Página 2 de 852 PrimeiroPrimeiro 1234561252102502 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 11 a 20 de 8514
  1. #11
    Senior Member Cimério de Bronze Avatar de Leandro Azeredo
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Localização
    Macaé - RJ
    Posts
    4.729
    Citação Postado originalmente por Duncan Idaho

    Mal surgiu e já foi plagiado!!! Gringos sem vergonha!!!

  2. #12
    Senior Member Interno do Asilo Arkham Avatar de Quiof Thrul
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Posts
    1.937
    Citação Postado originalmente por Duncan Idaho
    http://jupiter2hq.blogspot.com/

    SURGE REAÇÃO, O SUPER-HERÓI REACIONÁRIO!



    Reação é o nome do novo personagem lançado com o selo Júpiter II, super-herói ifanto-juvenil criado por José Salles e ilustrado por William Cabral (artista de rua de São Paulo, tendo estreado nas páginas dos gibis da Júpiter II no mês passado, no terceiro número do Blenq). Na capa (desenhada por Cabral e colorizada por Dennis Oliveira) vocês podem ler a frase “surge um novo super-herói”, mas na verdade não há nada de novo em Reação, que é uma tentativa deliberada do autor em mostrar um super-herói como nos tempos passados dos gibis. Por isso será fácil identificar características de personagens clássicos dos comics revestindo este novo super-herói da Júpiter II. Desta forma, Reação é, como o próprio nome diz, uma reação contra o que vem sendo feito com os super-heróis dos gibis nos dias de hoje, onde são todos neuróticos, paranóicos, sádicos, estressados, rancorosos, odientos, etc. Reação não é nada disso, é um sorridente super-herói que tem tudo para agradar especialmente aos leitores mais jovens, cativando-os e, quem sabe, tornando-os novos leitores de gibis, jovens fãs de Histórias-em-Quadrinhos. Este primeiro número apresenta 24 páginas em p&b mostrando a origem do herói. Pedidos para smeditora@yahoo.com.br

    Esse José Salles da Jupiter II é tão analfabeto que não conhece nem o significado da palavra "reacionário"...
    Citação Postado originalmente por Leandro Azeredo
    Mal surgiu e já foi plagiado!!! Gringos sem vergonha!!!
    a Educação do Brasil está perdida:
    Você foi professor de história na rede estadual, não? Como foi essa experiência de ser docente?

    Quanto a isso, a melhor resposta é que justamente não sou mais professor!!! Pois quanto tentei ser, mostrei ser, nesta área profissional, um tremendo fracasso! Mas de qualquer forma foi boa minha passagem pelo magistério, pois, graças a essa experiência, passei a respeitar mais ainda os professores.
    http://www.bigorna.net/index.php?sec...&id=1265343394
    lembrei desse:
    http://homemescudo.multiply.com/journal/item/2

    Jou Ventania é terrível, segundo o autor não é uma cópia do Batman:
    http://lincnery.blogspot.com/2010/04...-ventania.html

    o preço do livro é 29,01?

  3. #13
    Senior Member Recruta da Iniciativa
    Data de Ingresso
    Feb 2011
    Localização
    Inferno '-'
    Posts
    148
    Como você avalia o Quadrinho Nacional hoje? Sem ufanismo barato, quais autores e quais Quadrinhos você realmente acha bom, realmente gosta e acha que realmente botam o Brasil no mapa dos Quadrinhos mundiais?

    Acho que o Quadrinho Nacional passa por uma fase de grande entusiasmo! Me refiro aos Quadrinhos brasileiros independentes. São várias tendências e inúmeros lançamentos. Repare que todos os gêneros de revistas em Quadrinhos estão apresentando queda de leitores, queda de vendas (especialmente os Marvel/DC), somente os independentes nacionais é que vêm conseguindo aumentar as vendas, formando novos leitores. Nessa toada, o futuro nos pertence! São diversos os artistas que merecem admiração, respeito e consideração, não vou ficar citando pois certamente cometeria injustiças. Mas vamos lá, os autores que mais gosto são os da Júpiter II, né (risos)?

