Anúncio

Collapse
No announcement yet.

BUSINESS PLAN PARA CRIACAO DE PERSONAGEM E REVISTA!!!

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • BUSINESS PLAN PARA CRIACAO DE PERSONAGEM E REVISTA!!!

    Bom galera, abaixo vai a listagem de um "Business Plan para Quadrinhos" que fiz na epoca da faculdade de Publicidade para um trabalho e que acho que possui as MINIMAS questoes para ver se o personagem criado e historias tem o MINIMO que se necessita para se visualizar o personagem e historias como um PRODUTO.

    Quando meus alunos criam personagens e historias eu passo para eles esse "Business Plan" e falo que se alguma pergunta nao puder ser respondida, que o projeto esta ainda faltando coisa. Leiam abaixo e se possivel, acrescentem perguntas ou apontem algo que esta faltando:

    Business Plan de Quadrinhos:

    PERSONAGEM:

    -Qual o nome do personagem?
    -Qual os “poderes” ou “capacidades” do personagem?
    -Quais características psicológicas do personagem?
    -Quais as características físicas do personagem?
    -Quais as características de design e uniformes do personagem?
    -Quais as motivações do personagem? Acrescente fatos ou o histórico do personagem que agregam as motivações.
    -Qual a origem de seu personagem?

    PERSONAGENS SECUNDARIOS:

    -Quantos personagens secundários envolvem o seu personagem inicialmente?
    -Quais características físicas e psicológicas dos personagens secundários?

    PERSONAGENS ANTAGONISTAS(VILOES/INIMIGOS):

    -Quantos vilões/antagonistas/inimigos tera seu personagem inicialmente?
    -Quais as características físicas e psicologias dos antagonistas de seu personagem?
    -Quais as motivações e origens do(s) antagonista(s)?

    HISTORIAS:

    -Qual o estilo das historias do personagem?(Pelo menos o estilo do começo da revista)
    -Qual o estilo da arte das historias de personagem?
    -Qual a ambientação das historias do personagem?(Urbano, Espaço, Selva, Medieval, Fantasia, etc) E Porque?
    -Qual o numero de paginas ideal para contar cada historia do personagem?

    REVISTA:

    -Qual o tipo de papel que você acha ideal para a sua revista?(Capa e miolo)
    -Quantas cores sua revista pode ter?(Capa colorida(4 cores)? Miolo Colorido(4 cores)? Miolo PB?, etc)
    -Qual o tamanho(dimensões) que sua revista pode ter?
    -Quantas paginas sua revista deve ter(contando capa, miolo de historias, espaço publicitário, etc)
    -Qual a quantidade de revistas impressas que voce imagina que seu personagem e historias conseguem vender inicialmente?
    -Qual o nome da revista?
    -Qual o estilo da logomarca de sua revista?

    MARKETING & NICHO DE MERCADO:

    -Qual o nicho de mercado que você pretende atingir com seu personagem e historias?
    -Qual a faixa etária do publico do seu personagem e historias que você pretende atingir?
    -Qual os locais ou pontos de venda que sua revista será vendida inicialmente?(Estados/cidades do Brasil e Pontos de venda: ComicShops, Bancas, Livrarias, etc)
    -Qual o planejamento de marketing idealizado por você para as vendas de sua revista e personagem?
    -Quais mídias você imagina que poderá divulgar o seu personagem e revista?

    JURIDICO & DIREITOS AUTORIAS:

    -Procure um advogado que possa auxiliar e acompanhar o processo de publicação do seu personagem em um editora.
    -Procure registrar o seu personagem na Biblioteca Nacional para que você tenhos os direitos de criação e uso do seu personagem e personagens secundários.
    -Registre também a logomarca da revista e o nome na Biblioteca Nacional.


    Acredito que para se ter um personagem ou revista vendavel para um possivel "Mercado Nacional de Quadrinhos" TODAS AS PERGUNTAS ACIMA devem ser respondidas e PESQUISADAS antes de qualquer coisa.

    Para quem criou um personagem ou um projeto de quadrinhos, o ideal e adequar a sua criacao ao Business Plan acima.

    Beijokas

    Canibal
    PROTOCOLO: A ORDEM foi impressa e está sendo vendida. APENAS ACEITEM!!!

  • #2
    Canibal, não precisa de advogado pra acompanhar o processo de publicação na editora.
    Dá pra acompanhar através de exigência contratual e emissão de planilha de tiragem, com verificação da distribuição on line pela Internet.
    Nem precisa registrar na Biblioteca Nacional pois o contrato de publicação especifica quem é o autor e qual a finalidade da publicação.
    EVENTUALMENTE é necessário registrar a logomarca e, claro, o domínio da série.
    Mas creio que a logomarca se registra no INPI. E fica caro.
    "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

    Comment


    • #3
      Será que o Canibal já respondeu tudo?

      Comment


      • #4
        Já. Mas eram as respostas erradas
        Giovanni Giorgio

        Comment


        • #5
          Eu achei MUITO show esse business plan.
          Estou respondendo pra alguns de meus personagens, e vejo que pra pelo menos um deles, dá pra fazer uma série bacana (limitando a 'Liga dos Campeões' a apenas 'O Alma' e tals - e simplifcando todos os conceitos e idéias).

          Cara, finalmente vi uma perspectiva interessante de voltar a trabalhar com projetos de quadrinhos!
          Valeu CANIBAL!

          Comment


          • #6
            Postem suas respostas. Preciso de entretenimento LEVE & DIVERTIDO.
            Giovanni Giorgio

            Comment


            • #7
              Business Plan de Quadrinhos Versão 1.1:



              DIREITOS AUTORIAS:
              Registro na Biblioteca Nacional No. ____________
              Autor:
              Endereço:
              Telefone (fixo e celular):
              RG:
              CPF:
              Empresa:
              CGC:
              Endereço:


              MARKETING + NICHO DE MERCADO:
              Tipo de leitor:
              Faixa etária:
              Distribuição (venda primária):
              Pontos de venda:
              Venda terciária:
              Projeto de marketing:
              Sistemas de divulgação:

              PUBLICAÇÃO:
              Destinação:
              Formato e/ou Papel:
              Impressão:
              Tiragem:
              Número de páginas:

              HISTÓRIAS:
              Estilo do desenho:
              Estilo do texto:
              Ambientação:
              Capitulação:
              Resumo:

              PERSONAGEM PRINCIPAL:
              Nome:
              Descrição física, design, apetrechos, dons e vestimentas:
              Alinhamento de personalidade:
              Vulnerabilidade:
              Parentes:
              Origem:
              Ambientação (endereço):
              Objetivos:
              Resumo:

              VILÕES:
              Quantidade:

              Nome:
              Descrição física, design, apetrechos, dons e vestimentas:
              Alinhamento de personalidade:
              Vulnerabilidade:
              Parentes:
              Origem:
              Ambientação (endereço):
              Objetivos:
              Resumo:

              Nome:
              Descrição física, design, apetrechos, dons e vestimentas:
              Alinhamento de personalidade:
              Vulnerabilidade:
              Parentes:
              Origem:
              Ambientação (endereço):
              Objetivos:
              Resumo:

              PERSONAGENS SECUNDÁRIOS:

              Quantidade:

              Nome:
              Descrição física, design, apetrechos, dons e vestimentas:
              Alinhamento de personalidade:
              Vulnerabilidade:
              Parentes:
              Origem:
              Ambientação (endereço):
              Objetivos:
              Resumo:

              Nome:
              Descrição física, design, apetrechos, dons e vestimentas:
              Alinhamento de personalidade:
              Vulnerabilidade:
              Parentes:
              Origem:
              Ambientação (endereço):
              Objetivos:
              Resumo:
              "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

              Comment


              • #8
                Postado originalmente por BK
                Canibal, não precisa de advogado pra acompanhar o processo de publicação na editora.
                Dá pra acompanhar através de exigência contratual e emissão de planilha de tiragem, com verificação da distribuição on line pela Internet.
                Nem precisa registrar na Biblioteca Nacional pois o contrato de publicação especifica quem é o autor e qual a finalidade da publicação.
                EVENTUALMENTE é necessário registrar a logomarca e, claro, o domínio da série.
                Mas creio que a logomarca se registra no INPI. E fica caro.
                A logomarca so se registra no INPI quando for USADA REALMENTE em uma publicacao. Mas quando se registra na Biblioteca Nacional, tu ja da a prioridade de uso da logomarca e nome para o PRODUTO(no caso publicacao) em que voce esta registrando na Biblioteca Nacional. Ja fiz isso com outros produtos(Software, Revista local). Mas tudo que fiz foi com acopanhamento de um advogado que da TODO o respaldo juridico e contratual para a coisa ficar perfeita.

                Aconselho sempre se possivel contratar um advogado. Nao custa tanto e fica tudo tranquilo.

                E o contrato de publicacao nao te da direitos COMPLETOS como autor de uma obra. TEM que registrar na Biblioteca Nacional para nao ter erro no futuro.

                Beijokas

                Canibal
                PROTOCOLO: A ORDEM foi impressa e está sendo vendida. APENAS ACEITEM!!!

                Comment


                • #9
                  A logomarca so se registra no INPI quando for USADA REALMENTE em uma publicacao. Mas quando se registra na Biblioteca Nacional, tu ja da a prioridade de uso da logomarca e nome para o PRODUTO(no caso publicacao) em que voce esta registrando na Biblioteca Nacional. Ja fiz isso com outros produtos(Software, Revista local). Mas tudo que fiz foi com acopanhamento de um advogado que da TODO o respaldo juridico e contratual para a coisa ficar perfeita.
                  Sem querer duvidar de sua proposta, Canibal, mas os CUSTOS de um registro no INPI são proibitivos. Loog, quanto mais coisa se for juntar no registro, mais complicado fica para o autor ganhar seu dinheirinho...
                  E aumentam os custos do editor.

                  Sua premissa é a correta mas não necessariamente a ideal.
                  Registrar personagem e logomarca é importante pra caramba. Tanto que a maioria dos personagens dos quadrinhos nacionais não tem registro pois seus autores eram, e são, um bando de largados.

                  Porém, os custos para o INPI complicam todo o esquema.
                  Aconselho sempre se possivel contratar um advogado. Nao custa tanto e fica tudo tranquilo.
                  Não há tranquilidade, Canibal.
                  Se neguinho tiver que te roubar, ele rouba.
                  Não adianta advogado, não adianta recibo, não adianta lhufas.
                  O certo é você ter um editor bom, honesto e profissional. Coisas bastante raras nos dias de hoje.

                  E nas grandes editoras, tipo Abril/Globo, eles te cobrem de segurança.

                  Advogado é bom. Mas fica caro.
                  E o contrato de publicacao nao te da direitos COMPLETOS como autor de uma obra. TEM que registrar na Biblioteca Nacional para nao ter erro no futuro.
                  Na verdade tudo se resume ao contrato que você firmar com o camarada do lado de lá.
                  Quanto mais você acrescentar no contrato, mais você se resguarda nos esquemas.
                  O contrato inicial define, sim, dos direitos completos.

                  Registrar na Biblioteca Nacional é obrigação e custa pouco.
                  Mas não te garante nada.
                  "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

                  Comment


                  • #10
                    A logomarca so se registra no INPI quando for USADA REALMENTE em uma publicacao. Mas quando se registra na Biblioteca Nacional, tu ja da a prioridade de uso da logomarca e nome para o PRODUTO(no caso publicacao) em que voce esta registrando na Biblioteca Nacional. Ja fiz isso com outros produtos(Software, Revista local). Mas tudo que fiz foi com acopanhamento de um advogado que da TODO o respaldo juridico e contratual para a coisa ficar perfeita.
                    Sem querer duvidar de sua proposta, Canibal, mas os CUSTOS de um registro no INPI são proibitivos. Loog, quanto mais coisa se for juntar no registro, mais complicado fica para o autor ganhar seu dinheirinho...
                    E aumentam os custos do editor.

                    Sua premissa é a correta mas não necessariamente a ideal.
                    Registrar personagem e logomarca é importante pra caramba. Tanto que a maioria dos personagens dos quadrinhos nacionais não tem registro pois seus autores eram, e são, um bando de largados.

                    Porém, os custos para o INPI complicam todo o esquema.
                    Aconselho sempre se possivel contratar um advogado. Nao custa tanto e fica tudo tranquilo.
                    Não há tranquilidade, Canibal.
                    Se neguinho tiver que te roubar, ele rouba.
                    Não adianta advogado, não adianta recibo, não adianta lhufas.
                    O certo é você ter um editor bom, honesto e profissional. Coisas bastante raras nos dias de hoje.

                    E nas grandes editoras, tipo Abril/Globo, eles te cobrem de segurança.

                    Advogado é bom. Mas fica caro.
                    E o contrato de publicacao nao te da direitos COMPLETOS como autor de uma obra. TEM que registrar na Biblioteca Nacional para nao ter erro no futuro.
                    Na verdade tudo se resume ao contrato que você firmar com o camarada do lado de lá.
                    Quanto mais você acrescentar no contrato, mais você se resguarda nos esquemas.
                    O contrato inicial define, sim, dos direitos completos.

                    Registrar na Biblioteca Nacional é obrigação e custa pouco.
                    Mas não te garante nada.
                    "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

                    Comment


                    • #11
                      Postado originalmente por BK
                      A logomarca so se registra no INPI quando for USADA REALMENTE em uma publicacao. Mas quando se registra na Biblioteca Nacional, tu ja da a prioridade de uso da logomarca e nome para o PRODUTO(no caso publicacao) em que voce esta registrando na Biblioteca Nacional. Ja fiz isso com outros produtos(Software, Revista local). Mas tudo que fiz foi com acopanhamento de um advogado que da TODO o respaldo juridico e contratual para a coisa ficar perfeita.
                      Sem querer duvidar de sua proposta, Canibal, mas os CUSTOS de um registro no INPI são proibitivos. Loog, quanto mais coisa se for juntar no registro, mais complicado fica para o autor ganhar seu dinheirinho...
                      E aumentam os custos do editor.

                      Sua premissa é a correta mas não necessariamente a ideal.
                      Registrar personagem e logomarca é importante pra caramba. Tanto que a maioria dos personagens dos quadrinhos nacionais não tem registro pois seus autores eram, e são, um bando de largados.

                      Porém, os custos para o INPI complicam todo o esquema.
                      Aconselho sempre se possivel contratar um advogado. Nao custa tanto e fica tudo tranquilo.
                      Não há tranquilidade, Canibal.
                      Se neguinho tiver que te roubar, ele rouba.
                      Não adianta advogado, não adianta recibo, não adianta lhufas.
                      O certo é você ter um editor bom, honesto e profissional. Coisas bastante raras nos dias de hoje.

                      E nas grandes editoras, tipo Abril/Globo, eles te cobrem de segurança.

                      Advogado é bom. Mas fica caro.
                      E o contrato de publicacao nao te da direitos COMPLETOS como autor de uma obra. TEM que registrar na Biblioteca Nacional para nao ter erro no futuro.
                      Na verdade tudo se resume ao contrato que você firmar com o camarada do lado de lá.
                      Quanto mais você acrescentar no contrato, mais você se resguarda nos esquemas.
                      O contrato inicial define, sim, dos direitos completos.

                      Registrar na Biblioteca Nacional é obrigação e custa pouco.
                      Mas não te garante nada.
                      Cada um faz o que achar melhor quanto a se resguardar juridicamente.
                      Porem concordo plenamente que o custos do INPI sao altos...gastei uma grana no INPI ja.
                      Mas quanto a registrar na Biblioteca Nacional, eu acho TOTALMENTE NECESSARIO. Resguarda o criador quanto a plagios futuros caso se tenha uma treta com a editora que esta publicando suas criacoes.

                      No mais, acho que estamos fechando legal uma forma de apresentacao de Projetos para editoras.

                      Beijokas

                      Canibal
                      PROTOCOLO: A ORDEM foi impressa e está sendo vendida. APENAS ACEITEM!!!

                      Comment


                      • #12
                        Registrar na Biblioteca Nacional é o básico.
                        Mas, juridicamente falando, a comprovação da criação e autoria do personagem fica consignada em contrato prévio e no expediente da publicação.
                        Na verdade a Biblioteca Nacional é uma forma a mais de garantir a criação e autoria do personagem e sua logomarca.
                        Mas não é obrigatório pois, como eu disse, o contrato e o expediente garante o que se pede.

                        Estamos fechando mais que isso, Canibal.
                        Acho que estamos criando uma metodologia de criação e desenvolvimento de personagens comerciais MAIS sua apresentação não apenas às editoras...

                        Mas à sites e empresas que querem divulgar seus produtos e idéias através de quadrinhos!
                        Digitais ou não.
                        "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

                        Comment


                        • #13
                          Postado originalmente por BK
                          Registrar na Biblioteca Nacional é o básico.
                          Mas, juridicamente falando, a comprovação da criação e autoria do personagem fica consignada em contrato prévio e no expediente da publicação.
                          Na verdade a Biblioteca Nacional é uma forma a mais de garantir a criação e autoria do personagem e sua logomarca.
                          Mas não é obrigatório pois, como eu disse, o contrato e o expediente garante o que se pede.

                          Estamos fechando mais que isso, Canibal.
                          Acho que estamos criando uma metodologia de criação e desenvolvimento de personagens comerciais MAIS sua apresentação não apenas às editoras...

                          Mas à sites e empresas que querem divulgar seus produtos e idéias através de quadrinhos!
                          Digitais ou não.
                          Eu ja apresento essas perguntas quando vou fechar com alguma agencia de publicidade ou empresa para a criacao de mascotes da empresa e personagens para campanhas.

                          Talvez, agora e um pedido, se cada um que tem criacoes aqui no MBB postasse um modelo com seu personagem e pudessemos debater sobre isso, as coisa ficasse BEM redonda.

                          Vou postar o do INFERNO mais tarde.

                          Beijokas

                          Canibal
                          PROTOCOLO: A ORDEM foi impressa e está sendo vendida. APENAS ACEITEM!!!

                          Comment


                          • #14
                            Postado originalmente por CANIBAL!!!
                            Eu ja apresento essas perguntas quando vou fechar com alguma agencia de publicidade ou empresa para a criacao de mascotes da empresa e personagens para campanhas.
                            Precisamente.
                            Depois você diz qual seu esquema de apresentação que seria interessante abrir isso também.
                            Talvez, agora e um pedido, se cada um que tem criacoes aqui no MBB postasse um modelo com seu personagem e pudessemos debater sobre isso, as coisa ficasse BEM redonda.

                            Vou postar o do INFERNO mais tarde.
                            Eu farei isso a seguir, é só questão de revisar meu texto.
                            "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

                            Comment


                            • #15
                              MARKETING + NICHO DE MERCADO:
                              Tipo de leitor: Infanto-juvenil.
                              Faixa etária: 8 aos 14 anos.
                              Distribuição (venda primária): Internet (produto digitalizado)
                              Pontos de venda: livraria (produto impresso)
                              Venda terciária: lojas de conveniência
                              Projeto de marketing: card-game anexado.
                              Sistemas de divulgação: assessoria de imprensa.

                              PUBLICAÇÃO:
                              Formato e Papel: 14cm por 21cm
                              Impressão: papel cartonado (capa), miolo off-set gramatura 90.
                              Número de páginas: 64
                              Tiragem: 3.000 exemplares

                              PERSONAGEM PRINCIPAL:
                              Nome: Hector
                              Codinome comercial: Estelar
                              Descrição física, design, apetrechos, dons e vestimentas: Hector apresenta-se como um menino de oito anos. Utiliza-se de uma vestimenta semelhante a uma roupa de mergulho prateada e um capacete com múltiplas funções. Seus dons são os de falar todas as linguas e entrar na mente alheia. Mas suas histórias são "cartunescas" e seus dons se manifestam de acordo com sua necessidade.
                              Alinhamento de personalidade:Caótico bom.
                              Vulnerabilidade:perda de força, coação psicológica, cálculos matemáticos
                              Parentes:Prahna (ver abaixo)
                              Origem:Hector brincava no páteo de sua casa quando ocorreu a queda de um avião comercial. Antes de cair, o jato despejou seu combustível, banhando o menino com fogo líquido.
                              Hector morre.
                              Mas sua consciência é levada para uma região de compreensão diferente.
                              Primeiro ele é mantido por pouco tempo num estado de adequação da consciência. Quando pronto, ele é levado à presença do Sol.

                              Ambientação (endereço):todos os lugares.

                              Objetivos:reorganizar os pensamentos dos seres humanos.

                              PERSONAGENS SECUNDÁRIOS:
                              Quantidade: diversos

                              Nome:
                              Descrição física, design, apetrechos, dons e vestimentas:Prahna apresenta-se como uma menina de idade indefinida, com cabelos cor de ouro avermelhado. Veste-se com um manto branco e tem três olhos e nenhuma boca.
                              Alinhamento de personalidade:Bondade caótica.
                              Vulnerabilidade:Escuridão, tecnologia.
                              Parentes:Sol.
                              Origem:indeterminada.
                              Ambientação (endereço):Prahna mora na mente de Estelar.
                              Objetivos:auxiliar Estelar.
                              Resumo:Prahna é uma antiga entidade védica que servia ao deus Vishnu. Relatos contam que Prahna é a força da vida, a essência da alma e, ao mesmo tempo, é a ponte que os pensamentos humanos aos deuses.

                              Sagrogar e Psique - auxiliares de Estelar. Sagrogar e Psique são parte da Consciência comum a todos os seres humanos.

                              Pégasus - veículo de transporte, espionagem, resgate e ataque comandado por Estelar. Nave de multiplas funções criada a partir da imposição da vontade de Hector sobre si mesmo.

                              Atemporal - manutentor das órbitas planetárias. Gerenciador dos Canais de Transporte.

                              Dio, Ogoe e Over (Id, Ego e Superego) - partes controladoras da ordem de cada planeta.

                              Ani Cop e Steed Mop - inimigos de Estelar; pedaços e contra-partes de Estelar.

                              Cal-Alvis-i (Lascívia) - inimiga ferrenha de Prahna. É o lado obscuro dela.

                              Ark-Mah - executora, destruidora e construtora de mundos. Também chamada de Morte.

                              Ah-Lam (Alma) - (censurado)

                              Paralelus: seres iguais a Estelar e que cumprem praticamente a mesma função que ele. São meninos e meninas que se encontram em estado de coma em hospitais ou em residências e dedicam-se totalmente as suas funções. Também chamados de Cupidos, Mercúrios, Súcubos, Sílfides, Gnomos e Íncubus.

                              L'os (Sol) - "pai" de Prahna; entidade que “cuida” do Sistema Solar. É um ser pandimensional. Zelador maior da evolução dos seres humanos. Foi ele quem chamou Hector ao serviço.

                              Mercúrios - enviados de L'os. Entregadores, recebedores e despachantes de pensamentos inovadores, colocados em determinados mundos. Tais pensamentos renovam os planetas e, assim, ajudam a evolução da Humanidade.

                              Cupidos/Súcubos/Íncubus/Sílfides/Gnomos/Salamandras – dos seres que interferem diretamente com a modificação das diretrizes do pensamento humano.

