Anúncio

Collapse
No announcement yet.

[JRP EM FESTA NEWS] Ota definitivamente fora da MAD.

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • [JRP EM FESTA NEWS] Ota definitivamente fora da MAD.

    Primeiro ele tinha postado algo falando que a Panini não ofereceu uma proposta satisfatória, e que talvez não iria ser mais o editar da MAD.

    Segue abaixo:



    COMUNICADO OFICIAL

    OTA NÃO DEVE VOLTAR PARA A MAD

    A ligação de Ota com a revista Mad, que vem desde 1974 quando a revista começou a ser publicada no Brasil pela Editora Vecchi, continuou com a Record que assumiu a publicação em 1984 e com a Mythos em 2000, provavelmente acabou no último número (46) da série publicada pela Mythos. As chances de a Panini (que comprou os direitos de todas as revistas da DC, incluindo a MAD) contar a participação do cartunista e editor na próxima série são mínimas.


    P - Ota, você não vai mais voltar pra Mad?

    R - A tendência é que eu não participe da nova série.

    P - Por quê?

    R - Até agora não se chegou a um acordo satisfatório. A Panini nunca me procurou, a Mythos (que produz a parte editorial das revistas da Panini e funcionaria como meio-de-campo) também não deu nenhuma definição, embora tenha havido algumas sondagens no início do ano. Acho que eles mesmos não resolveram direito ainda a coisa, mas nesse meio tempo a fila anda, né. Eu não posso ficar esperando a vida toda, porque tenho minha vida para tocar. Então nesse meio tempo surgiu uma proposta de trabalho interessantíssima, irrecusável, e aceitei.

    P - Que proposta é essa?

    R - Não posso falar. Mas não tem relação com revistas. É um projeto diferente que me convidaram pra tocar, amei na hora e acho que tem futuro. Senti muita firmeza, embora seja um grande desafio colocar esse treco pra funcionar. Mas eu amo desafios.

    P - Você está trabalhando com exclusividade nesse novo projeto?

    R - Não. Não sou exclusivo de ninguém. Continuarei produzindo as minhas tiras (Dom Ináfio, no Jornal do Brasil e Concursino, na Folha Dirigida), que me dão muito prazer de fazer, roteiros para gibis do Menino Maluquinho e outros trabalhos. São muitos projetos em andamento e não desisti de nenhum deles, apenas estou abrindo mão da MAD porque não acho que chegaria a um acordo interessante para mim com as duas editoras (Panini e Mythos), mesmo que e SE eles quisessem que eu continuasse.

    P - Como assim? O que seria um acordo interessante?

    R - Vamos esclarecer uma coisa. Não é nada pessoal contra a Mythos, ou a Panini, mas chegou a um ponto que financeiramente ficou desinteressante para mim continuar. As revistas em quadrinhos estão vendendo cada vez menos, e com isso o mercado se achatou. A verba foi lá embaixo e não é mais possível fazer uma boa revista. Eu estava trabalhando praticamente de graça esses últimos anos. A despesa de montar uma revista é grande, envolve terceiros -- ajudantes, colaboradores -- e um custo operacional que não pode ser desprezado. Então a grana que eu tinha para fazer a revista se pulverizava e fazendo as contas na ponta do lápis não sobrava nada pra mim. tinha que arrumar outros trabalhos para suprir o defict e esses geravam mais despesa. No final, o saldo eram só contas pra pagar. E esse problema não parece ter solução. Algumas pessoas estão falando "mas oooh você não pode fazer isso, você é a cara da Mad no Brasil", mas eu tenho que cuidar dos meus interesses.

    Um acordo interesante seria mais do que estavam pagando, e a primeira oferta foi menos. Aí eu estaria pagando pra trabalhar. Isso não tem sentido. Pensou-se em eu produzir apenas parte da revista e deixar o resto (a parte americana) por conta da Mythos mas isso também não é de forma alguma interessante pra mim. Ou eu tenho controle total sobre tudo como sempre tive, ou nada feito. Não dá pra fazer meia revista. Resolvi que chegou o momento de parar.

    P - Você não vai continuar nem mesmo como colaborador? Com o Relatório Ota?

    R - Infelizmente, não. O Relatório Ota vai sofrer uma pausa até que encontre outro veículo. Não tem sentido eu fazer só o Relatório Ota, pois o meu nome continuaria associado a uma revista sobre a qual eu não teria nenhuma ingerência sobre o resto do conteúdo. As pessoas veriam "ah, o Ota ainda está na revista" e comprariam gato por lebre. É preciso ficar bem claro que o Ota NÃO ESTÁ mais na revista.

    P - Isso é ireversível?

    R - Não. Mas é muito pouco provável que eles aceitem as minhas condições. Ou fica inviável para eles ou fica para mim. É praticamente impossível um acordo que satisfaça aos dois.

    P - No caso da sua saída, quem vai ser o novo editor?

    R - Não faço idéia, mas o novo editor vai ter um problemão porque a MAD americana está muito difícil de adaptar atualmente e pegar o conteúdo americano atual e colocar compreensível para os padrões brasileiros é tirar leite de pedra. Não dá pra fazer a revista só com Aragonés e Spy. Eu estou horrorizado poque estou recebendo os números novos que estão saindo e vendo que cada vez está mais difícil de aproveitar o que eles estão colocando agora na revista. Deixei a casa o suficientemente arrumada para eles poderem reiniciar uma nova série, mas vai se mais complicado do que eles pensam.

    P - E os demais colaboradores nacionais?

    R - Uai, eu falo só por mim. Os outros estão liberados para fazerem o que quiserem. Se eles quiserem continuar, é por conta deles. Não vou me sentir traído se eu sair e os outros continuarem, caso sejam chamados. Eu não tenho uma proposta melhor para fazer a eles, não tenho como comprar o passe deles.

    P - E a ECA MAGAZINE?

    R - A ECA pode ser um projeto abortado antes mesmo de sair a primeira.

    --------------------------------------------------------

    Depois veio a confirmação:



    Não façam perguntas, finjam que não aconteceu nada, aliás não aconteceu nada mesmo, este blog tá parado desde outubro passado. Em resumo, não estou mais na Mad, desisti de fazer a revista Eca, e não quero comentar isso aqui, apenas que estou aliviado de ter tirado esse peso das costas depois de tantos anos (32 anos editando a Mad).
    Lamento. Ota na Mad não vai ter mais, se a revista voltar vai ser sem mim. A Eca desisti de fazer porque percebi que iria à falência se continuasse. Revistas em bancas não vendem o suficiente pra pagar sua produção e a gente acaba trabalhando de graça. Isso já é chato, agora imaginem quando a gente descobre que precisa PAGAR pra trabalhar. Trabalha o dia inteiro, e não vé nada, a não ser a pilha de contas aumentando.
    Fechei o estúdio, dispensei meus assistentes e reduzi minhas atividades apenas a coisas que eu podia fazer sozinho. E nesse meio tempo pintou uma proposta irrecusável, não sou besta e aceitei na hora.
    Lamento, mas preciso sobreviver, arrumei um novo trabalho onde estou sendo bem pago só para pensar e desenvolver um treco que nunca foi feito. Não vou dizer o que é porque além de ser um projeto secreto não é da conta de vocês. Acabou a era de Ota como editor de revistas em quadrinhos. Continuo fazendo as minhas tiras (Dom Ináfio no Jornal do Brasil e Concursino na Folha Dirigida) e alguns frilas, além do emprego novo. é um novo salto na minha carreira, vai dar o que falar. No próximo semestre deve ser lançado no mercado. NãO é quadrinhos, é um salto para as novas mídias. E o pessoal com quem estou trabalhando é legal, são apenas mulheres e todas são lindas, pena que todas sejam comprometidas. Bem, nada é perfeito. Mas que tá muito legal, tá. Aguardem.

    -----------------------------------------------------------------

    É o fim de uma era amigos!

    O engraçado foi ele sempre tentando sair como superior.
    rss
    Eu sempre gostei do relatorio Ota, pra mim irá fazer falta.



    Ota e a sua coleção, dizem que provavelmente é a maior coleção particular de gibis no Brasil.
    vão todos tomar no cú! é isso mesmo!! ñ fodi!!!

  • #2
    Grande Perca!


    Eu sinceramente desejo sucesso a MAD no Brasil! Mas sem o Ota, vai ser difícil. Os editores de hoje só sabem traduzir e mandar pra gráfica.

    Comment


    • #3
      Agora o BK volta!

      Comment


      • #4
        Tomara que a Panini realmente lance essa nova Mad. O Ota era legal, mas tinha enchido o saco já faz tempo.
        Inscreva-se na ALMANACÃO, minha newsletter sobre quadrinhos > http://eepurl.com/b3_M4v

        Comment


        • #5
          Postado originalmente por Chico Barney
          Tomara que a Panini realmente lance essa nova Mad. O Ota era legal, mas tinha enchido o saco já faz tempo.

          _________Rodrigo__________

          Não importa o quanto você se esforce, é impossível ser cool em Belém do Pará

          Comment


          • #6
            O quê, eu me preocupar?
            what a incredible pace!

            Comment


            • #7

              Comment


              • #8
                É o fim de uma era.

                Comment


                • #9
                  O cara tá certo! AS CONTAS NÃO PÁRAM!!!
                  Tem que se virar pra outro lado mesmo.
                  Mas eu gosto do trabalho dele. Tenho o site no Favoritos.
                  Desenhista agenciado
                  http://www.pencilbluestudio.com/inde...=94&Itemid=122
                  www.romfreire.blogspot.com

                  Comment


                  • #10
                    Postado originalmente por Scott Summers
                    Agora o BK volta!
                    No aguardo dele.

                    O Relatório Ota era a coisa mais sem graça da Mad, e seus desenhos eram horríveis, seu humor, péssimo, ou seja: deveria ter saído há muito tempo.

                    Ainda tenho que aturar as tirinhas desse sujeito no Jornal do Brasil..."Dom Ináfio" é o caralho.

                    Comment


                    • #11
                      E ele finge que foi ele que quis sair, quando claramente é a Panini que quer fazer uma Mad diferente. Afinal se tivesse dando certo não teria nem sido interrompida na transição de editora.

                      Comment


                      • #12
                        Putz , acho que não leio MAD desde os anos 80. Até dou uma olhada na banca, mas não compro.
                        É legal mudar, mas se tem um cara que possa tocar legal a MAD, esse cara já está fazendo outra coisa e provavelmente no Rio.
                        https://www.facebook.com/DiarioPratico/
                        http://diariopratico.blogspot.com/

                        Comment


                        • #13
                          Pq esses caras sempre usam um coletinho?

                          Comment


                          • #14
                            MAD, Ota, BKú, tudo lixo, tudo fóssil, sem graça há 30 anos atrás, hoje só causa pena. Que Satanás os carregue.
                            Winners don't use drugs.

                            Comment


                            • #15
                              Só você que presta, né?

                              O ego das pessoas é uma coisa impressionante.
                              O BK com todos os defeitos que tem e ainda existem pessoas com inveja dele...

                              Comment

                              Working...
                              X