  4. #14
    Senior Member Lobo Solitário
    Data de Ingresso
    Sep 2008
    Posts
    3.445
    Dos heróis brasileiros, só dois prestam: Necronauta e El Caveira [da instinta HQ "Monstrologia", que era bem legal].

  5. #15
    Senior Member Interno do Asilo Arkham Avatar de Quiof Thrul
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Posts
    1.937
    Antônio Cedraz busca parceiros
    O quadrinhista baiano Antônio Cedraz, criador da Turma do Xaxado, está com um novo livro inédito na manga: O Melhor Amigo, trata-se de um álbum solo da personagem Marieta, uma amante do conhecimento, tendo como tema principal livros e leitura. Ao todo o gibi possui 48 páginas, formato 22 x 22 cm e é totalmente em cores. De acordo com o Cedraz, a intensão é contactar editores e/ou editoras interessados em publicar o material. A busca do autor se dá devida a dificuldade que ele tem em distribuir nacionalmente seus livros.

    Interessados na parceria com o Cedraz podem solicitar um “boneco” do livro para análise através do email cedraz@xaxado.com.br.
    http://www.bigorna.net/?secao=noticias&id=1297303390

    5º Concurso Cultural da Turma do Gabi
    Estão abertas as inscrições para o 5º Concurso Cultural da Turma do Gabi – Desenho. Os interessados têm até o dia 30 de Junho para enviar suas ilustrações. Os três melhores trabalhos receberão um MP3 e um kit de revistas da Turma do Gabi (Ed. Júpiter II / EMT). Além do prêmio, haverá uma exposição com os trabalhos selecionados no Casarão Cultural entre os dias 04 a 31 de Julho.

    Para participar é necessário desenvolver um trabalho em desenho com o tema Bichos e envia-lo para: Casarão Cultural Pau Preto, Rua Pedro Gonçalves, 477, Jardim Pau Preto, CEP: 13.330-210, Indaiatuba (SP). Inscrição gratuita e aberta a todas as crianças e jovens que vivem no país com idade entre 9 e 14 anos.

    O Concurso Cultural da Turma do Gabi é realizado pelo EMT – Estúdio Moacir Torres, com o Apoio da Fundação Pró-Memória e Prefeitura Municipal de Indaiatuba (SP).
    http://www.bigorna.net/index.php?sec...&id=1295405802
    Antes que me acusem de plágio
    Por Gonçalo Junior
    23/02/2011
    No dia 7 de dezembro de 2007, o Blog dos Quadrinhos, do jornalista Paulo Ramos, noticiou, sob o título “O terror está de volta aos quadrinhos. E em 2008 tem mais”, que eu (Gonçalo Junior) e Leônidas Greco pretendíamos lançar em breve a história em quadrinhos "A Cabeça da Noiva", com 140 páginas. “A trama transforma cangaceiros em zumbis”, resumiu Ramos.

    Ele citava a introdução da trama: "Diz a lenda que você só extermina um cangaceiro se decapitá-lo". E prosseguia com uma descrição que lhe fora feita por Leônidas: "Depois de uma batalha em que dezenas de cangaceiros são mortos, três soldados são encarregados de decapitá-los, mas cometem um erro: não viram o corpo do chefe, que permaneceu com a cabeça."

    O próprio blogueiro continuou: “O cangaceiro-chefe volta à vida na forma de zumbi e sai à caça das cabeças cortadas”. Mais uma vez, Leônidas: "Isso é feito, mas falta a da noiva do chefe, que fora levada antecipadamente para o comando da polícia como prova da missão cumprida". O resultado é uma guerra entre os macacos (como chamavam os polícias) e os zumbis cangaceiros.

