Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Poemas & Rimas

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Poemas & Rimas

    Dor daquilo que sente cai para a depressão.
    Da depressão se vai pro fundo do poço (ou do túnel ),
    onde reina a escuridão.
    A escuridão e sempre vista como algo ruim,
    se é algo ruim, por que há a luz?
    A luz existe por que existe a escuridão.
    Onde há luz sempre há um pouco de escuridão,
    ela se esconde no olhar,
    nos gestos,
    nas sombras,
    doi,
    doi muito,
    mas não deixa também ser acolhedor.
    Intriga e muito essa relação luz e escuridão,
    acolhedor e sofredor,
    as vezes uma pequena luz, como um pequeno ombro
    faz sair dessa solidão.


    Autora: Yu-mon
    "sem inspiração para uma nova assinatura"

  • #2
    Meus últimos


    A soma de Tudo



    Existe um brilho exponencial em seus olhos grandes,
    Olhe os cálculos que eles fazem, sem números e contas,
    Fazem a mesura dos tantos, de formas doces de candes,
    São desafios aos olhares que os fitam com afrontas

    Existem arranjos mágicos entre os espaços de sues dentes,
    na sua mordida feroz, de fome que só à língua mata,
    Ouço o som dos teus sonhos, nos gemidos expoentes,
    No raivoso choro cínico, com tua voz em chuva de prata

    Existiu, em ti, algum dia talvez, um provável passado,
    Escondido, alterado, mistificado pelas forças do universo,
    Os poucos momentos em que o tudo vem de modo reverso,
    É quando essas coisas todas flutuam loucas ao nosso lado

    Existirá, em algum momento, da tua alma a luz da clemência,
    Que da tua boca e olhos, pele e mãos, te faça toda uma soma,
    Um novo epigrama do seu ser, nas palavras de um pentagrama,
    A nova aurora sua, adorada e glorificada, de tua existência



    Terra Prometida


    Eu vim da terra prometida,
    Procurando uma saída,
    Há quem acredite,
    Que não tenho palpite,
    Eu que vim de lá,
    Me arrastando para cá,
    Só posso lhes dizer,
    Se vocês quiserem crer,
    Que na terra prometida,
    Não há água nem há vida,
    Só existe bajulação,
    Com falta de emoção,
    Há um monotom na voz,
    DAquele pregador atroz,
    Que busca, por assim dizer,
    Vir te convencer,
    Que lá na terra prometida,
    Não há mágoas nem feridas,
    Mas se esquece de falar,
    O que irá custar,
    Essa falta de sensação,
    Este ócio na ação:
    O que você irá fazer,
    Quando não tiver o que fazer?
    Eu que vim da terra prometida,
    Só te aconselho a criar sua saída...


    Andanças



    Ando pelos pântanos com pés de pato aveludados,
    Quem não anda comigo, anda ao lado dos quadrados,
    E quem ao pântano padece, vira brilho e fogo-fátuo,
    Se transforma em gás, de antológico à mito no ato

    Ando de esquis pelas montanhas de neve dourada,
    Quem não anda comigo, anda por encostas paradas,
    E quem à montanha não desce, é engolido e some,
    Se transforma em eco, no grito dos mortos de fome

    Ando trôpego, pelas aldeias ressucitadas do Nepal,
    Quem não anda comigo, se compromete com o outro tal,
    E quem à aldeia não renasce, continua vivo do mesmo jeito,
    Só se transforma em desafeto, pelo que teria refeito

    Ando nu no espaço, tocando vácuo com pele crua,
    Quem não anda comigo, Só sabe correr pelas ruas,
    E quem o espaço espaceia, fica boiando nas estrelas,
    Só se transforma em sujeira, em um mar sem sereias
    CONFIRA MEUS TEXTOS NO CONTRAVERSÃO
    http://contraversao.com/author/antoniotadeu/

    Avatar Powered by ZED

    Comment


    • #3
      Será que essa é mesmo a pasta apropriada? Ou mesmo o fórum certo?
      Inscreva-se na ALMANACÃO, minha newsletter sobre quadrinhos > http://eepurl.com/b3_M4v

      Comment


      • #4
        Poema e Rimas = criação = criatividade, não é projeto de quadrinhos, nem fanfic muito menos um tópico pra ser lançado na off topic, mas podemos discutir isso lá na sugestão da pasta chico.

        abraços
        "sem inspiração para uma nova assinatura"

        Comment


        • #5
          Acredito que seja uma questão semântica, mas o Criações do título da pasta deve também ser relacioano aos quadrinhos. E ainda tem a descrição da pasta: 'Pasta para a postagem de criações de argumentos e artes de HQs e afins.'

          Mas enfim, passou bastante verdade o seu poema, Yu-mon. Continue praticando!
          Inscreva-se na ALMANACÃO, minha newsletter sobre quadrinhos > http://eepurl.com/b3_M4v

          Comment


          • #6
            Meu mundo sem cor,
            Onde vivo na dor,
            Indiferente aos olhos vagos,
            De alguém sem pudor.

            Meu mundo sem brilho,
            Onde vivo no exílio,
            Indiferente ao coração alheio,
            De quem rí de meu martírio.

            Meu mundo sem vida,
            Onde morro em silêncio,
            Indiferente aos outros,
            Que jamais se lembrarão
            ... de meu tormento.


            Rampage L

            Comment

            Working...
            X