Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO MÚ

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO MÚ



    Nova fase na vida do Monstro! Ele era a encarnação do reino vegetal do planeta Terra – o espírito de todos os brejos, charcos e pântanos. Tinha uma bela esposa, com quem concebeu uma filha, e o poder e a beleza da natureza para dar sentido à vida. Ele era o Monstro do Pântano. E estava feliz.

    E então acordou.Sem nenhum tipo de aviso, o dr. Alec Holland se encontra a milhares quilômetros dos pântanos da Lousiana, local que acreditava ser seu lar. Ele agora tem uma vida da qual não lembra nada e recuperou o corpo humano que um dia acreditou ter perdido para sempre. O tempo como Monstro do Pântano não parece nada além de um sonho distante que se esvanece, um delírio, uma terrível alucinação. Mas o monstro que assola o bayou que ele deixou pra trás parece muito real. Assim como a bela mulher que o amava, o perigo que ela agora encara e a terrível vingança dos poderes que ele outrora serviu – os deuses dos campos e das florestas que formam o Parlamento das Árvores.

    Para encontrar a verdadeira identidade e salvar aqueles que ama, Alec deve partir em uma jornada espiritual através de continentes, oceanos e dos bilhares de anos de segredos do próprio planeta!

    As lendas dos quadrinhos Grant Morrison (HOMEM-ANIMAL, OS INVISÍVEIS, PATRULHA DO DESTINO) e Mark Millar (Kick-Ass) formam equipe com os artistas Phil Hester (Arqueiro Verde) e Kim DeMulder (HELLBLAZER, Os Defensores) para escavarem fundo na mitologia do Monstro do Pântano em RAÍZES DO MAL.

    (Swamp Thing 140 a 145)

    Periodicidade Eventual
    Encadernado
    17 x 26 cm
    148 páginas
    Papel LWC
    Capa Cartão
    Lombada Quadrada
    R$ 24,90
    Distribuição setorizada para bancas, nacional para lojas e bancas especializadas em HQs

    ----------------------------------


    Já saiu nas bancas há alguns meses a nova série do Monstro do Pântano publicada pela Panini. Como foi debatido no fórum, trata-se de uma fase MUITO DEPOIS da última publicada, do Rick Veitch, para poder cortar "para o que interessa". Eu não me incomodo em não ser um completista de material de nicho. Já é muito pedir pra Panini publicar mês a mês umas histórias meio merdas que estão saindo (no entanto, no âmbito geral, a qualidade MELHOROU sim). Aqueles que querem ter "tudo completo do Monstro do Pântano", sinceramente deviam importar, inclusive em back issues. Não se trata de ser elitista, mas é uma visão prática: não dá pra esperar a Panini publicar material do passado de qualidade duvidosa.





    Dito isso, acho que o que o leitor tem que ter em mente ao pegar esse gibi pra ler é o "desapego". Eu sou um leitor bem bosta, nem li ainda a fase do Moore no Monstrão, magistralmente publicada pela Panini, então pra mim, contanto que a história seja boa e divertida, então acho válida. E é exatamente o que essa história do Monstrão é: boa e divertida. Sem mais nem menos. A "elite dos fãs do Monstro do Pântano" pode se decepcionar um pouco, mas se for ler sem muita pretensão de abrir a mente, trata-se de um bom gibi.






    O primeiro "arco" de histórias é a pareceria Morrison e Millar, talvez o Morrisão estivesse ensinando para o Millar os ossos do ofício. Nesta história, Alec Holland acorda numa selva no cu do mundo da América do Sul, totalmente restaurado, com a vaga lembrança de ter sido o Monstrão, enquanto pessoas conhecidas falam que ele sofreu foi um coma. Nisso, o Alec fica cheio de dúvidas, fuma o """"""""""""cachimbo da paz""""""""" para ter um momento de """""""""""clareza"""""""""""" enquanto uma criatura parecida com o Monstrão aparece no Bayou e começa a avacalhar geral: GUMBO É O CARALHO!



    Bon Gumbo é o carai!!! Vai te fudê, Alan Mu!