    Ramos observou ainda que nós havíamos feito uma prévia em vídeo, disponível em duas versões no youtube desde 21 de novembro de 2007, com 403 visualizações numa delas até a noite de hoje, 9 de fevereiro de 2010.
    Relembro tudo isso preocupado em me antecipar a um fato que parece-me inevitável: quando essa HQ for publicada, talvez escrevam ou digam ou apontem algumas semelhanças com o premiadíssimo álbum “Bando de Dois”, de Danilo Beiruth, publicado no final do ano passado pela Zarabatana Books. E, quem sabe, digam que chupei essa belíssima graphic novel.

    Ambas as histórias trazem cangaceiros como protagonistas. Ambas falam da busca por cabeças cortadas para que cangaceiros mortos encontrem seu descanso eterno. Nas duas histórias, as cabeças são levadas para a cidade num carro de boi. Não quero com isso tirar qualquer mérito do elogiado álbum, que gostei muito. Mas sinto a necessidade de deixar esse registro aqui.

    Não deixa de ser curiosa outra coincidência. A abertura com páginas mudas de “Bando de Dois” traz um cangaceiro se arrastando pelo calor insuportável da caatinga, quando ele tem a visão do seu chefe, acompanhado de outros comparsas, que lhe pedem para recuperar suas cabeças. No meu álbum “Claustrofobia”, em parceria com o mestre Julio Shimamoto e publicado pela Devir em dezembro de 2004, há uma HQ de cangaceiros que começa mais ou menos assim: um sertanejo se arrasta com a mulher no calor insuportável do sertão, em busca de água. Ela morre e ele prossegue. Até que encontra um cangaceiro morto e tem uma alucinação, na qual ele passar a fazer parte de um bando de cangaceiros.

    Repito, ao que me parece, tudo não passa de meras coincidências. E antecipo aqui a minha humilde defesa.

    http://www.bigorna.net/index.php?sec...&id=1298496424





    Gonçalo diz que história do irmão gêmeo do Claudio Seto é mentira:
    http://hqalemdosbaloes.com/hq_pauta_palestra_6_2010.wmv

  6. #16
    Raiders Member Jovem Vingador Avatar de Joe
    Data de Ingresso
    Jul 2010
    Posts
    3.539
    Batman Inc.
    "Um jogo o Vasco jamais perderá. O da luta. A congregação de cores e credos faz de cada arquibancada vascaína uma aquarela do Brasil. Se não há nada mais brasileiro que o futebol, para o bem e para o mal, há pouca coisa mais futebol no Brasil que o Vasco."

    - Mauro Beting

  7. #17
    Senior Member Interno do Asilo Arkham Avatar de Quiof Thrul
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Posts
    1.937

    [/center]
    Mangatum (fusão de mangá com cartum) ambientado no sul do Brasil em plena década de 1950.
    Conta a lendária saga da Revolta dos Posseiros de 1957.
    Porém, a aventura inicia 7 anos antes do conflito da maior guerra civil da História do Paraná.
    Apresentando Garibaldi, mestre no manejo do facão.
    A aventura também é conhecida como a "Saga do samurai gaúcho".

    Conta com 4 volumes lançados até o momento:

    Causo 1 - Chegada a Terra Prometida

    Causo 2 - O Pistoleiro Misterioso (EDIÇÃO ESGOTADA)

    Causo 3 - Safristas de Porco

    Causo 4 - O Fio do Véio do Saco

    Causo 5 - O Homem do Relâmpago (sem data de lançamento por enquanto)


    o Autor posta em várias comunidades do Orkut.
    segundo ele , tira dinheiro do próprio bolso pra imprimir e depois recupera com as vendas, é avesso as webcomics ou que distribuam scans de sua obra, nem ao menos posta um preview das HQs, ele diz que vende em todo Brasil e que tem até leitores brasileiros no exterior (França).



    Livro do Irmão dele:
    70 páginas.
    Papel branco.
    Ilustrações internas (PB).
    Lombada quadrada.
    Um livro polêmico!!
    DEUSES & METRALHADORAS - - R$ 25,00
    Todos os kits já tem frete incluso (carta registrada)!


