Anúncio

Collapse
No announcement yet.

O Homem de 100 Mil Anos.

Collapse
This topic is closed.
X
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • #46
    Postado originalmente por Mohamed
    Então eu acertei...
    Eu não sabia que estávamos competindo mas enfim...
    Eu acho que fui tão claro que você repete a seguir com outras palavras.
    Não, não repito.
    Você diz que vê por outro lado, mas o argumento é o mesmo.
    Não, não é.
    No caso, essa parceria entre o autor e o leitor é uma maravilha, mas pode ser quebrada a qualquer momento e a culpa será sempre do autor.
    Esse é o ponto aonde eu queria chegar.
    Que coisa mais besta, cara.
    Apontar culpados aonde não existe culpa é típico de mentes criadas na repressão e no convencionalismo tacanho.
    E isso vindo de VOCÊ, leitor de super-herói!
    Tenha santa paciência!

    Que culpa o que, homem!
    Abstraia!

    Se você lê um texto usando idéias pré-concebidas e achando que o autor tem que seguir os esses SEUS padrões, certamente você está a um passo do autoritarismo típico de um Aragorn, por exemplo.

    Vá ler Murilo Rubião e se antene!
    "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

    Comment


    • #47
      BK, fulano cria um conto.
      O conto não ficou legal para o leitor.
      A culpa é do leitor?

      Não estou dizendo que seu conto não ficou legal.

      No caso, estou partindo do princípio que você pretene, um dia, publicar um conto de ficção.

      Um exemplo bom da parceria entre leitor e autor seria co livro "Nas Montanhas da Loucura" de Lovecraft.
      Infelismente o amigo não o leu.

      Podemos usar então Jules verne.
      Algum livro ou estória que você conheça.
      Acho que Jules Verne é uma boa pedia.

      Existe alguma estória que seja familiar a você a qual possamos desenvolver o tema?

      Eu queria trocar mais idéias sobre o assunto, BK.

      Comment


      • #48
        Postado originalmente por Mohamed
        BK, fulano cria um conto.
        O conto não ficou legal para o leitor.
        A culpa é do leitor?
        Depende do que cada um espera.
        Há casos e casos.
        Arte não é restaurante.
        No caso, estou partindo do princípio que você pretene, um dia, publicar um conto de ficção.
        Que princípio nada, Mohamed!
        Você quer que eu me ADEQÜE a um padrão sem nexo seu aí.
        Você quer que eu, como artista, lhe agrade.
        Isso funciona em muitas premissas comerciais mas NÃO EM TODAS! E é aí que está seu erro.
        Criar é muitas coisas, entre elas não se adequar.
        Um exemplo bom da parceria entre leitor e autor seria co livro "Nas Montanhas da Loucura" de Lovecraft.
        Infelismente o amigo não o leu.
        Não sou a favor de "parcerias" entre leitor e autor.
        Não sou a favor de conluios forçados visando o entretenimento.
        credito que o talento natural do autor deve ser colocado em prática e que o leitor deve aceitar o autor como ele é e o que ele tem a oferecer.
        Mas sem essa de querer garfinho aqui, palitinho ali, pratinho no lugar, tudo em seus lugares feito um restaurante de luxo.
        Isso pode até funcionar nos comics e nos mangás, regidos pela vontade dos leitores.
        Só que comigo não, violão!
        Eu uso e abuso da fantasia e vendo meu peixe assim como ele foi pescado da minha mente: com erros, fedido, meio vivo ainda, talvez podre mas essencialmente personalista.

        Você exige demais.
        Podemos usar então Jules verne.
        Algum livro ou estória que você conheça.
        Acho que Jules Verne é uma boa pedia.
        Nunca li nada dele.
        Existe alguma estória que seja familiar a você a qual possamos desenvolver o tema?
        Eu li muito mas esqueci da maioria. Guardei só um "DNA" da idéia dos caras e nada mais.
        Fiz isso exatamente para não contaminar meu estilo e forçar minha criação numa direção aonde tantos outros passaram.

        Eu sigo as bases do Surrealismo. Eu pincelo minhas histórias com imagens fortes, situações estranhas e personagens que se baseiam em mim mesmo. Não gosto, nunca gostei mesmo, de seguir regrinhas criativas e nem pretendo dar ao leitor o que ele espera ou o que ele quer.
        Eu exerço a Liberdade Criativa o máximo que eu posso, sempre tendo que descer ao nível do leitor comum (o que é um saco) pois, senão, não me faço entender.

        Mas a sua premissa é válida para OUTROS autores, até para si mesmo.
        Não pra mim.
        "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

        Comment


        • #49
          Você não é a favor de porra nenhuma, BK.
          E ganhar dinheiro, você é a favor?
          Caraio.

          Isso que você está dizendo de restaurante e o caraio é coisa pra gosto popular.
          Os populares não gostam, sequer entendem a ficção científica.
          Esse bando de idiotas só gosta de novela.

          Porra, não leu Jules verne?
          Não assistiu/leu Robur o conquistador, nem volta ao mundo em 80 dias, nem 20 mil léguas submarinas?
          Tá de sacanagem.

          Vá se foder.

          Comment


          • #50
            Postado originalmente por Mohamed
            Você não é a favor de porra nenhuma, BK.
            E ganhar dinheiro, você é a favor?
            Caraio.

            Isso que você está dizendo de restaurante e o caraio é coisa pra gosto popular.
            Os populares não gostam, sequer entendem a ficção científica.
            Esse bando de idiotas só gosta de novela.

            Porra, não leu Jules verne?
            Não assistiu/leu Robur o conquistador, nem volta ao mundo em 80 dias, nem 20 mil léguas submarinas?
            Tá de sacanagem.

            Vá se foder.
            Apelou. Acabam os argumentos e o fã melequento de quadrinhos se apresenta.
            Giovanni Giorgio

            Comment


            • #51
              Postado originalmente por Lovecraft
              Apelou. Acabam os argumentos e o fã melequento de quadrinhos se apresenta.
              Pois é.
              Neguinho quer botar banca disso e daquilo mas quando percebe que há pessoas que não seguem a cartilha dele do "How To Be Something", arranca os cabelos e sai sapateando.
              E eu lá tenho obrigação de ter lido alguma coisa só porque ela é "destacada"?
              É que nem um sujeito que conheci certa vez na Gibiteca Henfil: ele achava que todo mundo que lia, trabalhava ou colecionava quadrinhos tinha por obrigação ler Eisner.
              Eu li alguma coisa do véio e disse que achava ele chato.
              Ah! Pra que! A boneca só faltou ter um xilique!

              Nunca li Julio Verne. Acho que tentei ler alguma coisa dele e achei chato para CARALHO!
              Sou pior ou melhor escritor por causa disso?
              Faço roteiros melhores ou piores por causa disso?
              Creio que não.
              Não sou o melhor roteirista do mundo, com certeza, e há muita gente por aí que me humilha em termos de escrita e criatividade.

              Mas seguir cartinhas, regrinhas e demais obrigações vale lá pras negas dele!
              Pra mim, não.

              Pior: o sujeito lê Marvel/DC/mangá e faz pouco caso da opção pelo "pop" que eu tenho!

              Francamente, a turminha aí carece de uma boa dose do chá Simancol!
              "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

              Comment


              • #52
                Seu Cuca é eu!

                Comment


                • #53
                  Postado originalmente por The World Breaker
                  Tem que ser um MERDA pra postar A MESMA imagem em DOZE tópicos diferentes...
                  "Uma das pessoas menos agradáveis do MBB." - SJWscott

                  Comment


                  • #54
                    Apelou o caralho.
                    Esse lovecraft não posta nada de útil em tópico nenhum e nesse aqui não seria diferente.

                    Quem apelou primeiro foi o BK.
                    Mentiroso. Blefador.

                    Babaca.
                    Tem medo de conversar direito e ficar parecendo o farsante que é.

                    Até o xarada conhece alguma coisa de jules verne.
                    O Bk não respeita a inteligência de ninguém nessa porra.

                    "O carinha lê marvel/DC..."
                    Mas é um senhor babaca mesmo.
                    Eu lia isso quando era criança e continuo lendo hoje.
                    Igualmente escutava Ramones e faço questão de continuar escutando.
                    Mas isso quando eu era criança, senhor BK.

                    Trabalho pra caralho e ganho relativamente bem.
                    Te garanto que não fiquei na vontade.
                    Tudo que eu queria ler, eu li.
                    Meus gostos evoluiram como eu no decorrer dos anos.

                    Você me parece estagnado.
                    Eu achei que sairia algo interessante daqui mas já vi que são delírios febrís de uma pessoa com problemas.

                    Comment


                    • #55
                      Não aceitaram a membership do mohamed nas bekazetes, coitado.

                      Comment


                      • #56
                        E tem que ser muito fã pra ficar fazendo A MESMA coisa depois... :LOL:
                        Seu Cuca é eu!

                        Comment


                        • #57
                          Postado originalmente por Mohamed
                          Apelou o caralho.
                          Esse lovecraft não posta nada de útil em tópico nenhum e nesse aqui não seria diferente.