    Logo de cara, depois de algumas páginas na verdade, lá para o final do primeiro capítulo, vemos que a direção do gibi agora é totalmente diferente, mais tronco de árvore cortado por madereira do que aquela baitolagem de "salve o verde" e o caralho! Aqui o bon gumbo bota pra fudê nesses caipira do carai. E a história é frenétika. Ritmo frenétiko e narrativa selvagem. Millar e Morrison dão uma abordagem bem mais "açãozeira" do que a reflexão, a contemplação e a abordagem "bicho grilo" que seus antecessores tinham.




    o video game totêmico!


    Após uma viagem mística, Alec descobre que tem muito mais por trás daquilo tudo do que imaginaria. Abe também parte em busca desse novo "Monstro do Pantanal", tendo reminiscência de sua vida antiga. Um pouco de background é jogado e é lá que se tem referência da filha do Monstro do Pântano pela primeira vez no gibi, mas nada que atrapalhe o andamento do mesmo (se eu não me engano, a Metal Pesado/ Tudo em Quadrinhos/ Fractal publicou parte dessa fase). Como dito, o gibi é muito mais simples e direto que as histórias do Moore e Veitch, e possui um punch todo seu.





    Após o fim do mini-arco, Mark Millar assume sozinho os roteiros. As duas últimas histórias são puramente Millar e embora esteja longe do que um dia viria a ser, dá pra ver vislumbres daquele Millar porra-loca das histórias como Supremos e O Procurado. Metade de um capítulo é a conversa com um padre do começo da história e a outra, introduzindo o caçador do Monstro do Pântano, passa quase que inteiramente dentro de um avião, quase um No Limite da Realidade - o Filme. Muito bom o começo e deixa instigado pro próximo número.





    O gibi é um típico horror moderno, acho que bastante influenciado por filmes como O Corvo, que tava bombando na época. A arte fica por conta de Phillip Hester e Kim DeMulder, estilizando sem medo de ser feliz. Nesses tempos, os gibis Vertigo, não ligavam muito pra arte, e contanto que não parecesse algo saído de um comic de herói, tava valendo. Mas devo dizer: essa arte do Phillip Hester é CINETYKA demais e casa perfeitamente com o estilo do roteiro!



    O caçador do Monstrão


    Então, enfim, se você leitor curte algo novo, sem muita firula, ou melhor ainda, sequer leu as fases "aclamadas" do personagem, e tem a mente aberta, como as propagandas da Vertigo pela Abril nos anos 90 fazia para chamar a atenção para o público, vai curtir o gibi. Agora se você é leitor de algo contemplativo, de ver o Monstrão ruminar pela vigésima vez que não tem pinto pra comer a Abby, quer ver aquela arte bonita e lindona, mas só compra encadernado com metade do preço, quer ler "bon gumbo" e acha que tudo de diferente que se faz com o Monstrão é "sacrilégio" (como a EXCELENTE fase do Soule nos Novos 52 com o personagem), aí eu recomendo passar longe do gibi, porque de acordo com a propaganda da Abril "gibis para quem não tem medo de pensar".



  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

    Serão quantos?

    quero ler depois de terminado.
    “Back like lateral passin'
    With that motherfuckin' gladiator manner of rappin'
    As an addict I let percocets and xannies relax me
    Fall back if your paddies is Maxi, please”

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

      Postado originalmente por R2 Ver Post
      Serão quantos?

      quero ler depois de terminado.
      Aparentemente, três

      Comment


      • #4
        Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

        Eu gostei, mas a Panini poderia ter se esforçado mais com o resumo das edições não publicadas.

        Comment


        • #5
          Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

          Lá fora são 3 que se rezar muito a panini vai fatiar apenas em 6 encadernados.
          Minha dúvida é: Quem diabos é o velho barbudo de chapéu que o MdP afoga? Na última edição escrita pelo Alan Moore eu tinha entendido que era o próprio Moore, estilo quando ele aparece no próprio gibi que nem nesta foto ao lado que uso de avatar. Mas aí na fase do Morrison parece que o velho tinha até outro nome, não lembro agora qual. Mas qual é a desse personagem?
          Vendo e compro alguns quadrinhos, quer ver a lista? É só clicar http://www.mbbforum.com/mbb/showthre...48#post4071048

          Comment


          • #6
            Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

            Ótima resenha, Pato!
            Peguei a segunda edição hoje, mas ainda não li essa aí.
            Na verdade nunca li nada do MdP. De acordo com final da resenha vou gostar. 😀