                              Agora começa a ficar interessante:

                              Galaxianos - alienígenas que convivem entre os homens e, eventualmente, ajudam a evolução física, intelectual, moral e mental da humanidade; de tão evoluídos, são vistos por Estelar como galáxias.
                              Eventualmente têm interesses científicos e estudam os seres humanos, não raramente se materializando na Terra e, assim, alterando o equilíbrio da concepção humana sobre tudo. Ha notícias de que alguns Galaxianos são dissidentes e se escondem entre os humanos, visando escapar de certas punições.

                              Dementados - algumas vezes, certos mundos tiveram sua essência pictóricas drenadas e expulsas. Essa essência se tornou pária, e quando sobrevive à separação de seu mundo natal, acaba vagando pela Dimensão Planetária, buscando um lar ou mesmo tentam recuperar o que lhe foi perdido.
                              São pequenos pedaços de seres humanos que vivem em um sonho (pesadelo?). Às vezes conseguem se anexar a mundos ainda em formação, expulsando ou destruindo as essências originais. Quando vitoriosos, os Dementados vencedores assumem o controle desses planetas, mas sua atuação degrada o ser humano, gerando fetos com Síndrome de Down, pessoas com paralisia cerebral ou Mal de Parkinson.
                              Mecanóides - seres criados a partir de impulsos eletro-magnéticos do aglomerado de máquinas (computadores unitários, celulares, redes e centrais telefônicas, cabos elétricos, linhas de transmissão, etc). Não são visto como mundos mas, sim, como formas geométricas parecidas com um cubo Borg.

                              Amide-Ikon - mecanóide que ambiciona ser o senhor supremo de todas as máquinas e, assim, impor sua vontade sobre todos os mundos. Sua origem é desconhecida mas sabe-se que ele foi criado através de um pulso elétrico contínuo e sem fim.
                              Amide-Ikon transfere sua consciência/reino por entre vídeo-games, pen-drives, centrais telefônicas e qualquer grande computador dotado com espaço de armazenamento. Também pode sobreviver em centrais de distribuição elétrica mas jamais pode habitar um ser humano.
                              Mas sua ambição é mesclar-se com uma mente humana e, portanto, estabelecer uma ponte mental que uma o pensamento das máquinas com a “carne” e, assim, criar a primeira espécie de seres híbridos com máquinas, os chamados Bioroides.
                              Os bioroides são a ponte de transição e união entre as máquinas e os humanos e, dentro do culto dos mecanóides, ele seria uma espécie de messias das máquinas e seu supremo libertador.
                              Mas as máquinas não querem conquistar os seres humanos mas, sim, serem parte deles pois elas reconhecem sua dívida para quem os criou.
                              Sombras: verdadeiros e únicos criadores dos seres humanos. Pouco ou quase nada se sabe desses seres. Se é que foram realmente seres. Há apenas vagos e imprecisos registros em raros DNA’s e pastas de registro corrompidas nos Arquivos do Pensamento Coletivo (também chamado de Arquivo Akáshiko).

                              Arquivos do Pensamento Coletivo: depositário de todas as idéias e de todos os pensamentos criativos ou abstratos de todos os seres humanos. Região paralela à frequência da atmosfera da Terra, acessível apenas pela inspiração, meditação ou acaso.

                              Mecanotron - diversos tipos de parasitas psíquicos que trabalham a mando dos mecanóides. Implantam desejos de consumo, paranóia, psicose, controle da mente, etc.

                              Imagináticos – formas de vida-pensamento que se originaram de guerras, batalhas, evoluções, dissoluções internas e externas originárias, acaso ou não, do centro de certos mundos e que, de vez em quando, passam a “controlar” esses e outros mundos.
                              Há incontáveis formas de Imagináticos e não raras vezes estes desenvolvem verdadeiros mundos dentro das mentes humanas com até bilhões e bilhões de seres com individualidade e senso de existência.
                              "AVATAR E ASSINATURA REMOVIDOS POR ULTRAPASSAREM O LIMITE DE 30KB"

                              Comment

                              Working...
                              X