Página 7 de 7 PrimeiroPrimeiro ... 34567
Resultados 61 a 67 de 67
  1. #61
    Senior Member Entidade Fênix Avatar de Pip
    Data de Ingresso
    Jul 2007
    Localização
    Campos - RJ
    Posts
    19.419

    Re: [Avaliação] Universo DC Renascimento (One-Shot)

    acabei de ler.

    entao, os 5 anos de historia antes da Liga (novos 52) #1 + os 5 anos de 2011-2016 substituiram os 10 anos pos-zero hora ?

  2. #62
    Senior Member Cavalo do Xeque-Mate Avatar de Nerd de Cristo
    Data de Ingresso
    Aug 2010
    Localização
    Odym
    Posts
    1.224

    Re: [Avaliação] Universo DC Renascimento (One-Shot)

    Citação Postado originalmente por Doctor Doom Ver Post
    acabei de ler.

    entao, os 5 anos de historia antes da Liga (novos 52) #1 + os 5 anos de 2011-2016 substituiram os 10 anos pos-zero hora ?
    Não. Keep reading.


    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  3. #63
    Senior Member Entidade Fênix Avatar de Pip
    Data de Ingresso
    Jul 2007
    Localização
    Campos - RJ
    Posts
    19.419

    Re: [Avaliação] Universo DC Renascimento (One-Shot)

    keep reading o que?

    qual titulo eu devo acompanhar pra explicar esse angu ?

  4. #64
    Senior Member Curador do Museu da JSA Avatar de joaosouza
    Data de Ingresso
    Jul 2016
    Posts
    1.457

    Re: [Avaliação] Universo DC Renascimento (One-Shot)

    Citação Postado originalmente por Doctor Doom Ver Post
    keep reading o que?

    qual titulo eu devo acompanhar pra explicar esse angu ?
    De imediato não é explicado, mas tem mais camadas dos mistérios na edições de Titans, Flash, Batman e Super.


    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  5. #65
    Senior Member Lobo Solitário Avatar de Joel
    Data de Ingresso
    Jan 2009
    Posts
    3.414

    Re: [Avaliação] Universo DC Renascimento (One-Shot)

    Citação Postado originalmente por Doctor Doom Ver Post
    acabei de ler.

    entao, os 5 anos de historia antes da Liga (novos 52) #1 + os 5 anos de 2011-2016 substituiram os 10 anos pos-zero hora ?
    Primeiro, tem de entender q ñ foi assim nos N52. Usando a estreia pública do Superman como marco zero e sua morte pouco antes do Renascimento, a Era Heróica teve uns 8 anos, mais ou menos. Ele apareceu, depois outros foram surgindo e a invasão de Apokolips ocasionou a formação da Liga, então no segundo arco da mensal, eles ja estavam no presente, 5 anos depois. De lá pra cá, rolou no máximo 1 ano, se eu ñ estiver MUITO enganado.
    Batman é que já agia há cerca de um ano antes da chegada do Kal à Metropolis.
    Então, antes da Liga, cerca de 1 ano e meio... depois da formação da equipe, uns 6, 7.

    MAS... isso já pode até ter sido desconsiderado em alguma daquelas barafundas tipo Convergência.

    O que é cânone, de acordo com Renascimento, é q 10 anos da linha de tempo pré Flashpoint foram "roubados".

  6. #66
    Senior Member Espí­rito Espectral da Vingança Avatar de Random
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Localização
    Bishoujo contesto
    Posts
    20.204

    Re: [Avaliação] Universo DC Renascimento (One-Shot)

    Comprei a versão com capa metalizada, mas puta enganação essa. Essa capa de metal tem nada, ainda é de um papel que absorve umidade pra porra! Vive envergando.

    Já a história é ótima. Só queria ver o Doutor entrando em contato com a galera. Pô. Mó chance perdida.