    Livro perigoso, astuto, polêmico, agressivo, com conteúdo repleto de pensamentos filosóficos e antireligiosos. Um conto narrado por um estudioso das artes, teollogia e princípios humanos, onde o mesmo explora a devassidão dos chamados homens de religião. De pessoas que profanam seu L\'os, memoa credditando em suas palavras. Desvirtuando tudo o que aprenderam (ou deveriam ter aprendido). Colocando pregos onde nenhum outro teria coragem, o audacioso Asmodeus (personagem desta narrativa) nos transporta ao ongo de 3 partes narrativas, a uma realidade onde o profano e o Divino se encontram. Atacando religião, homens de fé e uma sociedade corrupta, tantop de forma moral, quanto religiosa. Não é um livro para qualquer leitor, mas sim, para pessoas que tem conci~encia de seus atos, que possuem maturidade suficiente para ler com coragem e refletir as palavras aqui descritas com tamanha genialidade, brutalidade e mistério. DEUSES & E METRALHADORAS é uma pequena obra prima de nossa literatura filosófica antireligiosa
    [/quote]

    Tiragem de Samurai Tchê
    Deixa eu fazer uns calculos...

    ST 1 - 400 exemplares (2 tiragens de 200 cada, já que a primeira tiragem tinha esgotado em 3 dias)

    ST 2 - 200 exemplares

    ST 3 - 200 exemplares

    ST 4 - 200 exemplares

    Aqui já dá 1000.

    Porém, ainda tenho uns 120 exemplares, sem contar que do ST 2 devo ter uns 10 exemplares restando...

    Tanto o ST quanto o SED aos poucos estão criando seu caminho!!!!

    E o ST 5 também terá uma tiragem de 200 exmplares.

    Continuamos no caminho!!!!!!!!!!

    Ok, essas tiragens são pequeninas se comparadas aos mangás das editoras, mas para fanzines, é algo surpreendente!!!

    Espero que muitos outros títulos tenham uma receptividade tão boa assim!!!
    [quote]st 2 esgotado!
    Portanto, agora estou com apenas ST 1, 3 e 4 disponíveis.

    O KIT fica a R$ 15,00 (correio incluso).

    Ou ST 1, 3 e 4 + D&M a R$ 20,00 (também correio incluso).

    ST 2 agora somente em alguns pontos de venda:

    COMIX, FONOMAG, HIKARI, KINGDON COMICS, com o pessoal do GOTA ZINE ou no KODAMA em BRASÍLIA.


    ele respondeu algumas perguntas do BK:


    1 - Qual o seu método criativo?

    Bem, particularmente, eu não leio mangás (e quadrinhos em geral) a algum tempo.
    Então, como método (ou seria uma referência de criação) eu uso romances.
    Ok, é uma mídia totlamente diferentes dos quadrinhos, com outra linguagem e visual, mas é totalmente agradável.

    Mas, o meu ponto alto é o justamente me apegar a minha mente.
    Claro que muito do que é apresentado, é parecido (ou até mesmo igual a trabalhos conhecidos), mas acontece de criarmos algo que pareça ter sido influenciado ou que tenhamos paegado como base de referência.

    Depois, rabisco e faço esboços gerais.

    Apresento a ideia para o meu irmão e ele trabalha em uma (ou mais) versão final.
    Com novos esboços.

    Tanto apra a concepção do personagem si quanto do enredo.

    É por aí.

    2 - Qual sua técnica de narração?

    Hum... creio que a técnica é rápida, sem enrolação.
    Não sei se tem um nome específico.

    Pois não posso fazer comparação direta ou indireta com quaisquer trabalhos.
    Afinal, eu poderia interpretar de várias maneiras.

    Mas, de acordo com quem leu.
    Para alguns, lembra o estilo SHONEN (mas eu não sei).

    O desenrolar da narrativa tem a base nos fatos Históricos (para alguns ajuda - para outros complica - e para mais alguns, isso seria totalmente descartável).

    E mesmo com todas as infomaçõe scontidas (principalmente no ST 1), acho que a narrativa ficou aceitável. Ao menos é o que a maioria (de quem leu) disse.

