Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Duas idéias interessantes que poderiam ser levada à frente

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Duas idéias interessantes que poderiam ser levada à frente

    Essses dias tava arrumando minha coleção e me deparei com minhas Batman da Panini, que eu comprei durante Hush ( , mas só por causa do traço de Mestre Lee Mas com há muito tempo eu n lia, e a historia tem um ou dois momentos, peguei pra reler

    Sim, a historia é fraquíssima, e trama quase inexiste e o final é ridiculo. MAAAAAAS...


    ...tem duas ideias naquele gibi que eu achei muito legais, e acho que a DC deveria retomar, e resolvi colocar em debate aqui.

    Um é ideia velha, mas que o Loeb teve a coragem deexplorar e forma mais explicita: romance entre Batman e Mulher gato. Porra, os dois sempre tiveram uma clara atração, a Selina nunca foi uma assassina, sempre foi fora da lei mas nunca "cruzou a linha", e se saiu muito bemd e heroína tb. Acho que esse romance poderia ser levado para frente e melhor explorado, os dois personagens combinam e renderia situações bem legais, até pela diferença de personalidade. E com o fim do Batman pau no cú Mohamed insuportavel, n vejo pq o Morcego n tenha o direito de dar uma pra aliviar a tensão.



    A outra ideia é Perry White conhece a identidade secreta do Super. Porra, o Perry é um jornalista excepecional, experiente, malandro e atento, e Clark trabalha com ele desde q chegou em Metrópolis. O cará é bom demais para não ter descoberto! Explicitaer isos seria uma evolução na relação (uia!) dos dois, um pasos à frente, e bem coerente com as características dos personagens. Hj em dia fica muito forçado Perry não saber, IMHO. O mesmo para Jim Gordon (detetive brilhante) e o Batman
    "I killed every living thing on Czarnia fer fun. I killed Santa Claus and the Easter Bunny an' things that don't even exist, an' so help me, I tried ta follow th' triple-fold path o' peace. I tried my best... but frag me for a bastich, even I got limits!"

  • #2
    Como o Perry pode descobrir a semelhança se o Clark usa óculos e é estabanado? Não tem como.

    E Batman e Mulher-Gato? O morcego dar uma pra aliviar tensão? hihihihihihihihihiihihi

    http://twitter.com/adailtonba2

    Comment


    • #3
      Mas segundo a cronologia pós-crise (não sei se mudou), o super não tem uma identidade secreta não é?

      pelo menos não para o público, que pensa que ele é super-homem o tempo todo.

      Comment


      • #4
        Andy, sobre o Bats, concordo com você. Recentemente no arco "Crise de Consciência" o Johns também explora de leve a paixão enrustida do Bruce pela Selina, tanto que o motivo dele ter ficado mais puto com a "Liga-lobotomizadora" foi o fato de terem mexido na cabeça dela.

        Agora com relação ao Gordon, acho muito tosco aquele lance que falaram aqui no fórum uma vez:

        Bruce: Jim, eu sou o batman.

        Gordon: lá lá lá...Não escuto nada!
        Blame it on the Bossa Nova.

        Comment


        • #5
          Perry White é um restolho nível Jimmy Olsen. Compará-lo a Jim Gordon é demais.

          Comment


          • #6
            o caso enter a mulher gato e o batman, ja foi explorado na revista da selina e de vez em quando sempre rola um romance entre eles. Mas no titulo mensal, amarraria demais os titulos.

            No caso de saber a identidade secreta do super, tambem acho que enste caso podia ser explicitado, porem teriam que matar o Jonathan, para poder ter alguma relevancia pra o crescimento do personagem.

            No caso do Batman, o Gordon nao sabe, não pq nao tem competencia, mas pq nao quer saber, acredito que a melhor explicação seja para ele ter negativa plausivel, pois o batman nao é um policial, ele é um recurso onde a lei nao alcança. Se ele soubesse a identidade do batman, uma hora ou outra ele teria que prende-lo, nao sabendo ele se mantem honesto aos seus principios. Gordon nao sabe pq nao quer saber, conforme mostrado em terra de ninguem.
            http://batman.hdfree.com.br/index.html

            http://multiversoinverso.blogspot.com/

            Comment


            • #7
              Postado originalmente por Live Wire
              Andy, sobre o Bats, concordo com você. Recentemente no arco "Crise de Consciência" o Johns também explora de leve a paixão enrustida do Bruce pela Selina, tanto que o motivo dele ter ficado mais puto com a "Liga-lobotomizadora" foi o fato de terem mexido na cabeça dela.

              Agora com relação ao Gordon, acho muito tosco aquele lance que falaram aqui no fórum uma vez:

              Bruce: Jim, eu sou o batman.