            Enviado de meu ASUS_Z00LD usando Tapatalk

            Comment


            • #7
              Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

              Maior acerto da xinini é lançar tudo do Morrisonzaço.
              “Back like lateral passin'
              With that motherfuckin' gladiator manner of rappin'
              As an addict I let percocets and xannies relax me
              Fall back if your paddies is Maxi, please”

              Comment


              • #8
                Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

                Postado originalmente por muberen Ver Post
                Minha dúvida é: Quem diabos é o velho barbudo de chapéu que o MdP afoga? Na última edição escrita pelo Alan Moore eu tinha entendido que era o próprio Moore, estilo quando ele aparece no próprio gibi que nem nesta foto ao lado que uso de avatar. Mas aí na fase do Morrison parece que o velho tinha até outro nome, não lembro agora qual. Mas qual é a desse personagem?
                Ele aparece na fase do Rick Veitch também, mas não sei quem é. Pra mim é só um peido véio. Porra de Bon Gumbo, Bon Gumbo é a cabeça do meu pau


                Postado originalmente por R2 Ver Post
                Maior acerto da xinini é lançar tudo do Morrisonzaço.

                Lembrando que pelo menos nesse encadernado, o Morrison só escreve em parceria com o Millar as 4 primeiras histórias. Mais pra frente não sei se vão continuar, ou se apenas o Millar, como deu a entender.

                Comment


                • #9
                  Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

                  Boa resenha para um bom gibi. O clima é realmente bem diferente da fase Moore, muito mais terror e violência.

                  Postado originalmente por Pato_Osborn_Olsen Ver Post
                  Lembrando que pelo menos nesse encadernado, o Morrison só escreve em parceria com o Millar as 4 primeiras histórias. Mais pra frente não sei se vão continuar, ou se apenas o Millar, como deu a entender.
                  Na loja do inimigo já tem o 2º volume em pré-venda, sem o nome do Morrison.

                  Comment


                  • #10
                    Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

                    http://hotsitepanini.com.br/vertigo/...-do-mal-vol-2/

                    O 2 é so o Millar mesmo.
                    “Back like lateral passin'
                    With that motherfuckin' gladiator manner of rappin'
                    As an addict I let percocets and xannies relax me
                    Fall back if your paddies is Maxi, please”

                    Comment


                    • #11
                      Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

                      Ctr-C >> Ctr-V do comentário que fiz lá no tópico "Última HQ que leu":

                      Não achei essa bomba que andaram pintando, mas este encadernado não justifica o preço de capa. Apesar de ter Grant GOD Morrison e Mark FUCKING Millar nos roteiros, o arco sobre mais uma tentativa do Parlamento das Árvores de eliminar o Alec Holland não é nada de outro mundo - considerando o naipe dos roteiristas.

                      E o Seu Morrison aparentemente não tem desculpas, já que há bom tempo estava emplacando ótimos trabalhos na DC.

                      Só acrescentando: nessa época a Vertigo aparentemente ainda não tinha o prestígio que tem atualmente, vendo pela arte. Não lembro o nome do desenhista, mas o traço dele não é lá essas coisas.

                      E nem comparo com os artistas das publicações mais atuais da Vertigo. Na época em que o MdP saía pela linha "normal" da DC, tínhamos gente do calibre de John Tobleten e Rick Veitch.
                      Last edited by BigJ_MBB; 01-07-2017, 01:52 PM.
                      Here we are, born to be kings
                      We're the princes of the universe
                      Here we belong, fighting to survive
                      In a world with the darkest powers...

                      Comment


                      • #12
                        Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

                        Postado originalmente por hotsite VERTIGO PANINI
                        (...)essa fase do Mark Millar foi republicada na íntegra pela DC, o que nos dá a garantia de ter material para pelo menos seis edições (nosso mapa dessa publicação ainda não está fechado). Se tudo correr bem, é claro.
                        Parece que vão ser 6 volumes mesmo.

                        Aqui em Curitiba ainda não vi pra vender em banca ou livraria. Não fui na Itiban ainda.

                        Alguém daqui tem alguma dica de onde já tem, se é que tem?

                        Comment


                        • #13
                          Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

                          Postado originalmente por BigJ_MBB Ver Post

                          Não achei essa bomba que andaram pintando, mas este encadernado não justifica o preço de capa. Apesar de ter Grant GOD Morrison e Mark FUCKING Millar nos roteiros, o arco sobre mais uma tentativa do Parlamento das Árvores de eliminar o Alec Holland não é nada de outro mundo - considerando o naipe dos roteiristas.
                          Amigo, esse tipo de comentário é mais apropriado no tópico da Panini, onde ocorre um festival de lombadistas/completistas achincalhando os preços da Panini e o material em capa cartonada/ capa dura. Esse gibi foi R$ 24,90 por 6 edições americanas. Não tá exatamente barato, mas para esse tipo de material (o papel LWC é até mais grossinho, próximo ao couché, parecido com o que visto em Motoqueiro Fantasma - Máquina da Vingança) acho que é um preço razoável, visto que é Vertigo e sua tiragem/vendagem não deve ser muito alta. Também vai em conta o fator qualidade, que foram 24 e 90 bem gastos, num gibi massa.

                          É claro que se fossem para as lojas online/megastores poderia sair pela metade do preço, mas isso são outros 500...



                          Postado originalmente por BigJ_MBB Ver Post
                          Só acrescentando: nessa época a Vertigo aparentemente ainda não tinha o prestígio que tem atualmente, vendo pela arte. Não lembro o nome do desenhista, mas o traço dele não é lá essas coisas.

                          E nem comparo com os artistas das publicações mais atuais da Vertigo. Na época em que o MdP saía pela linha "normal" da DC, tínhamos gente do calibre de John Tobleten e Rick Veitch.
                          Eu acho que nessa fase da década de 90, a questão nem era ter artistas bons, visto que Os Livros da Magia e Mistério Divino e Visões de 2020 são mais ou menos da mesma época, mas sim uma questão de "estilo" mesmo. O próprio estilo do gibi faz de tudo para se AFASTAR dos comics de heróis tradicionais. Era até comum ver uns gibis mais estilizados na Vertigo antigamente. Era acho que mais uma questão de "desafiar" o leitor a "não comprar aquele gibi de super-herói bocó" e comprar gibi da Vertigo que tinha tema """""""""""""""""""adulto"""""""""""""""""" .

                          É até uma certa forma de marketing, fazer com que o gibi tenha a arte mais bizonha possível para cativar o seu público de nicho.

                          Comment


                          • #14
                            Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

                            Postado originalmente por muberen Ver Post
                            Lá fora são 3 que se rezar muito a panini vai fatiar apenas em 6 encadernados.
                            Minha dúvida é: Quem diabos é o velho barbudo de chapéu que o MdP afoga? Na última edição escrita pelo Alan Moore eu tinha entendido que era o próprio Moore, estilo quando ele aparece no próprio gibi que nem nesta foto ao lado que uso de avatar. Mas aí na fase do Morrison parece que o velho tinha até outro nome, não lembro agora qual. Mas qual é a desse personagem?
                            Antes tarde do que nunca, aparentemente esse Alan Moore que dirige o Barquinho é o ancião de uma tribo que mora no Bayou,chamados Cajuns. Eles tiveram contato com um dos Monstros do Pantano (Alexander Olsen), a quem chamavam de "bon Gumbo" (Não é o véio do barquinho). Aparentemente a tribo nunca foi muito importante e só apareceu com o primeiro Monstrão uns baguio da natureza.Só serviu mesmo pra morrer nesse Arco do Millar.

                            Sobre essa fase eu que sou um Fanboy de Swamp Thing to curtindo pra caraleo. Pra falar a vdd até mais que a fase arrastada do Veitch.

                            Comment


                            • #15
                              Re: [AVALIAÇÃO] Monstro do Pântano - Raízes do Mal Vol. 1: MORRISON E MILLAR CHARFUNDANDO NO LIXO DO

                              Tinha comprado isso na banca e fui ler só esses dias. Que gibi ruim, heim? Pior do Morrinzoçasso que já li. Sem contar que quando ele sai vira um gibi ainda pior. A vibe do Millar não funciona com o MP.

                              Argh. Deviam era lançar Aztek se era pra lançar algo da dupla.

                              Comment

                              Working...
                              X