    3 - Como você concebe um personagem?

    Pode parecer estranho (ou não), mas não fico estudando a personailidade ou mesmo o visual de qualquer personagem. Faço um rabisco na hora que dá vontade (o tempo todo, mas não é sempre que estou com caneta a mão...).

    Só depois que o personagem está ali no caderno (pois costumo rascunhar em um caderno universítário - ou mesmo em cadernos pequenos -, já que também faço várias anotações depois), é que começo a desenvolver mais e (melhor) o personagem em todos os seus seguimentos.


    4 - Qual seu sistema de organização e planejamento de impressão?

    Bom, depois de montar tudo, mando para a gráfica onde é impresso um modelo para ver como vai ficar.

    Mas, deixa eu colocar uma outra informação aqui:

    Quando montei o ST 1 e 2, eu não tinha computador, então dependia de ir até a gráfica e ficar montando com um dos funcionários. Ou seja, um tempo enorme. Pois levavamos as vezes até uns 7 dias (devido aos serviços quetinham de ser feitos entre a montagem).

    E como o meu conhecimento na área de montar uma revista era nulo. então a dependência era maior.

    Não dava tempo de trabalhar direito, mesmo com todas as ideias prontas. tinha de digitar, aplicar retículas e pensar rápido se poderiam ser fitas mudanças.

    Então, o ST 1 e 2 não saiu como eu queria... nem o papel...
    E os caras da gráfica nada tinham na experiência de rodar revistas em quadrinhos...

    Já o ST 3 eu mesmo montei tudo (exceto pelo scaneamento, pois eu ainda não tinha sacanner...).
    Essa edição ficou com o miolo perfeito. dessa vez foi um acerto (ao meu ver).

    E no ST 4, foi o mesmo, porém, com a diferença que colocaram um funcionário novato e este acabou prejudicando a spáginas em tons de cinza (que sairam pontilhadas).
    O cara confundiu e achou que por causa das retículas ele tinha que reticular todas as páginas...

    Ou seja, erro da gráfica... uma pena.

    A edição poderia ter saído perfeita.
    Até o tamanho ficou um pouquinho maior...

    Agora, a partir do ST 5, eu já tenho uma multi funcional, e imprimo o modelo definitivo.
    Já estava na hora...


    5 - Como você trabalha seu sistema de gerenciamento de vendas?

    Vai de acordo com o número de pedidos.
    A maioria é feita pelo Orkut, outros (em menor quantidade) por e-mail.

    Como a saída da revista é aleatória.
    Varia de 12 exmplares por semana na média.
    Mas já teve uma vez que ficou por 3 meses sem saída (um terror).

    E o mais rápido ocorreru com o ST 1 que em 3 dias esgotou.

    Mas, convenhamos, naquela época, estava sendo comemorado a REVOLTA DOS POSSEIROS aqui na minha cidade e região, então todo mundo queria um lembrancinha do cinquentenário...

    Não eram leitores (de quadrinhos) em potencial, mas a vendagem foi boa para rodar mais exmplares.

    Já com leitores mesmo, a venda é variável.
    Pois os pedidos são muitos, porém, enm todos acabam adquirindo (ou por falta de dinheiro ou por outros motivos).

    Pois há quem diga que prefeririam comprar em eventos. Mas infelizmente não posso viajar para vender a revista. Tenho o trabalho (que dei uma fugida agora) direto!

    Então, o lucro (que não paga a revista logo de cara por que a saída ainda é devagar), vai sendo guardado par auma próxima tiragem.

    Claro, como a sáida é lenta, então tenho de pagar do bolso até ter a grana completa.

    E como não tenho internet em casa, o valor (alto para alguns) é responsável pela sobrevida da revista por aqui. Já que sempre tenho de conferir os pedidos (quando estes aqui estão).


    6 - Quais são suas metas de trabalho e margem de lucro?

    A meta é fazer uma revista independente mesmo.

