Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!



    Bagdá, 2003. O reinado de Saddam Hussein acabou.

    Os americanos estão no comando agora. E ninguém está no controle.

    O ex-policial e agora prestador de serviço contratado pelos militares Christopher Henry sabe disso melhor do que ninguém. Ele está no país para treinar a nova força policial iraquiana, e um de seus recrutas foi assassinado. Com a autoridade civil em frangalhos e corpos entulhando as ruas, Chris é a única pessoa realmente interessada em descobrir o culpado pelo crime – e a motivação por trás do ato.

    A investigação o leva primeiro a Sofia, iraquiana criada nos Estados Unidos que agora ocupa uma cadeira no conselho de governo, e então a Nassir, um grisalho veterano da força policial de Saddam – e, muito provavelmente, o último investigador de verdade que resta em Bagdá.

    Unidos pela morte, mas divididos por lealdades conflitantes, os três precisam ajudar um ao outro no traiçoeiro cenário pós-invasão do Iraque para encontrar quem cometeu o crime. Mas o que os motiva é justiça ou algum outro interesse oculto? Série indicada para os órfãos de ESCALPO!

    Inspirado pelas experiências reais que teve como agente da CIA alocado no Iraque, TOM KING (Batman) junta-se a MITH GERARDS (Justiceiro) para produzir este thriller único. Tradução: Levi Trindade.


    (The Sheriff of Babylon 1 a 6)

    Periodicidade Eventual
    Encadernado
    17 x 26 cm
    164 páginas
    Papel LWC
    Capa Cartão
    Lombada Quadrada
    R$ 24,90
    Distribuição setorizada para bancas, nacional para lojas e bancas especializadas em HQs.

    --------------------------------


    Então amigos do fórum, comprei este belo gibi que já estava sendo aclamado e incensado por scanzeiros deslumbrados a quilômetros de distância e parecia ser uma obra-prima visual e de roteiro pra ninguém botar defeito. Talvez um novo 100 Balas no Iraque ou algo assim. Pois bem, a Panini publica agora Xerife da Babilônia, uma série que se não me engano teve 12 edições lá fora e um dia quando a Panini publicar a conclusão, teremos a série completa por aqui. Será que chegará ao seu final ou terá o mesmo destino que o premonitório título Coffin Hill?




    De cara já digo logo: gibi bonito. Gibi bem feito. Gibi formoso. Xerife da Babilônia é uma grata surpresa, porque ao invés do que indica o título não é um gibi cheio de ação e emoções fáceis, que se encontra em qualquer gibi de ação. A trama da revista, sua proposta, é muito mais intricada, mas está longe de ser complexa ou pedante. O gibi já pega você pela mão a partir da apresentação de seu protagonista, Chris, um ex-policial nos Estados Unidos que está incumbido de treinar as forças de segurança iraquianas. Temos uma apresentação deste personagem digna do início do excelente filme Guerra ao Terror.




    Só que depois desse começo, afora apresentação dos outros dois protagonistas que compõem o grosso da trama, a ex-refugiada e articuladora política Sofia e o policial iraquiano Nassir, o gibi é meio rococó: demora um pouco pra trama "engatar" e na segunda parte o gibi fica bem expositório e realmente toma o seu devido tempo para apresentar a situação. É bom, mas é a parte mais morna do gibi (também pode ser que li de má vontade, em breve irei reler pra ver se minha impressão mudou). É a partir do meio da história, a edição #3 americana que o bicho começa a pegar!





    A trama do gibi começa quando temos Christopher e Nassir investigando o assassinato de um membro da força de defesa iraquiana. Entrementes, nós vemos a vida de Nassir como alguém dividido entre os dois mundos, ocidental e oriental, as articulações de Sofia para ganhar poder político e local agora que não é mais perseguida no Iraque e as pequenas "coisas do cotidiano" que são característicos, situações esdrúxulas e o incrível background de seus personagens. O gibi é um grande "slice of life" meio surreal devido ao horror do pós-guerra de um regime autoritário e com aqueles árabes malucos do caralho. É como se as facções criminosas no Brasil tivessem viés religioso.





    O gibi só tem UM NEGÓCIO meio cafona que achei: foi essa porra de BANG aí. Toda vez que acontece algo impactante, com um tiro, vem um BANG ou ao lado do quadro, o que nem me incomoda tanto, ou então OCUPANDO TODO UM QUADRO COM IMAGEM PRETA. Porra, é a nova "página branca hickmaniana" só que dessa vez mais contida, porque ao invés de uma página inteira, ocupa apenas um quadro. É um recurso que o autor, Tom King, deve ter achado genial, mas eu achei foi meio cafona mesmo.





    Já o mesmo não se pode dizer dos excelentes recursos gráficos e narrativos do Mitch Gerards que faz a arte: o cara usa uns recursos de quadro a quadro para indicar repetição e passam monótona do tempo. É o tipo de coisa que dá "cara" ao gibi, cara de gibi que não é de tiro, ação, pei pei pei, mas de algo mais cadenciado e sútil. Às vezes parece ser um recurso safado que o Mitch Gerards apenas copia e cola do computador e faz uma ou outra diferença pra indicar que houve movimento, mas não deixa de ser bem sacado.



    mamãe, quero ser Watchmen


    Sem contar que o estilo de Mitch Gerards casa perfeitamente com o tema da história. Antes a única coisa boa do gibi do Justiceiro escrito pelo imbecil filho duma puta do Nathan Edmonsonso, parece que o artista finalmente achou um gibi pra chamar de "seu clássico" enquanto o coitado do Phil Noto continua por aí, desenhando soberbamente história do Chewbaca. A vida é injusta, e mais ainda se você mora em Bagdá.



    Algumas vezes, o Mitch Gerard surpreende na mudança da arte


    A parte 5 da história com certeza é a mais introspectiva do gibi, focando numa conversa entre Christopher e a esposa de Nassir, Fátima. Porém é uma das mais legais da história, mostrando um pouco do que os personagens sentem e pensam. E mais um pouco do passado do Christopher. Não é algo que é jogado na frente do leitor, mas que o cara precisa montar as peças aos poucos. Muito bem feito. A personagem de Sofia ou Soffya, vai ganhando força ao longo da trama também.





    Xerife da Babilônia pode não ser um gibi FECHANTE E LACRANTE AINDA como pensei que fosse, mas se apresenta como uma ótima leitura e um excelente potencial para ter um desfecho fuderoso. Estamos no aguardo da continuação, espero que a Panini não enrole muito ou espere um ano pra isso com a desculpa esfarrapada "se demorou um ano pra publicarem lá fora, vamos demorar um ano pra publicar aqui".




    O gibi ainda possui capas originais, esboços de capas, estudos de personagens e um pequeno passo a passo de como Mitch Gerards faz sua arte. Bem bacana. SÓ UM ADENDO: O GIBI POSSUI VÁRIAS MANCHAS PRETAS NAS PÁGINAS, MAS ISSO NÃO É ERRO DE IMPRESSÃO OU PORQUE "BORROU A TINTA" - É PRA SER ASSIM MESMO. Pode comparar com as imagens postadas aqui. Mesmo em formato digital, as "manchas" de tinta preta, talvez emulando sombras ou um aspecto de lugares muito quentes, que enturva a vista, não sei, aparecem aqui. Então se você acha que veio com a tinta borrada, não se preocupe que o gibi é assim mesmo. Mas justiça seja feita, realmente parece que a impressão do gibi está toda cagada!



    Bon Cop, Bad Cop

  • #2
    Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

    Fui eu que havia levantado esta situação das manchas em outro post. Mas depois comparei com a americana e vi que era assim mesmo.

    Achei a serie boa e concordo que até o final do ano poderia vir o segundo encadernado.

    Comment


    • #3
      Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

      Mas já falaram que ano que vem. Deve estar vindo de navio do Iraque e demora a sair por causa da guerra lá.

      Comment


      • #4
        Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

        Ótima análise, Pato!
        Esperava mais, e talvez a segunda parte seja esse algo a mais.
        No geral me agradou.

