Anúncio

Collapse
No announcement yet.

HELLBLAZER - À BEIRA DA LOUCURA (JOHN CONSTANTINE X SANDMAN)

Collapse
X
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • HELLBLAZER - À BEIRA DA LOUCURA (JOHN CONSTANTINE X SANDMAN)

    John Constantine X Sandman
    HELLBLAZER - A BEIRA DA LOUCURA
    Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

  • #2
    "Em algum ponto entre o céu e o inferno, existe um lugar chamado PESADELO...
    Nem sempre eles se vao,John...
    As vezes eles voltam..." :queimando:

    Entao escuridao.

    John Constantine acorda suando frio com a ultima frase do sonho em sua cabeca ensando:
    "As vezes eles voltam,John.As vezes eles voltam..."

    :humph: "Esses malditos sonhos estao piorando...cada noite q passa manter a sanidade esta deixando de ser uma opçao para mim."

    Constantine procurando um cigarro :cigarrim: :
    "Ou alguem esta brincando com a minha mente ou estou pirando de vez..."

    JC entao veste a calca pega o telefone faz uma ligacao:
    "Ja se esqueceu do seu amigo Constantine 8) ?
    Bom...mas eu nao me esqueci de voce.
    Voce me deve...e agora eu vim cobrar!
    Preciso de um favor...informaçoes."

    JC desliga o telefone:
    "Achei q MORPHEUS (Sandman) havia resolvido meus problemas com os pesadelos anos atras...mas agora eles estao voltando.Algo esta muito errado. Acho q um certo Senhor dos Sonhos me deve algumas explicacoes" :cigarrim:


    Em algum outro lugar uma voz diz...
    "As vezes eles voltam,John...mas isso você com certeza vai descobrir....
    Quer queira...quer nao!"

    ---

    Constantine acende um cigarro :cigarrim: e comeca a preparacao...

    traca o circulo magico com um giz e o athame...acende 4 velas...
    os simbolos cabalisticos IOD, SAMECH, CHEATH, NUN traçados com um giz em torno do circulo...
    o Athame q traca os 5 pontos da alma AR AGUA TERRA FOGO e ETER...
    uma pena , uma garrafa de whisky e uma gota de sangue.
    Um pendulo para conexao com outro mundo...

    Constantine girando o pendulo tres vezes, da um gole na garrafa de Whisky e da inicio ao ritual...
    O quarto escurece apenas iluminado pela luz das velas...

    CONSTANTINE - " :cigarrim: Voces sabem quem sou...sabem q estou aqui...pela pena, pelo alcool e pelo sangue eu as invoco...um tributo para cada uma das tres...A donzela,a mulher e a anciã...AS TRES Q SAO UMA...eu as invoco.Apareçam!

    3 BRUXAS - Sssssssssim Conssssstantine...sabemos exatamente onde você esta...apenassssss nos resta o q você quer. é sempre um prazer quando você deixa um pedaço de sua alma conosco a cada visita sua.O q deseja dessa vez?

    CONSTANTINE - :humph: Ja conheco o preco...entao vamos deixar a conversa fiada de lado e vamos ao q interessa...quero o de sempre meninas...tres perguntas...uma para cada uma de voces...tres respostas!

    JC da mais um gole no whisky...acende mais um cigarro...e gira o pendulo em circulos...

    CONSTANTINE - :cigarrim: Estou tendo problemas com o reino Onirico...por onde devo comecar a procurar?

    3 BRUXAS (bruxa1) - Dentro de cada um existe uma capacidade para o bem e o mal...assim como o espaco sua alma é uma infinidade de luzes...flutuando num vacuo escuro...essas luzes sao os GUIAS para esses abismos do seu caminho. O espaco Constantine,esta sujeito as leis da natureza...a alma atende apenas ao seu dono...você quem deve escolher qual luz deve apagar e qual deve ser extinguida...é VOCE quem controla .

    CONSTANTINE - otima liçao de historia...agora digam algo q ainda nao sei... 8)

    3 BRUXAS (bruxa2) - Longe da ambiguidade humana existe um lugar cuja ordem é assustadora....onde as nocoes de certo e errado perdem a coerencia e o nebulosos se torna real...aqui a justica humana nao tem autoridade...mas outras leis entram em vigor.aqui a crueldade foi esquecida e a traicao é simplesmente ignorada ou afundada...num alivio brilhante...aqui o mal e o destino é embrulhado e selado...pois aqui a escuridao da sua alma nao é um vacuo sem forma.

    CONSTANTINE - E como resolvo meu problema?

    3 BRUXAS (bruxa3) - Esse pacote horrivel foi criado por voce mesmo Constantine...ele é um acerto de contas,pois contem as consequencias do seu passado...um passado q você sera obrigado a aceitar...eles estao tomando forma Constantine...dentro da sua mente...todos seus pesadelos e culpas...e cabe so a voce saber como resolver isso...
    bem vindo ao caminho da insanidade...você ainda nao notou,nao?Mexeu e revirou tanto e por tanto tempo q esta a um passo de enlouquecer...
    a cada vez q você utiliza a magia,a insanidade mais se aproxima...
    cuidado com os caminhos q escolhe...alguns nao tem volta.

    As 3 bruxas somem...as 4 velas se apagam e as luzes voltam...

    CONSTANTINE - Deus...no q foi q meti dessa vez?
    preciso de uma cerveja... :breja:

    ---
    Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

    Comment


    • #3
      Constantine vai ao pub...compra um maço de Silk Cut senta no balcao e pede uma cerveja...

      CONSTANTINE - Nada melhor do q uma cerveja para esfriar a cabeca
      com um porre...agora so falta eu encontrar algo para relaxar (da um trago no cigarro)...

      Constantine olha um homem e sente nele um vazio...como se algo estivesse faltando...se aproxima.

      CONSTANTINE - Qual seu nome?

      RICK - Me chamo Rick...o senhor...?

      CONSTANTINE - John. Entao...para qual demonio vc vendeu sua alma? :cigarrim:

      RICK - Como...?nao estou entendendo.

      CONSTANTINE - Senti em voce um vazio...vc nao tem alma...ou é um sucubo ou vendeu a alma para um demonio...se for para o NERGAL esta tudo em familia. 8)

      RICK - Alma, demonios...o senhor esta delirando...

      CONSTANTINE - Tudo bem...mais cedo ou mais tarde todos acabam vendendo a alma para o demonio...por um motivo ou por outro...so estou te usando para me divertir um pouco com a desgraça alheia, assim esqueco um pouco da minha...
      ah...antes q eu va embora...

      RICK - Sim...?

      CONSTANTINE - aproveite bem a cerveja...pelo visto vai ser a sua ultima...olhe ali na porta...pelo jeito alguem veio te buscar para uma viagem...vamos dizer q...para terras mais quentes...
      Quem sabe nao nos cruzamos no inferno um dia desses...foi um prazer hein? 8)


      Constantine volta para seu lugar e observa com um sorriso canalha Rick tomando seu ultimo copo de cerveja...
      JC olha para o demonio aguardando Rick na porta do bar...da um trago no cigarro...lança um leve sorriso 8) ...e ve Rick andando em direcao ao demonio...os dois somem.

      CONSTANTINE - As vezes o preco nao vale a fortuna,meu amigo...mas vc descobriu isso tarde demais nao?Espero q o mesmo nao aconteça comigo... :cigarrim:

      ---

      "As vezes nossos desejos se realizam,
      Mas nem sempre sao como imaginamos.
      Cuidado Constantine...
      Voce agora esta vivendo no limite da razao,
      Cruzando uma porta q se abre apenas para um lado.
      Bem vindo ao meu mundo..."

      Entao silencio...seguido de escuridao.

      CONSTANTINE - "Malditos sonhos,estao piorando...
      Preciso lavar o rosto."

      Constantine vai ao banheiro, se olha no espelho...
      Ve seu rosto todo deformado e ensanguentado,coberto de vermes e grita:
      "AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHH...!"

      VOZ - "Bem vindo ao meu mundo Constantine!"

      JC acorda ensopado de suor, acende um cigarro:
      "Um sonho dentro de um sonho...as coisas estao ficando piores do q eu pensava.Precisofazer algo...e rapido.
      Esses pesadelossao apenas sintomas de uma doenca maior."