    Claro que se fosse por uma editora, seria diferente em alguns seguimentos (principalmente com relação a distribuição).

    O lucro, como dito, creio que respondi na pergunta anterior.
    Mas dá pra pagar algumas!

    Porém, a margem seria grande (de verdade) se a revista (tiragem completa) saísse em 1 mês. Pois é o prazo que tenho para pagar a gráfica.
    Geralmente, nesse prazo, com a vendagem real das revistas, já tenho metade do valor, pois quando um novo ST está disponível, a vendagem cresce e depois diminui.


    7 - Qual seu sistema de distribuição e estratégia de marketing?

    A distribuição é realizada com o apoios de alguns pontos: livrarias, bancas ou mesmo em eventos pelo Brasil afora (através de outrem).

    A estratégia de venda (mas não creio que possa assim chamar), é com links em blos e sites.
    E aqui no Orkut através de tópicos ou mesmo a pesquisa da capa do ST 5!

    Não é o melhor dos caminhos, mas tem vantagens. Geralmente a maioria dá uma olhada - alguns se interessam e fazem perguntas no meu perfil - outros além de perguntas querem saber como adquirir - e claro há quem adquire há que não adquire...

    E também pelos comentários (gerais) tanto aqui no Orkut quanto pessoas que falam para outras sobre o ST.

    Há que dá uma olhada apena spor curiosidade. Outros realmete se interessa. E também tem aqueles que não gostam.

    Voce produz para si ou para seu leitor?

    Hum... confesso que quando resolvi fazer a revista, eu sabia que o interesse seria pequeno (na verdade zero).

    Eu não fiz questão de convencer: "Leiam, vejam se gostam ou não!"

    O trabalho está aí.

    Claro que de certa forma, da maneira que eu fiz, o ST foi feito para mim, pois na época eu não almejava fazer para que mais pessoas lessem (ou apenas vissem).

    Só que, com leitores e leitoras que aos poucos foram aparecendo, deu pra perceber que aquilo que eu tinha feito pra mim, estava agradando mais gente.

    Então eu comecei a pesquisar, pedir o que poderia ter a mais (ou menos), que alterações deveriam ser feitas.

    Se fosse possível dar novos rumos ao enredo, eu estava disposto.

    Mas nesse seguimento, me deram apoio e continuo.

    No desenho, o mesmo. Só que tem quem não gosta da mistura de cartum com mangá (ou derivado de mangá e cartum).

    E até quem ache estranho as legendas dos golpes.

    Ou como eu já disse, queriam papel jornal.
    O papel foi trocado, mas tem quem quer de volta o antigo... mas como a maioria gostou do jornal... então por enquanto ele continua.

    Hoje, apesar dos comentários e críticas afins, o ST não é produzido somente para mim, mas para quem leu e gostou.

    Ou quem quer ler e talvez venha a gostar.

    Vai de cada um.

    Mas que fique claro, eu não estou satisfeito em muitos sguimentos da revista (principalmente com relação aos problemas que tivemos com impressão, o que acabou prejudicando e perdendo qualidade o produto final).

    Então de um jeito (um tanto desajeitado), seguimos em frente!

    E votem na capa do ST 5!

    Mesmo quem não lê pode ficar avontade!
    pergunta do Usuário Allan:
    Luciano.
    Ja que você divulga em diversos lugares e etc, como dito acima, PORQUE você não coloca metade do numero 01 online? Nem que seja as 10 primeiras paginas.

    Você não estará perdendo nada, pelo contrário.
    Confesso que não estou interessado na sua história pelo que vi no site e no seu album do Orkut, mas quem sabe, lendo metade da primeira edição não me interessa.

    E ja esta indo para o numero 05, essa é a chance de conquistar mais leitores...
    ALLAN
    Ok, vou colocar o capítulo 1 inteiro.

    Porém, com o formato original da impressão (tamanho).

    Mas, tem um fato: a edição impressa não tem todas as retículas comparadas a versão que vou colocar a mostra.

    Calma que eu explico:

    Como eu estava restaurando o ST 1 (por causa dos erros - tanto meus quanto da gráfica), eu decidi que o idea era já colocar uma prévia do novo material.

    Visualmente falando a única diferença é com relação as retítculas que quase inexistem na primeira edição impressa.

    Creio que não fará mal algum.

    Eu até colocaria a versão impressa, mas infelizmente não tenho mais o arquivo.

    E scannear as páginas impressas não fica com qualidade boa.

    Então amanhã faço isso.

    E tem mais, na versão nova, tem mais páginas (só que estas não estão prontas e por isso vai do jeito que está, ou seja, como a versão atual).

    Portanto, essa nova edição difere somente nas reticulas, ok?
    eu fiz essas:


    1) Que tal lançar uma Webcomics?

    Bem... nada tenho contra quem faz quadrinhos na web. Mas eu sempre gostei mais das versões impressas (refiro-me a fanzines mesmo).

    Mas quem sabe... pois infelizmente, a maioria das pessoas que leem na internet não adquirem as versões impressas...



    2) Que tal colocar a descrissão dos personagens, história no seu blog?

    Hum... no blog já tem informaçõe sobre a história.

    Inclusive sobre técnicas.

    Já sobre personagens não tem... farei isso se não no blog, mas aqui no Orkut, em um álbum de personagens.
    página:

    As casas, vestuário e maquinários (incluindo veículos) da época não poderiam ser desenhadas ao acaso (serem inventadas), por isso, muitas fotos foram usadas de refrência.

    Não foi nada copiado amigo.

    Tudo foi feito a mão. Se você duvida, vem até aqui e a gente desenha ao vivo pra você conferir. Não vai se arrepnder!

    Quanto aos balões (ou caixas de diálogo).

    Na época em que terminamos este primeiro capítulo, os balões eram inexisitentes...

    Eu ia colocar versões digitais, pois anteriormente já tinha feito um trabalho similar.

    Só que... depois eu me arrependi...

    E então desenhei os balões em papel a parte, recortei e colei sobre as páginas originais, já que eu não tinha computador.

    Já a partir do causo 2, foi tudo desenhado junto.

    E sim, foi tudo desenhado pelo meu irmão.
    Sites:
    http://samuraitche.blogspot.com

    http://combocomyxstudiogardy.webnode.com.br/
    Quadripop, o blog de Quadrinhos e cultura pop
    http://quadripop.blogspot.com
    Releitura de personagens americanos ao redor do mundo.
    http://highcomics.blogspot.com/

  8. #18
    PIKOKO RULEZ Hokage da Vila da Folha Avatar de Hellblazer
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Posts
    15.081
    eu queria saber porque um personagem nacional chama JOU !!!

    JOU é o quê ??? porque não ZÉ VENTANIA ???

    VIVA O BRASIL SEUS FILHOS DA PUTA
    Isso é só uma brincadeira ...

  9. #19
    Senior Member Vingador Fantasma Avatar de Duncan Idaho
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Posts
    21.024
    Citação Postado originalmente por Hellblazer
    eu queria saber porque um personagem nacional chama JOU !!!

    JOU é o quê ??? porque não ZÉ VENTANIA ???

    VIVA O BRASIL SEUS FILHOS DA pu†a
    Pelo mesmo motivo por que os garotos da turma da Mônica jovem jogam baseball em vez de futebol.

  10. #20
    Senior Member Recruta da Iniciativa
    Data de Ingresso
    Feb 2011
    Localização
    Inferno '-'
    Posts
    148
    Citação Postado originalmente por Duncan Idaho
    Citação Postado originalmente por Hellblazer
    eu queria saber porque um personagem nacional chama JOU !!!

    JOU é o quê ??? porque não ZÉ VENTANIA ???

    VIVA O BRASIL SEUS FILHOS DA pu†a
    Pelo mesmo motivo por que os garotos da turma da Mônica jovem jogam baseball em vez de futebol.
    Sério isso? Quando eu lia não tinha nada disso não.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •