Anúncio

Collapse
No announcement yet.

(proposta) QUEM JÁ LEU OS CLÁSSICOS

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • (proposta) QUEM JÁ LEU OS CLÁSSICOS

    nada de Platão, Sófocles, Kant, Goethe ou Machado de Assis.
    Quem tem menos de trinta, se lembra da Coleção Vagalume, Livros de Pedro Bandeira... foi uma das três pessoas que leu "Eu, Detetive"

    Vocês não acham que na falta de um material inteligente para o público infanto/juvenil e adolescentes, esses livros poderiam ser adaptados para quadrinhos? Ou convencer esses escritores à fazer um roteiro? Porque as editoras não levariam esses projetos para a frente.

    As considerações do BK não valem pois provavelmente ele nunca ouviu falar desses livros... não foram traduzidos para o japonês nem tem ninfetas com roupas transparentes e pistolas escondidas no cenário na capa....
    site de quadrinhos semanais: Cobaia Online!
    novas páginas toda quinta-feira!
    http://www.muricioart.com.br/hq/

  • #2
    Postado originalmente por murici0
    nada de Platão, Sófocles, Kant, Goethe ou Machado de Assis.
    Quem tem menos de trinta, se lembra da Coleção Vagalume, Livros de Pedro Bandeira... foi uma das três pessoas que leu "Eu, Detetive"

    Vocês não acham que na falta de um material inteligente para o público infanto/juvenil e adolescentes, esses livros poderiam ser adaptados para quadrinhos? Ou convencer esses escritores à fazer um roteiro? Porque as editoras não levariam esses projetos para a frente.

    As considerações do BK não valem pois provavelmente ele nunca ouviu falar desses livros... não foram traduzidos para o japonês nem tem ninfetas com roupas transparentes e pistolas escondidas no cenário na capa....
    A possibilidade de adaptação é claro que existe, Muríci0.
    A série possui ótimas histórias, com linguagem acessível, ação,aventura e um plantel de escritores muito bom.

    O livro “Éramos seis” que faz parte da coleção(embora tenha sido lançado antes dela existir) já foi transformado em novelas umas 4 vezes.
    Mas acho difícil convencer os autores a escrever roteiros de hq. Primeiro porque são linguagens diferentes. Segundo, e motivo principal, faltaria interesse de editores, ou seja grana, já que o mercado não existe.

    Sei que é um argumento circular, do tipo “ faltam coisas boas porque não existe um mercado, e não existe um mercado porque faltam coisas boas” , mas infelizmente este circuito é real.

    O Marcos Rey é até um ótimo roteirista, embora para a tv ,e salvo enganos nunca tenha roteirizado quadrinhos, mas como convencer alguém que ganha a vida escrevendo, a entrar nesta canoa furada, que desce a cachoeira, dizendo que lá embaixo vai ter um pote de ouro, e não um monte de pedras pontudas ?

    Uma boa parte destes escritores já está velhinha,tem outras ocupações além da literatura juvenil, como trabalho em jornais, professorado, etc. E não têm a principio , nenhum pendor particular a se lançar numa empreitada destas, já que o objeto da paixão deles é a literatura mesmo, e não os quadrinhos
    .
    Par convencê-los só na base da proposta profissional interessante. Mas o mercado de quadrinho no momento não é capaz de oferecer.

    Nos anos 70, quando foi lançada, a série vagalume uma foi pioneira.
    Incentivando a leitura entre a molecada.
    Mesmo pesando o fato de muitos dos leitores eram obrigados à leitura , já que no final sempre rolava uma prova sobre o livro, a grande sacada da Àtica foi em conquistar os professores, com um livro de qualidade, bom preço e cuja linguagem e histórias acabavam agradando os alunos que no começo liam emburrados o “dever de casa “ , mas no final acabavam gostando , e lendo outros da série por conta própria.

    E até acho que na atual conjuntura, uma adaptação da coleção Vagalume seria útil para a mesma, pois ela já não atravessa o período de vacas gordas de outrora.
    O mercado no qual reinou durante bom tempo anda disputadíssimo, com editoras produzindo montanhas de títulos. A própria Àtica despeja dezenas de obras voltadas pro segmento, o que acaba diluindo a proeminência que a série teve no passado.

    Mas se uma adaptação pra outra mídia for capaz de dar novo fôlego a série e pô-la em evidência , ela não será de quadrinhos,. Sendo realista, a tv é que pode realizar esse feito já que os quadrinhos hoje têm muito menos visibilidade, enquanto ela reina soberana.