  7. #67
    feministo misógino Monarca da Latvéria Avatar de Pato_Osborn_Olsen
    Data de Ingresso
    Apr 2009
    Localização
    Pernambuco
    Posts
    11.300

    Re: [Avaliação] Universo DC Renascimento (One-Shot)

    Citação Postado originalmente por BatColecionador Ver Post
    Meu Deus senhores que gibi.... Que Gibi.
    Esse gibi é um testamento de amor de Johns pelo universo DC, uma homenagem a todos os dcnautas. Sobre a história... Alguns plots são jogados e que serão desenvolvidos ao longos dos próximos meses, temos a descoberta ou as descobertas de Bruce sobre os 3 coringas, personagens esquecidos pelos novos 52, Legião dos super-heróis, sociedade da justiça, Watchmen, Ray Palmer... E claro temos Wally West o primeiro e único, o verdadeiro... Perdido e tentando retornar e ao final temos uma cena emocionante quando Barry se lembra do Wally... É de deixar dcnautas com lágrimas nos olhos... Se falar mais eu entrego o gibi, apenas leiam...
    Citação Postado originalmente por joaosouza Ver Post
    Nota 10 mesmo!

    Reli a pouco tempo é o tudo o que o amiche disse. Uma carta de amor ao universo DC do começo ao fim. Parece o season finale de uma série foda, que você acompanhou por anos, mas ao mesmo tempo é o início de todo o universo (pelos próximos 5 anos).
    Citação Postado originalmente por Spider-Phoenix Ver Post
    Reli hoje e a história continua tão sensacional quanto a primeira vez. Admito que na parte final do Wally com o Barry admito que até fiquei arrepiado do quanto a sequência foi emocionante.

    Geoff Johns realmente inspirado e mostrando uma grande força como roteirista.

    Nota 10 com louvor.
    Citação Postado originalmente por Scott Summers Ver Post
    Li a edição da Panini hoje (já tinha lido em inglês antes). Achei uma edição bem redondinha. De fácil compreensão pra quem não acompanhava a DC faz tempo, como eu, que tinha parado antes do primeiro ano de Novos 52. Tem uns momentos bem tensos, e todo o diálogo entre Barry e Wally é bem intenso e emocionante. Dou nota 10.

    P.S: tem referência ao MBB no gibi! Procurem por uma van atrás da namorada do Wally, em um dos quadros da conversa entre os dois.

    Primeiro quadro

    Citação Postado originalmente por Scarzyx Ver Post
    Como outros disseram, só reforço a ideia de que esse é o gibizaum da porra que dá gosto de ler desde o início até o fim. Realmente, conforme aquele "prólogo" dado pela Diane Nelson, o Johns consegue saber exatamente, e executar com exímio, os momentos de dar curiosidade, emoção, e euforia ao leitor. Pqp, o Wally passando por todo mundo tentando conseguir alguma conexão e só no fim vem a conclusão com reencontro com o Barry... Pqp, que foda todo esse desenviolamento e final. E essas prévias relacionadas a introdução de Watchmen ao universo DC ficou bem interessante por conta de todo mistério e referencias. E essa edição da panini ficou muito legal mesmo com esses extras que dão um panorama do que aconteceu e dos títulos que virão, agora a questão é se virá tudo aquilo no formato de encadernados que ela prometeu lançar.

    Eu estava com duvida do que eu iria acompanhar, até porque quase não acompanhei nada da fase dos Novos 52, mas depois desse especial fiquei com vontade de acompanhar quase todas as mensais (arlequina não rola ) e encadernados capa cartão vindouros. É realmente um grande momento pra se ler DC.
    Citação Postado originalmente por Casto Ver Post
    O foda daquele prólogo da Diane Nelson é que ela fala muito como uma capitalista que não tem amor nenhum pelos quadrinhos, dizendo baboseiras como Novos 52 ter dado certo pq aqueceu o mercado e tratando mais os heróizinhus como marcas e tal, o que o Rebirth deveria ter pra dar certo etc. BELEZA que é a verdade nua e crua mas porra muito triste um prefácio desses num gibi assim tão apaixonado

    Podiam tê-lo dado pra alguém que ama quadrinhos!

    No mais esse gibi é tão bom que até a ousadia e LOUCURA que é incluir Watchmen na cronologia oficial da DC passa batido...e o fato desse gibi ser o próprio Anti-Watchmen, trazer de volta uma ingenuidade dos quadrinhos de super-heróis, que a DC sempre ensaiou mas agora parece ter entrado de cabeça na proposta, como tema unificador dos seus quadrinhos

    Finalmente li o especial Universo DC Renascimento, e resolvi fazer um comentário diferente, pegando já no começo alguns comentários sobre o gibi o enaltecendo como "obra-prima" e costurar o meu comentário em cima disso. Pois bem, eu li o especial, bonitinho e tal. Mas que puta press release do caralho esse gibi é, hein?



    Três Coringas. Ai, meu caralho...


    Em termos de história per se se trata de um gibi-punheta, uma "carta de amor" como muitos aqui disseram. Não vou ser cínico ao dizer que isso é uma bosta, que é ingênuo, que é coitado e tal. Longe disso, afinal de contas estamos lendo gibis de personagens com super-poderes, o supra-sumo do lúdico. Porém o gibi não tem cara de história, não tem cara de começo, não tem nem cara de que algo relevante aconteceu. Tem cara de ser uma manobra editorial inteligente de entregar novas fases sem o acréscimo de mega-sagas, o que já tava deixando todo mundo de saco cheio. Nisso, pelo menos, a DC foi esperta.




    Zack Snyder o grande arquiteto??


    Aqui o personagem principal é o Wally, que de alguma forma saiu daquele IMBRÓGLIO lá de Flashpoint e como dito por outros acima, está sendo "consumido" pela Força da Aceleração. Essa Força da Aceleração é qualquer porra mesmo. Em Flash Renascimento trouxe o Barry de volta (devia ter comprado saporra importada na Saraiva, visto que a história tá perdida no meio do gibi da Liga da Justiça) e agora o Wally. O Wally faz de tudo pra ser lembrado por personagens icônicos e conhecidos do personagem, e no meio disso traça sua história e de alguns eventos que ocorreram ao final de Novos 52





    Segundo a própria introdução da Daiane Nelson (uma escolha estranha para fazer introdução, mas não podia pensar em outra melhor pra lançar um folheto de produtos), cada capítulo diz respeito a uma situação e característica do Universo DC. O primeiro sendo "Perdido" situando os fatos, o segundo "Legado" envolvendo personagens novos e seus predecessores, o penúltimo "Amor" quando o Wally vai em busca de ex-esposa e até que teve filhos juntos com essa mulher e o derradeiro "Vida" que é gerada através dos espermatozoides de toda essa punheta.





    O gibi tem cara de ser um prepúcio a algo épico, mas pelo que se deu pra notar, vai demorar alguns MESES, quem sabe ANOS, para os leitores terem alguma resposta concreta, e vão sempre ficar nessa afliceta de saber onde ocorre tal coisa que vai ser relevante pro GRANDE PLANO da história que está sendo contado. Após a ligação com a série Watchmen envolvendo até agora aparentemente Dr. Manhattan e Ozzymandias (mais no especial Superman Fim dos Dias, parece), agora o negócio é vender gibi costurado com alguma coisa de Watchmen que até hoje tão tentando descobrir o que é. Eu vou dizer o que tão tentando costurar, tão tentando costurar a qualidade e vendabilidade daquela porra, atrelada aos gibis de linha.




    Pirando na referência: a seguir, A VOLTA DE ROXAXÁ!


    Mesmo assim... é válida a tentativa. Só de entregar uma coisa nova sem precisar comprar um buzilhão de gibis (aí você que não quer perder NADA, vai ter que comprar TODOS os gibis pra saber se tem mais REFERÊNCICHAS) já é um refrescor novo pra essa pasmaceira que tava aí. Uma espécie de sentimento blasé de que nada mais importa. De que é tudo efêmero, de que é tudo ingênuo e boboca. Vai se fuder. Eu compro gibi e leio porque gosto, carai., Melhor do que porra de livro. É um atestado de amor a donzelice. Obrigado, Geoffinho, seu gênio. Você fez de novo!



    Como a Diane fala no prefácio: esse Johns é um filho da puta em saber como deixar o coração dos merdys molhadinhos


    A arte só tem pica: Ethan Van Sciver, Ivan Reis, Phil Jimenez e Garry Frank. O gibi é tão cara de "catálogo de produtos" que ao final é cheio de extras detalhando o que está por vir e fazendo propaganda de tudo. Infelizmente só tem sketches de dois heróis, Batman e Super-Homem, podia ter muito mais, e aparentemente a versão capa dura que a Panini lançou só tem isso e o efeito metalizado de diferente. Uma pena, a edição encadernada podia ter tido mais sketches (até porque é mais cara). Minha versão foi a simples com capa cartão, gostei muito. Trabalho editorial bem bacana com preço condizente. Mesmo metade do gibi sendo catálogo. Ok, DC, cale a boca e pegue meu dinheiro.





    Citação Postado originalmente por Nerd de Cristo Ver Post
    O que eu achei mais genial do Johns é que ele usa a metalinguagem pra transformar as políticas editoriais da DC em narrativa! O inimigo que os heróis vão enfrentar nessa fase é a "watchmenização" do universo dc: a perda da esperança, da inocência, do amor, do legado! Fantástico! Não precisamos de Supermen que quebrem pescoços ou de Batmen assassinos. O renascimento é o da verdadeira essência dos heróis DC!

    Achei legal também que não é um giro para BAZINGUEIROS. Não é pra quem está entrando agora por causa de filme ou seriado. Não, amigo; tem que ter carga pra entender. Também não é prós roedores de corda que abandonaram o UDC nos Novos 52, PORQUE OS NOVOS 52 TAMBÉM ESTÃO VALENDO. Enfim, uma declaração de amor à DC, e os haters chora.

    Enviado de meu GT-I9505 usando Tapatalk
    Isso é bem verdade. Se tem uma coisa que o gibi se sobressai é essa """"""""""""metalinguagem"""""""""" dele e agora como editor responsável vai ser a "visão" do Johns que vai prevalecer, e com o Johns no comando não tem lugar pra personagem ambíguo.

    Também é notável que eu pensei que quando fosse ter o Renascimento, a porra do Novos 52 fosse esquecida, mas na verdade são os personagens querendo SE LEMBRAR do que ocorreu antes dos Novos 52. No gibi do Superman mesmo, ao invés do Clark original voltar todo pimpão, ao contrário, é trabalhado o que aconteceu após a morte do Super-Homem dos Novos 52 em Superman - Fim dos Dias. Isso foi bem sacado.


    Citação Postado originalmente por Casto Ver Post
    Eu tb estava gostando dos Novos 52, sobretudo pós-Convergência. Superman e Liga por exemplo estavam ótimos. E concordo com vc que o Renascimento é mais um "arranjo poético" no sentido de que ainda estamos no Universo dos Novos 52. Tira-se o que o Johns colocou no especial, e nós temos a sequência de muitos plots que vinham sendo trabalhados, ou preparados desde Novos 52.

    [...] Batman e a escola de heróis em Detective Comics (que parece dar sequência ao [I]Batman & Robin Eternos) [...]

    Quer dizer que isso é continuação daquela série Batman & Robin Eternos?

    Bem que achei a premissa e o gibi bem cretinos (já li a primeira edição).



    Citação Postado originalmente por Casto Ver Post
    Isso eu entendo, o que me parece é que esse slogan ("não é, nem nunca foi reboot") é um "retcon" próprio do Rebirth...quando N52 foi proposto a ideia me parecia ser sim um reboot. É aquele lance que tu falou de o Johns assumir como metalinguagem as cagadas editoriais do passado.

    - - - Updated - - -

    Convergência era outra pegada: valeu tudo, mas ainda assim o universo dos novos 52 era uma coisa diferente e nova. As histórias que conhecíamos teriam acontecido em outro universo. O que estão dizendo agora é que o universo novos 52 e o universo pré-flashpoint sempre foram os mesmos.

    O que é interessante, pois nesse sentido o rebirth não anula de todo o que aconteceu em Convergência.
    Ou seje, daria para continuar tudo do mesmo jeito que estava sem Renascimento algum. A única verdade concreta é que nunca iriam aceitar a porra dum Super-Homem que escuta por trásd a parede a Lois Lane DAR O CULITÃO PRO """""""""""""""""""""""""""""'AMIGO""""""""""""""" """"""" JONATHAN enquanto se esvai chorar na chuva e depois na cama onde é lugar quente. E por isso tiveram que matar o coitado.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •