Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Countdown é fracasso de crítica e público nos Estados Unidos

Collapse
This topic is closed.
X
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Countdown é fracasso de crítica e público nos Estados Unidos

    Não acompanho a série, tampouco o tópico que está na pasta de quadrinhos, mas já que estamos estreando a pasta, achei essa noticia interessante:

    http://www.universohq.com/quadrinhos...3082007_07.cfm

    "Countdown é fracasso de crítica e público nos Estados Unidos

    Por Marcus Ramone (03/08/07)

    O sucesso alcançado pela maxissérie 52 levou a DC Comics a apostar, imediatamente, em outro título semanal com mais uma grande saga que, como virou praxe naquela editora - e em sua maior concorrente, a Marvel -, levará a novos eventos que mudarão "definitivamente" seu universo de super-heróis: Countdown.

    Embora Dan Didio (editor executivo da DC) esteja se esforçando em alardear que está satisfeito com os rumos da nova maxissérie, a crítica especializada dos Estados Unidos não tem poupado adjetivos para afirmar que a qualidade das aventuras da saga é de ruim a pior.

    "Countdown é o maior equívoco cometido pela DC em dez anos ou mais", disse Andrew Hickey, que desistiu de atualizar seu blog dedicado à série, depois que a edição 42 foi lançada.

    Os leitores não param de exprimir suas reações negativas. "Countdown é uma droga!", "Oh, meu Deus, como isso é ruim!", são alguns dos comentários que podem ser encontrados em fóruns de discussão e blogs norte-americanos.

    As histórias fracas, estreladas por, principalmente, personagens de segundo escalão, ajudam a explicar o insucesso da saga, mas a insistência das duas maiores editoras de quadrinhos dos Estados Unidos em abusar de sucessivos grandes eventos em seus gibis também tem, de acordo com muitos críticos, uma parcela significativa de culpa no afastamento dos leitores.

    Dessa forma, o mercado já estaria dando sinais de que anda saturado com essa prática que, antes aceita como uma salvação para as editoras, agora parece se voltar contra uma delas com toda a força.

    O reflexo disso, como não poderia deixar de ser, veio na forma de queda nas vendas da maxissérie. O primeiro número, que chegou às comic shops em maio deste ano, não alcançou a marca dos cem mil exemplares vendidos. É algo preocupante, tanto na DC quanto na Marvel, quando se trata de edições de estréia.



    E, ironicamente, tal e qual uma contagem regressiva, a partir do lançamento toda edição tem vendido menos que a anterior, e os últimos resultados apontam que, a julgar pela média de vendas, em duas ou três semanas Countdown chegará às mãos de apenas 60 mil leitores - até atingir, sabe-se lá, patamares ainda mais baixos.

    Graeme McMillan, do site The Savage Critics!, fez um questionamento que resume bastante o que pensam os leitores norte-americanos sobre a série semanal da DC: "Quem quer ler aquilo?".

    Por essas e outras, é fácil entender por que a piada corrente (e evidentemente exagerada) entre os fãs de quadrinhos de super-heróis nos Estados Unidos é que a saga tem esse nome por se tratar de uma contagem regressiva ("countdown") para o fim da DC Comics."



    afinal, o que está tem de tão ruim nessa saga?
    "Recapitulando, então: culturas sexualmente progressistas nos deram a matemática, a literatura, a filosofia, a civilização e todo o resto, enquanto culturas sexualmente reprimidas nos deram a Idade Média e o Holocausto. Não que eu queira exagerar nos meus argumentos, é claro."
    Alan Moore

  • #2
    Re: Countdown é fracasso de crítica e público nos Estados Un

    Postado originalmente por Fábio Valeta de Lima
    afinal, o que está tem de tão ruim nessa saga?


    Ser da DCoitada.

    Comment


    • #3
      EU LEIO DC E ADOREI JUSTIÇA DO MESTRE ( ), MAS CONTAGEM REGRESSIVA REALMENTE É CHATA E NÃO TE MOTIVA A CONTINUAR ACOMPANHANDO.

      BAIXEI ATÉ O NÚMERO 40 (NO FARRA TEM) E NÃO CONSEGUI PASSAR DA 46, E TAMBÉM NÃO PRETENDO VOLTAR A LER.

      Comment


      • #4
        Se melhorar, talvez eu acompanhe quando lançar aqui.