      "Esta quase tudo pronto para o proximo ritual...
      Agora so preciso esperar escurecer.
      Enquanto isso a Tequila vai me ajudar a passar o tempo...estou precisando de um porre mesmo"

      ---
      Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

      Comment


      • #4
        Muito bom Magão, espero q dessa vez tenha continuação, fiquei curioso como seria o dia do John com os deuses hindus - não reparei se já chegou nessa parte.

        Termina aí.

        Comment


        • #5
          A noite chega...e escurece.
          Constantine acende um cigarro, olha a Lua Cheia pela janela..

          "Deixe-me ver se esta tudo aqui...
          Incenso de Massala, 7 petalas amarelas, 3 petalas rochas, 2 velas virgens, sangue de carneiro...hhmmm...isso aqui esta parecendo mais sangue de gato,mas deve servir...caldeirao de prata...a Lua ja entrou no ciclo certo...ja posso comecar."

          Constantine entao desenha no chão o simbolo do MERKABAH.
          Em torno do desenho traca o circulo magico, espalhando os incensos de massala ao redor...uma vela em cima...outra embaixo.
          No centro o caldeirao queimando o sangue de Carneiro e as petalas junto com algumas outras ervas...

          CONSTANTINE - "Sem simbolos de protecao desta vez...so as marcacoes Norte/Sul tracadas devem bastar.
          Nunca estive em contato direto com esses dois, nao vou querer q eles achem q sou um desses fanaticos religiosos...odeio esses rituais Tantricos...deuses Hindus nunca falam nada claramente."

          E o ritual tem inicio...

          CONSTANTINE -
          "Memphis ií± Ghimel dalethed,
          In Aleph phe Shakit
          Thau iod Shiva
          Kether iph Malkuth...
          KETHER IPH MALKUTH!"

          O quarto se enche de luz...
          As duas divindades...Shiva e Shakti aparecem.
          O quarto escurece, iluminado apenas pela luz das duas velas,fazendo contraste com a fumaca dos incensos...

          ---

          Constantine num canto escuro do quarto encostado na parede acende um cigarro, observando as duas divindades...
          Shiva...formado pela fumaca dos incensos e sua irma Shakti, q surge do caldeirao utilizando o sangue de carneiro para tomar forma...

          SHIVA/SHAKTI - "Sim,mago...o q esta cima tambem esta embaixo...vimos o seu chamado, e ouvimos suas falas...por isso estamos aqui.Pq desperta Shakti e seu irmao?"

          CONSTANTINE - "Bom, vc Shiva é a essencia do espirito q abrange todas as coisas...sua irma é a essencia da materia...estou tendo problemas na area de voces...logo é responsabilidade sua..."

          SHIVA/SHAKTI - Nada devemos a ninguem,mago...nos ja nos encontramos antes, embora isso ainda ha de acontecer para voce...Nos ja o conhecemos, embora vc ainda nao saiba...e conhecemos suas maquinacoes...

          CONSTANTINE - Errado...vcs nao sabem nada sobre mim...ficam no seu altar longe de tudo e de todos, se achando o maximo...nao veem o tempo passar e a existencia de voces a cada dia mais perde o significado pq vcs nao nos entendem mais, nada sabem sobre nossas motivacoes..."

          SHIVA/SHAKTI - "Para nós tempo e espaço é uma constante q se entrelaça. O futuro informa o presente tanto quanto o passado.Nesse momento, mago...seu futuro se mostra presente em consequencia do passado."

          CONSTANTINE - "Entao é melhor parar de olhar para o meu futuro, e prestar atencao no de voces....vcs dependem de nos para existir...quando ninguem mais acreditar em SHIVA e SHAKTI vcs sabem o q vai acontecer,garotos...isso mesmo...voces vao para a galeria dos esquecidos...aprisionados no limbo do plano astral durante toda a eternidade...voces vao se tornar apenas supersticao...esqueletos de uma religiao esquecida.
          bom como vcs nao podem me ajudar, acho q vou embora...

          Constantine pensa...
          "é agora...eles tem q cair...sou melhor do que eles...eles sao uns arrogantes filhas da puta...e sabem q precisam de mim...eles vao cair."

          SHIVA/SHAKTI - "Mago..."

          CONSTANTINE - (da um sorriso sarcastico e um trago no cigarro...)

          SHIVA/SHAKTI - "Uma propina sera feita entao...uma vez a cada ano, tomaremos forma humana e andaremos entre voces, para compreender melhor suas motivacoes...e voce sera nosso guia.
          Em troca, te ajudaremos com o seu problema."

          CONSTANTINE - "Agora estamos ocnversando..."

          SHIVA/SHAKTI - "Cuidado consigo mesmo, mago...vc esta fazendo um jogo perigoso...nesse caminho q escolheu trilhar...voce criou muitos inimigos...mas nesse momento,seu pior inimigo é voce. As vezes, mago...a cura é pior do q a doenca."

          CONSTANTINE - "E eu nao sei?...vamos logo com isso"

          As divindades desaparecem...

          CONSTANTINE - "Comecou..."
          Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

          Comment


          • #6
            Constantine pega um cigarro do bolso...
            "Droga...é o ultimo. Vou ter q sair. Vai ser bom tomar um ar, ja faz 3 dias
            q estou sem dormir, so na base do whisky e Tequila. Preciso espairecer a cabeca, aproveito e tomo uma cerveja."

            John Constantine chega no bar, e sentanum banco de frente para o balcao.

            CONSTANTINE - "Boa Noite...3 maços de Silk Cut e uma cerveja, por favor"

            Enquanto o barman busca a cerveja, Constantine observa um velho de meia idade, beirando seus 70 anos, entrando no bar, com um sobretudo marrom igual ao seu.

            CONSTANTINE - "Belo sobretudo, vovo."

            O velho observa o sobretudo de Constantine e ve q sao iguais, olha em seus olhos...

            VELHO - "é uma questao de bom gosto."

            CONSTANTINE - "Cerveja?"

            VELHO - "Sempre."

            CONSTANTINE - "E o q tras o senhor a um bar nesse horario?"

            VELHO - "Vamos fazer um trato? vc nao me chama de senhor q eu nao te chamo de garoto (solta um leve e velho sorriso)...vim relembrar um pouco do meu passado"

            CONSTANTINE - "vc é linha dura, hein vovo?...eu vim aqui para tentar esquecer o meu."

            VELHO - "Voce esta com problemas,nao? Quando eu era mais jovem, me meti em todo tipo de confusao, e a cada uma eu perdia mais e mais de mim...me perdendo no caminho. Havia vezes q nada parecia ter saida nem solucao."

            CONSTANTINE - "E o q vc fazia quando isso acontecia?" :cigarrim:

            VELHO - " Tomava um porre e fazia as coisas do meu jeito...e agora, olhando para tras, nao me arrependo de nada.
            As vezes, a solucao so aparece quando desistimos de resolver o problema.

            CONSTANTINE -

            VELHO - "Obrigado pela cerveja Constantine.Agora preciso ir....obrigado por ter realizado o ultimo desejo de um velho moribundo."

            CONSTANTINE - "Espera ai...eu nao te falei o meu nome,como vc sabia...?
            ei vovo...quem é voce?"

            VELHO - "Pode me chamar de JOHN."

            E a morte aparece.

            MORTE - "Vamos...nosso tempo aqui acabou, velho mago .Cumpri minha parte no trato. Minha divida agora esta quitada, John. Precisamos ir.

            VELHO - "Sim...precisamos."

            O velho lanca um ultimo sorriso para Constantine, e tira um ultimo cigarro do seu sobretudo marrom enquanto acompanha a irmã de Sandman trilhando o caminho.
            E desaparecem.


            Constantine fica sozinho no bar, acende um cigarro e pensa no q aconteceu ouvindo ainda a frase do velho em sua cabeça:

            "As vezes, a solucao so aparece quando desistimos de resolver o problema."
            Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

            Comment


            • #7
              manha seguinte...
              Constantine enchendo mais um copo de Whisky...

              CONSTANTINE - "As alucinaçoes estao piorando, ontem espanquei um mendigo pensando ser um demonio....depois quase fui atropelado, achando ter visto Kit no meio da rua...nao me atrevo a dormir, ja é a quarta noite q passo em claro...
              Ah, Constantine, vc esta amolecendo, meu velho...
              Chega de auto-piedade."

              "Uma ultima visita...
              E tudo estara pronto."

              ---

              JC observa os instrumentos a sua volta...quatro velas pretas, duas velas vermelhas, giz branco, o Athame...

              Mais uma vez traça o circulo magico...desenha o pentagrama no circulo, desta vez invertido...coloca as quatro velas pretas demarcando os quatro elementos...as outras duas vermelhas dentro do circulo, uma no Norte, uma no Sul...os simbolos cabalisticos TSADE, TETH, GHIMEL, CHEATH desenhados ao redor para a invocaçao...alguns outros simbolos arcanos de proteçao, amarracao e ocultamento...uma MANDALA desenhada no centro, com duas cartas de Tarot ao lado...dois Arcanos Maiores...
              "O Diabo" e "O Enforcado".

              Constantine se afasta do circulo
              "Isso deve bastar...o Inferno nem pode desconfiar do q estou fazendo, senao tudo estara perdido."

              E o ritual tem inicio..

              CONSTANTINE -
              "In lamed Tsade Rick,
              í± cuph Teth Rick,
              Thau Ghimel Rick,
              Phe in Cheath Rick...

              Baphomet num Sephirots,
              Yetzirah í± Tipheret,
              Malkuth iph Kether...
              MALKUTH IPH KETHER"

              O quarto escurece, as quatro velas negras se apagam...
              deixando apenas as duas vermelhas acesas no centro do circulo...
              Os simbolos TSADE, TETH, GHIMEL, CHEATH comecam a brilhar...
              Algo aparece dentro do circulo...
              "Onde estou?"

              ---

              "Onde estou? Como vim parar aqui?"

              CONSTANTINE - "Ola RICK...lembra de mim?
              Bom, meu amigo, seu maior erro foi ter dito seu nome no bar quando nos conhecemos...tudo esta na nomeacao,sabe?
              Como vai a vida no Inferno?

              RICK - "Voce é o homem do bar...
              Ha quanto tempo estou la? Ja fazem meses desde a ultima vez q te vi..."

              CONSTANTINE - Meses nao, meu amigo...faz apenas 4 dias q vc esta no Inferno...
              Sabe o q dizem...um minuto no Inferno é uma eternidade.
              Mas para sua sorte, o tio John pode te ajudar."

              RICK - "E o q vc quer...? Faço qualquer coisa, mas me tire de la."

              CONSTANTINE - "Tudo ao seu tempo. Vou cumprir minha parte no trato, mas vc ficará em débito comigo. E tenha certeza...eu vou cobrar.
              E entao? é pegar ou largar..."

              E Rick aceita, sem ao menos pensar ou pestanejar...

              Constantine pensa:
              "Ah, meu amigo...vc nao sabe no q se meteu."

              ---

              CONSTANTINE -
              "Pego o Athame...
              Abro um talho em seu peito...demarco um simbolo de ocultamento em sua alma...como fiz com Ellie anos atras...so q dessa vez nao me preocupei em ser bonzinho...nao posso mentir q senti uma pontinha de prazer em ve-lo gritando...tambem talhei um simbolo de amarracao, so para me garantir q quando eu precisar ele nao vai fugir..."

              "O palco esta armado, as peças posicionadas...
              é agora...vai ser tudo ou nada.
              Desta vez vc esta ultrapassando os limites Constantine, vamos ver no q vai dar."
              Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

              Comment


              • #8
                No rádio toca a musica:
                "Dreaming my dreans with you...
                Dream a dream of you...
                And forgot what you know,
                You can not see what the matter...
                In a little dream of you..."


                Constantine acende um cigarro :cigarrim:

                "Vou variar dessa vez,
                Utilizar algo novo um pouco mais criativo...
                Umas passagens do Verum Grimoire devem servir,
                Talvez um pouco de magia Strega e latim arcaico funcionem tbm.
                Sem cí*rculo magico, simbologia e protecao...
                So a mais pura e perigosa magia."

                "Normalmente ela nao é usada dessa forma, mas tbm nunca fui do tipo q costuma seguir as regras e estou com pressa.
                Mas agora é tudo ou nada, dependendo do q acontecer, regras e leis nao vao fazer muita diferenca depois de hoje"

                da um ultimo trago no cigarro, pisa em cima da bituca...
                "esta na hora".

                CONSTANTINE -
                "sancta sanctorum
                erunt duo in carne una
                omne ignoto pro magnificolat
                qui habet aures audiendi audia

                est modus in rebus
                consuetudo consuetudine vincitur
                de omni re scibili et quibusdam aliis
                dubitando ad veritatem pervenimus
                DUBITANDO AD VERITATEM PERVENIMUS!"


                E Sandman aparece...
                Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

                Comment


                • #9
                  SANDMAN - "Porque se julga no direito de me invocar, mortal?"

                  CONSTANTINE - "Voce me deve explicaçoes !"

                  SANDMAN - "Nada devo a voce ou a ninguem.
                  Sou Morpheus, mestre do Sonhar!"

                  CONSTANTINE - "E depois dizem q eu sou arrogante.
                  Sei quem voce ...só nao entendo pq esta brincando com a minha mente. Certa vez te ajudei..."

                  SANDMAN - "Nao reconheço gratidão. Apenas te utilizei para meus proprios fins."

                  CONSTANTINE - "E se a minha mente se deteriorasse no processo, seria apenas consequencia, nao? Ora seu filha da..."

                  SANDMAN - "E o que voce vai fazer...me matar?
                  Os da minha extirpe nao podem ser mortos. Existimos desde antes da criaçao, e continuaremos depois de voces."

                  CONSTANTINE - "Sim...andei pensando nisso. Como matar algo q nao pode ser morto? Impossivel.
                  Entao descartei essa hipotese.
                  Mas sabe como é...existem destinos piores do q a morte."

                  SANDMAN - "Voce se julga muito prepotente, mortal"

                  CONSTANTINE - "Voce ainda nao viu nada...
                  Entao...tive algumas idéias ,sabe?
                  E pensei...bom, deve ter algum jeito de aprisiona-lo. Ja conseguiram fazer isso uma vez."

                  SANDMAN - "E vc me julga um tolo, achando q vou ser enganado com a mesma armadilha."

                  CONSTANTINE - "Acredita q pensei a mesma coisa? Ele nao é idiota, nao vai cair no mesmo truque duas vezes.
                  Mas como prender alguem q vive para sempre?Nenhuma prisao dura tanto tempo?"

                  SANDMAN - "Onde quer chegar? Sua insolência me impacienta. Voce esta mexendo com o q nao entende"

                  CONSTANTINE - "Cale um pouco essa boca imortal e me deixe terminar.
                  No meio de um porre me surgiu uma ideia, esculpida pela embriaguez.
                  Uma prisao q dura para sempre...hhmmm...e se eu mandasse Sandman para o Inferno? Claro...q idéia de bêbado.
                  Para isso eu teria q juntar sua alma a alma de um condenado ao Inferno ainda vivo."

                  SANDMAN - "Voce me diverte,mortal. Sua tolice so se equipara a sua arrogancia."

                  CONSTANTINE - "Tambem achei isso. Mesmo q eu encontrasse uma alma condenada, eu nao conseguiria junta-la a sua alma. Impossivel.
                  So se eu tivesse o poder sobre espirito e matéria para conseguir tal facanha. Ridiculo.
                  Prender voce num corpo mortal, juntar sua alma a alma condenada desse corpo e depois matar o pobre coitado, so para manda-lo ao Inferno junto com voce, como bagagem. Que absurdo."

                  Sandman observa Constantine, com seus olhos frios e vazios como a escuridao do Infinito.

                  Constantine acende um cigarro, fita firmemente os olhos do Mestre dos Sonhos...

                  CONSTANTINE - "Comecei a procurar. Muitos me devem favores...fiz umas ligacoes e descobrio onde encontrar um condenado.
                  Na verdade, isso foi facil, qualquer um conseguiria...muitos vendem a alma ao diabo hoje em dia.E nao importa o q digam, toda alma tem seu preço.
                  Em relaçao a ter poder sobre o plano material e o plano espiritual para fazer isso...bom, eu descobri q nao sao so demonios q fazem pactos..."

                  Constantine olha nos olhos de Sandman, solta um sorriso canalha...

                  CONSTANTINE - "SHIVA/SHAKTI...agora!"

                  Constantine desfaz o encantamento q ocultava Rick da percepçao de Sandman...
                  As duas divindades Shiva/Shakti transformam-se em névoa rodeando Rick e o Mestre dos Sonhos...transformando os dois em um so...de corpo e alma.

                  Constantine dá um soco em Sandman, o derrubando no chão...põe o pé em cima do seu pescoço, acende um cigarro e diz...

                  "Bem vindo a mortalidade, idiota. Seu erro foi ter me subestimado. Agora vamos tentar mais uma vez. Vou perguntar de novo, e espero q goste do q vou ouvir...
                  Porque voce esta brincando com a minha mente?"

                  "Melhor ainda, vou facilitar para voce...nao quero saber o q voce fez comigo, ou porque fez...foda-se se é para o bem da humanidade ou apenas para satisfazer seu desejo doentio de conhecimento ou sei la mais o q.
                  DESFAí‡A!"

                  Constantine começa entao a apertar mais o pé sobre seu pescoço, sufocando Sandman...
                  "DESFAí‡A!"

                  Uma voz aparece ao fundo e diz...
                  "Ele nao pode desfazer o q foi feito...mas eu posso. A questao é...será q vou querer?
                  Deixe-me apresentar...sou a irmã mais nova de Morpheus...me chamo Morte"
                  Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

                  Comment


                  • #10
                    Morte observa o Mestre dos Sonhos, antes tao prepotente e agora vulneravel, caido e humilhado.

                    John Constantine apaga o cigarro, jogando a bituca dentro da boca de Sandman

                    Morte fita os olhos de Constantine...

                    CONSTANTINE - "Vamos colocar da seguinte forma, querida.
                    Se eu matar Morpheus e voce nao deixa-lo morrer, ele ficará aprisionado num corpo mortal para sempre.
                    Se deixa-lo morrer...bom...seu irmaozinho esta preso a alma de um condenado.Voce sabe para onde condenados vao quando morrem."

                    MORTE - "E o q vc ganha com isso?"

                    CONSTANTINE - "Na verdade nada. Nao quero nenhum dos dois. Por isso, te ofereco uma proposta. Desfaça o q ele fez com a minha mente e eu o liberto."

                    Morte mais uma vez fita os olhos de Constantine, desta vez bem de perto...

                    CONSTANTINE - "Quer saber? Voce esta demorando muito para se decidir. Vou facilitar..."

                    Constantine corta os pulsos de Sandman com o Athame, e o sangue começa a jorrar...

                    CONSTANTINE - "Entao dona Morte...
                    Deixa-lo morrer, faze-lo viver ou aceitar minha oferta.
                    Decida-se!"

                    "Ela sabe o q esta em jogo...se o Sonhar ruir, sera o caos até o fim dos tempos...
                    Essa é minha ultima jogada. Nao tenho mais cartas na manga. Tem q ser agora.
                    Vamos...morda a isca. Basta dizer sim."

                    Morte olha dentro dos olhos do mago, lança um leve sorriso...




                    MORTE - "NAO."
                    Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

                    Comment


                    • #11
                      a seguir,

                      o capítulo final de Hellblazer - A Beira da Loucra.

                      Nao percam a proxima edição.
                      Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

                      Comment


                      • #12
                        Postado originalmente por MagoHellblazer
                        Morte observa o Mestre dos Sonhos, antes tao prepotente e agora vulneravel, caido e humilhado.

                        John Constantine apaga o cigarro, jogando a bituca dentro da boca de Sandman

                        Morte fita os olhos de Constantine...

                        CONSTANTINE - "Vamos colocar da seguinte forma, querida.
                        Se eu matar Morpheus e voce nao deixa-lo morrer, ele ficará aprisionado num corpo mortal para sempre.
                        Se deixa-lo morrer...bom...seu irmaozinho esta preso a alma de um condenado.Voce sabe para onde condenados vao quando morrem."

                        MORTE - "E o q você ganha com isso?"

                        CONSTANTINE - "Na verdade nada. Nao quero nenhum dos dois. Por isso, te ofereco uma proposta. Desfaça o q ele fez com a minha mente e eu o liberto."

                        Morte mais uma vez fita os olhos de Constantine, desta vez bem de perto...

                        CONSTANTINE - "Quer saber? Voce esta demorando muito para se decidir. Vou facilitar..."

                        Constantine corta os pulsos de Sandman com o Athame, e o sangue começa a jorrar...

                        CONSTANTINE - "Entao dona Morte...
                        Deixa-lo morrer, faze-lo viver ou aceitar minha oferta.
                        Decida-se!"

                        "Ela sabe o q esta em jogo...se o Sonhar ruir, sera o caos até o fim dos tempos...
                        Essa é minha ultima jogada. Nao tenho mais cartas na manga. Tem q ser agora.
                        Vamos...morda a isca. Basta dizer sim."

                        Morte olha dentro dos olhos do mago, lança um leve sorriso...




                        MORTE - "NAO."






                        Sandman caido, preso num corpo mortal....os pulsos sangrando, í beira da morte.

                        Morte encara Constantine, dessa vez com desprezo.
                        Faz um gesto com a mao...

                        CONSTANTINE -" Meu coraçao. O q vc...?"

                        Antes q termine a frase, John Constantine cai morto no chao.

                        MORTE - "Agora meu irmao, vamos resolver sua situacao.
                        E voce mago, desfaça essa farsa. Sou Morte, segunda entre os Perpetuos.Achou mesmo q uma ilusao me enganaria?"

                        O corpo morto q antes era do mago, transforma-se, dando lugar ao corpo de Rick.O corpo onde o Mestre dos Sonhos esta aprisionado tbm se tranforma...

                        CONSTANTINE - Eu tinha q tentar...estou sem opcoes.
                        Sabia q voce iria aparecer e com uma sugestao hipnotica e um pouco de ilusao fiz Rick agir como eu precisava.
                        Sabe quando eu disse q seu irmao esta preso a alma de um condenado...bom...o condenado sou eu.

                        Constantine mostra seus pulsos cortados.

                        CONSTANTINE - estou morrendo. E se eu morrer, tenha certeza, seu irmao vai comigo.

                        ---

                        MORTE - "Veja o q voce se tornou...
                        Se o Sonhar ruir voce sabe o q acontecerá, nao?"

                        CONSTANTINE - "Sim, eu...sei.E sei o q devo fazer."

                        John Constantine entao se recorda da frase, dita por um velho moribundo dias atras

                        "As vezes, a soluçao so aparece quando desistimos de resolver o problema"


                        Morte observa a vida se esvaindo, o mago ja fraco e pálido...

                        CONSTANTINE - "cl...cl...clatu...verata...nictu."

                        Tudo começa a escurecer...o mago já nao vê mais nada...

                        MORTE - "Obrigado"

                        CONSTANTINE - "Entao...entao é assim q tudo termina?"

                        MORTE - "Sim, mago...assim.Como voce sempre imaginou q fosse."

                        CONSTANTINE - "finalmente"

                        Constantine fecha os olhos...em busca do sono final.

                        ---

                        Constantine acorda, vai ao bar tomar uma cerveja com chas...

                        CHAS - Entao vc esta me dizendo q fez um monte de rituais, prendeu sandman encarou a morte e ainda saiu inteiro?

                        CONSTANTINE - Nao sei...isso tudo parece surreal e doido demais até para mim, acho q devo ter sonhado.Enfim, nunca vou ter certeza q tudo aquilo foi real ou nao...quando achei q estava morto, e tudo tinha acabado simplesmente acordei...a morte nao poderia ser gentil assim.

                        Entra no bar um casal...

                        BARMAN - Ei, Constantine...esses dois aqui estao te procurando.

                        CONSTANTINE - ei chas, puxa mais duas cadeiras e pede mais uma cerveja, vou te apresentar uns amigos distantes, Shiva e Shakti...

                        FIM.
                        Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

                        Comment


                        • #13
                          dedico essa fanfic ao mago que existe dentro de cada um de nos.

                          e principalmente ao bom e velho John Constantine, que me acompanhou durante tantos anos da minha vida.

                          Obrigado a todos do mbb pela oportunidade e pela consideração.



                          "As vezes a soluçao so aparece, quando desistimos de resolver o problema"
                          MagoHellblazer.
                          Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

                          Comment


                          • #14
                            Fumante inveterado,ocultista,amante de Classic Rock e uma cerveja geladissima.

                            Comment


                            • #15
                              Pasta errada.
                              AAHHHHHH!!! I fucking hate this town! - KNIGHTLEY, ANDREW. The World's End

                              Comment

                              Working...
                              X