Anúncio

Collapse
No announcement yet.

EM PAUTA: X-Factor!

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • EM PAUTA: X-Factor!

    Eu nunca acompanhei o universo X muito de perto. Já tive meus momentos de colecionador, como a fase do Jim Lee nos anos 90, a fase do Massacre de Mutantes e o inicio da Era do Apocalipse marcou uma era pra mim: de lá pra cá nunca mais comprei nada com um X na capa regularmente. Nunca fui muito chegado num gibi com 300 personagens principais e mais outros tantos coadjuvantes.

    MAS houve uma época que foi especial para mim, porém sinto que teve o mesmo brilho para alguns outros também: A formação do X-Factor. Aqueles denominados como X-Men originais voltavam - não lembro por qual motivo, acho que pra vender mais gibis - e trouxeram histórias memoráveis pra mim:

    A primeira aparição do Apocalipse e seus cavaleiros;
    A transformação do Anjo no Arcanjo;
    A saga "Massacre"
    A saga "Inferno"

    Realmente faz muito tempo desde a ultima vez que li uma história do X-factor, já que as séries seguintes eu pouco/nada acompanhei. Fico com meu saudosismo da época do primeiro time mesmo!

    Mas e aê, o que vocês acham desse grupo? Das histórias? O que foi modificado permanentemente depois das histórias do X-Factor? Os outros grupos eram tão bons quanto esse primeiro?

    [hide:32fb2dc605][/hide:32fb2dc605]

  • #2
    Re: EM PAUTA: X-Factor!

    Postado originalmente por bigas ROGERS!
    Eu nunca acompanhei o universo X muito de perto. Já tive meus momentos de colecionador, como a fase do Jim Lee nos anos 90, a fase do Massacre de Mutantes e o inicio da Era do Apocalipse marcou uma era pra mim: de lá pra cá nunca mais comprei nada com um X na capa regularmente. Nunca fui muito chegado num gibi com 300 personagens principais e mais outros tantos coadjuvantes.

    MAS houve uma época que foi especial para mim, porém sinto que teve o mesmo brilho para alguns outros também: A formação do X-Factor. Aqueles denominados como X-Men originais voltavam - não lembro por qual motivo, acho que pra vender mais gibis - e trouxeram histórias memoráveis pra mim:

    A primeira aparição do Apocalipse e seus cavaleiros;
    A transformação do Anjo no Arcanjo;
    A saga "Massacre"
    A saga "Inferno"

    Realmente faz muito tempo desde a ultima vez que li uma história do X-factor, já que as séries seguintes eu pouco/nada acompanhei. Fico com meu saudosismo da época do primeiro time mesmo!

    Mas e aê, o que vocês acham desse grupo? Das histórias? O que foi modificado permanentemente depois das histórias do X-Factor? Os outros grupos eram tão bons quanto esse primeiro?

    [hide:dd2973c9bd][img]http://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/thumb/f/f0/X-factor1.
    png/398px-X-factor1.png[/img][/hide:dd2973c9bd]
    Olha a fase do destrutor stronguy homem-multiplo foi legal tb!! depois entro o forge o dentes de sabre a mistica e a tosqueia foi aumentando, agora a fase tah legal, claro com outra abordagem do original, mas tah legal sim.
    A saga inferno nao gostei muito, mas eu gostava dessa epoca tb que o x-factor eram os x-men originais e akela formacao do x-men com cristal colossus wolvi tempestade destrutor vampira longshot foi legal tb

    Comment


    • #3
      Louise Simonson - Alguma coisa bacana. Poucas na verdade.
      CC - Foda. Ainda mais com os desenhos do Wilce Portacio
      PAD - Li pouco da primeira vez, mais era frenetyku. Não acompanho o segundo run dele

      Todas as outras fases - LIXÃO. Joguei fora minha edição da Morte do Homem-Multilpo. Muito ruim aquilo, embora tenha curiosidade de saber q fim levou aquela mulher totemyka q é a vilã dessa revista.

      Aproveitando esse topico, para não criar outro:

      Naquele especial da X-Force e Novos Guerreiros, em q os jogadores daquela disputa em q um tal de Gamemaster promovia, depois da Escalpo "derrotar" o cara, aparece um maluco de oculos num chalé, dando a entender q ele era o Gamemaster. Q fim levou esse "sensacional" personagem?

      Comment


      • #4
        X-Factor foi minha primeira revista importada, comprei a edição que a lupina se junta com essa mulher totêmica numa loja que era meio sucursal da devir por aqui.

        Era uma série fascinante, desde o principio. Manteve durante muito tempo o ar de novidade que, por exemplo, o desenho animado Wolverine & X-Men tem hoje. Véios caducos podem ate nao curtir, mas o apelo é inevitável.

        A série com os X-Men originiais era sensacional, depois que o PAd e o esquecido Larry Stroman entraram ficou genial, e hoje em dia é ainda melhor. Coisa finissima.
        Inscreva-se na ALMANACÃO, minha newsletter sobre quadrinhos > http://eepurl.com/b3_M4v

        Comment


        • #5
          X-Factor do PAd era sensassional. Muito ótimo.
          ASSINATURA REMOVIDA POR ULTRAPASSAR O LIMITE DE 30KB SOMADA AO AVATAR

          Comment


          • #6
            Postado originalmente por Destro
            Louise Simonson - Alguma coisa bacana. Poucas na verdade.
            CC - Foda. Ainda mais com os desenhos do Wilce Portacio
            PAD - Li pouco da primeira vez, mais era frenetyku. Não acompanho o segundo run dele

            Todas as outras fases - LIXÃO. Joguei fora minha edição da Morte do Homem-Multilpo. Muito ruim aquilo, embora tenha curiosidade de saber q fim levou aquela mulher totemyka q é a vilã dessa revista.

            Aproveitando esse tópico, para não criar outro:

            Naquele especial da X-Force e Novos Guerreiros, em q os jogadores daquela disputa em q um tal de Gamemaster promovia, depois da Escalpo "derrotar" o cara, aparece um maluco de oculos num chalé, dando a entender q ele era o Gamemaster. Q fim levou esse "sensacional" personagem?
            É isso ae, só acrescento que a nova fase do PAD é boa mas longe de ser o melhor de Peter David...
            PROTETORES NACIONAIS: protetoresnacionais.com

            Comment


            • #7
              A nova fase é muito boa.

              A fase que tinha Guido, Destrutor, Madrox...etc.

              A fase do Howard Mackie é um lixo completo, com Selvagem, Lasca e etc.
              “Back like lateral passin'
              With that motherfuckin' gladiator manner of rappin'
              As an addict I let percocets and xannies relax me
              Fall back if your paddies is Maxi, please”

              Comment


              • #8
                Qual é a Equipe atualmente do Peter David?
                Eu só sei do Homem Múltiplo.
                Bela Lugosi's Dead.

                Comment


                • #9
                  Homem-Multiplo, StrongGuy (Fortão), Lupina, Rictor (sem poderes devido a Dinastia M), Syrn e Monet (da geração X).

                  Alem de Layla Miller (a garotinha loira da já citada Dinastia M).
                  "Recapitulando, então: culturas sexualmente progressistas nos deram a matemática, a literatura, a filosofia, a civilização e todo o resto, enquanto culturas sexualmente reprimidas nos deram a Idade Média e o Holocausto. Não que eu queira exagerar nos meus argumentos, é claro."
                  Alan Moore

                  Comment


                  • #10
                    Gostava dessa série no comecinho, com o Bob Layton escrevendo, e da fase da Simonson, com desenhos INVERNAIS do marido dela.
                    Parei de acompanhar na aclamada fase do PAD. Terei errado?

                    Comment


                    • #11
                      O atual X-Factor é legal, mas não é essa coca-cola que vejo todo mundo dizer.
                      THE TRUTH IS STILL OUT THERE...

                      Comment


                      • #12
                        Era foda e continua sendo.

                        O humor negro do PAD tá sensacional.

                        Comment


                        • #13
                          Segundo a Wikipédia:
                          X-Factor
                          Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

                          O nome X-Factor já foi aplicado a três equipes de super-heróis mutantes da editora Marvel Comics.

                          Primeiro X-Factor

                          Os membros do primeiro X-Factor (imagem) eram os que constituíram a primeira formação dos X-Men (criada em 1963): Jean Grey, Ciclope, Fera, Anjo e Homem de Gelo. Elaborar um roteiro que reunisse essa equipe foi complicado, já que Jean Grey era dada como morta desde o desfecho da Saga da Fênix. Do roteirista Kurt Busiek partiu a idéia de como contornar a situação: a entidade conhecida como Fênix nunca teria se fundido ao corpo de Jean Grey, apenas o copiado assim como à sua personalidade. A verdadeira Jean estava presa numa cápsula no fundo do rio Hudson, em estado de estase. Ciclope estava agora casado com uma mulher estranhamente semelhante a Jean Grey, Madelyne Pryor, e teve um filho com ela chamado Nathan.

                          O grupo não queria mais integrar os X-Men por estes estarem sendo liderados na época por Magneto. Estabeleceram-se no centro de Nova York sob a fachada "Caçadores mutantes de aluguel".

                          Foi na revista do X-Factor que o vilão Apocalipse fez sua primeira aparição.

                          Durante o crossover "Inferno" em conjunto dos X-Men, uma história revelou a origem de Madelyne Pryor. Ela era um clone de Jean Grey criado pelo Senhor Sinistro. Demônios se aproveitaram do trauma que ela sofreu ao descobrir isso para moldá-la na vilã enlouquecida conhecida como Rainha dos Goblins. Nessa saga o X-Factor se reaproximou dos X-Men, mas eles continuaram sendo duas equipes distintas.

                          O retorno dos membros do X-Factor para os X-Men só aconteceria após a vitória de ambas as equipes contra o Rei das Sombras. Este poderoso telepata havia dominado a mente de vários mutantes. Depois de sua derrota, alguns dos mutantes que ele controlou vieram a formar o novo X-Factor.


                          Segundo X-Factor

                          No lugar de encerrar a série, a Marvel preferiu contratar o roteirista Peter David para elaborar um novo X-Factor (imagem) mas com membros já conhecidos do cenário mutante. Este X-Factor foi uma equipe governamental que respondia ao Pentágono. Os primeiros membros do X-Factor foram:

                          * Destrutor, que já foi membro dos X-Men
                          * Polaris, também ex-membro dos X-Men e namorada de Destrutor
                          * Homem-Múltiplo
                          * Fortão ex-segurança da mutante Lila Cheney
                          * Lupina, ex-Novos Mutantes
                          * Mercúrio, ex-vingador e filho de Magneto
                          * Val Cooper funcionária que fazia o elo entre a equipe e o governo

                          Apesar da série não ter feito muito sucesso, Peter David foi aclamado pela crítica graças a seu bom uso do humor e de referências culturais no roteiro. David deixou o título em 1993, e a revista foi assumida pelo roteirista J.M. DeMatteis. A equipe com o tempo perdeu a maior parte de seus membros originais: pensava-se que o Homem Múltiplo tinha morrido vítima do vírus Legado; Lupina passou a integrar a equipe britânica Excalibur; Fortão saiu depois de sofrer um ataque cardíaco; e Destrutor se infiltrou numa organização terrorista para investigá-la.

                          O escritor John Francis Moore e o desenhista Jeff Matsuda aproveitaram para intorduzir novos membros:

                          * Selvagem, ex-Tropa Alfa, possui sentidos aguçados, garras e presas
                          * Forge, mutante capaz de projetar armas de tecnologia superior
                          * Lasca, irmã de Bishop que havia sido transformada em holograma como forma de escapar da morte.

                          Foram inseridos no grupo também os criminosos Mística e Dentes-de-Sabre, que eram obrigados a colaborar com a equipe através de um colar que inibia seus poderes, instalado em seus pescoços.

                          O segundo X-Factor acabou em 1998 quando a equipe foi desfeita. Destrutor que já tinha voltado ao grupo ganhou uma nova série, Mutant X que narrava suas viagens por um universo alternativo no qual foi parar após a explosão de uma máquina do tempo.

                          X-Factor Investigações

                          Em 2005 foi lançada nos Estados Unidos uma nova série chamada X-Factor Investigations (imagem). Está série será um spin-off da mini-série MadroX escrita por Peter David e que apresentava o personagem Homem Múltiplo agora agindo como detetive particular. Os ex-X-Factor Lupina e Fortão são personagens regulares da série.
                          Bem...os originais são sempre superiores.
                          Mas eu gostava da versão com Selvagem, Forge, Mistica, Lasca e Dentes de Sabre. Jeff Matsuda mandava muito bem.

                          http://twitter.com/adailtonba2

                          Comment


                          • #14
                            Postado originalmente por Gustavo Levin
                            O atual X-Factor é legal, mas não é essa coca-cola que vejo todo mundo dizer.
                            Eu acho muito bom.

                            Está entre os 5 melhores títulos da Marvel publicados atualmente por aqui, imho.
                            “Back like lateral passin'
                            With that motherfuckin' gladiator manner of rappin'
                            As an addict I let percocets and xannies relax me
                            Fall back if your paddies is Maxi, please”

                            Comment


                            • #15
                              Postado originalmente por M1ster
                              Segundo a Wikipédia:
                              X-Factor
                              Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

                              O nome X-Factor já foi aplicado a três equipes de super-heróis mutantes da editora Marvel Comics.

                              Primeiro X-Factor

                              Os membros do primeiro X-Factor (imagem) eram os que constituíram a primeira formação dos X-Men (criada em 1963): Jean Grey, Ciclope, Fera, Anjo e Homem de Gelo. Elaborar um roteiro que reunisse essa equipe foi complicado, já que Jean Grey era dada como morta desde o desfecho da Saga da Fênix. Do roteirista Kurt Busiek partiu a idéia de como contornar a situação: a entidade conhecida como Fênix nunca teria se fundido ao corpo de Jean Grey, apenas o copiado assim como à sua personalidade. A verdadeira Jean estava presa numa cápsula no fundo do rio Hudson, em estado de estase. Ciclope estava agora casado com uma mulher estranhamente semelhante a Jean Grey, Madelyne Pryor, e teve um filho com ela chamado Nathan.

                              O grupo não queria mais integrar os X-Men por estes estarem sendo liderados na época por Magneto. Estabeleceram-se no centro de Nova York sob a fachada "Caçadores mutantes de aluguel".

                              Foi na revista do X-Factor que o vilão Apocalipse fez sua primeira aparição.

                              Durante o crossover "Inferno" em conjunto dos X-Men, uma história revelou a origem de Madelyne Pryor. Ela era um clone de Jean Grey criado pelo Senhor Sinistro. Demônios se aproveitaram do trauma que ela sofreu ao descobrir isso para moldá-la na vilã enlouquecida conhecida como Rainha dos Goblins. Nessa saga o X-Factor se reaproximou dos X-Men, mas eles continuaram sendo duas equipes distintas.

                              O retorno dos membros do X-Factor para os X-Men só aconteceria após a vitória de ambas as equipes contra o Rei das Sombras. Este poderoso telepata havia dominado a mente de vários mutantes. Depois de sua derrota, alguns dos mutantes que ele controlou vieram a formar o novo X-Factor.


                              Segundo X-Factor

                              No lugar de encerrar a série, a Marvel preferiu contratar o roteirista Peter David para elaborar um novo X-Factor (imagem) mas com membros já conhecidos do cenário mutante. Este X-Factor foi uma equipe governamental que respondia ao Pentágono. Os primeiros membros do X-Factor foram:

                              * Destrutor, que já foi membro dos X-Men
                              * Polaris, também ex-membro dos X-Men e namorada de Destrutor
                              * Homem-Múltiplo
                              * Fortão ex-segurança da mutante Lila Cheney
                              * Lupina, ex-Novos Mutantes
                              * Mercúrio, ex-vingador e filho de Magneto
                              * Val Cooper funcionária que fazia o elo entre a equipe e o governo

                              Apesar da série não ter feito muito sucesso, Peter David foi aclamado pela crítica graças a seu bom uso do humor e de referências culturais no roteiro. David deixou o título em 1993, e a revista foi assumida pelo roteirista J.M. DeMatteis. A equipe com o tempo perdeu a maior parte de seus membros originais: pensava-se que o Homem Múltiplo tinha morrido vítima do vírus Legado; Lupina passou a integrar a equipe britânica Excalibur; Fortão saiu depois de sofrer um ataque cardíaco; e Destrutor se infiltrou numa organização terrorista para investigá-la.

                              O escritor John Francis Moore e o desenhista Jeff Matsuda aproveitaram para intorduzir novos membros:

                              * Selvagem, ex-Tropa Alfa, possui sentidos aguçados, garras e presas
                              * Forge, mutante capaz de projetar armas de tecnologia superior
                              * Lasca, irmã de Bishop que havia sido transformada em holograma como forma de escapar da morte.

                              Foram inseridos no grupo também os criminosos Mística e Dentes-de-Sabre, que eram obrigados a colaborar com a equipe através de um colar que inibia seus poderes, instalado em seus pescoços.

                              O segundo X-Factor acabou em 1998 quando a equipe foi desfeita. Destrutor que já tinha voltado ao grupo ganhou uma nova série, Mutant X que narrava suas viagens por um universo alternativo no qual foi parar após a explosão de uma máquina do tempo.

                              X-Factor Investigações

                              Em 2005 foi lançada nos Estados Unidos uma nova série chamada X-Factor Investigations (imagem). Está série será um spin-off da mini-série MadroX escrita por Peter David e que apresentava o personagem Homem Múltiplo agora agindo como detetive particular. Os ex-X-Factor Lupina e Fortão são personagens regulares da série.
                              Bem...os originais são sempre superiores.
                              Mas eu gostava da versão com Selvagem, Forge, Mistica, Lasca e Dentes de Sabre. Jeff Matsuda mandava muito bem.
                              Caramba, Mister, esse é um dos piores lixos que eu já li HM em sua pior forma (e olha q isso é dificil), e o Matsuda tb n ajudava nada
                              "I killed every living thing on Czarnia fer fun. I killed Santa Claus and the Easter Bunny an' things that don't even exist, an' so help me, I tried ta follow th' triple-fold path o' peace. I tried my best... but frag me for a bastich, even I got limits!"

                              Comment

                              Working...
                              X