        Enviado de meu ASUS_Z00LD usando Tapatalk

        Comment


        • #5
          Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

          nem sabia q esse gibi existia

          mas deve ser bom tendo em vista o contexto e levando em conta q o Tomzaço era agente da CIA
          Last edited by morto muito loco; 06-06-2017, 07:27 PM.
          fotografia é desenho de luz

          Comment


          • #6
            Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

            parabéns pelo detalhado review, Pato. Concordo com tudo o que você disse. Fico feliz pelo Mitch Gerards encontrar uma hq foda em que possa soltar toda sua arte "militarizada", parece que é a especialidade dele mesmo. E o Tom King é foda mesmo, o cara trabalha de forma muito humana com os personagens, que faz até parecer que são pessoas reais na história. O único artista relativamente novo que me lembro que tem essa capacidade além do King é o Brian K. Vaughan.Por fim, que manchas pretas são essas que vocês tanto falaram? Eu não consigo enxergar.
            Vendo e compro alguns quadrinhos, quer ver a lista? É só clicar http://www.mbbforum.com/mbb/showthre...48#post4071048

            Comment


            • #7
              Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

              Tom Kingaço não tem erro.
              O Quadro e o Risco - meu blog sobre quadrinhos

              oquadroeorisco.com.br

              Comment


              • #8
                Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

                tava afim de comprar mas vou esperar sair o volume 2, se ainda tiver a venda eu compro senao foda-se

                Comment


                • #9
                  Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

                  Postado originalmente por muberen Ver Post
                  parabéns pelo detalhado review, Pato. Concordo com tudo o que você disse. Fico feliz pelo Mitch Gerards encontrar uma hq foda em que possa soltar toda sua arte "militarizada", parece que é a especialidade dele mesmo. E o Tom King é foda mesmo, o cara trabalha de forma muito humana com os personagens, que faz até parecer que são pessoas reais na história. O único artista relativamente novo que me lembro que tem essa capacidade além do King é o Brian K. Vaughan.Por fim, que manchas pretas são essas que vocês tanto falaram? Eu não consigo enxergar.
                  OS Riscos borrados no braço do capitão, e o borrão preto nacalça do homem

                  Comment


                  • #10
                    Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

                    Como o príncipe bobô aí falou, além dessa página, VÁRIAS OUTRAS PÁGINAS tão com esse aspecto sujo. Eu mesmo pensei que MINHA EDIÇÃO também estivesse toda cagada, como falou aquele joão chato do caralho do Tópico da Panini. Somente quando pesquisei as imagens para fazer o review foi que reparei que geral era assim mesmo, algum recurso gráfico pra emular sombra ou outra coisa, eu acho.


                    Postado originalmente por Superman_1938 Ver Post
                    tava afim de comprar mas vou esperar sair o volume 2, se ainda tiver a venda eu compro senao foda-se
                    bicho, é esse tipo de mentalidade que não leva uma publicação a frente. "vou esperar publicarem o segundo para comprar o primeiro". Aí, pior do que o gibi não ter continuação, é um monte de gente depois reclamando que não encontra mais o primeiro volume para vender.

                    Esse gibi é publicação de banca. Recomendo a comprar logo. Ah, mas tu é aquele cara que tem vergonha de comprar gibi, né? É, então não compra porra nenhuma mesmo não.

                    Comment


                    • #11
                      Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

                      Postado originalmente por Pato_Osborn_Olsen Ver Post
                      Ah, mas tu é aquele cara que tem vergonha de comprar gibi, né? É, então não compra porra nenhuma mesmo não.
                      Vergonha de comprar gibi?
                      Kkkkkkk

                      Enviado de meu ASUS_Z00LD usando Tapatalk

                      Comment


                      • #12
                        Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

                        Postado originalmente por Mamutte Ver Post
                        Vergonha de comprar gibi?
                        Kkkkkkk

                        Enviado de meu ASUS_Z00LD usando Tapatalk
                        Coisa de mbbista complexado
                        Freud explica

                        Comment


                        • #13
                          Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

                          Quem não gostou, por favor reler.
                          “Back like lateral passin'
                          With that motherfuckin' gladiator manner of rappin'
                          As an addict I let percocets and xannies relax me
                          Fall back if your paddies is Maxi, please”

                          Comment


                          • #14
                            Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

                            Postado originalmente por Pato_Osborn_Olsen Ver Post
                            como falou aquele joão chato do caralho do Tópico da Panini.
                            ei! porque "joão chato do caralho" vai em caixa baixa e "tópico da panini" em caixa alta?

                            KKKKKK

                            MBB <3
                            https://twitter.com/joaos_

                            Comment


                            • #15
                              Re: [AVALIAÇÃO] O Xerife da Babilônia - Volume 1: Bang. Bang. Bang - MANCHAS PRETAS NÃO SÃO DEFEITO!

                              Comment

                              Working...
                              X