X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Está explicado porque a Sony está perdendo exclusividades!!!

    http://www.joystiq.com/2007/07/03/so...y-exclusivity/

    Perhaps now would be a good time to start? In an interview published within the latest issue of PSM, Sony Computer Entertainment America president, Jack Tretton, responds to the magazine's observation that there are fewer exclusive titles bound for (and to) the PlayStation 3 than there possibly could be. Mr. Tretton explains that Sony's approach to the acquisition of exclusives is different than those of competitors, perhaps in the sense that it's far more noble and devoid of unspeakable acts of bribery. Or perhaps in the sense that there isn't much of an approach at all.

    "Yeah, 'fewer exclusives' is a term, and I don't know what makes an exclusive," says Tretton. "We have a very different approach to exclusives than some of our competitors. We don't buy exclusivity. We don't fund development. We don't, for the lack of a better term, bribe somebody to only do a game on our platform." That's correct, generating reasons for consumers to purchase and enjoy your console over others became a dubious, underhanded maneuver when you weren't looking. Since the publisher (of third-party titles such as Heavenly Sword and Lair) isn't willing to stoop that low, it would much rather "earn" exclusives. "We earn it by saying 'you can build a better game on our platform. If you focus your development on our platform, you will ultimately be more successful. We can try to partner up with you from a technological standpoint. We can try to partner up with you from a marketing standpoint. But just economically and technologically, this is the system that makes the most sense for you. '"

    With money apparently not changing hands for that exclusive status, how do you suppose the system's comparatively small install base makes "the most sense" economically? No answer is obtained from Tretton, who then rightly notes that as a first-party, Sony has a very strong ability to provide plenty of exclusive titles. However, he warns that relying too much on first-party endeavors as Nintendo does might not make for a "healthy environment" and that conversely, Microsoft is "too dependent on the third-party community."

    Grab a copy of his month's PSM to read the full interview.
    If drums are the foundation, guitars the finishes, and voice the fluorish; bass is the soul.

  • #2
    Amigos, este é o resultado por uma pessoa ter sido currada pela Sony por mais de 10 anos, cuidado para não ficarem assim!
    O Patchanka só não está pior que uma tal de Famicon-Girl do Fórum Jogos.

    Agora comentando a notícia... Ele só disse a verdade. A maioria dos jogos AAA da Nintendo são os próprios, e os AAA do 360 são produzidos por thirds, à exceção de alguns medalhões como Halo. Ao contrário disso, a Sony possui muitos excelentes títulos para suas plataformas desenvolvidos pelos estúdios SCEA e pelas thirds, isso fica muito claro no PlayStation 2, principalmente.

    Comment


    • #3
      Postado originalmente por Felipe Parker
      Amigos, este é o resultado por uma pessoa ter sido currada pela Sony por mais de 10 anos, cuidado para não ficarem assim!
      O Patchanka só não está pior que uma tal de Famicon-Girl do Fórum Jogos.
      Rienji, vai tentar vender alguns PS3 por aí. A Sony está precisando.

      Postado originalmente por Felipe Parker
      Agora comentando a notícia... Ele só disse a verdade. A maioria dos jogos AAA da Nintendo são os próprios, e os AAA do 360 são produzidos por thirds, à exceção de alguns medalhões como Halo. Ao contrário disso, a Sony possui muitos excelentes títulos para suas plataformas desenvolvidos pelos estúdios SCEA e pelas thirds, isso fica muito claro no PlayStation 2, principalmente.
      Bem, o Nintendo DS tem vários ótimos jogos de thirds, mas admito que o topo do catálogo do DS e do Wii é first-party (como sempre foi na Nintendo).

      Mas achar que essa "diversidade" que o cara conta existe é ser otário. O PS2 tinha esse "equilíbrio" porque as softs TINHAM de programar para o PS2, senão iam perder dinheiro. Para o PS3, você não vê essa diversidade: os jogos para o PS3 são first-party, second-party ou são multiplataforma. Os únicos exclusivos para o PS3 que são de thirds são MGS e FF, e ainda assim estão perigando.
      If drums are the foundation, guitars the finishes, and voice the fluorish; bass is the soul.

      Comment


      • #4
        Vocês não têm jogos pra terminar, não? Eu tenho um monte aqui, e vou lá jogar agora, em vez de ficar fazendo cross.

        Comment


        • #5
          Postado originalmente por #@®®¡$
          Vocês não têm jogos pra terminar, não? Eu tenho um monte aqui, e vou lá jogar agora, em vez de ficar fazendo cross.
          Obrigado, Haris. Você me fez pensar porque eu estou lendo esse topico ao inves de jogar Fallout, uma coisa muito mais divertida. E ai eu me lembrei que a porra desse windows XP anda tretando com o Fallout 2 e é por isso que eu vou baixar o 98 pra instalar em outro HD. Maldita microsoft.
          Postado originalmente por Oz Jordan
          eu sempre considerei o ajax negão, só q um negão verde. em vista de q os marcianos do caralhø lá eram brancos e verdes, o verde é o negro espacial.

          Comment

          Working...
          X