cada dia mais feitos pra ler em encadernado mesmo, ponto pra Panini

      Comment


      • #4
        Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

        comprei e peguei nojo dessas artes, desisti de ler .
        https://youtu.be/bPgYDxFgbtk

        Comment


        • #5
          Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

          Esse gibi é foda mesmo. Ales Kot tinha muito potencial na Marvel, pena que o próprio se queimou por lá. Eu li só o primeiro arco na época que saiu

          Postado originalmente por matheus 90 Ver Post



          É oficial: Ales Kot é atualmente um dos 5 melhores escritores do mercado. O cara conseguiu pegar a ideia de merda do Jason Aaron em Original Sin e elevou a algo maior. Bucky é o policial da galáxia e se mete em altas confusões, se apaixona, toma tiro, toma facada e tudo isso acompanhado de Daisy Johnson e os magníficos desenhos de Marco Rudy.

          Muito foda o encontro com o Namor e o Loki nas duas primeiras edições. Agora quero saber quem é o Ossos Cruzados que tá perseguindo o cara. As pessoas deveriam ler esse gibi, pois ele merece um reconhecimento maior.
          https://mbbforum.com/mbb/showthread....=1#post3142654

          Pretendo comprar os encadernados gringos no futuro ou torcer pra Marvel soltar uma edição única.


          Postado originalmente por Gesuis
          Eu, um cara com certo conhecimento e bagagem, que é ligado em música nem sabia que um deles tinha morrido, de tão relevante que eles são.
          Comentando sobre os Beastie Boys


          www.twitter.com/matheuslaneri

          Siga-me!

          Comment


          • #6
            Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

            respeito quem não gostou, não é um gibi para qualquer um (dizendo sem nenhuma esbórnia nem nada do tipo)



            um cara mais hardcore tradicionalzão gibizinho de super-herói não vai tolerar

            Talvez há dois anos eu não gostasse. Talvez daqui dois anos eu releia e não goste. Mas agora eu gostei

            Aqui os caras ousam e tentam. Não é toda ousadia ou tentativa que sai boa, mas nesse caso curti até a provocação da arte (e do roteiro)

            A Marvel ta de parabéns por ainda permitir esses testes de linguagem em quadrinhos mainstream

            Comment


            • #7
              Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

              Postado originalmente por FLUFFY Ver Post
              que mais esse cara escreveu? Aliás, é homem? Belíssimo nome

              Achei muito bom, de fato. Promete na indústria, se entenderem o que ele escreve. Digo isso porque onde encontrei as imagens, vi reviews cruéis que me surpreenderam:

              Ales Kot writes some odd-ball shit

              https://shallowreaders.wordpress.com...n-on-the-wall/

              ________________________

              Não apreenderam a mensagem. Ou talvez tenham criticado por ler mês a mês, é verdade que dos 11 capítulos tem uns 2 soltos que fazem sentido dentro de um todo, mas que lidos isolados são inócuos. Tendo que esperar mais 30 dias deve ser complicado. Esses gibis hoje são cada dia mais feitos pra ler em encadernado mesmo, ponto pra Panini
              Ele escreveu alguns gibis pra Image, umas 3 ou 4 edições de Esquadrão Suicida (alguns consideram as melhores edições durante os Novos 52), Patriota de Ferro e Vingadores Secretos. Aí tretou com a Marvel por conta do Mitch Gerads ter feito um decalque do Justiceiro no túmulo do Sniper Americano lá (o Chris Kyle) e principalmente por conta do Nathan Edmondson e seus problemas de assédio sexual. Aí passou um tempo sem escrever nada e agora EMPOLGOU na Image de novo, com Generation Gone (primeiro número já saiu), The New World (desenhado pelo Tradd Moore) e mais alguns projetos que ele tá querendo levar pra frente.

              Recomendo bastante os Vingadores Secretos, que têm muitos conceitos que ele usa aí, mas sem tanta lisergia. Gibi fino.
              Postado originalmente por Gesuis
              Só li Scott Pillgrim e é ok, legalzinho, mas acho pouco pra avaliar um roteirista em contraponto a outros com uma obra bem mais extensa sujeita a erros e acertos. Por enquanto vou me abster, mas se a média começar a atingir níveis irreais terei que intervir.
              Comentando sobre Bryan Lee O'Malley

              Comment


              • #8
                Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

                Eu fiz o caminho inverso. Li vingadores secretos dele, achei muito foda, e fui procurar mais trabalhos do cara. Podem ir atrás desse título sem medo.

                Só que achei esse aqui muito inferior. A história é meio cansativa, tem vários quadros bonitos e algumas coisas interessantes, mas não empolga. Fica uma nota 7 com boa vontade.
                Dossiês: DCNU Flash - Thor Godblast - Evolução dos poderes mágicos do Dr.Doom - Death Sentry

                Todos os confrontos: Thor vs Destruidor | Ciclope vs Wolverine

                Comment


                • #9
                  Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

                  Postado originalmente por FLUFFY Ver Post
                  que mais esse cara escreveu? Aliás, é homem? Belíssimo nome

                  Achei muito bom, de fato. Promete na indústria, se entenderem o que ele escreve. Digo isso porque onde encontrei as imagens, vi reviews cruéis que me surpreenderam:
                  é homem sim



                  com essa pUtA lata de vocalista de banda de indie-pop-rap-rock-tudo-junto twenty-one pilots da vida

                  dele eu só li esse, Zero, e Secret Avengers que é doideira demais tbm, só que é comédia:



                  saiu mais um outro dia aí que promete ser o melhor gibi do mundo dado que aparentemente a mensagem é que os millenials são o futuro.
                  nada me deixa mais satisfeito na vida do q não concordar com a maioria

                  Comment


                  • #10
                    Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

                    Postado originalmente por Winchester Ver Post
                    Ele escreveu alguns gibis pra Image, umas 3 ou 4 edições de Esquadrão Suicida (alguns consideram as melhores edições durante os Novos 52), Patriota de Ferro e Vingadores Secretos. Aí tretou com a Marvel por conta do Mitch Gerads ter feito um decalque do Justiceiro no túmulo do Sniper Americano lá (o Chris Kyle) e principalmente por conta do Nathan Edmondson e seus problemas de assédio sexual. Aí passou um tempo sem escrever nada e agora EMPOLGOU na Image de novo, com Generation Gone (primeiro número já saiu), The New World (desenhado pelo Tradd Moore) e mais alguns projetos que ele tá querendo levar pra frente.

                    Recomendo bastante os Vingadores Secretos, que têm muitos conceitos que ele usa aí, mas sem tanta lisergia. Gibi fino.
                    deu pra perceber que o cara ta na sempre citável agenda

                    E é até curioso e surpreendente que algumas ideias passem e o editor permita:



                    Todos os heróis, do próprio Bucky até o Namor, usam a droga extraterrestre, com direito ao namor dissertando sobre o uso "recreativo" sem dependência. Só pra relaxar. E fica estabelecido que a Atlandida liberou e legalizou o uso de drogas. Não só dessa como de todas as outras. Como os caras acendem um baseado debaixo d'água, não sei. Mas o que importa é que agora ta no cânone






                    A princesa alien pela qual o Bucky se apaixona tem lá seus tentáculos:



                    nas cenas deles se abraçando e fazendo aquele amor gostosinho, rolou um fio terra de tentáculo maroto, infelizmente não achei a imagem no google







                    A daisy também fica sem identificação de gênero definida, rola o amor platônico do respeito mútuo, onde pessoas de sexo oposto não necessariamente precisam se pegar:



                    boa questões abordadas em gibi de super-herói, também boas lições
                    Last edited by FLUFFY; 02-08-2017, 06:22 PM.

                    Comment


                    • #11
                      Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

                      Gibizaço.
                      O Quadro e o Risco - meu blog sobre quadrinhos

                      oquadroeorisco.com.br

                      Comment


                      • #12
                        Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

                        tenho nojo desse escritores hypados pelos scanzeiros, mas esse Soldado Invernal parece ser bem legal. vou ver se adianto a leitura

                        Comment


                        • #13
                          Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

                          Esse gibi é sensacional, tem uma arte foda com roteiro totalmente psicodélico e tal. Não é um gibi de herói comumzão e como Fluffy disse, não é para todo mundo.

                          Só coisas ruins sendo ditas sobre ele, um dia pretendo fazer um trampo legal e fazer um vídeo decente falando sobre esse gibi.
                          Procuro por: - Annihilation (Omnibus ou TPB ou OHC) MAS NÃO POR 1000 REAIS OK?

                          Tópico de vendas - Sebinho - https://mbbforum.com/mbb/showthread....seia-c%F3smica

                          Conheça o Odisseia Cultural: https://www.youtube.com/channel/UCyT...6H1suJh-kKnaGw

                          Comment


                          • #14
                            Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

                            Postado originalmente por Pato_Osborn_Olsen Ver Post
                            tenho nojo desse escritores hypados pelos scanzeiros, mas esse Soldado Invernal parece ser bem legal. vou ver se adianto a leitura
                            lê lá, quero ver os comentários sobre os momentos progressistas

                            Em especial o sexo com alienígenas comunistas drogadinhos, Bucky amor livre e a Daisy com diálogos LGBTABCDEFGHIJ....

                            Mas também tem trechos super-herói clássico porradinha bacana:


                            snipers atirando de outro planeta




                            PEW PEW PEW






                            Soldado INFERNAL contra gigantes de gelo






                            porradinhas sem sentido contra o Ossos, que os próprios personagens ficam se perguntando por quê tão lutando só por lutar

                            Gibi SHOM

                            Comment


                            • #15
                              Re: [Avaliação] Soldado Invernal 1 e 2 - ÀS VEZES O INDIVÍDUO ESTÁ LOUCO NA DROGA

                              Vou comprar o gibi por causa desse review.

                              Comment

                              Working...
                              X