Rifa do MBB - está suspensa por hora.
Resultados 1 a 9 de 9
  1. #1
    Senior Member Ranger do Texas Avatar de Lucien odeia Booktubers
    Data de Ingresso
    Nov 2008
    Localização
    Bahia
    Posts
    4.273

    [AVALIAÇÃO] Hellblazer Assombrado 2 - Warren Ellis, Darko Macan, Atire! e Winter's Edge



    Uma relíquia do passado. Uma ligação de um velho amigo. Amores antigos. Segredos antigos e bem guardados de Londres. Um tiroteio. A morte de um mago. Uma beberagem de Ação de Graças. Noites no Pub. Lembranças da morte de um amigo. Um assassino em busca de uma prostituta. Apenas mais algumas das centenas de histórias na vida de John Constantine, umas mais malditas do que as outras.
    Esta edição de ASSOMBRADO reúne o prematuro fim da fase de Warren Ellis (trazendo inclusive a história que causou a saída abrupta do escritor do personagem, Atire!), duas histórias inéditas do roteirista Darko Macan e três histórias curtas originalmente publicadas na revista Winter’s Edge nos EUA, compondo um apanhado diverso da trajetória do Mago inglês.
    WARREN ELLIS (PLANETARY), DARKO MACAN (Star Wars), TIM BRADSTREET (Justiceiro), MARCELO FRUSIN (LOVELESS), GARY ERSKINE (THE FILTH), e outros são os responsáveis pela miríade de aventuras encerrando essa curta coleção em dois volumes.

    Histórias originais


    • Hellblazer 141 a 145Vertigo Resurrected 1Vertigo: Winter’s Edge 1 a 3



    Assombrado 2: Histórias Malditas


    O Berço- Interessante narrar na perspectiva da criação de um mito, uma lenda urbana e envolver Constantine num evento que nao é verdadeiramente místico. Acho essas variações em Hellblazer algo que acrescenta muito a serie como um todo, seja narrando uma maldade “apenas humana” ou com algum dos elementos “místicos” se aproveitando disso e não necessariamente dando causa a isso. Arte suja bem na linha do que o personagem a mim parece ser, a quadrinização contribui bastante com a primeira parte da narrativa um tanto documentaria/jornalistica


    Sol poente.Historia de fantasma, basicamente uma história de horror com maior foco na descrição, algo bem simples. Acho que e o tipo de história que precisa de uma arte mais intensa, capaz de entregar algo a mais de interesse. O que não acontece aqui. Mas é honesta, e no fim deixa em aberto a possibilidade de uma maldade grande de Constantine.


    Última canção de amor.Uma história simples de memórias de namoradas, entrecortando suas mortes/sumicos com como trepavam. Nada demais isso aqui e salvo engano boa parte dessas namoradas surgem ness história, nem seriam algo de alguma importância na mitologia do personagem.


    Contando Causos.Edição toca em um tema ate certo ponto recorrente no Jenkins que o Ellis ja usou em A Mulher Escarlate. As histórias de assombração de Londres. As lendas urbanas e mitos etc. Aqui a inventividade divertida do Ellis funciona bem melhor que nas histórias anteriores.


    Atire!A história proibida do Ellis no título, que segundo se diz encurtou a passagem dele. Ja saiu aqui antes naqueles compilados de histórias avulsas da Vertigo que a Panini lançou.
    Um tremendo acerto lançar essa história de novo dentro desse encadernado, bem como o Daft intuiu que poderia acontecer. Dessa forma esse encadernado da Panini acaba tendo um conteúdo geral diferente do de qualquer dos encadernados de Hellblazer la fora ate onde vi.


    Gosto muito dessa história que acabei lendo antes de qualquer coisa do Ellis no personagem. Tem uma estrutura parecida com o berço, mas ainda mais aterrorizante, ja que o ponto de partida já é totalmente alheio a qualquer elemento fantasioso, sem falar que o fia condutor da história aqui esta incomodada é desconfortável com o que lhe acontece. Isso tudi contribui pro terror/horror ficar representado de maneira mais interessante.


    Ponto central é a busca por respostas para os eventos de morte e suicídio nos estados unidos, envolvendo adolescentes. Ellis deixa aqui uma crítica social pesada sobre o tema, bem escrita e inteligente, condizente com o personagem e sem esbarrar em nenhum grande clichê. Pra mim e uma história que envelheceu muito bem, se e q mesmo depois de tanto tempo se pode dizer “velha”. Eu mesmo a acho bastante atual.


    Mel e Cinzas.História em duas edições sobre uma família de refugiados erradicada em Londres vinda da guerra. Bem interessante e tem um belo final, com Constantine fazendo uma “boa ação” pra tentar reparar um ciclo constante de desgraça na vida dos envolvidos, seja desgraça vinda da relação com a magia ou coisa do tipo, seja vinda das relações pessoais.


    Essa história não é do Ellis, é de Darko Macan, que para mim era um autor desconhecido. Certamente alguém aqui saberá dizer algo mais relevante sobre ele.


    E a edição acaba com 3 histórias curtas de Contos de Inverno Vertigo.


    Conte-meé do Jenkins, que aqui vai na mesma toada da sua fase, se saindo bem quando escreve histórias curtas. é uma história simpática, bem amarrada, romance com tristeza. Gostei. Me veio a mente que esse personagem aparece também em Sandman, mas longe de conseguir lembrar exatamente disso a essa altura da vida.


    Todos esses meninos e meninasé do Ennis. Uma história de memórias do Constantine em relação a seus amigos, imaginando que crianças eles teriam sido e remoendo suas culpas. Não é novo em se tratando de ser o Ennis escrevendo o personagem, mas é uma história muito boa, que identifica bem demais o personagem. Funciona muito bem numa antologia de personagens Vertigo, que foi onde saiu.


    Outro Maldito Natalé do Gibbons e é uma história bem sem sal a meu ver. Não marca, nem sequer ofende.


    Uma parte das histórias de Vertigo Inverno já foi publicada pela Panini dentro de suas séries respectivas, mas tudo saiu em edições avulsas da Opera Graphica.


    Como o formato de antologias é algo que por vezes é abraçado pra trazer o selo, como fizeram recentemente com Flinch, e considerando que Vertigo Inverno alcança basicamente persoangens de uma "Vertigo Clássica” por assim dizer eu acho que valeria a pena uma republicação.


    No geral achei um ótimo encadernado. As história do Ellis da série regular de Hellblazer são boas, ainda que a meu ver A Mulher Escarlate seja superior.
    Atire! é excelente, é o ponto alto do encadernado, e enxertada aqui fica como um ponto muito positivo pra coleção de Hellblazer como um todo.


    E tá perto de acabar. Acho que com esse encadernado todas as 300 edições de Hellblazer já saíram no Brasil de uma forma ou de outra.


    A Panini tá a 2 encadernados de ter (re)publicado tudo. E a 10 encadernados de publicar tudo em encadernados.
    Let´s put a smile on that face!!!

  2. #2
    Vingador Reserva Detentor do Sharingan Avatar de Dylan Dog
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Localização
    Rio de Janeiro - RJ
    Posts
    9.698

    Re: [AVALIAÇÃO] Hellblazer Assombrado 2 - Warren Ellis, Darko Macan, Atire! e Winter's Edge

    2 do Azzarelo, mas os outros 8 são o que?

    Enviado de meu Moto G (5) usando o Tapatalk

  3. #3
    Grey. Super-Homem da Era de PRAAAAAAATA Avatar de Daft Flores
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Localização
    Salvador
    Posts
    43.916

    Re: [AVALIAÇÃO] Hellblazer Assombrado 2 - Warren Ellis, Darko Macan, Atire! e Winter's Edge

    Citação Postado originalmente por Dylan Dog Ver Post
    2 do Azzarelo, mas os outros 8 são o que?