    Já o contrário é certo, com a série vagalume trazendo interesse, e prestigio para as hqs, pois , embora tenha perdido um pouco dos holofotes, a série ainda dispõe de prestigio .
    Nada impede de uma equipe , desenhista e roteirista, chegar junto ao autor e conseguir autorização para fazer um piloto a ser apresentado às editoras, que uma vez aprovado será feito com o pagamento de royalites ao autor,
    Mas aí se volta ao problema original.

    Porém, fazer uma boa adaptação não é coisa fácil( o cinema de Hollywood que o diga), sendo tarefa para roteiristas com boa dose conhecimento técnico, talento e criatividade, já que as vezes é preciso reinventar o material original, para conseguir o mesmo efeito do texto escrito, visualmente.

    Mas se tiver roteiristas com esse perfil,dispostos a atuar neste mercado duvidoso das hs, em quantidade para tocar projetos assim, não existiria falta de idéias interessantes, como você colocou no início do tópico.
    Creio que já se estariam produzindo boas adaptações, bem como material inédito.

    Mas acho muito bacana qualquer um interessado nesse segmento, dar uma olhada em alguns livros da série vagalume. Além de outros títulos de outras editoras, como O gênio do Crime, Joao Carlos Marinho. Uma boa comédia policial juvenil.

    Eu tive a sorte de conseguir alguns num sebo por uma bagatela, e estão na minha fila de leitura. Meu objetivo ao comprá-los era , um pouco rever essas histórias, e também ver o que se pode aprender com esses escritores, nesse tão bem sucedido empreendimento que foi essa série .

    Comment


    • #3
      A Trilogia de Xisto em quadrinhos teria potencial para ser o melhor gibi de fantasia de todos os tempos. Curraria Holy Avenger e similares fácil, fácil... e o melhor de tudo, sem apelação.

      Comment


      • #4
        A série Vaga-Lume era uma MERDA!
        Porra! Seá que não tem como fazer quadrinhos que não sejam caretas ou oportunistas?
        "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

        Comment


        • #5
          Postado originalmente por BK
          A série Vaga-Lume era uma MERDA!
          Porra! Seá que não tem como fazer quadrinhos que não sejam caretas ou oportunistas?
          Pra época em que a coleção surgiu, até que eram moderninhas. E como durou décadas, alguns foram evoluindo e coisa e tal. Mas lembrando que a série tinha lá o caráter do paradidático, naturalmente havia lá seus cânones e claro, têm muitos títulos , e nem todos são aquela “ magavilha”

          Já quanto ao oportunismo, nem sempre resulta em merda.
          Principalmente quando calha dele se encontrar com o talento.
          E se pudessemos botar uma lupa na história, ou mesmo nos mercados bem sucedidos de quadrinhos americanos e japoneses, provavelmente não faltarão lances oportunistas que se encaixem neste perfil

          Comment


          • #6
            Gostava da "Coleção Vagalume" e daquela série de livrinhos com contos de vários autores, acho que era "Para Gostar de Ler".
            Self High-Five

            Comment


            • #7
              Postado originalmente por BK
              A série Vaga-Lume era uma MERDA!
              Porra! Seá que não tem como fazer quadrinhos que não sejam caretas ou oportunistas?
              verdade, vaga-lume em quadrinhos seria um PORRE.
              nao tem como fazer um pornozinho decente aí?
              Giovanni Giorgio

              Comment


              • #8
                Postado originalmente por mm
                A possibilidade de adaptação é claro que existe, Muríci0.
                A série possui ótimas histórias, com linguagem acessível, ação,aventura e um plantel de escritores muito bom.
                Já que reclamam tanto da qualidade dos roteiristas brasileiros, desta vez não teria erro (claro, a não ser que se fizesse uma adaptação porca).
                Por mim não haveria problema, pois já que não sou escritor, é um exercício que adoro fazer esse tipo de adaptações.

                Postado originalmente por mm
                Segundo, e motivo principal, faltaria interesse de editores, ou seja grana, já que o mercado não existe.
                O Marcos Rey é até um ótimo roteirista, embora para a tv,e salvo enganos nunca tenha roteirizado quadrinhos, mas como convencer alguém que ganha a vida escrevendo, a entrar nesta canoa furada, que desce a cachoeira, dizendo que lá embaixo vai ter um pote de ouro, e não um monte de pedras pontudas ?
                Aí quebra tudo... precisaria de um esquema previamente estruturado, já tudo prontinho. E um vendedor muito bom. E um projeto igual que tenha dado certo. Aí entra o círculo vicioso que vc disse... Logo o único jeito é arrumar roteiristas que trabalharão por amor e por royalties (que pagam mais, a longo prazo), num esquema meio precário
                É uma aposta com alto risco e recompensa moderada...

                Postado originalmente por mm
                Para convencê-los só na base da proposta profissional interessante. Mas o mercado de quadrinho no momento não é capaz de oferecer.
                Merda!

                Postado originalmente por mm
                Mas se uma adaptação pra outra mídia for capaz de dar novo fôlego a série e pô-la em evidência, ela não será de quadrinhos.(...)
                Já o contrário é certo, com a série vagalume trazendo interesse, e prestigio para as hqs, pois , embora tenha perdido um pouco dos holofotes, a série ainda dispõe de prestigio.
                Como não sou escritor, a minha idéia é essa mesma!
                Vou tentar, só pra saber que se não deu certo foi porque sou ruim, ou porque não dá certo de jeito nenhum. Em qualquer alternativa, saberei que estou fora dessa opção...

                Postado originalmente por mm
                Eu tive a sorte de conseguir alguns num sebo por uma bagatela, e estão na minha fila de leitura. Meu objetivo ao comprá-los era , um pouco rever essas histórias, e também ver o que se pode aprender com esses escritores, nesse tão bem sucedido empreendimento que foi essa série.
                Exatamente! Retirei alguns livros dessa época da estante da família aqui e pensei na idéia desse tópico. Espero que haja mais adições à esse tema, que penso ter potencial...

                Postado originalmente por Duncan
                A Trilogia de Xisto em quadrinhos teria potencial para ser o melhor gibi de fantasia de todos os tempos. Curraria Holy Avenger e similares fácil, fácil... e o melhor de tudo, sem apelação.
                Infelizmente nunca li nenhum da triologia de Xisto... dos livros que tinha, só via a capa desses na listagem da 4a capa...

                Postado originalmente por Seu Cuca
                Gostava da "Coleção Vagalume" e daquela série de livrinhos com contos de vários autores, acho que era "Para Gostar de Ler".
                Tinha também a coleção "Veredas", da qual tenho ainda os livros "EU, DETETIVE", que por sinal dariam bons RPGs tipos daquele da LucasArts (FullThrotle, Digg, Sam and Max...)

                Postado originalmente por BK
                A série Vaga-Lume era uma MERDA!
                Porra! Seá que não tem como fazer quadrinhos que não sejam caretas ou oportunistas?
                Tem, mas NÃO VOU FAZER!

                Postado originalmente por Lovecraft
                verdade, vaga-lume em quadrinhos seria um PORRE.
                nao tem como fazer um pornozinho decente aí?
                Pornozinho está cheio nas bancas Brasil a fora... Basta olhar nas prateleiras superiores da sua banca.
                Infelizmente sou careta e não pretendo fazer quadrinhos me perfazendo com apelações, desculpe!
                site de quadrinhos semanais: Cobaia Online!
                novas páginas toda quinta-feira!
                http://www.muricioart.com.br/hq/

                Comment


                • #9
                  NÃO SABE FAZER.
                  Giovanni Giorgio

                  Comment


                  • #10
                    A merda, a bosta e o CU é que sempre tem um cara que propõem quadrinhos cujos temas são os mais bestas e caretas possíveis.
                    Ninguém consegue ser criativo, só olha pra trás, pros sucessos de sua infância e acha que tá certo assim.

                    Negada, quem olha pra trás acaba enfiando a cara no futuro.
                    Largamão dessa merda de Vaga-Lume, esquece quadrinho conformista e pensa em chutar o balde!

                    E pornô enche o saco, Lovecraft.
                    Ou o esvazia.
                    "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

                    Comment


                    • #11
                      Postado originalmente por BK
                      A merda, a bosta e o CU é que sempre tem um cara que propõem quadrinhos cujos temas são os mais bestas e caretas possíveis.
                      Ninguém consegue ser criativo, só olha pra trás, pros sucessos de sua infância e acha que tá certo assim.

                      Negada, quem olha pra trás acaba enfiando a cara no futuro.
                      Largamão dessa merda de Vaga-Lume, esquece quadrinho conformista e pensa em chutar o balde!
                      Lembrei de vc hoje, BK; Abri a intranet do serviço e li:
                      "Não se faz boa literatura com boas intenções nem com bons sentimentos".
                      André Gide

                      Você acredita veementemente que não é possível ser criativo sem apelar?
                      Falando em chutar o balde, me lembrei das pornochanchadas: loucura, caos, sacanagem!
                      E veja que legado fantástico o cinema nacional tem hoje...
                      site de quadrinhos semanais: Cobaia Online!
                      novas páginas toda quinta-feira!
                      http://www.muricioart.com.br/hq/

                      Comment


                      • #12
                        Postado originalmente por BK
                        A merda, a bosta e o CU é que sempre tem um cara que propõem quadrinhos cujos temas são os mais bestas e caretas possíveis.
                        Ninguém consegue ser criativo, só olha pra trás, pros sucessos de sua infância e acha que tá certo assim.

                        Negada, quem olha pra trás acaba enfiando a cara no futuro.
                        Largamão dessa merda de Vaga-Lume, esquece quadrinho conformista e pensa em chutar o balde!

                        E pornô enche o saco, Lovecraft.
                        Ou o esvazia.
                        Tem que fazer um porno bom. Até hoje não vi nenhum. Tem que ser SUPERIOR a DRUUNA.
                        Giovanni Giorgio

                        Comment


                        • #13
                          Postado originalmente por murici0
                          Postado originalmente por BK
                          A merda, a bosta e o CU é que sempre tem um cara que propõem quadrinhos cujos temas são os mais bestas e caretas possíveis.
                          Ninguém consegue ser criativo, só olha pra trás, pros sucessos de sua infância e acha que tá certo assim.

                          Negada, quem olha pra trás acaba enfiando a cara no futuro.
                          Largamão dessa merda de Vaga-Lume, esquece quadrinho conformista e pensa em chutar o balde!
                          Lembrei de você hoje, BK; Abri a intranet do serviço e li:
                          "Não se faz boa literatura com boas intenções nem com bons sentimentos".
                          André Gide

                          Você acredita veementemente que não é possível ser criativo sem apelar?
                          Falando em chutar o balde, me lembrei das pornochanchadas: loucura, caos, sacanagem!
                          E veja que legado fantástico o cinema nacional tem hoje...
                          Nem precisava citar as pornochanchadas, é só ver que legado a Velta, a Mirza e a Niele deixaram para a hq nacional...

                          Comment


                          • #14
                            Postado originalmente por murici0
                            Postado originalmente por BK
                            A merda, a bosta e o CU é que sempre tem um cara que propõem quadrinhos cujos temas são os mais bestas e caretas possíveis.
                            Ninguém consegue ser criativo, só olha pra trás, pros sucessos de sua infância e acha que tá certo assim.

                            Negada, quem olha pra trás acaba enfiando a cara no futuro.
                            Largamão dessa merda de Vaga-Lume, esquece quadrinho conformista e pensa em chutar o balde!
                            Lembrei de você hoje, BK; Abri a intranet do serviço e li:
                            "Não se faz boa literatura com boas intenções nem com bons sentimentos".
                            André Gide
                            É por aí.
                            Você acredita veementemente que não é possível ser criativo sem apelar?
                            Criatividade é ir contra o convencionalismo.
                            E quem vai contra o convencionalismo inevitavelmente faz alguma forma de apelação.
                            Falando em chutar o balde, me lembrei das pornochanchadas: loucura, caos, sacanagem!
                            E veja que legado fantástico o cinema nacional tem hoje...
                            Obviamente que não basta apelar, tem que rolar muito mais coisa por aí mas, basicamente, só se destaca quem grita mais alto.
                            "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

                            Comment


                            • #15
                              Eu era obrigado a ler livros dessa coleção na escola. Puta troço chato. acho que os professores levavam uma granhinha pra fazer os alunos comprarem essas bombas. Tive uma professora de português legal no segundo ano do segundo grau. Ela conversava sobre qualquer coisa que a gente estivesse lendo, até Sidney Sheldon e Agatha Christie. Graças a ela conheci e li Adelia Prado e Manuel de Barros. Se dependessem dessas coleções ninguém mais lia. Ainda bem que apareceu o harry potter.
                              https://www.facebook.com/DiarioPratico/
                              http://diariopratico.blogspot.com/

                              Comment

                              Working...
                              X