                          Quem apelou primeiro foi o BK.
                          Mentiroso. Blefador.

                          Babaca.
                          Tem medo de conversar direito e ficar parecendo o farsante que é.

                          Até o xarada conhece alguma coisa de jules verne.
                          O Bk não respeita a inteligência de ninguém nessa porra.

                          "O carinha lê marvel/DC..."
                          Mas é um senhor babaca mesmo.
                          Eu lia isso quando era criança e continuo lendo hoje.
                          Igualmente escutava Ramones e faço questão de continuar escutando.
                          Mas isso quando eu era criança, senhor BK.

                          Trabalho pra caralho e ganho relativamente bem.
                          Te garanto que não fiquei na vontade.
                          Tudo que eu queria ler, eu li.
                          Meus gostos evoluiram como eu no decorrer dos anos.

                          Você me parece estagnado.
                          Eu achei que sairia algo interessante daqui mas já vi que são delírios febrís de uma pessoa com problemas.
                          Ui ui ui. Quanta raiva nesse coraçaozinho. "Mentiroso, babaca, blefador. Ui ui ui. Nao presta nada que presta. Aaaaaaaaaai! Aaaaaaaaaaai! Meus quadriiiiiiiiiinhos! Nao posta nada uuuuuuuuuuuuuuuuutil!''

                          Esperneia, vagabunda.
                          Qual a importância de conhecer Julio Verne? E Jules é coisa de veado. Julio Verne é tão ou mais infantil quanto Marvel ou DC. E não chora porque é sim. Nao adianta espernear. É livro de GURI.
                          Giovanni Giorgio

                          Comment


                          • #58
                            Eu li Julio Verne. Acho que foi quando eu tinha uns 14 anos, sei lá.
                            Li. E não gostei.
                            Achei chato. Como acho chato Will Eisner.
                            Ambos me soam a coisa velha, ultrapassada, cansada, datada. Intragável. Ou seja, coisa que só gente velha. catedrático ou metida curte ler.

                            Mas e daí?
                            O que muda em mim e o que muda no mundo eu ler ou não ler Julio Verne, Asimov ou a Bíblia?
                            Nada.
                            Vou publicar pela ComArte meu primeiro livro, vou lançar outros livros, meus cardgames, meu blog e antes publiquei pelo menos algumas dezenas de revistas.
                            Sem Julio Verne.
                            E sem Ramones.

                            Não é questão de inteligência, Mouhamed.
                            Mesmo porque isso é algo que lhe escapa...
                            "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

                            Comment


                            • #59
                              Se fuder, cara.
                              Porque disse que não leu então?
                              Não sou como esses otários que você diz o que quer.

                              Exijo respeito, seu porra.
                              Acha que não sei quando mentem?

                              Achar chato é desculpinha furada dos fracos de concentração.
                              Mesmo que não tenha lido, certamente viu numa sessão da tarde da vida.

                              Foda-se que você não gostou.
                              Não é o seu gosto que vai ditar o que é bom ou não é.

                              "Vou publicar..."
                              Primeiro você publica, tio.
                              Depois canta de galo.

                              Você acha que todo mundo é manezão.
                              Mas eu não sou como esses idiotinhas que você está acostumado a insultar no fórum.

                              Aprenda a respeitar quem está no mesmo nível que você, senão num nível superior.

                              E Júlio Verne é meu piru.
                              Você que está ultrapassado, velhão.

                              Comment


                              • #60
                                Tirando o excesso de merda deste tópico com uma pá, vejo que o mohamed começou essa discussão partindo de um ponto de vista muito válido: uma obra tem que ter verossimilhança. Mesmo a obra de ficção tem que ter verossimilhança e, quando há algum aspecto irreal, o autor deve ter optado por acrescetá-lo, isto é, não pode ser por erro, por desconhecimento da realidade. E o autor tem que ter bolado uma explicação que convença o leitor, senão vai estar desrespeitando sua inteligência.

                                Muito autor bom aborda o impossível como possível, mas só acontece quando ele é competente para sugar o leitor para esta fantasia. Este "acordo" que o mohamed diz, não acontece se o leitor perceber que há incorreções no texto que não decorrem de uma opção consciente do autor pela ficção, mas sim de seu desconhecimento da realidade, isto é de CAGADA, falta de pesquisa e elaboração.

                                É simples. Mas a discussão descambou para este monte de merda aí, infelizmente.
                                http://cenini.blogspot.com/

                                Comment

                                Working...
                                X