        Comment


        • #5
          e depois ainda perguntam o trocadilho com DCoitada, DCepcionando...

          Comment


          • #6
            Vou pular direto pra Final Crisis!
            THE TRUTH IS STILL OUT THERE...

            Comment


            • #7
              Sobre o que é a história? 52 tem vários mistérios legais de acompanhar, e essa tem monitor bob e o que mais?
              https://www.facebook.com/DiarioPratico/
              http://diariopratico.blogspot.com/

              Comment


              • #8
                o problema não é ser uma "mega-saga" nem o formato semanal, é o conteúdo mesmo.

                52 tinha uma equipe que impunha respeito, countdown tem uma turma "revelada" em títulos como exiles e mística. aí é só somar dois mais dois.
                quando as coisas ficam estranhas, os estranhos viram profissionais.

                Comment


                • #9
                  Bob, o construtor....
                  É foda de tosco DU MAL!
                  BOSTIL TIL TIL!!!

                  Comment


                  • #10
                    Bem feito!

                    A próxima é a Marvel com essas merdas de Guerras, Inicitiativas e as histórias do Aranha que mais ninguém consegue ler.

                    Comment


                    • #11
                      EU JÁ SABIA!

                      Quando dá na telha dos caras de mostrarem o Super-Homem chorandinho no colo da Mulher-Maravilha como poster teaser, só podia dar merda!

                      p.s. aquela imagem é dessa saga, certo? Ou não?
                      Amigos, confiram SUPER-EGO, a história de um psicólogo de super-heróis escrita e desenhada por mim, toda segunda no http://www.sequentialink.com/?comic=super-ego-page-1.

                      Comment


                      • #12
                        E para quem está lendo (ou tentou ler) qual é a história de contdown?
                        "Recapitulando, então: culturas sexualmente progressistas nos deram a matemática, a literatura, a filosofia, a civilização e todo o resto, enquanto culturas sexualmente reprimidas nos deram a Idade Média e o Holocausto. Não que eu queira exagerar nos meus argumentos, é claro."
                        Alan Moore

                        Comment


                        • #13
                          Postado originalmente por Fábio Valeta de Lima
                          E para quem está lendo (ou tentou ler) qual é a história de contdown?
                          o principal acho que é os monitores (tem um pra cada terra de dc) decidindo o que fazer com as anomalias cósmicas da terra "oficial". aí temos restolhos, tipo jason todd e donna try, sendo caçados por vilões mais restolhos ainda.

                          tem um monte de subtramas também, tipo jimmy olsen adquirindo poderes, mary marvel com o poder do adão negro e os vilões do flash fazendo... nada.


                          Postado originalmente por Cris Duncan
                          Bem feito!

                          A próxima é a Marvel com essas merdas de Guerras, Inicitiativas e as histórias do Aranha que mais ninguém consegue ler.
                          hmmm...

                          Postado originalmente por Top 300 Comics Actual--June 2007
                          1 WORLD WAR HULK #1 (Of 5)
                          8 AMAZING SPIDER-MAN #541
                          12 AVENGERS INITIATIVE #3
                          quando as coisas ficam estranhas, os estranhos viram profissionais.

                          Comment


                          • #14
                            Damniel, acho que ele fez um espécie de "diagnóstico-previsão" de que o público pode vir a se cansar (como já se cansou, na DC) desse negócio de "mega-ultra-fuck-saga da semana". O que me parece ser o post mais razoável do Duncan desde... sempre.

                            Claro que a qualidade das edições devem estar pesado muito na queda de vendas, mas o desgaste do formato é algo a ser considerado.

                            Contudo, a DC não se importa com as vendas. O que ela quer realmente é tirar pessoas como o o Arvin de suas casas, promovendo uma maior socialização de seus consumidores, quiça estimulando-os a andarem pelo menos 10 minutos por semana (casa-comic shop).

                            No final, é tudo questão de saúde pública. E isso é mais importante que dinheiro.

                            Chifradas,

                            Não importa o quanto você se esforce, é impossível ser cool em Belém do Pará

                            Comment


                            • #15
                              Postado originalmente por Minotauro
                              Damniel, acho que ele fez um espécie de "diagnóstico-previsão" de que o público pode vir a se cansar (como já se cansou, na DC) desse negócio de "mega-ultra-fuck-saga da semana".
                              Exato.

                              Comment

                              Working...
                              X