              Gordon: lá lá lá...Não escuto nada!
              Mas aí foi culpa do roteirista, Live, não da idéia... e eu to falando mais é no caso Perry White/Super, o Gordon foi so uma comparação.

              E Vampire, o que tem a ver o Perry Saber com o Jonathan?
              "I killed every living thing on Czarnia fer fun. I killed Santa Claus and the Easter Bunny an' things that don't even exist, an' so help me, I tried ta follow th' triple-fold path o' peace. I tried my best... but frag me for a bastich, even I got limits!"

              Comment


              • #8
                Me desagrada essa idéia de AMOR BANDIDO do Batman. Não me parece algo que combine com o gibi do morcegão.

                O Perry saber do Super também acho que mudaria muito a dinâmica do próprio Clark Kent enquanto personagem, não acho legal.
                Inscreva-se na ALMANACÃO, minha newsletter sobre quadrinhos > http://eepurl.com/b3_M4v

                Comment


                • #9
                  Postado originalmente por M1ster
                  Como o Perry pode descobrir a semelhança se o Clark usa óculos e é estabanado? Não tem como.


                  Eu acho que o Batman tem que ser solitário.
                  “Back like lateral passin'
                  With that motherfuckin' gladiator manner of rappin'
                  As an addict I let percocets and xannies relax me
                  Fall back if your paddies is Maxi, please”

                  Comment


                  • #10
                    Postado originalmente por Chico Barney
                    Me desagrada essa idéia de AMOR BANDIDO do Batman. Não me parece algo que combine com o gibi do morcegão.

                    O Perry saber do Super também acho que mudaria muito a dinâmica do próprio Clark Kent enquanto personagem, não acho legal.
                    Chicão, eu discorod que mudaria a dinâmica... e´só fazer como o Loeb fez, mostrar que o Perry, sendo o excelente jornalista que é, já descobriu, mas não mostrar ele revelando pro Clark que sabe
                    "I killed every living thing on Czarnia fer fun. I killed Santa Claus and the Easter Bunny an' things that don't even exist, an' so help me, I tried ta follow th' triple-fold path o' peace. I tried my best... but frag me for a bastich, even I got limits!"

                    Comment


                    • #11
                      Postado originalmente por Andy Potter
                      E Vampire, o que tem a ver o Perry Saber com o Jonathan?
                      Eu não vejo outro motivo para o Perry saber a identidade do super, senão para que ocorra a mesma relação paternalista que tem o Clark e jonathan, ou seja, conferindo o debate e aconselhamento como ponto de vista humano, de alguem mais velho e com mais experiencia.

                      De outra forma, seria apenas uma forma de justificar as sumidas do clark, e isso seria muito superficial.
                      http://batman.hdfree.com.br/index.html

                      http://multiversoinverso.blogspot.com/

                      Comment


                      • #12
                        Discordo. Jonathan e Perry são personagens completamente diferentes, o Perry tem uma relação mais forte com a Lois que com o Clark, e ele também é muito mais presente na vida dos dois que o Jonathan.... acho que poderia render situações que não renderia de jeito nenhum com o Jonathan
                        "I killed every living thing on Czarnia fer fun. I killed Santa Claus and the Easter Bunny an' things that don't even exist, an' so help me, I tried ta follow th' triple-fold path o' peace. I tried my best... but frag me for a bastich, even I got limits!"

                        Comment


                        • #13
                          Olha, a tensão sexual entre Batman e a Mulher Gato foi bastante explorada no título dela, como já disseram aí.

                          Em relação ao Perry White, também como já disseram, não acho que seria uma boa não. Acho que uma coisa que ficou legal em relação ao Perry e nunca mais voltaram ao assunto foi a possibilidade do Clark trabalhar em projetos secretos para ele, como foi na derrubada de Luthor, quando Perry "demitiu" o Clark.

                          Comment


                          • #14
                            concordo com as duas idéias!!!

                            mas a qto a mulher-gato:

                            [hide:efde2cc310=spoiler de um ano depois] a DC perdeu a chance de uma relação com o bruce... além dela ter cruzado a linha sagrada para o batman(matou o máscara negra) ,ela teve um filho e bruce não é o pai... pq a dc não teve culhões e preferiu o menino do demônio tosco do morrison...[/hide:efde2cc310]

                            Comment


                            • #15
                              O Andy é só um menino...

                              Quem melhor escreveu sobre o comissário Gordon foi o Frank Miller, antes da pinga destruir o cérebro dele. Alguém que sempre soube que o Bats era o Bruce, mas preferiu guardar o segredo (lógico que isso cada leitor deve interpretar). Funcionou bem em Dk1 e Ano Um. Na série mensal pode funcionar também, é só ter um bom escritor que saiba trabalhar bem essa idéia.
                              É fácil quando se sabe.

                              Comment

                              Working...
                              X