    Enviado de meu Moto G (5) usando o Tapatalk
    O resto do material que a Panini só publicou na mensal da Vertigo até o momento (fase Mike Carey e o começo da fase Milligan)
    A nova geração.

  4. #4
    Vingador Reserva Detentor do Sharingan Avatar de Dylan Dog
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Localização
    Rio de Janeiro - RJ
    Posts
    9.698

    Re: [AVALIAÇÃO] Hellblazer Assombrado 2 - Warren Ellis, Darko Macan, Atire! e Winter's Edge

    Citação Postado originalmente por Daft Flores Ver Post
    O resto do material que a Panini só publicou na mensal da Vertigo até o momento (fase Mike Carey e o começo da fase Milligan)
    Ah sim, falta pouco, até metade do ano que vem acaba.

    Enviado de meu Moto G (5) usando o Tapatalk

  5. #5
    Moderador Cavaleiro de Atena Avatar de Cabral
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    Minas Gerais
    Posts
    8.643

    Re: [AVALIAÇÃO] Hellblazer Assombrado 2 - Warren Ellis, Darko Macan, Atire! e Winter's Edge

    Citação Postado originalmente por Lucien odeia Booktubers Ver Post
    Atire!A história proibida do Ellis no título, que segundo se diz encurtou a passagem dele. Ja saiu aqui antes naqueles compilados de histórias avulsas da Vertigo que a Panini lançou.

    Um tremendo acerto lançar essa história de novo dentro desse encadernado, bem como o Daft intuiu que poderia acontecer. Dessa forma esse encadernado da Panini acaba tendo um conteúdo geral diferente do de qualquer dos encadernados de Hellblazer la fora ate onde vi.

    Gosto muito dessa história que acabei lendo antes de qualquer coisa do Ellis no personagem. Tem uma estrutura parecida com o berço, mas ainda mais aterrorizante, ja que o ponto de partida já é totalmente alheio a qualquer elemento fantasioso, sem falar que o fia condutor da história aqui esta incomodada é desconfortável com o que lhe acontece. Isso tudi contribui pro terror/horror ficar representado de maneira mais interessante.

    Ponto central é a busca por respostas para os eventos de morte e suicídio nos estados unidos, envolvendo adolescentes. Ellis deixa aqui uma crítica social pesada sobre o tema, bem escrita e inteligente, condizente com o personagem e sem esbarrar em nenhum grande clichê. Pra mim e uma história que envelheceu muito bem, se e q mesmo depois de tanto tempo se pode dizer “velha”. Eu mesmo a acho bastante atual.
    Bom saber que incluíram essa história no encadernado.

  6. #6
    Senior Member Ranger do Texas Avatar de Lucien odeia Booktubers
    Data de Ingresso
    Nov 2008
    Localização
    Bahia
    Posts
    4.273

    Re: [AVALIAÇÃO] Hellblazer Assombrado 2 - Warren Ellis, Darko Macan, Atire! e Winter's Edge

    Citação Postado originalmente por Dylan Dog Ver Post
    Ah sim, falta pouco, até metade do ano que vem acaba.

    Enviado de meu Moto G (5) usando o Tapatalk
    Rapaz, muito otimismo ser tão rápido assim. Até por eles estarem intercalando com as reimpressões. Eu acho que só acaba mesmo em 2020.

    O que falta seria isso pelo que eu achei.
    Essa lista não é totalmente exata, até por alguns encadernados ficarem diferentes dos de lá de fora, e lá fora há uns encadernados bem maiores do que o padrão que a Panini adotou.

    #146 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Hard Time
    #147 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Hard Time
    #148 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Hard Time
    #149 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Hard Time
    #150 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Hard Time
    #151 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Good Intentions
    #152 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Good Intentions
    #153 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Good Intentions
    #154 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Good Intentions
    #155 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Good Intentions
    #156 PIXEL MAGAZINE Brian Azzarelo Good Intentions

    #175 REVISTA VERTIGO Mike Carey Red Sepulchre
    #176 REVISTA VERTIGO Mike Carey Red Sepulchre
    #177 REVISTA VERTIGO Mike Carey Red Sepulchre
    #178 REVISTA VERTIGO Mike Carey Red Sepulchre
    #179 REVISTA VERTIGO Mike Carey Red Sepulchre
    #180 REVISTA VERTIGO Mike Carey Red Sepulchre
    #181 REVISTA VERTIGO Mike Carey Black Flowers
    #182 REVISTA VERTIGO Mike Carey Black Flowers
    #183 REVISTA VERTIGO Mike Carey Black Flowers
    #184 REVISTA VERTIGO Mike Carey Black Flowers
    #185 REVISTA VERTIGO Mike Carey Black Flowers
    #186 REVISTA VERTIGO Mike Carey Black Flowers
    #187 REVISTA VERTIGO Mike Carey Staring The Wall
    #188 REVISTA VERTIGO Mike Carey Staring The Wall
    #189 REVISTA VERTIGO Mike Carey Staring The Wall
    #190 REVISTA VERTIGO Mike Carey Staring The Wall
    #191 REVISTA VERTIGO Mike Carey Staring The Wall
    #192 REVISTA VERTIGO Mike Carey Staring The Wall
    #193 REVISTA VERTIGO Mike Carey Staring The Wall
    #194 REVISTA VERTIGO Mike Carey Stations of The Cross
    #195 REVISTA VERTIGO Mike Carey Stations of The Cross
    #196 REVISTA VERTIGO Mike Carey Stations of The Cross
    #197 REVISTA VERTIGO Mike Carey Stations of The Cross
    #198 REVISTA VERTIGO Mike Carey Stations of The Cross
    #199 REVISTA VERTIGO Mike Carey Stations of The Cross
    #200 REVISTA VERTIGO Mike Carey Stations of The Cross
    #201 REVISTA VERTIGO Mike Carey Reasons to be Cheerful
    #202 REVISTA VERTIGO Mike Carey Reasons to be Cheerful
    #203 REVISTA VERTIGO Mike Carey Reasons to be Cheerful
    #204 REVISTA VERTIGO Mike Carey Reasons to be Cheerful
    #205 REVISTA VERTIGO Mike Carey Reasons to be Cheerful
    #206 REVISTA VERTIGO Mike Carey Reasons to be Cheerful
    #207 REVISTA VERTIGO Mike Carey The Gift
    #208 REVISTA VERTIGO Mike Carey The Gift
    #209 REVISTA VERTIGO Mike Carey The Gift
    #210 REVISTA VERTIGO Mike Carey The Gift
    #211 REVISTA VERTIGO Mike Carey The Gift
    #212 REVISTA VERTIGO Mike Carey The Gift
    #213 REVISTA VERTIGO Mike Carey The Gift
    #214 REVISTA VERTIGO Mike Carey The Gift
    #215 REVISTA VERTIGO Mike Carey The Gift

    #229 REVISTA VERTIGO Mike Carey

    #251 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Scab
    #252 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Scab
    #253 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Scab
    #254 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Scab
    #255 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Scab
    #256 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Hooked
    #257 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Hooked
    #258 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Hooked
    #259 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Hooked
    #260 REVISTA VERTIGO Peter Milligan Hooked
    Let´s put a smile on that face!!!

  7. #7
    Moderador Cavaleiro de Atena Avatar de Cabral
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    Minas Gerais
    Posts
    8.643

    Re: [AVALIAÇÃO] Hellblazer Assombrado 2 - Warren Ellis, Darko Macan, Atire! e Winter's Edge

    Analisando o conjunto da obra, achei um pouco inferior ao Volume 1. Não por culpa de Warren Ellis, mas dos outros roteiristas presentes.

    As histórias escritas por Ellis são, no mínimo, interessantes. Curioso como, em três tramas fechadas, o autor aborda a magia de formas completamente distintas. Em O Berço, Ellis brinca com a existência – ou não – da magia, ao mostrar uma série de eventos bizarros, ligados a uma antiga lenda. Já Contando Causos apresenta uma visão bem-humorada, com John revelando altos segredos do mundo da magia a um jornalista. Por outro lado, Sol Poente abre mão de qualquer tipo de sutileza, colocando Constantine frente a frente com um espírito, que se recusa a deixar o plano terreno, antes de cumprir uma última tarefa.

    O ponto alto do encadernado é Atire!, a controversa história que ficou engavetada durante anos, por abordar assassinatos em escolas, uma tragédia assustadoramente recorrente nos EUA. A trama continua tão atual, que parece ter sido escrita na semana passada. O desfecho, além de surpreendente, é um soco no estômago do leitor. E um tapa na cara da sociedade americana. Ellis não digeriu o veto da DC na época, mas acho que até dá pra entender a decisão da editora. Afinal, a história já estava pronta pra ser lançada, quando ocorreu o “Massacre de Colombine”. E sua publicação, na esteira do trágico acontecimento, certamente causaria muita polêmica.

    A exceção das boas histórias de Ellis é Última Canção de Amor, uma traminha água com açúcar sobre os amores passados de Constantine, que dá sono.

    As demais histórias, assinadas por outros roteiristas, tem qualidade variável. O arco em duas partes Mel & Cinzas, escrito por Darko Macan, é interessante. A trama é focada numa família de refugiados radicados em Londres, que parece viver um constante ciclo de tragédias.

    As histórias de Garth Ennis e de Paul Jenkins, escritas para os especiais Vertigo Winter’s Edge são fraquinhas.

    O conto de Dave Gibbons, também escrito para um especial de Vertigo Winter’s Edge, é razoável. É uma trama padrão de Hellblazer, com John se envolvendo por acaso em uma treta sobrenatural, mas que, por ter um formato diferente habitual (é um conto), se torna mais interessante do que realmente é.

  8. #8
    Grey. Super-Homem da Era de PRAAAAAAATA Avatar de Daft Flores
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Localização
    Salvador
    Posts
    43.916

    Re: [AVALIAÇÃO] Hellblazer Assombrado 2 - Warren Ellis, Darko Macan, Atire! e Winter's Edge

    Um roteirista tão, mas tão dark, que se chamava Darko
    A nova geração.

  9. #9
    Grey. Super-Homem da Era de PRAAAAAAATA Avatar de Daft Flores
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Localização
    Salvador
    Posts
    43.916

    Re: [AVALIAÇÃO] Hellblazer Assombrado 2 - Warren Ellis, Darko Macan, Atire! e Winter's Edge

    Amigos, estava relendo este encadernado ontem e gostaria de destacar três histórias:

    Primeiro a "Contando Causos", da dupla Ellis/Frusin, uma divertidíssimo conto sobre a sanha conspiratória que existe aí. É o bom e velho John Constantine passando a perna em um incauto, mas Ellis faz de uma forma especial: para um personagem tão envolvido com o oculto e místico, tudo aquilo que ele relata poderia ser verdade. Mas não é. História que trabalham a relação com a magia costumam dar um bom caldo (curioso que, em algum nível, o número que abre o encadernado - O Berço - também trata do mesmo tema, mas com uma abordagem mais séria).

    E por fim duas das três histórias curtas dos especiais Winter's Edge. Posso estar errado, mas fiquei com a impressão que a de Natal com o editor falecido em decorrência de um tumor possa ser uma homenagem do Paul Jenkins ao finado Lou Stathis, que editava Hellblazer durante seu run. Na edição #120 do título já havia rolado uma homenagem, mas aqui ele parece discorrer mais sobre o fato. Tributo bacana e sensível. Ou pode ser só viagem da minha cabeça.
    E a história seguinte do Constantine amargurado no bar rememorando as relações que deixou pra trás é de uma amargura incrível, agridoce mesmo.
    A nova geração.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •